Whatsapp icon Whatsapp

Hades

Hades foi um deus grego do submundo e o responsável por manter as almas dos mortos nesse local. Era irmão de Zeus e casado com Perséfone.
Hades era o deus do submundo e contava com a ajuda de seu cão de três cabeças, Cérbero, para impedir que as almas fugissem de lá.
Hades era o deus do submundo e contava com a ajuda de seu cão de três cabeças, Cérbero, para impedir que as almas fugissem de lá.

Hades era uma divindade que pertenceu à religiosidade dos gregos antigos, sendo considerado o deus do submundo. Era sua responsabilidade manter as almas no submundo e possuía um guardião chamado Cérbero. Era casado com Perséfone, a qual raptou ao vê-la colhendo flores.

Acesse também: Deuses gregos — imortais que habitaram o Monte Olimpo

Resumo sobre Hades

  • Hades era o deus grego do submundo.

  • Era irmão de Zeus e participou da Titanomaquia, a guerra contra os titãs.

  • Era casado com Perséfone, a qual raptou.

  • Possuía um elmo que lhe dava o poder da invisibilidade.

  • Os gregos temiam referir-se a ele por seu nome e usavam epítetos para tanto.

Quem foi Hades

Hades era conhecido na religiosidade grega como o deus do submundo e, portanto, reinava no local para o qual iam as almas das pessoas que morriam. Ele era o responsável por essas almas e por impedir que elas retornassem para o mundo dos mortais, e para isso contava com a ajuda de Cérbero, seu cão de três cabeças.

No submundo, as almas das boas pessoas seriam encaminhadas para os Campos Elísios, considerado um lugar de descanso. As almas das más pessoas iriam para o Tártaro, conhecido como o local de sofrimento eterno. Por fim, aqueles que estivessem à espera do julgamento o fariam em um local conhecido como Érebo.

Hades ficou marcado por participar da luta contra os titãs, guerra que se estendeu por 10 anos e recebeu o nome de Titanomaquia. Era filho do titã Cronos e da titânide Reia, e, assim como outros irmãos, foi devorado pelo próprio pai. Isso aconteceu porque Cronos recebera uma profecia que anunciava que um dos seus filhos o destronaria.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que acabou acontecendo pelas mãos de Zeus, filho que não foi devorado por Cronos porque Reia o salvara do destino que seus outros filhos tiveram. Zeus cresceu e retornou para resgatar os seus irmãos do ventre de seu pai. Assim que Hades, Deméter, Hera, Héstia e Poseidon foram resgatados, uma guerra se iniciou.

Depois de derrotados, os titãs foram aprisionados no Tártaro, e Zeus, Poseidon e Hades procederam com a divisão dos domínios de cada qual. Zeus ficou com os céus, Poseidon ficou com as águas e Hades ficou com o submundo e, por isso, ele não residiu no Monte Olimpo.

Leia mais: Apolo — era o deus do Sol, da música, das artes, da medicina, da profecia, entre outros

Hades e Perséfone

Representação pictográfica do rapto de Perséfone
Hades raptou Perséfone ao apaixonar-se por ela.

Um dos episódios mais conhecidos da trajetória de Hades foi o sequestro de Perséfone, deusa da agricultura e da vegetação. Nesse mito, Hades teria ido ao mundo dos mortais para verificar a guerra que era travada entre os deuses olímpicos e os gigantes. Quando passava pelas proximidades do monte Etna, avistou Perséfone.

Essa deusa estava em uma pradaria colhendo flores, e sua beleza chamou a atenção do deus do submundo. Além disso, Hades havia sido atingido por uma flecha de Eros, deus do amor. Tão logo se apaixonou por Perséfone, Hades decidiu sequestrá-la, levá-la ao submundo e lá casar-se com ela.

O sequestro de Perséfone colocou a mãe dessa deusa, Deméter, em profundo estado de tristeza. Como Deméter também era uma deusa da agricultura, a Terra passou por um período de fome severa, já que ela se esqueceu de suas obrigações. Com isso, Zeus decidiu mediar a questão para que Hades devolvesse Perséfone a sua mãe.

Hades, no entanto, havia dado um pouco de romã para que Perséfone comesse, e, como ela havia consumido alimento do submundo, não poderia abandoná-lo permanentemente. Assim, Hades e Deméter chegaram a um acordo, decidindo que metade do ano Perséfone moraria com Hades no submundo, e na outra metade moraria com Deméter.

Leia mais: Deuses egípcios — o culto a eles se espalhou por diversos povos do mundo antigo, como os cuxitas e romanos

Hades na religião grega

Os gregos tinham um grande temor de Hades, uma vez que ele era o senhor do submundo. O medo era tanto que as pessoas evitavam mencionar o nome desse deus, e muitos preferiam referir-se a ele pelo epíteto de Eubuleus (que pode ser traduzido em algo como “bom conselheiro”) ou Plutão, termo que fazia referência às grandes riquezas que Hades possuía no submundo.

De toda forma, os gregos prestavam culto a Hades e lhe preparavam oferendas. Na adoração a ele, incluíam-se também os sacrifícios de animais, e templos foram construídos para as cerimônias. Além disso, existem evidências de que Hades era representado na arte grega dos períodos arcaico e clássico.

Hades era conhecido por ter um elmo que lhe garantia invisibilidade, sendo que esse elmo havia sido confeccionado por Hefesto, deus da metalurgia. Esse objeto é mencionado em algumas passagens dos mitos gregos, como na saga de Perseu, herói responsável pela morte de Medusa. Perseu usou o elmo para fugir das irmãs da górgona, que o perseguiam para se vingarem da morte dela.

Os gregos antigos acreditavam que as almas dos mortos eram conduzidas por Hermes até o rio Estige. Chegando lá, elas faziam a travessia dos rios Estige e Aqueronte por meio do barqueiro Caronte. Somente as almas que tivessem passado pelos ritos funerários adequados é que poderiam fazer a travessia.

  • Videoaula sobre Grécia Antiga: religião

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Apolo
Acesse o link e saiba mais detalhes sobre Apolo, um dos principais deuses da mitologia grega. Conheça os amores frustrados desse deus.
Deuses gregos
Conheça mais sobre os deuses gregos. Acompanhe como a mitologia grega trata o surgimento desses deuses, e veja quais eram suas características principais.
Afrescos encontrados nas paredes do palácio cretense de Cnossos*
Período Pré-Homérico
Entenda o período de formação do povo e da cultura grega conhecido como Pré-Homérico, com enfoque nas civilizações cretense e micênica.
Os gregos organizavam vários cultos públicos em homenagem às suas divindades.
Religiosidade grega
Os traços que marcam a origem e o significado dos vários deuses adorados pelos gregos.
video icon
Biologia
Anelídeos
Nesta videoaula, vamos falar sobre mais um filo de invertebrados, os anelídeos, que são animais com o corpo vermiforme, segmentado e sem patas. O mais famoso representante do grupo são as minhocas, animais muito importantes para o solo e auxiliam também na agricultura.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Anaxágoras
Assista nossa videoaula para entender mais sobre o pensamento pluralista de Anaxágoras.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."