Whatsapp icon Whatsapp

Querosene

O querosene é uma mistura de hidrocarbonetos derivada da destilação fracionada do petróleo bruto. Sua principal utilização é como combustível em aeronaves.
Chama azul de um aquecedor que utiliza querosene.
Chama azul de um aquecedor que utiliza querosene.

O querosene é uma mistura complexa de hidrocarbonetos e é obtido como uma das frações da destilação fracionada do petróleo bruto. É formado por um conjunto de hidrocarbonetos cujas cadeias carbônicas variam entre 10-16 átomos de carbono. O querosene é um líquido de odor caraterístico, inflamável e apolar.

Sua principal aplicação é como combustível de aeronaves, podendo também ser empregado em aquecedores domésticos e como material combustível em lamparinas. Em razão de sua característica apolar, o querosene é usado industrialmente como solvente e diluentes de tintas, vernizes, graxas e gorduras.

O querosene é uma substância tóxica, devendo-se evitar o contato dele direto com a pele e mucosas, bem como sua inalação e sua ingestão.

Leia também: Monóxido de carbono — gás poluente tóxico na combustão incompleta

Resumo sobre querosene

  • O querosene é uma mistura de hidrocarbonetos de cadeias carbônicas formadas por 10-16 átomos de carbono.
  • É um dos produtos obtidos da destilação fracionada do petróleo.
  • É um destilado médio, sendo obtido na faixa de temperatura entre 150 °C e 300 °C.
  • Outra forma de obtê-lo é pelo craqueamento de hidrocarbonetos mais longos.
  • É o combustível usado em aviões.
  • É usado como diluente e solvente para tintas, vernizes, graxas e gorduras.
  • Lamparinas de acampamento funcionam à base de querosene.
  • É tóxico, e o contato direto com ele deve ser evitado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Composição química do querosene

O querosene é uma mistura complexa de hidrocarbonetos derivada da destilação fracionada do petróleo bruto, sendo formado por moléculas compostas apenas por carbono e hidrogênio.

A composição química do querosene depende da fonte de obtenção do petróleo. De modo geral, ele é constituído por uma mistura de cerca de 10 hidrocarbonetos com cadeias carbônicas de 10-16 átomos de carbono, contendo cerca de 55% de hidrocarbonetos lineares, 41% de hidrocarbonetos naftênicos e 4% de espécies aromáticas.

Representação das estruturas dos hidrocarbonetos que compõem o querosene.
Representação das estruturas dos hidrocarbonetos que compõem o querosene.

O querosene é líquido em temperatura ambiente, possui coloração entre amarelo-claro e incolor e odor forte e característico. É inflamável e é um composto apolar, além de ser conhecido como óleo de parafina.

Obtenção do querosene

O querosene é obtido por meio da destilação fracionada do petróleo, em temperatura na faixa de 150-300 °C.

O procedimento de destilação fracionada é um método de separação de misturas baseado nas diferenças entre os pontos de ebulição das substâncias, que, por sua vez, são dependentes do tamanho da molécula, no caso dos hidrocarbonetos.

A destilação do petróleo é realizada em uma torre de destilação, sendo os hidrocarbonetos mais leves extraídos na parte de cima da torre, e aqueles mais pesados são retirados nas alturas menores.

O querosene é considerado um produto destilado médio do petróleo, sendo removido da mistura em uma altura intermediária da torre, entre a gasolina e o óleo diesel, em uma faixa de temperatura entre 150 °C e 300 °C.

Torre de destilação fracionada do petróleo com indicação das substâncias obtidas.
Torre de destilação fracionada do petróleo com indicação das substâncias obtidas.

O querosene é considerado puro quando extraído diretamente da torre de destilação, ou pode ter a denominação querosene craqueado quando obtido por meio de reações químicas de decomposição ou craqueamento de destilados do petróleo mais pesados. Nesse processo, hidrocarbonetos de cadeias mais longas são quebrados, formando moléculas de hidrocarbonetos menores e mais leves, as quais, normalmente, possuem maior valor agregado.

Leia também: Como se dá o processo de refino do petróleo?

Utilizações do querosene

O querosene foi um dos primeiros produtos derivados do petróleo com valor comercial, antes mesmo da gasolina, pois era empregado como combustível para as lamparinas em substituição ao óleo de baleia.

Atualmente, a principal utilização do querosene é como combustível de aviação em aeronaves com motores a turbina. O querosene é um bom combustível para aviões em razão de alto poder calorífico e característica lubrificante. Além disso, apresenta boa resistência física e química às variações de temperatura e pressão. Esse conjunto de fatores o torna adequado para a geração de energia em motores a combustão dos aviões.

