Whatsapp icon Whatsapp

Bócio

Bócio é o termo utilizado para se referir ao aumento do volume da tireoide, uma glândula endócrina que produz importantes hormônios.
O bócio pode ser definido como aumento do volume da tireoide.
O bócio pode ser definido como aumento do volume da tireoide.

Bócio, também conhecido como papo, é um termo utilizado para se referir ao aumento do volume da glândula tireoide. Diferentes causas estão envolvidas com o seu desenvolvimento, sendo uma das mais conhecidas a baixa ingestão de iodo na alimentação. Esse nutriente é importante, pois está relacionado com a síntese dos hormônios produzidos pela tireoide.

Leia mais: Principais tipos de glândulas no corpo humano

Resumo sobre bócio

  • É um termo usado para se referir ao aumento da glândula tireoide.

  • Pode ser classificado em simples ou tóxico, endêmico ou esporádico, e difuso ou nodular.

  • Pode ser percebido devido ao aumento na região do pescoço.

  • Seu diagnóstico inclui a palpação da glândula durante o exame físico.

  • Seu tratamento pode ser feito com uso de medicamentos, cirurgia ou iodo radioativo.

O que é o bócio?

O bócio se refere a um aumento do volume da tireoide, sendo o termo utilizado independentemente da etiologia ou fisiopatologia desse aumento. Diferentemente do que muitos pensam, a presença de bócio nem sempre está relacionada com a disfunção hormonal glandular. O bócio é popularmente conhecido como papo, devido ao aumento do volume na região do pescoço.

  • A tireoide

A tireoide é uma glândula importante do nosso organismo, a qual é responsável pela síntese de hormônios como a tiroxina e a triiodotironina, conhecidas, respectivamente, como T4 e T3. Esses hormônios atuam em diferentes funções do nosso organismo, sendo essenciais para a manutenção do metabolismo em todas as nossas células. A glândula tireoide é formada por dois lobos, os quais se dispõem de cada lado da traqueia e são conectados por um istmo. Caso queira saber mais sobre essa importante glândula do nosso corpo, leia nosso texto: Tireoide.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas do bócio

O bócio pode apresentar diferentes causas, como: deficiência de iodo, falhas genéticas de enzimas da hormoniogênese, alterações hormonais durante a gravidez e puberdade, uso de drogas que inibem a utilização de iodo, e ingestão de substâncias bociogênicas (que interferem na síntese de hormônios tireoidianos) na dieta.

Apesar de a deficiência de iodo ser uma das causas mais conhecidas, atualmente ela é rara em nosso país. Isso se deve ao fato de que, no Brasil, existe a obrigatoriedade de suplementação de iodo no sal de cozinha. Vale salientar que o bócio, muitas vezes, está associado ao hipotireoidismo ou hipertireoidismo, entretanto, segundo o Departamento de Tireoide da SBEM, a associação não é necessária ou obrigatória.

  • Qual a relação entre o iodo e o bócio?

O bócio está relacionado com o iodo, pois esse mineral é essencial para a síntese dos hormônios tireoidianos (T3 e T4). Quando o iodo não está presente em quantidades adequadas em nosso organismo, há uma queda na produção hormonal. Com isso, observa-se um estímulo excessivo da tireoide pelo Hormônio Estimulador da Tireoide (TSH), na tentativa de proporcionar uma maior produção de hormônios, e, com isso, verifica-se o aumento da glândula.

Leia também: Tireoidite de Hashimoto – doença autoimune que pode desencadear o bócio e o hipotireoidismo

Tipos de bócio

O bócio pode ser classificado de diferentes formas. Usando o critério fisiológico, por exemplo, ele pode ser classificado em:

  • Simples ou atóxico: não se observa a hiperfunção da glândula tireoide.

  • Tóxico: observa-se uma produção excessiva de hormônios pela tireoide.

Segundo o critério epidemiológico, o bócio pode ser classificado em:

  • Endêmico: desenvolve-se devido à carência de iodo na alimentação.

  • Esporádico: não se relaciona com a deficiência de iodo.

De acordo com o formato, o bócio pode ser classificado, ainda, em:

  • Difuso: não apresenta nódulos; pode ocorrer quando há deficiência de iodo ou quando há disfunções na tireoide.

  • Nodular: apresenta nódulos; pode ser classificado em uninodular, quando possui apenas um nódulo, ou multinodular, quando possui mais de um nódulo.

Sintomas do bócio

Representação da glândula da tireoide aumentada no corpo humano.
A tireoide é uma glândula endócrina que produz importantes hormônios. Quando aumentada, pode provocar dificuldade para engolir alimentos.

O bócio apresenta como sintoma mais marcante o aumento do volume da tireoide, que pode ser percebido devido a um aumento na região do pescoço. Essa condição pode dificultar, por exemplo, na colocação de um colar ou na hora de vestir alguma roupa, e é frequentemente percebida pelo próprio paciente ou por pessoas próximas a ele. Além disso, o aumento da tireoide pode comprimir outros órgãos, provocando, por exemplo, dificuldades para engolir alimentos sólidos e para respirar.

Leia mais: Sistema endócrino – é constituído pelas glândulas endócrinas, como a tireoide

Diagnóstico do bócio

O bócio pode ser diagnosticado por meio do exame clínico, no qual o médico realizará a palpação da glândula. Exames complementares podem ser solicitados, como a ultrassonografia, que permite avaliar o tamanho e as características do bócio, e exames de sangue, como a dosagem do TSH, que ajudará a avaliar se a tireoide está funcionando adequadamente.

Tratamento do bócio

O tratamento do bócio é individualizado, sendo importante que o médico, antes de iniciá-lo, analise qual tipo de bócio o paciente apresenta e se a tireoide está ou não funcionando de maneira adequada. As metodologias disponíveis para tratamento do bócio atualmente incluem o uso de medicamentos, a realização de cirurgias e a terapia com iodo radioativo. Pessoas que apresentam deficiência de iodo devem fazer a reposição desse mineral.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

O TSH estimula a produção de hormônios tireoidianos. O aumento do nível desses hormônios no sangue faz com que a produção de TSH seja inibida
Hipertireoidismo
Amplie seus conhecimentos sobre o hipertireoidismo, seus sintomas e tratamento.
O teste do pezinho é fundamental para o diagnóstico de hipotireoidismo congênito
Hipotireoidismo congênito
Entenda o que é o hipotireoidismo congênito, seus sintomas e tratamento.
Iodo na panela: Frutos do mar.
Iodo
Confira aqui a importância do iodo para o organismo e quais são os alimentos fontes desse mineral!
A tireoide produz hormônios que são importantes para o metabolismo do nosso organismo
Tireoide
Conheça aqui os hormônios produzidos pela tireoide e suas funções.
A ultrassonografia pode ajudar a avaliar a estrutura da tireoide
Tireoidite de Hashimoto
Saiba mais sobre a tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune muito comum em mulheres.
video icon
Geografia
Talibã e a retomada do poder no Afeganistão
Assista à videoaula e conheça o grupo radical fundamentalista Talibã. Entenda seu processo de formação e ascensão ao poder no Afeganistão durante a década de 1990, bem como o processo de queda do grupo e a retomada ao poder em 2021.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.