Whatsapp icon Whatsapp

Orações subordinadas adjetivas

Orações subordinadas adjetivas têm valor de adjetivo no enunciado e podem ser classificadas como restritivas ou explicativas, a depender do tipo de informação que agregam.
Esquema com as classificações das orações subordinadas adjetivas.
Esquema com as classificações das orações subordinadas adjetivas.

As orações subordinadas adjetivas têm valor de adjetivo no enunciado, exercendo função sintática de adjunto adnominal muitas vezes. São classificadas como restritivas ou explicativas, dependendo do tipo de informação que agregam.

Veja também: Adjunto adverbial — o termo acessório que indica a circunstância do significado de um verbo

Resumo sobre orações subordinadas adjetivas

  • As orações subordinadas adjetivas têm valor de adjetivo, exercendo função sintática de adjunto adnominal no enunciado.

  • Qualificam um termo anterior, ao qual geralmente são ligadas por meio de um pronome relativo.

  • Podem ser classificadas como restritiva ou explicativa, dependendo do tipo de informação que agregam ao enunciado.

  • As restritivas não vêm entre vírgulas e são termos essenciais.

  • As explicativas aparecem entre vírgulas e acrescentam informações e qualidades ao termo anterior.

  • Os três tipos de orações subordinadas são: substantivas, adjetivas e adverbiais.

Videoaula sobre orações subordinadas adjetivas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que são orações subordinadas adjetivas?

As orações subordinadas adjetivas são aquelas que dependem de uma oração principal e que têm valor de adjetivo no enunciado. Muitas vezes, essas orações podem ser substituídas por um adjetivo, já que funcionam como um. Observe:

Os filmes que fizeram sucesso foram indicados ao Oscar.

Nesse exemplo, temos uma oração principal “Os filmes foram indicados ao Oscar.” e uma oração subordinada a ela, ou seja, que depende da oração principal para fazer sentido (“que fizeram sucesso”). Perceba que a oração subordinada, se aparecesse sozinha, não faria sentido.

Essa oração subordinada tem valor de adjetivo. Veja:

Os filmes que fizeram sucesso foram indicados ao Oscar.

Os filmes bem-sucedidos foram indicados ao Oscar.

As orações subordinadas adjetivas qualificam o termo anterior (no exemplo, “filmes”), geralmente sendo introduzidas pelos pronomes relativos (“que”, “cujo” etc.).

Classificação das orações subordinadas adjetivas

As orações subordinadas adjetivas podem ser classificadas como restritivas ou explicativas, dependendo do quanto são essenciais ou complementares no enunciado. Entenda melhor cada uma delas a seguir.

→ Orações subordinadas adjetivas explicativas

Como o próprio nome já diz, explicam o termo antecedente, acrescentando uma informação ou uma qualidade que complementam o sentido desse termo anterior. Essas orações aparecem entre vírgulas, assim como um aposto. Veja:

Os filmes, que fizeram sucesso, foram indicados ao Oscar.

Nesse caso, a oração principal é “Os filmes foram indicados ao Oscar”. A oração subordinada adjetiva explicativa “que fizeram sucesso” serve para indicar que, além de os filmes terem sido indicados ao Oscar, eles ainda foram bem-sucedidos.

Veja mais alguns exemplos:

Nossos times, que treinavam diariamente, foram os campeões.

Aqui, a oração principal “Nossos times foram os campeões” é intercalada pela informação “que treinavam diariamente”, ou seja, todos os nossos times foram campeões e, além disso, eles treinavam diariamente.

O meu cachorro, que é muito sociável, adora passear.

Nesse exemplo, a oração principal “O meu cachorro adora passear” aparece intercalada com a informação adicional de que ele é muito sociável.

→ Restritivas

Restringem e limitam o significado do termo antecedente, especificando-o de tal modo que seja indispensável ao sentido do enunciado. Essas orações não aparecem entre vírgulas, já que são parte integrante do termo que restringem. Veja:

Os filmes que fizeram sucesso foram indicados ao Oscar.

Nesse caso, a oração principal continua sendo “Os filmes foram indicados ao Oscar”. Porém a oração subordinada adjetiva restritiva “que fizeram sucesso” serve para indicar que apenas filmes que fizeram sucesso foram indicados ao Oscar, ou seja, outros filmes que não tenham feito sucesso não foram indicados ao Oscar.

Veja mais alguns exemplos:

Nossos times que treinavam diariamente foram os campeões.

Aqui, há uma especificidade: nem todos os nossos times foram campeões, apenas aqueles “que treinavam diariamente”, restringindo quais dos nossos times foram campeões.

O meu cachorro que é muito sociável adora passear.

Nesse exemplo, há uma oração adjetiva restritiva que indica que, entre todos os meus cachorros, aquele que é muito sociável é o que adora passear.

