Whatsapp icon Whatsapp

Regra de Cramer

A regra de Cramer é um método desenvolvido para resolver um sistema linear utilizando o determinante das matrizes relacionadas a esse sistema.
A regra de Cramer é utilizada na resolução de sistemas lineares.
A regra de Cramer é utilizada na resolução de sistemas lineares.

Regra de Cramer é o método utilizado para encontrar as soluções de um sistema linear. Ela é aplicada principalmente em sistemas lineares 3x3, ou seja, que possuem três equações e três incógnitas.

Para aplicarmos essa regra em um sistema linear, é necessário encontrar as matrizes associadas ao sistema, calcular o determinante das matrizes e utilizar a razão entre os determinantes para chegar ao valor de cada uma das incógnitas.

Leia também: Teorema de Laplace — método para calcular o valor do determinante de matrizes quadradas

Resumo sobre a regra de Cramer

  • A regra de Cramer é usada na resolução de sistemas lineares.

  • Utilizamos as matrizes associadas ao sistema para aplicar a regra de Cramer.

  • Dado um sistema de equações, a regra de Cramer define que:

\(x=\frac{D_x}{D},\ \ \ \ \ \ y=\frac{D_y}{D},\ \ \ e\ \ \ \ z=\frac{D_z}{D}\)

  • D, Dx, Dy e Dz são os determinantes das matrizes associadas ao sistema. 

Videoaula sobre a regra de Cramer

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é a regra de Cramer?

Regra de Cramer é um método utilizado para encontrar o conjunto solução de um sistema de equação linear possível determinado. Essa regra utiliza o determinante das matrizes associadas ao sistema para encontrar as soluções do sistema. O método é aplicado principalmente em sistemas lineares que possuem 3 incógnitas e 3 equações, mas pode ser empregado também em sistemas lineares 2 por 2.

Como usar a regra de Cramer

A seguir, temos um sistema linear com 3 linhas e 3 colunas:

Sistema linear 3x3 para aplicação da regra de Cramer

No sistema, é possível aplicar a regra de Cramer. Para isso, de início calcularemos o determinante da matriz incompleta D.

\(D\ =\ \left|\begin{matrix}a_1&b_1&c_1\\a_2&b_2&c_2\\a_3&b_3&c_3\\\end{matrix}\right|\)

Também calcularemos Dx, que é o determinante da matriz incompleta, substituindo a primeira coluna pelos termos independentes d1, d2 e d3.

\(D_x=\left|\begin{matrix}d_1&b_1&c_1\\d_2&b_2&c_2\\d_3&b_3&c_3\\\end{matrix}\right|\)

\(D_y\) e \(D_z\) são os determinantes das matrizes incompletas, que substituem, respectivamente, a segunda e a terceira coluna pelos termos independentes.

\(D_y=\left|\begin{matrix}a_1&d_1&c_1\\a_2&d_2&c_2\\a_3&d_3&c_3\\\end{matrix}\right|\ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ \ D_z=\left|\begin{matrix}a_1&b_1&d_1\\a_2&b_2&d_2\\a_3&b_3&d_3\\\end{matrix}\right|\)

Pela regra de Cramer, conhecendo os valores dos determinantes anteriores, temos que:

\(x=\frac{D_x}{D},\ \ \ \ \ \ y=\frac{D_y}{D},\ \ \ e\ \ \ \ z=\frac{D_z}{D}\)

Logo, perceba que quando o sistema possui solução, é possível encontrar os valores de x, y e z utilizando a regra de Cramer.

Leia também: Regra de Sarrus — método para calcular o determinante de matrizes de ordem 2 e 3

Solução de sistemas usando a regra de Cramer

Vejamos, a seguir, a aplicação da regra de Cramer para sistemas lineares 2x2 e 3x3.

  • Solução de sistemas 2x2

Quando o sistema linear é 2x2, há apenas duas variáveis, como no exemplo:

Sistema linear 2x2

Para resolver esse sistema aplicando a regra de Cramer, de início calcularemos o determinante D:

\(D\ =\left|\begin{matrix}2&5\\3&4\\\end{matrix}\right|\ \)

\(D\ =\ 2\ \cdot4\ -\ 3\ \cdot5\ \)

\(D\ =\ 8\ -\ 15\)

\(D\ =\ -\ 7\)

Agora, calcularemos \(D_x\ e\ D_y\):

\(D_x=\left|\begin{matrix}3&5\\8&4\\\end{matrix}\right|\)

\(D_x=3\cdot4-8\cdot5\)

\(D_x=12-40\)

\(D_x=-28\)

\(D_y=\left|\begin{matrix}2&3\\3&8\\\end{matrix}\right|\)

\(D_y=2\cdot8-3\cdot3\)

\(D_y=16-9\)

\(D_y=7\)

Como conhecemos os valores de \(D,D_x\ e\ D_y\), podemos encontrar o valor de cada uma das incógnitas:

\(x=\frac{D_x}{D}=\frac{-28}{-7}=4\)

\(y=\frac{D_y}{D}=\frac{-7}{7}\ =\ -\ 1\ \)

  • Solução de sistemas 3x3

Vejamos agora um exemplo da regra de Cramer aplicada a um sistema 3x3.

Sistema linear 3x3

Pela regra de Cramer, temos que:

\(D\ =\ \left|\begin{matrix}1&2&-3\\2&1&1\\-3&2&1\\\end{matrix}\right|\)

\(D=1\cdot1\cdot1+2\cdot1\cdot\left(-3\right)+\left(-3\right)\cdot2\cdot2-\left(-3\right)\cdot1\cdot\left(-3\right)-1\cdot2\cdot1-1\cdot2\cdot2\)

\(D\ =\ 1\ -\ 6\ -12\ -9\ -2-4\)

\(D\ =\ -32\)

Calculando \(D_x\):

\(D_x=\left|\begin{matrix}10&2&-\ 3\\3&1&1\\-6&2&1\\\end{matrix}\right|\)

\(D_x=10\cdot1\cdot1+2\cdot1\cdot\left(-6\right)+\left(-3\right)\cdot3\cdot2-\left(-6\right)\cdot1\cdot\left(-3\right)-2\cdot1\cdot10–1⋅3⋅2=-64\)

Calculando \(D_y\):

\(D_y=\left|\begin{matrix}1&10&-\ 3\\2&3&1\\-3&-6&1\\\end{matrix}\right|\)

\(D_y=1\cdot3\cdot1+10\cdot1\cdot\left(-3\right)+\left(-3\right)\cdot2\cdot\left(-6\right)-\left(-3\right)\cdot3\cdot\left(-3\right)-1\cdot1\cdot\left(-6\right)-10\cdot2\cdot1\)

\(D_y=3-30+36-27+6-20\)

\(D_y=-32\)

Calculando \(D_z\):

\(D_z=\left|\begin{matrix}1&2&10\\2&1&3\\-3&2&-\ 6\\\end{matrix}\right|\)

\(D_z=1\cdot1\cdot\left(-6\right)+2\cdot3\cdot\left(-3\right)+10\cdot2\cdot2-10\cdot1\cdot\left(-3\right)-1\cdot3\cdot{2}-\ 2\cdot2\cdot\left(-6\right)\)

\(D_z=-6-18+40+30-6+24\)

\(D_z=64\)

Calculando os valores de x, y e z:

\(x=\frac{D_x}{D}=\frac{-64}{-32}=2\)

\(y=\frac{D_y}{D}=\frac{-32}{-32}=1\)

\(z=\frac{D_z}{D}=\frac{64}{-32}=-2\)

Então, temos que \(x=2\), \(y=1\) e \(z=-\ 2.\).

Leia também: Como resolver matrizes e determinantes?

Exercícios resolvidos sobre regra de Cramer

Questão 1

Sobre a Regra de Cramer, marque a alternativa correta:

A) A regra de Cramer é um método desenvolvido para calcular determinantes de matrizes de ordem 2 e ordem 3.

B) A regra de Cramer é um método desenvolvido para calcular a matriz inversa quando ela existir.

C) A regra de Cramer é um método desenvolvido para calcular uma matriz transposta.

D) A regra de Cramer é um método desenvolvido para calcular as soluções de sistemas lineares.

Resolução:

Alternativa D

A regra de Cramer foi desenvolvida como um método que nos auxilia a calcular soluções de sistemas lineares.

Questão 2

Analisando o exemplo a seguir, podemos afirmar que a soma dos valores de x + y que satisfazem o sistema é igual a:

Sistema linear 3x3 para resolução de exercício

A) 4

B) 5

C) 6

D) 7

E) 8

Resolução:

Alternativa C

Utilizaremos regra de Cramer para encontrar o valor de x + y.

Primeiramente, calcularemos o valor de D:

D = \(\left|\begin{matrix}1&1&1\\2&1&-1\\1&-2&2\\\end{matrix}\right|\)

D = \(1\cdot1\cdot2+1\cdot\left(-1\right)\cdot1+1\cdot2\cdot\left(-2\right)-1\cdot1\cdot1-1\cdot\left(-1\right)\cdot\left(-2\right)-1\cdot2\cdot2\)

D = \(2\ -\ 1\ -\ 4\ -\ 1\ -\ 2\ -\ 4\)

D = - 10

Sabemos que x + y + z = 7 analisando a primeira linha do sistema. Assim, se encontrarmos o valor de z, encontraremos o valor de x + y. Logo, calculando \(D_z\):

\(D_z=\left|\begin{matrix}1&1&7\\2&1&9\\1&-2&2\\\end{matrix}\right|\)

\(D_z=1\cdot1\cdot2+1\cdot9\cdot1+7\cdot2\cdot\left(-2\right)-7\cdot1\cdot1-1\cdot9\cdot\left(-2\right)-1\cdot2\cdot2\)

\(D_z=2+9-28-7+18-4\)

\(D_z=-10\)

Então, temos que:

\(z=\frac{D_z}{D}=\frac{-10}{-10}=1\)

Sabendo que z = 1:

\(x\ +\ y\ +\ z\ =\ 7\)

\(x\ +\ y\ +\ 1\ =\ 7\)

\(x\ +\ y\ =\ 7\ -\ 1\ \)

\(x\ +\ y\ =\ 6\)

Publicado por Raul Rodrigues de Oliveira
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Condições para equivalência de sistemas
Condições para equivalência, uma análise dos coeficientes das equações que compõem o sistema linear. Compreendendo as condições para equivalência de um sistema linear.
Determinantes de matrizes de ordem 1, 2 e 3
Saiba o que é um determinante e aprenda como calcular determinantes de matrizes de ordem 1, 2 e 3. Veja exemplos e resolva exercícios do tema.
Equações Literais
Você sabe o que são as equações literais? Clique aqui e aprenda como resolvê-las.
Matriz simétrica
Entenda o que é uma matriz simétrica bem como a matriz antissimétrica. Confira ainda exemplos e exercícios resolvidos.
Regra de Sarrus
Conheça a regra de Sarrus. Aprenda a calcular o determinante de uma matriz de ordem 2 e de ordem 3 por essa regra. Entenda como ela funciona.
Sistemas e Equações Lineares
Definições e exemplos de equações lineares e sistemas lineares.
Sistemas lineares de equações: método da substituição
Clique para aprender a encontrar a solução de sistemas que possuem duas equações e duas incógnitas pelo método da substituição.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!