Whatsapp icon Whatsapp

26 personalidades negras que marcaram a história

As 26 personalidades negras citadas aqui são apenas algumas das várias pessoas negras que foram e têm sido importantes para a história do Brasil e do mundo.
Colagem com as fotos de 26 personalidades negras que marcaram a história.
No Brasil e no mundo, o movimento negro foi protagonizado por diversas e importantes personalidades.

As 26 personalidades negras que marcaram a história citadas neste artigo são apenas algumas das várias pessoas negras que foram e têm sido importantes para a história do Brasil e do mundo. São elas:

  1. Zumbi dos Palmares (1655-1695)

  2. Sojourner Truth (1797-1883)

  3. Frederick Douglass (1818-1895)

  4. Harriet Tubman (1822-1913)

  5. Machado de Assis (1839-1908)

  6. Nilo Peçanha (1867-1924)

  7. W. E. B. Du Bois (1868-1963)

  8. Marcus Garvey (1887-1940)

  9. Langston Hughes (1902-1967)

  10. Ella Baker (1903-1986)

  11. Thurgood Marshall (1908-1993)

  12. Kwame Nkrumah (1909-1972)

  13. Bayard Rustin (1912-1987)

  14. Dorothy Height (1912-2010)

  15. Rosa Parks (1913-2005)

  16. Fannie Lou Hamer (1917-1977)

  17. Nelson Mandela (1918-2013)

  18. Malcolm X (1925-1965)

  19. Milton Santos (1926-2001)

  20. Martin Luther King Jr. (1929-1968)

  21. John Lewis (1940-2020)

  22. Angela Davis (1944-)

  23. Alice Walker (1944-)

  24. Bob Marley (1945-1981)

  25. Joaquim Barbosa (1954-)

  26. Marielle Franco (1979-2018)

Leia também: Consciência negra — a tomada de consciência de um afrodescendente acerca de suas raízes e tradições históricas

Resumo sobre 26 personalidades negras que marcaram a história

  • As 26 personalidades negras que marcaram a história citadas aqui são apenas algumas das várias pessoas negras que foram e têm sido importantes para a história do Brasil e do mundo.

  • O movimento negro no Brasil, enraizado na resistência à escravidão, destaca figuras como Zumbi dos Palmares e Marielle Franco, refletindo uma busca contínua por justiça social e igualdade racial.

  • Globalmente, o movimento negro tem líderes como Martin Luther King Jr., Nelson Mandela e Harriet Tubman, que desafiaram o racismo sistêmico, promovendo direitos sociais, civis e políticos.

  • Personalidades negras no Brasil, como Machado de Assis, Nilo Peçanha e Milton Santos, transcenderam preconceitos raciais, contribuindo significativamente nas áreas da literatura, política e geografia.

  • Além das fronteiras brasileiras, destacam-se figuras como Martin Luther King Jr., Rosa Parks, Malcolm X e Nelson Mandela, cujas ações e liderança impactaram a luta global contra a discriminação racial e social.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os negros que marcaram a história do mundo?

Dentre as diversas personalidades do movimento negro no Brasil e no mundo, pode-se destacar as que veremos a seguir.

1. Zumbi dos Palmares (1655-1695)

Pintura de Zumbi dos Palmares, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Zumbi dos Palmares foi o líder de um dos principais quilombos que existiram no Brasil, o Quilombo dos Palmares.

Líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi representa a resistência negra à escravidão no Brasil colonial. Seu papel como estrategista militar e defensor dos direitos dos quilombolas o tornou um ícone na luta pela liberdade, resistindo contra a opressão colonial. Para saber mais sobre Zumbi dos Palmares, clique aqui.

2. Sojourner Truth (1797-1883)

Fotografia de Sojourner Truth, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Sojourner Truth foi uma importante abolicionista dos Estados Unidos.

Escrava liberta, Sojourner Truth tornou-se uma proeminente abolicionista e defensora dos direitos das mulheres. Seu famoso discurso “Ain’t I a Woman?” destacou a dupla discriminação enfrentada por mulheres negras e ressoa como um chamado à igualdade de gênero.