A propriedade ponto de fulgor determina a temperatura em que a substância gera vapores inflamáveis e pode representar situações de perigo. O querosene possui ponto de fulgor em 38 °C, tornando-se um combustível relativamente seguro para transporte e armazenamento. A critério de comparação, o ponto de fulgor da gasolina é em -40 °C.

Avião sendo abastecido com querosene de aviação.
Avião sendo abastecido com querosene de aviação.

Outro uso dessa mistura de hidrocarbonetos se dá na queima em lamparinas de acampamento. No período em que a luz elétrica ainda não existia, os lampiões e lamparinas eram alimentados por querosene.

Lamparina acesa com querosene.
Lamparina acesa com querosene.

O querosene é muito empregado em sistemas de aquecimento doméstico e no uso de fogões em algumas regiões da Europa e Japão.  

Em razão da sua natureza apolar, o querosene é empregado como solvente industrial e diluente para graxas, gorduras, inseticidas, tintas e vernizes. Ele faz parte da composição de agentes de limpeza desengordurantes e de produtos de limpeza pesada para remoção de resíduos.

Uso de querosene para limpeza de equipamento
O querosene é utilizado como agente de limpeza desengordurante e desengraxante.

Tipos de querosene

Existem alguns tipos de querosene que recebem tratamentos específicos de acordo com a finalidade de uso:

O querosene básico ou puro é aquele que sai diretamente da torre de destilação do petróleo. Pode conter resíduos de outros elementos químicos, como o enxofre.

Os querosenes para a aviação são submetidos a processos de purificação para remover possíveis resíduos que causem corrosão no avião, além de aumentar a octanagem e a eficiência energética.

Normalmente, a composição do querosene de aviação deve conter entre 33-61% de hidrocarbonetos parafínicos (saturados e de cadeia linear), entre 10-45% de hidrocarbonetos naftênicos (saturados e de cadeia cíclica) e entre 12-25% de hidrocarbonetos aromáticos.

Existem três tipos de querosene para a aviação:

  • Querosene Jet A: é menos comum e possui ponto de congelamento de -40 °C, sendo encontrado apenas nos Estados Unidos e Canadá.
  • Querosene Jet A-1 ou QAV-1: utilizado no Brasil e na maior parte do mundo. Possui ponto de congelamento em -47 °C e é empregado nos motores movidos a turbina.
  • Querosene Jet B: é utilizado em regiões muito frias do planeta, por possuir ponto de congelamento mais baixo do que os outros tipos de querosenes. O Jet B é constituído por moléculas de hidrocarbonetos menores, formadas por 5-15 átomos de carbono. Na realidade, é uma mistura entre querosene e gasolina, que atribui ao combustível maior volatilidade e menor temperatura de congelamento.

Leia também: Etanol — composto orgânico que também é usado como combustível

Precauções com o querosene

O querosene é uma substância tóxica, sendo irritante para a pele, os olhos e as mucosas respiratórias. Pode ser absorvido pela pele, por meio da ingestão e por meio da inalação.

O querosene libera vapores, e, por ser mais denso que o ar, os vapores desse hidrocarboneto tendem a ficar na parte baixa da atmosfera. Em caso de vazamentos, deve-se retirar as pessoas para locais abertos e ventilar o local.

A intoxicação por querosene é enquadrada no quadro clínico de envenenamento por hidrocarbonetos, podendo causar irritação e inflamação nos pulmões, acompanhado de tosse, sufocamento e problemas neurológicos.

Os principais sintomas da intoxicação por querosene são:

  • dermatite;
  • conjuntivite;
  • náusea;
  • vômito;
  • dor abdominal;
  • diarreia;
  • tosse;
  • arritmia;
  • problemas no pulmão;
  • anemia;
  • depressão do sistema nervoso central;
  • convulsão.

Em casos graves de contaminação, o querosene pode até mesmo levar a pessoa ao coma e ao óbito.

Publicado por Ana Luiza Lorenzen Lima

Artigos Relacionados

Biodiesel – A energia que vem das plantas
Conheça os seguintes aspectos do biodiesel: constituição, modo de produção, matérias-primas, aplicação e vantagens.
Combustíveis Fósseis
Saiba mais sobre os combustíveis fósseis, por que eles passaram a ser tão usados e quais são as desvantagens de seu uso.
Etanol
Reconheça a substância química etanol e saiba diferenciá-la de outros álcoois. Conheça sua importância como combustível veicular e agente esterilizante.
Petróleo
Leia sobre a origem do petróleo e os seus principais derivados. Saiba mais também sobre os impactos ambientais provocados pela produção petrolífera.
video icon
Professora ao lado do texto"Aposto".
Português
Aposto
Aposto é o nome que se dá ao elemento sintático que se junta a outro a título de explicação ou de apreciação. Assista a esta videoaula e aprenda um pouco mais sobre o emprego e a classificação desse termo acessório da oração.