Planeta Júpiter

Júpiter é o quinto planeta do Sistema Solar a partir do Sol. Um dos gigantes gasosos, ele é formado por hélio, hidrogênio e outros elementos que aparecem em menor quantidade.
Júpiter é um gigante gasoso e o maior planeta do Sistema Solar.

Júpiter é o quinto planeta do Sistema Solar a partir do Sol. Trata-se de um gigante gasoso que apresenta superfície formada pelos gases hélio e hidrogênio, em sua maioria, com uma ampla atmosfera e um núcleo sólido ou pastoso em seu interior. O planeta dispõe de finos sistemas de anéis e cerca de 95 luas conhecidas, quatro das quais foram descobertas por Galileu Galilei. Por conta do intenso campo magnético e da elevada pressão atmosférica, a exploração de Júpiter ainda é um desafio para a ciência.

Leia também: Urano — o que se sabe sobre um dos planetas menos explorados do Sistema Solar

Resumo sobre Júpiter

  • Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar.

  • Sua órbita é a quinta a partir do Sol, situado entre Marte e Saturno.

  • Ganhou esse nome em homenagem ao deus Júpiter, da mitologia romana.

  • É um planeta gasoso, o que significa que não possui uma superfície sólida. Apesar disso, seu núcleo pode ser sólido ou feito de um material pastoso de alta densidade.

  • Tem hidrogênio líquido em seu interior, o que se deve à elevada pressão atmosférica.

  • Os gases hélio e hidrogênio são os principais elementos que compõem Júpiter e a sua atmosfera, a mais extensa do Sistema Solar.

  • Suas temperaturas médias são de -180 ºC, embora seu núcleo atinga 50.000 ºC.

  • Apresenta um forte campo magnético.

  • Dispõe de sistemas de anéis que o orbitam, além de 95 luas conhecidas.

Dados gerais de Júpiter

  • Diâmetro equatorial: 142.984 km

  • Área da superfície: 6,14 x 1010 km²

  • Período de translação: 12 anos terrestres

  • Período de rotação: 10 horas terrestres

  • Temperatura média: -108º C

  • Composição atmosférica: hidrogênio e hélio predominantes, com pequena parcela de metano, vapor d’água, amônia e outros gases.

  • Massa: 1898,13 x 1024 kg

  • Densidade: 1326 g/cm3

  • Gravidade: 25,92 m/s2

  • Distância do Sol: 778 milhões de quilômetros

  • Satélites naturais: 95 luas conhecidas

  • Anéis: quatro sistemas de anéis

Por que o planeta se chama Júpiter?

O planeta Júpiter recebeu esse nome em alusão ao deus romano Júpiter, considerado o rei (ou o líder) dos deuses na mitologia romana; na mitologia grega, seria o equivalente a Zeus. O planeta que aqui estudamos foi assim chamado por ser o maior entre todos os planetas que integram o Sistema Solar.

Muitos povos observaram esse planeta nos céus, mas foram justamente os romanos quem o nomearam. Por sua imponência, é como se Júpiter reinasse sobre os demais planetas, sendo relacionado ao deus homônimo.

Veja também: Existem planetas fora do Sistema Solar?

Características de Júpiter

Júpiter é o quinto planeta do Sistema Solar a partir do Sol, com órbita posicionada entre as órbitas dos planetas Marte e Saturno. Trata-se de um gigante gasoso (ou joviano), correspondente à classe de planetas que não dispõem de superfície sólida, sendo formados por um conjunto de gases em movimento que circunda um núcleo rochoso ou de gelo. Portanto, existem estruturas sólidas em planetas como Júpiter, com exceção de sua superfície.

Os gases presentes nos planetas jovianos são, sobretudo, hidrogênio e hélio, predominantes na composição de Júpiter na proporção de 90% e quase 10% respectivamente. Além desses, encontra-se amônia, metano, oxigênio, vapor d’água e outros elementos em quantidade ínfima.

A superfície de Júpiter é gasosa, composta principalmente por elementos como hélio e hidrogênio.

São esses mesmos gases que constituem a atmosfera de Júpiter, a mais extensa do Sistema Solar. A camada atmosférica desse planeta abrange quase todo o seu volume. Estima-se que a atmosfera de Júpiter tenha 3000 km de extensão, onde estão contidas três diferentes camadas de nuvens, que têm 71 km. As faixas que caracterizam a aparência de Júpiter são formadas por nuvens em alta velocidade de rotação, derivadas de fortes correntes de vento que se formam na atmosfera.

A temperatura média de Júpiter é de -180 ºC. Nas camadas mais interiores da sua atmosfera, entretanto, há um aumento da temperatura e da pressão, o que se dá de tal forma que os gases comprimidos acabam por se liquefazer, especialmente o hidrogênio. Assim sendo, parte da estrutura desse planeta é formada por hidrogênio líquido. Por conta do aumento contínuo da pressão, acredita-se que Júpiter tenha um núcleo sólido ou formado por um material pastoso muito denso e com temperaturas que chegam a 50.000 ºC.