Saiba mais: Regência nominal — a relação de dependência entre substantivo, adjetivo e advérbio e seu complemento

Outras orações subordinadas

Além das orações subordinadas adjetivas, há ainda outros dois tipos de orações subordinadas:

→ Orações subordinadas substantivas

Orações subordinadas substantivas exercem funções relacionadas a substantivos, podendo ser subclassificadas em subjetiva, objetiva direta, objetiva indireta, predicativa, completiva nominal e apositiva, dependendo da função que exercem.

→ Orações subordinadas adverbiais

Orações subordinadas adverbiais exercem funções relacionadas a advérbios, podendo ser subclassificadas em causais, comparativas, concessivas, condicionais, conformativas, consecutivas, finais, proporcionais e temporais.

Exercícios resolvidos sobre orações subordinadas adjetivas

Questão 1

(FGV) A substituição da oração adjetiva por um adjetivo de valor equivalente está feita de forma inadequada em:

A) “Quando você elimina o impossível, o que sobra, por mais improvável que pareça, só pode ser a verdade”. / restante

B) “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância”. / consciente dos limites da própria ignorância.

C) “A única coisa que vem sem esforço é a idade”. / indiferente

D) “Adoro a humanidade. O que não suporto são as pessoas”. / insuportável

E) “Com o tempo não vamos ficando sozinhos apenas pelos que se foram: vamos ficando sozinhos uns dos outros”. / falecidos

Resolução:

Alternativa C

“A única coisa que vem sem esforço é a idade”. / indiferente é a única alternativa que apresenta equivalência semântica entre a oração adjetiva e o adjetivo apresentados, já que “indiferente” não é sinônimo de aquilo “que vem sem esforço”.

Questão 2

(Cespe/Cebraspe)

Texto do Jornal do Serrado sobre o trabalho de crianças e adolescentes.

O segmento “que trabalham no Brasil” (l.1) não está isolado por vírgulas porque constitui uma oração subordinada adjetiva restritiva.

( ) Certo

( ) Errado

Resolução:

Certo

As orações adjetivas restritivas não aparecem entre vírgulas.

Publicado por Guilherme Viana
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Traços específicos demarcam as adjetivas restritivas e as adjetivas explicativas
Adjetivas Restritivas e Adjetivas Explicativas: Traços específicos
Traços específicos demarcam as diferenças entre as orações adjetivas restritivas e as adjetivas explicativas. Conheça-os aqui!
As conjunções subordinativas podem ter diferentes classificações
Conjunções subordinativas
Conheça as conjunções subordinativas, palavras responsáveis pela construção do período composto por subordinação.
Diferenças demarcam a oração subordinada substantiva subjetiva e objetiva direta
Diferenças entre a subordinada substantiva subjetiva e a objetiva direta
Conheça aqui as diferenças entre a subordinada substantiva subjetiva e a oração subordinada objetiva direta!
O pronome cujo funciona sempre como adjunto adnominal, e o relativo onde, somente como adjunto adverbial
Funções sintáticas dos pronomes relativos
Conheça as diferentes funções sintáticas desempenhadas pelos pronomes relativos no período composto por subordinação.
Ilustração conceitual traz homem com lupa deitado sobre livro
Oração
Descubra o que é oração e quais são os tipos existentes. Saiba também quais são as diferenças entre oração, frase e período.
Esquema com as classificações das orações subordinadas adverbiais.
Orações subordinadas adverbiais
Aprenda sobre as orações subordinadas adverbiais e saiba como classificá-las de acordo com o sentido estabelecido por elas.
Uma oração pode expressar circunstâncias e exercer a função de um advérbio em um período composto
Orações subordinadas adverbiais
Conheça as relações de circunstância estabelecidas pelas orações subordinadas adverbiais no período composto.
Orações subordinadas substantivas exercem uma relação de dependência com outra oração
Orações subordinadas substantivas
Aprenda o que são orações subordinadas substantivas e saiba como se realizam as suas funções relacionadas à oração principal.
Traços específicos demarcam o uso do “que” como conjunção integrante e como pronome relativo
Que: conjunção integrante e pronome relativo
Precisamos ter a habilidade de distinguir o uso do “que” como conjunção integrante e como pronome relativo. Adquira-a aqui!
video icon
Biologia
Bacterioses: Doenças causadas por bactérias
Bacterioses são doenças muito comuns, por sempre estarem presentes nas populações humanas, mas nem todas as bactérias são maléficas, elas são seres microscópicos unicelulares e que estão presentes na água e nos alimentos, e várias bactérias vivem dentro do nosso corpo, precisamos muito delas. Contudo, como essas bactérias ruins acabam encontrando nosso organismo e nos causando mal?

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.