Whatsapp icon Whatsapp

Marcel Proust

Marcel Proust foi um famoso autor francês. Suas obras são marcadas pelo monólogo interior. Em busca do tempo perdido, de sua autoria, é um clássico da literatura francesa.
Retrato de Marcel Proust em preto em branco.
Marcel Proust. [1]

Marcel Proust foi um famoso escritor francês. Ele nasceu em 10 de julho de 1871, em Paris. Desde a infância, enfrentou problemas de saúde relacionados à asma. Integrante de uma rica família francesa, teve uma educação formal de qualidade e, mais tarde, obteve a licenciatura em Letras, na Universidade de Sorbonne.

O romancista é autor de uma das obras mais famosas da literatura mundial: Em busca do tempo perdido. Tal obra é dividida em sete volumes e traz as principais características literárias do autor, ou seja, a análise psicológica, o fluxo de consciência e a crítica social. Proust faleceu em 18 de novembro de 1922, em Paris.

Leia também: Charles Baudelaire — escritor francês considerado o pai do simbolismo

Resumo sobre Marcel Proust

  • O escritor francês Marcel Proust nasceu em 1871 e morreu em 1922.

  • Proust obteve licenciatura em Letras na Sorbonne.

  • Suas obras apresentam fluxo de consciência, ironia e forte caráter metafórico.

  • Em busca do tempo perdido, sua obra-prima, é composta por sete volumes.

Biografia de Marcel Proust

Marcel Proust nasceu na cidade francesa de Paris, em 10 de julho de 1871. Era filho do médico Adrien Proust (1834-1903) e de Jeanne Clemence Proust (1849-1905). Nessa rica família francesa, de origem semita, recebeu refinada educação. Tinha grande afinidade com a mãe, que exerceu grande influência intelectual sobre o filho.

O menino, em 1880, teve uma de suas primeiras crises de asma. Para se recuperar, passou um tempo na casa de campo de Luís Weil, seu tio, que morava em Auteuil. Mais tarde, na adolescência, se apaixonou por Marie de Bénardaky (1874-1949), que inspiraria a personagem Gilberte de Em busca do tempo perdido.

Estudava no liceu Condorcet e, no final de 1888, iniciou o curso de Filosofia, recebendo o bacharelado em Letras no ano seguinte. Mas também teve que prestar o serviço militar, do qual obteve baixa no ano de 1890. Conseguiu a licenciatura em Letras, na Sorbonne, em 1895.

Devido às crises de asma, cada vez mais graves, o escritor experimentou vários tipos de medicação. E chegava a ficar dias isolado no quarto. O autor também sentia algumas palpitações, que foram entendidas pelo médico como resultado da ansiedade. O pai do romancista faleceu em 1903, seguido pela esposa em 1905.

A morte da mãe abalou profundamente o autor, que, por isso, esteve recluso e deprimido durante um mês. No final de 1905, se internou no sanatório do dr. Sollier (1861-1933), em Boulogne-Billancourt, para tratar a doença respiratória. Mas, semanas depois, voltou para casa, sem conseguir se livrar da asma.

Os últimos anos de sua vida foram dedicados à escrita de sua obra-prima Em busca do tempo perdido. Nesse período, sua saúde foi ficando cada vez mais debilitada. Assim, devido a uma pneumonia, o autor faleceu em 18 de novembro de 1922, em Paris. Antes, porém, em 1919, recebeu o importante Prêmio Goncourt.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características da obra de Marcel Proust

As obras de Marcel Proust apresentam caráter autobiográfico. O autor é conhecido pela sua prolixidade. Constrói parágrafos com períodos longos, onde expõe reflexões sobre a sua época, além de trazer elementos do cotidiano da classe social a que pertence, em clara decadência no início do século XX.

Desse modo, a ironia, a metáfora e a comparação são figuras de linguagem utilizadas na crítica à aristocracia francesa. O narrador recorre ao monólogo interior e, assim, realiza a análise psicológica de seus personagens. No mais, é possível apontar elementos homoeróticos, além da reflexão sobre o tempo.

Principais obras de Marcel Proust

  • Os prazeres e os dias (1896) — poemas e contos.

  • A morte das catedrais (1904) — ensaio.

  • Em busca do tempo perdido (1913-1927):

    • No caminho de Swann (1913) — romance;

    • À sombra das moças em flor (1918) — romance;

    • O caminho de Guermantes (1922) — romance;

    • Sodoma e Gomorra (1923) — romance;

    • A prisioneira (1923) — romance;

    • A fugitiva (1925) — romance;

    • O tempo redescoberto (1927) — romance.