Júpiter é aproximadamente 10 vezes maior do que o planeta Terra. Esse gigante gasoso tem 142,9 mil quilômetros de diâmetro, além de quase 2 x 1027 kg de massa. Seu volume chega a ser mais de 1300 vezes superior que o do nosso planeta. Ainda estabelecendo um comparativo com a Terra, temos que os dias em Júpiter transcorrem em apenas 10 horas terrestres. Os anos, por sua vez, são mais extensos: cada ano em Júpiter corresponde a 12 anos no planeta Terra.

É verdade que Júpiter tem anéis?

Júpiter tem quatro sistemas de anéis que o orbitam.

Sim. O planeta Júpiter tem quatro sistemas de anéis, descobertos apenas no ano de 1979, durante a passagem da sonda espacial Voyager 1, da Nasa, pela região. A descoberta foi feita dois anos após o lançamento da missão, que tinha justamente o objetivo de coletar informações de Júpiter e de Saturno.

Os anéis de Júpiter são pouco espessos e de difícil visualização quando não estão sendo iluminados pelos raios solares. Eles são formados por detritos de meteoroides e outros corpos celestes que se fragmentaram no espaço e acabaram sendo atraídos para a órbita do gigante gasoso.

Luas de Júpiter

O planeta Júpiter tem 95 luas conhecidas, sendo quatro delas visíveis da Terra por meio de telescópios.

Segundo dados recentes da Nasa, Júpiter tem 95 satélites naturais oficialmente reconhecidos pela União Astronômica Internacional. Entre eles estão as quatro luas principais, as maiores, descobertas por Galileu Galilei no século XVII. Por conta disso, elas são denominadas Luas de Galileu.

As quatro principais luas de Júpiter são:

  • Ganímedes, a maior lua de Júpiter e a terceira em termos de distância;

  • Io, a mais próxima do planeta;

  • Europa, presente na segunda órbita;

  • Calisto, a mais distante de Júpiter entre as quatro.

Saiba mais: Mercúrio — tudo sobre o menor planeta do Sistema Solar

Curiosidades sobre Júpiter

  • Galileu Galilei foi o primeiro astrônomo que observou o planeta Júpiter com um telescópio.

  • O planeta orbita a uma velocidade de 13 km/s aproximadamente.

  • O enxofre e o fósforo são os elementos que dão cor a Júpiter, junto das nuvens que formam faixas na atmosfera desse planeta.

  • Júpiter tem idade aproximada de 4,5 bilhões de anos, o que significa que se formou com o Universo.

  • A maior parte da massa de Júpiter é derivada do processo de formação do Sol, por isso a semelhança na sua composição (hélio e hidrogênio).

  • O líquido presente no interior do planeta é um condutor elétrico.

  • Júpiter apresenta um campo magnético muito forte causado pelas correntes elétricas geradas em seu interior. Esse campo chega a ser 50 vezes mais poderoso que o da Terra, segundo a Nasa.

Fontes

NASA. Jupiter. NASA Science, [s.d.]. Disponível em: https://science.nasa.gov/jupiter/.

NINE PLANETS. Jupiter Facts. Nine Planets, 04 jan. 2021. Disponível em: https://nineplanets.org/jupiter/.

Publicado por Paloma Guitarrara

Artigos Relacionados

Exoplanetas
Você sabe o que são exoplanetas? Descubra como eles são descobertos, a qual distância ficam da Terra e saiba onde encontram-se os exoplanetas mais próximos da Terra.
Formas litorâneas de relevo
Veja quais são as principais formas litorâneas de relevo, como enseadas, baías e outras.
Galileu Galilei
Clique e acesse o texto para saber detalhes sobre a vida do importante cientista chamado Galileu Galilei. Entenda por que ele teve problemas com a inquisição.
Planeta Netuno
Clique aqui e saiba quais são as principais características físicas do planeta Netuno. Leia sobre suas luas e sobre seus anéis. Descubra como é feita sua exploração.
Planeta Saturno
Conheça o planeta Saturno e veja algumas das principais características de um dos mais curiosos planetas do sistema solar!
Planeta Urano
Conheça as principais características de Urano. Veja algumas curiosidades sobre esse planeta gasoso e saiba mais sobre os seus anéis e satélites naturais.
Planetas gasosos do Sistema Solar
Clique aqui e saiba mais sobre os planetas gasosos do Sistema Solar, isto é, as principais características de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.
Rios
Clique aqui, saiba quais são as principais características dos rios, conheça seus tipos e descubra qual é a importância desses cursos de água doce.
Savanas
Saiba mais sobre a savana, uma vegetação rica e diversa presente na África e também no Brasil.
Sistema Solar
Clique aqui, saiba quais são as principais características constitutivas do Sistema Solar, e conheça cada um dos oito planetas que o compõem.
Surgimento da Terra e Sistema Solar
Surgimento da Terra e Sistema Solar, Como surgiu a Terra e Sistema Solar, A partir de quais elementos surgiu a Terra e Sistema Solar, O que o sol contribui para a formação da Terra e Sistema Solar.
Terra, o planeta da vida
Terra, o planeta da vida, A localização do planeta Terra, Terra o planeta da água, Os mistérios do interior da Terra, As energias do interior da Terra, As camadas da Terra, As contribuições provenientes das energias do interior da Terra.
História
Revolução Liberal do Porto (1820)
Assista a nossa videoaula para conhecer a história da Revolução Liberal do Porto (1820). Confira também no nosso canal outras informações sobre o Período Joanino.
Outras matérias
Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos