Whatsapp icon Whatsapp

Zeus

Zeus era o deus supremo da mitologia grega, conhecido como governador do Universo. Lutou contra o próprio pai, Cronos, e resgatou seus irmãos da morte.
Zeus era o deus supremo do panteão grego e residia no Monte Olimpo.
Zeus era o deus supremo do panteão grego e residia no Monte Olimpo.

Zeus era a divindade suprema na religiosidade dos gregos antigos. Era conhecido como deus dos céus, do raio e do trovão e era filho de Cronos e Reia. Foi salvo pela mãe de ser devorado pelo próprio pai e, depois de adulto, resgatou seus irmãos e vingou-se de seu genitor. Ficou marcado por ter dezenas de filhos.

Saiba mais: Deuses do Egito — as divindades que formavam o panteão egípcio

Resumo sobre Zeus

  • Era o deus supremo na religiosidade dos gregos antigos.

  • Residia no Monte Olimpo e comandava o Universo.

  • Era o deus dos céus, do raio e do trovão.

  • Foi casado com a deusa Métis e com a deusa Hera e teve vários casos extraconjugais.

  • Lutou contra o próprio pai, Cronos.

  • Foram construídos templos e estátuas para adorá-lo.

  • Era homenageado na cidade de Olímpia durante os Jogos Olímpicos.

Quem foi Zeus?

Zeus foi a divindade mais importante da religiosidade grega, pois era considerado o deus supremo e aquele que regia o Universo. Em muitas passagens nos mitos gregos, outros deuses que faziam parte do panteão dos gregos referiam-se a Zeus como Pai. Zeus era considerado deus do trovão, do raio e dos céus.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Também era considerado o governante do Monte Olimpo, local onde os principais deuses gregos residiam. Ele era conhecido por controlar o clima e por manejar os raios e, além de comandar o Universo, ele também comandava os deuses. O poeta grego Hesíodo entendia que Zeus era também o mantenedor da justiça.

Esse deus grego também recebeu uma série de títulos que ressaltavam os seus poderes e as suas qualidades, como:

  • Zeus Xênio: refere-se à sua grande hospitalidade.

  • Zeus Órquio: ele era visto como um deus protetor dos juramentos e punidor daqueles que não cumpriam promessas.

  • Zeus Polieu: era considerado um deus protetor das cidades.

Existiam outros títulos além dos citados, como Zeus Olímpio, Zeus Herceu, Zeus Agoreu etc. Zeus também era visto como o criador de determinadas raças, como os macedônios, e tido como um deus que punia rigorosamente todos os comportamentos que não considerasse apropriados.

Além disso, interviu em uma série de conflitos entre os deuses gregos, como foi o caso do conflito entre Hades e Deméter. Hades havia sequestrado a filha de Deméter, chamada Perséfone, e Zeus intermediou um acordo que permitiu que Perséfone passasse uma parte do ano com Hades e outra parte do ano com Deméter.

Os mitos gregos narram que Zeus se casou duas vezes. Primeiramente, casou-se com Métis, deusa da saúde, com quem teve uma filha chamada Atena. Depois, casou-se com Hera, deusa do casamento e das mulheres, e com ela teve Ares, Ilítia, Éris, Hebe, Hefesto e Angelos. A relação de Zeus e Hera era bastante conturbada porque Hera sentia muitos ciúmes de seu marido.

Os ciúmes de sua esposa eram justificados, pois Zeus constantemente era infiel, traindo Hera com outras deusas, com mulheres mortais e com seres, como as ninfas. Os casos extraconjugais de Zeus fizeram com ele tivesse dezenas de filhos. Entre os filhos que ele teve fora de seu casamento estão Apolo, Ártemis, Afrodite, Herácles, Perseu, Minos e Mirmidão.

Zeus, assim como muitos deuses gregos, fez parte da religiosidade romana e foi venerado pelos romanos. Esse povo conhecia Zeus pelo nome de Júpiter.

Acesse também: Qual é a importância dos poemas de Homero na educação grega?

Luta de Zeus contra Cronos, seu próprio pai

A trajetória de Zeus é marcada pela luta contra o seu próprio pai, o titã Cronos. O pai de Zeus comandava o Universo porque havia destronado seu pai, Urano, após lutar contra ele. Quando comandava o Universo, Cronos recebeu uma profecia de que um de seus filhos o destronaria, assim como ele havia feito com o seu pai.

Por isso, Cronos devorava todos os seus filhos assim que eles nasciam. Quando Zeus nasceu, sua mãe e esposa de Cronos, Reia, enganou o marido dando-lhe uma pedra para que ele engolisse. Em seguida, enviou Zeus para a ilha de Creta, onde foi criado pela deusa Gaia. Outras versões do mito narram que ele foi criado por ninfas.

Quando se tornou adulto, Zeus retornou para resgatar seus irmãos. Zeus fez com que o pai vomitasse todos os seus irmãos, que eram Héstia, Deméter, Hera, Hades e Poseidon. Depois disso, uma luta foi travada entre Zeus e seus irmãos contra os titãs. Nessa luta, Zeus contou com o apoio de seres como os ciclopes, que lhe deram de presente o raio.

A luta contra Cronos fez com que Zeus fosse reconhecido como rei dos deuses. Com a derrota, os titãs foram aprisionados no Tártaro. Zeus, Poseidon e Hades dividiram entre si o comando de seus reinos: Zeus recebeu os céus, Poseidon recebeu os mares e Hades, o submundo. A guerra contra os titãs ficou conhecida como “Titanomaquia”.

Posteriormente, os deuses tiveram que travar uma guerra contra os gigantes, que foram instigados a lutar por Gaia, mãe dos titãs. Essa guerra dos deuses com os gigantes ficou conhecida como “Gigantomaquia”. Durante essa guerra, os deuses contaram com o apoio de Herácles, semideus que era filho de Zeus.

Acesse também: Cretenses — o povo que formou uma das grandes civilizações da Antiguidade

Culto a Zeus

O culto a Zeus era uma prática disseminada na Grécia. Havia estátuas, templos, oráculos e até festivais realizados em sua homenagem. Um dos locais onde a adoração a Zeus era mais significativa era a cidade de Olímpia. Nessa cidade grega, a cada quatro anos, eram realizados os Jogos Olímpicos.

Os jogos reuniam participantes de toda a Grécia e eram realizados em homenagem a Zeus. Foram realizados pela primeira vez em 776 a.C. na primeira lua cheia após o solstício de verão. A cidade de Olímpia possuía também uma estátua gigante de Zeus que era feita de marfim, madeira e ouro. Essa estátua foi uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

  Ilustração da estátua de Zeus em Olímpia, considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.
Ilustração da estátua de Zeus em Olímpia, considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Além disso, existiu um famoso oráculo de Zeus em Dodona, no norte da Grécia, que fazia suas previsões por meio do som do vento nos galhos de uma árvore considerada sagrada. Havia também uma série de templos construídos em homenagem a Zeus, sendo que um dos mais famosos ficava em Atenas.

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Apolo
Acesse o link e saiba mais detalhes sobre Apolo, um dos principais deuses da mitologia grega. Conheça os amores frustrados desse deus.
Jogos Olímpicos
Conheça a história dos jogos olímpicos, as medalhas, recordistas, números e algumas curiosidades!
Religiosidade grega
Os traços que marcam a origem e o significado dos vários deuses adorados pelos gregos.
Teatro grego
Saiba como era o teatro grego e que implicações essa arte tinha com a adoração ao deus Dionísio.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos
Nessa aula veremos a condição de existência de um triângulo utilizando um raciocínio lógico e em seguida formalizando esse conhecimento.