3. Frederick Douglass (1818-1895)

Fotografia de Frederick Douglass, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Frederick Douglass foi um nome importante na luta abolicionista dos Estados Unidos.

Ex-escravo que se tornou um líder abolicionista e orador eloquente, Frederick Douglass desafiou o sistema escravista por meio de seus escritos e discursos. Sua narrativa, Narrativa da vida de Frederick Douglass, é uma obra seminal que ilumina as crueldades da escravidão.

4. Harriet Tubman (1822-1913)

Fotografia de Harriet Tubman, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Harriet Tubman contribuiu para a abolição da escravidão nos Estados Unidos.

Ativista abolicionista, Harriet Tubman arriscou sua vida para conduzir centenas de escravizados à liberdade pela Underground Railroad, desafiando o sistema escravista e contribuindo para o movimento pela abolição da escravidão nos Estados Unidos. Para saber mais sobre Harriet Tubman, clique aqui.

5. Machado de Assis (1839-1908)

Fotografia de Machado de Assis, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Machado de Assis foi um dos principais escritores da literatura brasileira.

Nascido no Rio de Janeiro, Machado de Assis foi um dos maiores escritores brasileiros, fundador da Academia Brasileira de Letras. Apesar das limitações sociais impostas pelo racismo, suas obras, como Dom Casmurro, transcendem fronteiras, desafiando preconceitos raciais e sociais em sua genialidade literária. Para saber mais sobre Machado de Assis, clique aqui.

6. Nilo Peçanha (1867-1924)

Fotografia de Nilo Peçanha, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Nilo Peçanha foi o presidente do Brasil entre 1909 e 1910 e foi o primeiro presidente negro do país.[1]

Político e advogado, Nilo Peçanha foi o primeiro presidente negro do Brasil, com mandato de 1909 a 1910. Sua presidência buscou promover a igualdade racial e a educação, enfrentando desafios significativos em uma época de intensa discriminação racial no país.

7. W. E. B. Du Bois (1868-1963)

Fotografia de W. E. B. Du Bois, uma das personalidades negras que marcaram a história.
W. E. B. Du Bois foi um importante sociólogo, historiador e ativista dos Estados Unidos.

Renomado sociólogo, historiador e ativista, William Edward Burghardt (W. E. B.) Du Bois cofundou a Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor (NAACP) e dedicou sua vida a lutar por igualdade racial e educacional nos Estados Unidos, desafiando estereótipos e promovendo a conscientização sobre as questões enfrentadas pela comunidade negra.

8. Marcus Garvey (1887-1940)

Fotografia de Marcus Garvey, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Marcus Garvey foi líder do pan-africanismo.

Líder do movimento pan-africanismo, Marcus Garvey promoveu o orgulho negro e a independência africana. Fundou a Associação Universal para o Progresso Negro (Unia), advogando por uma união global da diáspora africana para alcançar a autodeterminação.

9. Langston Hughes (1902-1967)

Fotografia de Langston Hughes, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Langston Hughes foi um importante escritor da literatura estadunidense.

Poeta, romancista e figura central no renascimento do Harlem, Langston Hughes expressou a experiência negra americana. Suas obras, como The negro speaks of rivers (O negro fala dos rios) e Montage of a dream deferred (Montagem de um sonho adiado), influenciaram a literatura e as artes.

10. Ella Baker (1903-1986)

Fotografia de Ella Baker, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Ella Baker foi uma importante ativista social e líder dos direitos civis.[2]

Ativista e líder dos direitos civis, Baker desempenhou um papel crucial na formação do Comitê Coordenador Estudantil Não Violento (SNCC), buscando empoderar jovens ativistas. Sua abordagem descentralizada e enfatizando a participação local foi fundamental para o movimento.

11. Thurgood Marshall (1908-1993)

Fotografia de Thurgood Marshall, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Thurgood Marshall foi o primeiro juiz afro-americano na Suprema Corte dos Estados Unidos.

Primeiro juiz afro-americano na Suprema Corte dos Estados Unidos, Thurgood Marshall foi advogado-chefe na histórica decisão que derrubou a segregação racial nas escolas, a Brown vs. Board of Education. Sua carreira judicial foi marcada por um compromisso inabalável com a igualdade e justiça.

