Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Matemática
  3. Matemática financeira
  4. Regra de três composta

Regra de três composta

A regra de três composta é um método pelo qual podemos resolver problemas que envolvem mais de duas grandezas. Esses problemas podem envolver grandezas direta ou inversamente proporcionais e estão presentes em muitas situações do nosso cotidiano.

Leia também: Três erros cometidos na regra de três

Como calcular uma regra de três composta

Para resolver um problema que envolve mais de duas grandezas, devemos inicialmente colocar os dados do problema em uma tabela e, em seguida, analisar se as grandezas são diretamente proporcionais ou inversamente proporcionais.

Caso a grandezas sejam diretamente proporcionais, mantemos a ordem das razões. Agora, caso as grandezas sejam inversamente proporcionais, devemos inverter a ordem da grandeza. Sempre analisamos as grandezas em relação àquela que possui a incógnita.

Exemplo 1 

(UFPE) Dez guindastes carregam 180 caixas em um navio em 12 dias com 5 horas de trabalho diárias. Quantas caixas serão carregadas em 15 dias, por 12 guindastes, trabalhando 4 horas por dia?

a) 216

b) 214

c) 212

d) 210

e) 208

Solução:

Veja que o problema relaciona quatro grandezas, logo devemos usar a ideia da regra de três composta. Inicialmente vamos colocar os dados em uma tabela:

Número de guindaste Número de caixas Número de dias Número de horas
10 180 12 5
12 x 15 4

Devemos comparar a grandeza que possui a incógnita com as demais grandezas, ou seja, vamos comparar o número de caixas com as demais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uma maneira de verificar se as grandezas são diretamente proporcionais ou não é supor o crescimento (↑) de uma delas. Caso aconteça o crescimento da outra grandeza, elas são diretamente proporcionais; caso contrário, são inversamente proporcionais. A mesma ideia vale para o decrescimento (↓).

Assim:

- À medida que aumentamos o número de caixas (↑), precisamos de mais guindastes (↑) – são diretamente proporcionais.

- Quanto mais caixa temos (↑), mais dias são necessários para carregar (↑) – são diretamente proporcionais.

- Quanto mais caixas (↑), mais horas são necessárias para realizar o carregamento (↑) – são diretamente proporcionais.

Note que o contexto da situação é levado em consideração todo o tempo. Para concretizar a regra de três, mantemos a ordem que aparece na tabela:

 

A regra de três composta é muito utilizada em situações de comparação proporcional envolvendo três ou mais grandezas.
A regra de três composta é muito utilizada em situações de comparação proporcional envolvendo três ou mais grandezas.

Exemplo 2

Em uma lavoura de soja, duas máquinas carregam cinco caminhões em 2,5 horas. Supondo que o rendimento das máquinas mantenha-se nessa lavoura, determine quanto tempo será gasto para cinco máquinas carregarem 30 caminhões.

Solução

De maneira análoga ao exemplo anterior, devemos utilizar a regra de três composta, assim:

Número de máquinas Número de caminhões Tempo (horas)
2 5 2,5
5 30 x

Agora analisando a grandeza que possui a incógnita com as demais grandezas, temos:

- Quanto mais tempo temos (↑), menos máquinas são necessárias (↓) – grandezas inversamente proporcionais.

- Quanto maior o tempo de colheita (↑), mais caminhões são carregados (↑) – grandezas diretamente proporcionais.

Assim, é necessário inverter os valores da grandeza número de máquinas e manter a ordem dos valores da grandeza número de caminhões, logo temos que:

Leia também: Propriedade fundamental das proporções

Exercícios resolvidos

Exercício 1 – (Unifor) A Universidade de Fortaleza possui quatro gráficas que atendem a todo o seu corpo docente e discente desde as impressões simples às mais aprimoradas. Suponhamos que uma das gráficas possua 8 copiadoras igualmente produtivas, as quais, trabalhando 4 horas por dia, produzem em 5 dias 160.000 cópias. Quantos dias de trabalho serão necessários para que 7 dessas copiadoras, trabalhando 6 horas por dia, produzam 210.000 cópias?

