Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Sociologia
  3. Isolamento social

Isolamento social

Chamamos de isolamento social o ato voluntário ou involuntário de manter-se um indivíduo isolado do convívio com outros indivíduos ou com a sociedade. O isolamento social voluntário é aquele em que a pessoa, por conta própria, afasta-se do grupo por diversas razões, como depressão ou sentimento de não identificação com ele.

O isolamento social involuntário pode ocorrer por diversas questões, como: a guerra (quando os civis são obrigados a isolar-se em casa ou em abrigos por segurança); questões sanitárias (quando há uma epidemia que obrigue os indivíduos a isolarem-se para que não haja alastramento da doença); e por crimes (quando um criminoso é isolado da sociedade em um presídio para que ele não coloque-a em risco).

Leia também: Coronavírus – família de vírus responsável pela pandemia de COVID-19

Tipos e causas do isolamento social

Basicamente, podemos definir o isolamento social dentro de dois grandes grupos: o que ocorre de maneira voluntária e o que ocorre de maneira involuntária. Dentro deles podemos definir tipos e causas diferentes de isolamento social, dependendo da situação e do modo como ele é estabelecido.

O isolamento social e o distanciamento social são conceitos diferentes, mas complementares.
O isolamento social e o distanciamento social são conceitos diferentes, mas complementares.

Nesse sentido, é importante frisar que, quando o isolamento é voluntário, ele é motivado por uma decisão individual, em que a pessoa decide isolar-se do convívio com a sociedade. Quando o isolamento é involuntário, ele se estabelece por uma força maior, imposta pelo Estado ou por força de situações diversas, como guerra e questões sanitárias, em que há uma ordem que impõe o isolamento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Isolamento social involuntário

  • Quarentena

Ocorre quando, por questões sanitárias, o governo decreta que uma pessoa infectada, ou sob suspeita de estar infectada, por um vírus ou bactéria, isole-se do convívio social em sua própria casa, em abrigos específicos para o isolamento ou em uma unidade hospitalar, caso precise de atendimento especializado.

Apesar do nome quarentena, o tempo de isolamento determinado não ocorre, necessariamente, em 40 dias. Geralmente, tratando-se de vírus, o tempo determinado de quarentena é equivalente ao tempo de incubação do vírus no corpo da pessoa infectada ou sob suspeita, sendo realizado, no fim desse tempo, um exame sorológico para saber se ela realmente está infectada ou se continua infectada.

O distanciamento social é uma medida preventiva eficaz contra o alastramento de doenças altamente contagiosas.
O distanciamento social é uma medida preventiva eficaz contra o alastramento de doenças altamente contagiosas.

Quando a quarentena é generalizada, estendendo-se a toda a população por medida de segurança (diminuir a disseminação do vírus), ela é chamada de lockdown, palavra de origem inglesa que significa bloqueio e representa, nesse caso, um verdadeiro bloqueio sanitário. Caso queira saber mais sobre esse tipo de isolamento social, acesse: O que é quarentena?

  • Distanciamento social

Situação que também ocorre de forma involuntária, por ordem expressa governamental, para evitar a proliferação de doenças em épocas de epidemias ou pandemias. Nesse caso, para evitar a disseminação do vírus, o governo decreta que as pessoas evitem aglomerações, suspende a realização de grandes eventos, e pede que fiquem em casa o máximo possível, matendo-se uma distância segura umas das outras.

Nesses casos, atividades que são impossíveis de serem promovidas sem distanciamento, como aulas presenciais, eventos públicos e mesmo, em alguns casos, o transporte coletivo, podem ser suspensas enquanto as autoridades sanitárias julgarem necessário.

  • Isolamento social voluntário

  • Vontade própria

Ocorre quando uma pessoa simplesmente decide isolar-se da sociedade, vivendo reclusa em casa e saindo o mínimo possível, ou vivendo reclusa em lugares distantes das cidades por conta própria.

  • Motivação religiosa

Existem seitas religiosas, como os amishes, que consideram pecaminosos os adventos promovidos pela sociedade moderna, como a ciência, a tecnologia e as relações sociais contemporâneas. Essas pessoas vivem em comunidades isoladas, restringindo o convívio social àquele meio específico e evitando que pessoas daquela comunidade saiam de lá.