12. Kwame Nkrumah (1909-1972)

Fotografia de Kwame Nkrumah, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Kwame Nkrumah foi o primeiro presidente do Gana e um dos defensores do pan-africanismo.[3]

Líder anticolonial e primeiro presidente do Gana independente, Kwame Nkrumah advogou pelo pan-africanismo e pela autodeterminação africana. Sua liderança visionária influenciou a descolonização e inspirou movimentos de independência em todo o continente africano.

13. Bayard Rustin (1912-1987)

Fotografia de Bayard Rustin, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Bayard Rustin foi um importante ativista social estadunidense.

Estrategista e organizador-chave dos direitos civis, Bayard Rustin foi mentor de Martin Luther King Jr. e arquiteto da Marcha em Washington de 1963, nos Estados Unidos. Sua habilidade organizacional foi fundamental para o sucesso do movimento pelos direitos civis.

14. Dorothy Height (1912-2010)

Fotografia de Dorothy Height, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Dorothy Height foi uma importante defensora dos direitos das mulheres.[4]

Líder dos direitos civis e defensora dos direitos das mulheres, Dorothy Height desempenhou um papel crucial na Marcha por Empregos e Liberdade em 1963, nos Estados Unidos. Sua longa carreira incluiu lutas por igualdade salarial e oportunidades educacionais para mulheres negras.

15. Rosa Parks (1913-2005)

Fotografia de Rosa Parks, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Rosa Parks foi um importante nome na luta contra a segregação racial nos Estados Unidos.

Conhecida como “mãe do movimento dos direitos civis”, Rosa Parks desafiou a segregação racial nos Estados Unidos ao se recusar a ceder seu assento em um ônibus, desencadeando o boicote aos ônibus de Montgomery, um evento importante no movimento pelos direitos civis. Para saber mais sobre Rosa Parks, clique aqui.

16. Fannie Lou Hamer (1917-1977)

Fotografia de Fannie Lou Hamer, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Fannie Lou Hamer foi uma importante ativista social estadunidense.

Incansável defensora dos direitos civis e do voto, Fannie Lou Hamer desafiou o sistema de segregação no sul dos Estados Unidos. Sua coragem, durante a Convenção Nacional Democrata de 1964, destacou a luta das mulheres negras pela igualdade e participação política.

17. Nelson Mandela (1918-2013)

Fotografia de Nelson Mandela, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Nelson Mandela foi um importante crítico do apartheid.[5]

Ícone da luta antiapartheid, Nelson Mandela passou 27 anos na prisão por sua oposição ao regime. Depois de ser liberto, tornou-se o primeiro presidente negro da África do Sul, liderando a transição para uma nação pós-apartheid e inspirando o mundo com sua visão reconciliatória. Para saber mais sobre Nelson Mandela, clique aqui.

18. Malcolm X (1925-1965)

Fotografia de Malcolm X, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Malcom X foi um importante ativista social dos Estados Unidos.

Orador e defensor dos direitos civis, Malcolm X inicialmente advogou pela autodeterminação negra pela Nação do Islã, posteriormente abraçando a unidade entre raças. Sua vida refletiu uma jornada de transformação e luta pela igualdade.

19. Milton Santos (1926-2001)

Fotografia de Milton Santos, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Milton Santos foi um importante geógrafo brasileiro.[6]

Geógrafo notável, Milton Santos destacou-se no estudo das desigualdades raciais e sociais no Brasil. Suas análises críticas, como em Por uma geografia nova, promoveram a conscientização sobre as disparidades, incentivando discussões sobre justiça social e racial.

20. Martin Luther King Jr. (1929-1968)

Fotografia de Martin Luther King Jr., uma das personalidades negras que marcaram a história.
Martin Luther King Jr. foi um dos principais líderes na luta contra a segregação racial nos Estados Unidos.

Líder dos direitos civis, Martin Luther King Jr. advogou pela igualdade racial e justiça social, influenciando legislações cruciais, como a Lei dos Direitos Civis, de 1964, e inspirando gerações com seu discurso “Eu Tenho um Sonho”. Para saber mais sobre Martin Luther King Jr., clique aqui.