Novamente colocando os dados em uma tabela, temos:

Número de copiadoras Horas por dia de trabalho Dias trabalhados Quantidade de cópias
8 4 5 160.000
7 6 x 210.000

Veja que o número de copiadoras e dias trabalhados são inversamente proporcionais, e as horas por dia de trabalho e os dias trabalhados são também inversamente proporcionais. Já os dias trabalhados e a quantidade de cópias são diretamente proporcionais. Assim:

Exercício 2 – (Vunesp) Dez funcionários de uma repartição trabalham 8 horas por dia, durante 27 dias, para atender certo número de pessoas. Se um funcionário doente foi afastado por tempo indeterminado e outro se aposentou, o total de dias que os funcionários restantes levarão para atender o mesmo número de pessoas, trabalhando uma hora a mais por dia, no mesmo ritmo de trabalho, será:

a) 29

b) 30

c) 31

d) 33

e) 28

Solução

Como temos mais de duas grandezas, devemos utilizar a regra de três composta. Vamos colocar os dados na tabela levando em consideração as especificações do problema.

Número de funcionários Horas trabalhadas por dia Número de dias
10 8 27
8 9 x

- Quanto mais dias temos (↑), menos funcionários são necessários (↓) – inversamente proporcionais.

- Quanto mais dias temos (↑), menos horas são necessárias para trabalhar (↓) – inversamente proporcionais.

Logo, devemos inverter as outras duas grandezas:

Exercício 3 – Seis torneiras enchem uma piscina em 20 horas. Quanto tempo leva para 20 torneiras encherem 4 piscinas?

Solução

Número de torneiras Número de piscinas Tempo (horas)
6 1 20
20 4 x

- Quanto mais tempo temos (↑), menos torneiras são necessárias (↓) – inversamente proporcionais.

- Quanto mais o tempo passa (↑), mais piscinas podemos encher (↑) – diretamente proporcionais.

Exercício 4 – Em uma fábrica de bolachas, 3 máquinas produzem 9000 bolachas em 12 dias. Quantos dias são necessários para que 8 máquinas iguais produzam 12000 bolachas? Considere as horas de trabalho como iguais.

Número de máquinas Número de bolachas Número de dias
3 9.000 12
8 12.000 x

- Quanto mais dias temos (↑), menos máquinas são necessárias (↓) – inversamente proporcionais.

- Quanto mais dias temos (↑), mais bolachas são feitas (↑) – diretamente proporcionais.

Publicado por: Robson Luiz
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
A razão é uma fração que está relacionada a situações-problema que envolvem grandezas numéricas e de medida
Razão
Você sabe o que é razão? Consegue estrutura-lá? Aprenda aqui como identificar uma razão matemática e descubra como simplificá-la.
Aplicação de Juros Simples
Clique aqui e veja alguns exemplos de aplicação dos juros simples!
Regra de três simples
Saiba quando e como usar a regra de três simples. Veja também como calcular porcentagem utilizando a regra de três simples.
Movimentações Financeiras
Clique aqui e entenda um pouco mais sobre o que é uma movimentação financeira!
Fator de atualização
Compreendendo o fator de atualização e sua aplicabilidade. O fator de atualização presente nas circunstâncias do dia a dia: uma ferramenta de grande importância para a matemática financeira.
Erros de cálculos, interpretação e montagem são os mais comuns na regra de três
Três erros cometidos na regra de três
Clique para ver os três erros mais cometidos na construção e resolução de uma regra de três e meios de evitá-los!
Grandezas inversamente proporcionais: o aumento em uma ocasiona uma redução na outra
Grandezas inversamente proporcionais
Clique e aprenda o que são grandezas inversamente proporcionais e entenda como elas devem ser usadas nos cálculos da regra de três.
Saiba como funciona o Sistema Americano de Empréstimo
Sistema Americano de Empréstimo
Utilizando o sistema americano na quitação de empréstimos.
Taxas Equivalentes
Calculando taxas de acordo com o período estabelecido.
A velocidade é a razão entre as grandezas espaço percorrido e tempo gasto no percurso
Grandezas diretamente proporcionais
Clique e aprenda o que são grandezas diretamente proporcionais e descubra como calculá-las usando a regra de três.
Propriedade fundamental das proporções viabiliza o cálculo da regra de três
Propriedade fundamental das proporções
Clique e entenda o que é propriedade fundamental das proporções e veja como essa propriedade viabiliza o cálculo da regra de três.
Para esse exemplo, temos a definição: “O produto dos extremos é igual ao produto dos meios”
Propriedades das Proporções
Aprenda a aplicar as propriedades das proporções e resolva seus problemas de forma mais rápida e eficaz.