  • Sociedades tribais

Do mesmo modo como as comunidades religiosas isoladas mantêm o contato restrito com o restante da sociedade, algumas tribos agem assim, mas por questões culturais que influenciam o seu modo de vida, que, muitas vezes, é incompatível com o do restante da sociedade.

Ainda temos comunidades quilombolas e indígenas no Brasil que mantêm o contato mínimo com a sociedade urbana, bem como existem tribos em outros locais, como no continente africano, que preferem viver assim para, de forma justa e justificável, preservar a sua identidade cultural.

  • Depressão e outras doenças psíquicas

A depressão é uma causa de isolamento social voluntário, além de ser uma consequência do isolamento social.
A depressão é uma causa de isolamento social voluntário, além de ser uma consequência do isolamento social.

Muitas pessoas entram em quadros de doenças psíquicas que, quando não tratadas ou muito profundas, levam-nas ao isolamento social. Geralmente, a situação mental da pessoa leva-a a rejeitar o contato social por não se ver como parte daquele todo (a sociedade) ou justamente pelo sofrimento que esse convívio pode provocar nelas.

Veja também: COVID-19 – Doença viral que ocasionou o isolamento social em 2020

Consequências do isolamento social

Tanto o isolamento social voluntário quanto o involuntário podem trazer sérios prejuízos para os indivíduos e para a sociedade. As pessoas que estão acostumadas a uma rotina de convívio social podem sentir as consequências da interrupção abrupta da interação social. A suspensão da prestação de serviços e o fechamento de espaços de convivência, bem como a obrigatoriedade de ficar em casa, podem desencadear quadros de ansiedade e depressão, que podem provocar, em casos mais sérios, crises que culminam, na pior hipótese, na morte da pessoa acometida por elas.

Quem já sofria de quadros de instabilidade mental e psíquica pode sofrer um agravamento deles, havendo até o pensamento suicida ou o suicídio. Além dos prejuízos de saúde imediatos, existem os prejuízos econômicos e sociais.

O isolamento social, apesar de necessário em determinadas situações, como pandemias e epidemias, tende a causar crises no abastecimento de alimentos, medicamentos e outros insumos necessários à manutenção da vida, além de desencadear sérias crises econômicas, aumentando a desigualdade social, a fome e o desemprego.

Publicado por: Francisco Porfírio
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
O grafite é visto, por muitos, como um ato de delinquência.
Delinquência
A delinquência está associada a crimes da juventude. Mas, será apenas isso? Descubra aqui!
Distanciamento social
Aprenda o que é distanciamento social, quando ele é adotado e a importância da adoção dessa medida para garantir a saúde da população.
Minorias
Clique aqui para entender o conceito sociológico de minoria social, que designa determinados grupos excluídos do poder e da obtenção de direitos básicos.
Desigualdade Social
Desigualdade social: o que é, como mede, dados
A depressão é uma doença incapacitante que merece atenção.
Depressão
Aprenda um pouco mais sobre a depressão, um problema de saúde mental que afeta cerca de 19% das pessoas do nosso planeta em alguma fase da vida.
Ansiedade
Conheça mais sobre ansiedade, um sentimento vivido por várias pessoas no mundo. Neste texto abordaremos o que ela é, seus sintomas e formas de evitar suas crises.
O aumento exagerado da frequência de uma doença pode causar uma epidemia
Epidemia
Entenda quando ocorre uma epidemia e conheça alguns fatores que podem resultar no aumento exagerado de ocorrências de uma determinada doença.
Pandemia
Você sabe o que é pandemia? Entenda a definição desse termo e conheça as principais pandemias da atualidade!
O que é quarentena?
Você sabe o que é quarentena? Clique aqui e descubra quando essa prática surgiu, qual é a sua importância e alguns casos em que ela foi necessária.
Coronavírus
Entenda o que são os coronavírus, conheça quais sintomas eles provocam e saiba mais sobre as síndromes respiratórias graves desencadeadas por eles.
COVID-19
Amplie seus conhecimentos a respeito da COVID-19 conhecendo mais a respeito dos seus sintomas, formas de transmissão, tratamento e prevenção.