21. John Lewis (1940-2020)

Fotografia de John Lewis, uma das personalidades negras que marcaram a história.
John Lewis foi um importante ativista social estadunidense.

Ícone dos direitos civis e membro do Congresso, John Lewis foi um líder que enfrentou a violência policial durante os protestos pelos direitos civis. Sua vida dedicada à justiça e igualdade deixou um impacto duradouro na sociedade.

22. Angela Davis (1944-)

Fotografia de Angela Davis, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Angela Davis é uma importante filósofa, ativista e escritora dos Estados Unidos.[7]

Filósofa, ativista e escritora, Angela Davis é uma voz proeminente na luta contra a opressão racial e o complexo industrial prisional. Seu ativismo destaca questões de justiça social, igualdade racial e Direitos Humanos, influenciando gerações de ativistas.

23. Alice Walker (1944-)

Fotografia de Alice Walker, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Alice Walker é uma conhecida escritora e ativista dos Estados Unidos.[8]

Autora e ativista, Alice Walker é conhecida por seu romance A cor púrpura e destaca-se por seu ativismo feminista e defesa dos direitos civis, que destaca as interseções entre raça, gênero e classe em suas obras e ações.

24. Bob Marley (1945-1981)

Fotografia de Bob Marley, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Bob Marley é o principal representante do reggae.[9]

Músico e ícone do reggae, Bob Marley usou sua música para abordar questões sociais e políticas e defendeu a unidade e resistência contra a opressão, deixando um legado duradouro na música e no ativismo. Para saber mais sobre Bob Marley, clique aqui.

25. Joaquim Barbosa (1954-)

Joaquim Barbosa foi o primeiro presidente negro do Superior Tribunal Federal brasileiro.[10]
Joaquim Barbosa, uma das personalidades negras do Brasil.

É um renomado jurista brasileiro. Após formar-se em Direito, pela Universidade de Brasília, obteve destaque ao ser indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF) em 2003, tornando-se o primeiro presidente negro da instituição em 2012. Sua gestão ficou marcada por decisões importantes, notadamente no julgamento do Mensalão. Após deixar o STF, Barbosa optou por uma vida mais reservada, mantendo sua relevância na história jurídica brasileira.

26. Marielle Franco (1979-2018)

Fotografia de Marielle Franco, uma das personalidades negras que marcaram a história.
Marielle Franco foi uma importante vereadora do Rio de Janeiro e ativista social.[11]

Ativista e política, Marielle Franco foi vereadora no Rio de Janeiro. Mulher negra, bissexual e defensora dos Direitos Humanos, Franco destacou-se por sua atuação contra a violência policial e por iniciativas em prol da igualdade de gênero e racial.

Movimento negro

O movimento negro, tanto no Brasil quanto no mundo, é um conjunto de movimentos sociais de resistência e busca por justiça social. No Brasil, a luta remonta à herança da escravidão, com líderes como Zumbi dos Palmares, que desafiou a opressão colonial.

Personalidades como Machado de Assis desafiaram preconceitos raciais com sua produção literária; Milton Santos, geógrafo renomado, analisou as desigualdades raciais e as enfrentou na Universidade; Marielle Franco, como ativista e política, lutou contra a violência policial. Nilo Peçanha, primeiro presidente negro do Brasil, enfrentou discriminação racial em sua presidência.

No cenário global, personalidades negras foram fundamentais na luta por direitos sociais, civis e políticos, desafiando o racismo sistêmico. Martin Luther King Jr., nos EUA, liderou o movimento pelos direitos civis, advogando pela não violência. Rosa Parks, ao se recusar a ceder seu assento em um ônibus, desencadeou o boicote aos ônibus de Montgomery.

Malcolm X, orador carismático, defendeu a autodeterminação negra e influenciou movimentos de direitos civis. Nelson Mandela, na África do Sul, liderou a resistência ao apartheid, sendo o primeiro presidente negro do país. Harriet Tubman, nos EUA, conduziu centenas à liberdade pela Underground Railroad. W.E.B. Du Bois, sociólogo e ativista, cofundou a NAACP. Saiba mais detalhes sobre o movimento negro clicando aqui.

