Whatsapp icon Whatsapp

Mikhail Gorbachev

Mikhail Gorbachev foi o último líder da União Soviética. Seu governo foi marcado pela glasnost e perestroika, reformas implantadas por ele.
Mikhail Gorbachev foi governante soviético entre os anos de 1985 e 1991.[1]
Mikhail Gorbachev foi governante soviético entre os anos de 1985 e 1991.[1]

Mikhail Gorbachev foi um político soviético que ficou gravado na história como o último governante da União Soviética. Ele assumiu o cargo de secretário-geral em 1985 e renunciou ao poder em dezembro de 1991. A renúncia de Gorbachev levou ao fim da União Soviética e, consequentemente, da Guerra Fria.

Ele iniciou sua carreira política na década de 1950, logo após encerrar seu curso de Direito na Universidade de Moscou. Conquistou cargos de importância no governo soviético e tornou-se um dos homens mais influentes do partido. Em seu governo, implantou duas reformas, conhecidas como glasnost e perestroika.

Leia também: A tensão histórica e política entre Rússia e Ucrânia

Resumo sobre Mikhail Gorbachev

  • Mikhail Gorbachev foi o último governante soviético, estando no poder de 1985 a 1991.

  • Formou-se em Direito e em Produção Agrícola.

  • Entrou para o Partido Comunista na década de 1950 e cresceu rapidamente na hierarquia desse partido.

  • Implantou duas reformas importantes em seu governo: a glasnost e a perestroika.

  • Renunciou com a fragmentação da União Soviética em curso e nunca mais recuperou sua carreira política.

Primeiros anos de Mikhail Gorbachev

Mikhail Sergeyevich Gorbachev nasceu em um pequeno vilarejo, chamado Privolnoye, próximo à cidade de Stavropol, em 2 de março de 1931. Ele pertencia a uma família de camponeses que sobrevivia nas fazendas coletivas estabelecidas na União Soviética durante o período stalinista.

O pai de Gorbachev se chamava Sergey Gorbachev, e sua mãe, Maria Gopkalo. Etnicamente, Gorbachev era filho de um pai russo e de mãe ucraniana.

Crescer na União Soviética durante o período stalinista fez com que Gorbachev presenciasse muito do que se viveu naquele período, como parentes serem enviados às gulags (campos de concentração soviéticos) ou morrerem durante a Grande Fome, que atingiu o país no começo da década de 1930.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o pai de Gorbachev foi enviado para o campo de batalha, atuando em cenários importantes da guerra, como a Batalha de Kursk. Sergey Gorbachev sobreviveu e retornou para sua família com a derrota nazista. Gorbachev também viu sua região ser controlada pelos nazistas durante um curto período.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Juventude e formação de Mikhail Gorbachev

Os relatos da juventude de Gorbachev contam que ele dividia o seu tempo entre os estudos e o trabalho no campo. Ajudava os seus pais no campo e, por conta do trabalho realizado com sua família, recebeu uma condecoração, a Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho.

Com relação aos seus estudos, ele ficou marcado por ser um ótimo aluno, considerado um grande leitor. Quando terminou os seus estudos básicos, decidiu ingressar na Universidade de Moscou, aplicando-se para o curso de Direito. O fato de ser filho de camponeses e de ter recebido uma condecoração pesou a favor de Gorbachev.

Ele se matriculou na Universidade de Moscou em 1950. Durante sua fase universitária, desenvolveu uma série de habilidades, como a de se comunicar em público, além de ter se envolvido com ações do Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Ele atuava pela Komsomol, a organização juvenil que fazia parte do partido.

Outro destaque desse período foi que, na universidade, Gorbachev conheceu Raisa Titarenko, com quem se casou e teve uma filha em 1957, Irina.

Saiba mais: O que é comunismo?

Carreira política de Mikhail Gorbachev

Depois de concluir seu curso de Direito em Moscou, Gorbachev retornou para o seu local de nascimento, passando a viver em Stavropol, pois recebeu o convite para trabalhar pelo Komsomol na região. Rapidamente, Gorbachev foi ganhando importância nas ações do partido e destacou-se ao longo de sua vida por suas ações na área da agricultura.

Isso aconteceu porque Gorbachev realizou uma segunda graduação, dessa vez em Produção Agrícola, por meio de um curso por correspondência. A carreira política de Gorbachev se iniciou na era de desestalinização, o período de crítica às práticas realizadas por Stalin. Gorbachev foi um entusiasta da desestalinização, atuando para disseminar essas críticas em Stavropol.

Ainda na década de 1950, Gorbachev conseguiu tornar-se o principal nome do Komsomol de toda a região de Stavropol. Na década seguinte, ampliou sua influência no Komsomol e assumiu o comando de um comitê responsável pela produção agrícola na cidade. Em 1966, assumiu o comando de uma organização do partido nesse local.

Na década de 1970, Mikhail Gorbachev foi escolhido para governar toda a região de Stavropol, e sua nomeação para essa função passou diretamente pelo líder soviético Leonid Brejnev. Essa nomeação permitiu que ele entrasse para o Politburo, o comitê central do partido e o órgão que efetivamente comandava a União Soviética.

