Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Curiosidades
  3. Distanciamento social

Distanciamento social

Distanciamento social é o nome dado a uma série de medidas que visam o afastamento das pessoas a fim de garantir sua proteção em uma situação de epidemia, por exemplo. Esse distanciamento faz-se necessário para evitar transmissão de doenças e, portanto, é uma medida que visa à saúde da população. Apesar de, muitas vezes, ser responsável por prejuízos econômicos, o distancialmento é necessário e deve ser adotado levando em consideração a responsabilidade do governo de garantir a saúde de todos.

Leia também: As piores epidemias da história

O que é o distanciamento social?

O distanciamento social inclui uma série de medidas para a diminuição do contato entre as pessoas de uma população, a fim de evitar o contágio entre elas por alguma doença.

Durante o distanciamento social, todos os setores da população são afetados de alguma forma. Aglomerações não são permitidas, eventos devem ser cancelados, atividades não essenciais podem ter seu funcionamento interrompido, e escolas podem adotar regimes de aulas não presenciais, por exemplo.

Mesmo que medidas de distanciamento sejam adotadas, algumas atividades não podem ser interrompidas, sendo esse o caso de supermercados e farmácias. Nesses casos, no entanto, medidas de distanciamento no interior dos estabelecimentos são importantes, como na formação das filas.

Entre as medidas de distanciamento social que podem ser adotadas pela população está o “home office”.
Entre as medidas de distanciamento social que podem ser adotadas pela população está o “home office”.

Destaca-se que, ao ser recomendado o distanciamento social, é fundamental que a pessoa também se afaste dos seus amigos e familiares fisicamente. Isso significa que ela deve manter contato próximo apenas com as pessoas que vivem em sua casa, evitando festas e confraternizações.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por que o distanciamento social é importante?

Algumas doenças podem ser transmitidas de uma pessoa para outra, sendo esse o caso da COVID-19, doença identificada pela primeira vez no ano de 2019 e causada por um vírus conhecido popularmente como novo coronavírus.

Esse vírus pode ser transmitido de uma pessoa para outra por meio de gotículas respiratórias, eliminadas pelo indivíduo infectado, ou ainda pelo contato com objetos contaminados e posterior contato com as mucosas. Essa doença é facilmente transmitida e rapidamente provocou uma pandemia que já levou milhares de pessoas à morte.

No caso de doenças como a COVID-19, o ideal é que não se tenha contato próximo com o doente devido a sua fácil transmissão. Entretanto, como nem sempre sabemos quem está infectado, devido à presença de sintomas leves ou mesmo casos assintomáticos, o ideal é que fiquemos longe de outras pessoas, evitando, ao máximo, o contato próximo.

Para garantir essa distância, é importante que nos afastemos da escola, do trabalho e de eventos, como shows. O governo então surge nesse cenário determinando que atividades serão suspensas e garantindo, por meio de suas medidas, a saúde da população.

Durante a pandemia de COVID-19, foi recomendado que as pessoas evitem sair às ruas, caso a atividade não seja realmente necessária.
Durante a pandemia de COVID-19, foi recomendado que as pessoas evitem sair às ruas, caso a atividade não seja realmente necessária.

O distanciamento social, portanto, evita que o número de casos de doenças, que podem ser transmitidas de uma pessoa para outra, aumente de maneira exagerada. O aumento drástico desse número pode ser responsável por um colapso no sistema de saúde e aumentar o número de mortes que poderiam ser evitadas, caso o indivíduo tivesse recebido um atendimento adequado.

A pandemia de COVID-19 mostrou-nos que o distanciamento social foi positivo em alguns locais do mundo que o adotaram como forma de controlar a doença. Na China, por exemplo, estudos mostram que o distanciamento foi essencial para redução do número de casos. Considerando os efeitos benéficos do distanciamento na atual pandemia, a posição da Organização Mundial da Saúde, frente a essa crise, foi a adoção dele.

Leia também: Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado

Como cuidar da minha saúde durante o distanciamento social?

O distanciamento social pode aflorar uma série de sentimentos negativos nas pessoas que são a ele submetidas. Além disso, os momentos em casa podem descontrolar a alimentação e reduzir a prática de atividades físicas. Sendo assim, mesmo em distanciamento social, é importante cuidar do corpo e da mente.

Algumas das recomendações básicas que devem ser seguidas são: tentar manter a alimentação saudável e fazer exercícios em casa. Para manter a saúde mental, é importante evitar o contato com muita informação sobre o tema, procurar fazer atividades que realmente te dão prazer, manter-se conectado com amigos e parentes, e manter uma rotina diária. Caso o peso do dia a dia esteja muito difícil de suportar, não hesite em pedir ajuda profissional.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
Ansiedade
Conheça mais sobre ansiedade, um sentimento vivido por várias pessoas no mundo. Neste texto abordaremos o que ela é, seus sintomas e formas de evitar suas crises.
Coronavírus
Entenda o que são os coronavírus, conheça quais sintomas eles provocam e saiba mais sobre as síndromes respiratórias graves desencadeadas por eles.
O que é quarentena?
Você sabe o que é quarentena? Clique aqui e descubra quando essa prática surgiu, qual é a sua importância e alguns casos em que ela foi necessária.
O isolamento está geralmente associado à exclusão sofrida em nosso convívio
Isolamento social
Clique aqui para saber o que é isolamento social, como ele pode ocorrer, porque ele ocorre, quais são os tipos de isolamento e quais as consequências dessa prática.
Diferença entre isolamento vertical e horizontal
Você sabe a diferença entre isolamento vertical e horizontal? Clique aqui e entenda melhor o que é cada uma dessas medidas e sua eficácia.