Créditos de imagem

[1]  Arquivo Nacional / Wikimedia Commons (reprodução)

[2]  Ella Baker / Me to We Racial Healing / Wikimedia Commons (Imagem editada: Foi recortada para dar destaque a Ella Baker.)

[3]  Africa Through a Lens / The National Archives UK / Wikimedia Commons (reprodução)

[4]  Judith Sedwick / Biblioteca Schlesinger / RIAS / Universidade de Harvard / Wikimedia Commons (reprodução)

[5]  John Mathew Smith / Wikimedia Commons (reprodução)

[6]  Câmara Municipal de Saint-Dié-des-Vosges / Ji-Elle / Wikimedia Commons (reprodução)

[7]  Universidade Estadual de Oregon / Wikimedia Commons (reprodução)

[8]  Florida Memory / Wikimedia Commons (reprodução)

[9]  Eddie Mallin / Wikimedia Commons (reprodução)

[10] Agência Brasil / Wikimedia Commons (reprodução)

[11]  Mídia Ninja / Wikimedia Commons (reprodução)

Fontes

SANTOS, Karina. 50 Personalidades negras revolucionárias. Ciranda Cultural, 2023

GOMES, Flavio. Enciclopédia negra: Biografias afro-brasileiras. Cia das Letras, 2021

Publicado por Tiago Soares Campos

Artigos Relacionados

20 de novembro - Dia Nacional da Consciência Negra
Entenda o que é o Dia da Consciência Negra, o que ele representa, qual a sua importância e o porquê da escolha da data de 20 de novembro para a celebração.
Consciência negra
Clique no link e acesse este texto para saber o que é consciência negra e a sua importância. Entenda também as origens da data comemorativa do dia 20 de novembro.
Harriet Tubman
Clique para conhecer mais sobre a vida de Harriet Tubman. Entenda como foi a luta dessa mulher contra a escravidão nos EUA.
Machado de Assis
Saiba como Machado de Assis saiu de uma origem simples, tornando-se um grande autor, precursor do Realismo e criador da Academia Brasileira de Letras.
Martin Luther King Jr.
Acesse e conheça mais sobre a trajetória de vida de Martin Luther King. Acompanhe o desenvolvimento da luta antirracista nos Estados Unidos, nas décadas de 1950 e 1960.
Movimento negro
Clique no link para saber mais sobre o movimento negro. Veja detalhes sobre sua história. Entenda sua importância e saiba quais foram suas conquistas.
Nelson Mandela
Clique aqui para ter acesso a detalhes importantes da história de vida de Nelson Mandela, ativista sul-africano que lutou contra o “apartheid”.
O negro na literatura brasileira
Clique aqui e saiba como foi feita a representação do negro na literatura brasileira no passado e descubra como ela é feita no presente.
Panteras Negras
Clique aqui e conheça a história dos Panteras Negras! Aprenda sobre a origem dos Panteras Negras, sua plataforma, com o programa que defendiam, e o fim do partido.
Rosa Parks
Acesse e veja detalhes sobre a trajetória de Rosa Parks. Descubra quando ela se envolveu com o ativismo e como ela ficou marcada na história.
Três grandes abolicionistas negros brasileiros
Conheça os três grandes abolicionistas negros brasileiros que atuaram na segunda metade do século XIX e tiveram grande prestígio entre os seus pares!
Zumbi dos Palmares
Clique aqui para saber mais detalhes sobre a vida de Zumbi dos Palmares. Entenda sua relação com Palmares e como liderou a luta contra os portugueses.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Congruência de triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Congruência de triângulos
Nessa aula veremos que para dois triângulos serem congruentes, os seus lados homólogos e os ângulos correspondentes devem ser congruentes. Porém, ao invés de analisar os três lados e os três ângulos, veremos que é necessário analisar apenas alguns casos de congruência de triângulos: LAL (Lado, Ângulo, Lado), LLL (Lado, Lado, Lado), ALA (Ângulo, Lado, Ângulo) e LAAo (Lado, Ângulo, Ângulo Oposto).