À frente da região de Stavropol, Gorbachev teve de lidar com um problema que acompanhou o Estado soviético até a sua dissolução: a baixa produtividade da agricultura. Ele até chegou a ser condecorado pelo recorde na colheita de um distrito em Stavropol.

Em 1978, Gorbachev foi nomeado para ser o secretário do Comitê Central e, com isso, teve de abandonar o governo de Stavropol. Então, ele se mudou para Moscou e passou a atuar no secretariado responsável pela agricultura. A União Soviética possuía um problema agrícola crônico, pois investia muito e tinha produções consideradas medíocres. Os baixos índices de produção forçavam o governo soviético a gastar recursos na compra de grãos.

Mikhail Gorbachev no governo soviético

A década de 1980 marcou a escalada definitiva de Gorbachev na política soviética. Ele ficou muito próximo de Yuri Andropov, secretário-geral entre 1982 e 1984. Assim, foi um dos nomes cogitados para assumir o comando soviético depois da morte de Andropov, mas viu Konstantin Chernenko ser nomeado para a posição.

Chernenko faleceu em 1985, e Mikhail Gorbachev foi o nome escolhido para ocupar a posição de secretário-geral da União Soviética. À frente do governo soviético, Gorbachev realizou profundas mudanças no interior do Politburo, garantindo a saída de nomes conservadores e mais antigos e dando espaço para aliados e pessoas abertas a ideais reformistas.

Gorbachev entendia que era necessário realizar algumas reformas na União Soviética para que o país saísse da profunda crise que o afetava. Assim, ele procurou reduzir os gastos militares do país para realocar recursos em outras áreas de importância; atuou para reduzir o envolvimento soviético na Guerra do Afeganistão até a retirada do país do conflito; negociou o desarmamento nuclear com os Estados Unidos e aumentou o investimento na economia para garantir o crescimento econômico.

Entretanto, a dependência soviética de commodities, com valores em baixa no mercado internacional, e os problemas de produção agrícola foram dois grandes obstáculos que Gorbachev não conseguiu resolver. No entanto, as grandes medidas de Gorbachev foram as reformas lançadas em seu governo.

  • Perestroika e glasnost

As duas reformas lançadas no governo de Gorbachev, a perestroika e a glasnost, foram pensadas para tentar solucionar os grandes entraves do Estado soviético. A glasnost (transparência política) visava dar maior liberdade política à população soviética, substituindo o “centralismo democrático”, o governo autoritário do partido, por um regime marcado pelo “pluralismo” e pela “democracia”.

Assim, presos políticos foram libertos, a censura jornalística teve fim, livros proibidos puderam ser publicados no país, etc. A medida trouxe mais liberdade política à União Soviética e contribuiu para enfraquecer a posição do secretário-geral soviético, alvo de críticas, principalmente pela crise econômica.

A perestroika (reconstrução econômica), por sua vez, permitiu que investimentos privados pudessem ser realizados na economia soviética, e se configurou como uma tentativa do Estado de reduzir os seus investimentos no desenvolvimento econômico como forma de garantir que isso fosse feito pela iniciativa privada.

Videoaula sobre perestroika e glasnost

Fim da União Soviética

A crise política e econômica não diminuiu, mas aumentou com o passar dos anos no governo de Gorbachev. Movimentos nacionalistas surgiram em diferentes nações soviéticas como uma demonstração clara de que o governo soviético estava enfraquecido. As reformas fracassaram e Gorbachev foi vítima de um golpe em julho de 1991, mas esse golpe fracassou.

No final de 1991, Ucrânia, Rússia e Belarus anunciaram sua separação da União Soviética. Mikhail Gorbachev percebeu que seu poder era cada vez mais questionado pelo líder russo Boris Ieltsin, assim, em 25 de dezembro de 1991, ele renunciou ao comando soviético. Com isso, a União Soviética deixou de existir, fragmentando-se em 15 nações.

Veja também: Nazismo — a ideologia de origem alemã que causou a morte de milhões de pessoas

Últimos anos de Mikhail Gorbachev

Depois da renúncia, a carreira política de Gorbachev afundou em definitivo. Ele até tentou concorrer à eleição russa em 1996, mas o resultado foi catastrófico e ele recebeu apenas 0,5% dos votos. Gorbachev passou a atuar em uma fundação própria, além de realizar palestras em diferentes locais do mundo. Morreu no dia 30 de agosto de 2022.

Créditos da imagem:

[1] GIACOMO MORINI e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Acidente de Chernobyl
Entenda o que foi o acidente de Chernobyl, o maior acidente nuclear da história. Saiba como ocorreu e suas consequências.
Fim da União Soviética
Entenda o fim da URSS nos anos finais da década de 1980 e a importância desse acontecimento para a história recente.
Guerra Fria
Veja mais detalhes sobre a Guerra Fria, conflito político-ideológico de grande relevância que ocorreu ao longo da segunda metade do século XX.
Guerra do Afeganistão de 1979
Clique neste link do Mundo Educação e tenha acesso a uma série de informações sobre a Guerra do Afeganistão de 1979. Entenda quais motivos levaram os soviéticos a invadir o país e veja as consequências desse conflito tanto para os soviéticos quanto para o mundo.
União Soviética
Clique e acesse para ler sobre a história da União Soviética. Entenda como ela se formou e como acabou, em 1991. Confira seus principais acontecimentos!
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.