  • Crônicas (1927).

  • Jean Santeuil (1952) — romance.

  • Contra Sainte-Beuve (1954) — ensaios.

Em busca do tempo perdido

Capa do segundo volume da obra Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust, publicado pela Globo Livros. [2]
Capa do segundo volume da obra Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust, publicado pela Globo Livros. [2]

Em busca do tempo perdido, obra-prima de Proust, possui sete volumes, assim intitulados:

  • No caminho de Swann;

  • À sombra das moças em flor;

  • O caminho de Guermantes;

  • Sodoma e Gomorra;

  • A prisioneira;

  • A fugitiva;

  • O tempo redescoberto.

A obra começa com a narrativa sobre a infância do narrador e protagonista. É quando tem início sua relação com os Swann, uma família burguesa composta por Charles Swann, Odette de Crécy e Gilberte, filha do casal e primeiro amor do narrador. Ela também é sua primeira decepção amorosa, já que não corresponde ao amor do rapaz.

Recuperado, o jovem se apaixona por Albertine. Mais tarde, se entrega aos prazeres da vida aristocrática. Fica encantado com a duquesa de Guermantes, que se torna mais uma paixão não correspondida. Após o entusiasmo, ele percebe a superficialidade e desumanidade do meio aristocrático.

Amante de Albertine, o protagonista suspeita que ela possua tendências lésbicas. Com a intenção de desviar a moça desse caminho, ele vai morar com ela. Mas o amor possessivo dele faz com a jovem se sinta uma prisioneira e decida fugir. A rejeição provoca o sofrimento do narrador. Depois vem o luto, quando ele descobre que a amada faleceu.

Robert de Saint-Loup é amigo do narrador e casado com Gilberte, agora pertencente à família Guermantes. A filha do casal, a senhorita de Saint-Loup, é resultado da união entre a aristocracia e a burguesia francesas. Quando o narrador a conhece, ele já está na meia idade.

No mais, o protagonista reflete sobre a passagem do tempo, que gera mudanças de caráter político e social. Faz reflexões também sobre a arte e seu poder de capturar um instante. Desse modo, os romances que compõem a obra Em busca do tempo perdido são mais analíticos do que factuais.

Leia também: Victor Hugo — um dos maiores nomes do romantismo francês

Frases de Marcel Proust

A seguir, vamos ler algumas frases de Marcel Proust, extraídas de suas obras Em busca do tempo perdido e Crônicas:

“Você só pode ser curado do sofrimento se o vivenciar plenamente.”

“Os dias podem ser iguais para um relógio, mas não para um homem.”

“A felicidade é saudável para o corpo, mas é a dor que desenvolve a força do espírito.”

“A felicidade é um estado anormal no amor.”

“Amar é um feitiço maligno, como os dos contos de fadas, contra o qual nada pode ser feito até que o encantamento acabe.”

Créditos da imagem

[1] Wikimedia Commons

[2] Editora Globo (reprodução)  

Publicado por Warley Souza

Artigos Relacionados

Charles Baudelaire
Conheça o escritor francês Charles Baudelaire. Saiba quais são as principais características de suas obras. Leia algumas frases do autor.
Gustave Flaubert
Saiba quem é Gustave Flaubert e as características de suas obras. Veja também algumas frases do autor.
Júlio Verne
Saiba quem é o escritor francês Júlio Verne. Veja quais são as características de suas principais obras e, além disso, conheça algumas frases do autor.
Simone de Beauvoir
Clique aqui, conheça a romancista francesa Simone de Beauvoir e saiba quais são as principais características de suas obras.
Victor Hugo
Conheça Victor Hugo, grande nome do romantismo francês. Conheça seu estilo literário, e veja quais obras ele escreveu. Leia algumas de suas frases.
Émile Zola
Conheça um pouco da biografia de Émile Zola e o estilo de suas obras. Leia também um resumo de “Germinal”.
video icon
Escrito"O que é o vento? sobre imagem de uma paisagem com árvores e vento.
Geografia
Ventos: o que são e tipos
Assista à videoaula e entenda o que são os ventos. Saiba também quais são os fatores que geram os ventos, bem como conheça os principais tipos de ventos e por que esses fenômenos meteorológicos são importantes.