Análise Volumétrica

A análise volumétrica determina a concentração de uma solução, para isso é necessário realizar alguns procedimentos específicos.

Análise Volumétrica é aquela que permite determinar a concentração de uma solução, este processo se baseia na medida dos volumes das soluções reagentes.

A Análise Volumétrica tem seu princípio na relação entre a Solução padrão e a problema, é possível dosar uma solução através de outra com concentração conhecida. Solução padrão é aquela de concentração conhecida e Solução problema é a que possui concentração desconhecida, e a qual precisamos descobrir.

Veja os procedimentos para determinar a concentração de uma solução problema:

Material:

• Balão volumétrico
• Solução padrão a 0,10 M (H2SO4 – ácido sulfúrico)
• Solução problema (NaOH – Hidróxido de sódio)
• Água destilada
• Pipeta
• Erlemeyer
• Bureta
• Indicador ácido-base (fenolftaleína)


Procedimento:

1. Coloque 25,0 mL de Solução problema (NaOH) em um balão volumétrico, complete o volume (até o traço) com água destilada;
2. Retire do balão com o auxílio de uma pipeta um volume conhecido desta solução, este será o V1;
3. Transfira o V1 para um erlemeyer e adicione 3 gotas do indicador ácido-base fenolftaleína;
4. Coloque a solução de H2SO4 a 0,10 M na bureta, e a deixe gotejar sobre o erlemeyer contendo a Solução problema. O erlemeyer deve ser agitado até que a reação termine.

A reação chega ao fim quando muda de cor, e isto só ocorre graças ao indicador que como o próprio nome já diz, possui a função de indicar o término de uma reação. O pH rege essa reação, a fenolftaleína, em meio ácido é incolor já em meio básico adquire coloração rosa, é desta mudança de cor que se trata o contexto.

5. Quando a solução mudar de coloração, leia na bureta o volume gasto de H2SO4, este será o V2, provavelmente serão gastos cerca de 26,0 mL.

Cálculo da concentração de NaOH, siga os passos:

Fórmula: M = n
                   V1


M: Concentração de NaOH
n: número de mol de NaOH
V1: Volume da solução problema

A reação é descrita conforme a equação:

2 NaOH + H2SO4 → Na2SO4 + 2 H20

Calculando a quantidade de mol de H2SO4 na reação:

0,10 mol — 1000 mL
n — 26,0 mL (volume gasto na titulação)

n = 0, 0026 mol (H2SO4)

Calculando a quantidade de mol de NaOH na reação:

2 mols NaOH — 1mol H2SO4
n — 0,0026 mol H2SO4

n = 0,0052 mol de NaOH

M = n
      V1

M = 0,0052
         0, 025
M = 0, 208 M

Esta é a concentração de NaOH.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Análise volumétrica sendo realizada.
Análise volumétrica sendo realizada.
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assuntos relacionados
Representação esquemática da primeira lei de Gay-Lussac
Leis de Gay-Lussac
Clique e conheça como são aplicadas as duas leis de Gay-Lussac, a lei da transformação isocórica e a lei das proporções volumétricas.
O sangue humano precisa estar com o pH em torno de 7,4
Alcalose e Acidose no organismo humano
Entenda como o sangue atua como solução-tampão, impedindo que ocorram casos de alcalose e acidose no organismo e mantendo seu pH estável.
Entalpia
Compreenda o que é entalpia, quais são os diferentes processos que envolvem o cálculo de variação de entalpia, e o que ele determina em uma reação química.
Aparelho phmetro.
Você sabe o que significa pH ?
Potencial Hidrogeniônico, acidez, neutralidade, alcalinidade, concentração de íons de Hidrogênio, indicadores, substâncias que revelam a presença de íons livres em uma solução, papel tornassol, fenolftaleína, phmetro, potenciômetro, eletrodo.
A solubilidade das substâncias pode ser representada por meio de um gráfico, de acordo com a influência que a elevação da temperatura exerce
Curvas de solubilidade
Veja como fazer uma curva de solubilidade de uma substância que demonstre como sua solubilidade varia de acordo com a temperatura, em uma massa fixa do solvente.
A catalase é uma enzima presente no sangue e na batata que acelera a decomposição do peróxido de hidrogênio
Influência dos catalisadores na velocidade das reações
Entenda por que a presença de um catalisador acelera a velocidade com a qual se processa uma reação química e a sua ligação com a energia de ativação.
A molalidade é mais uma forma de expressar a concentração de uma solução química
Molalidade de uma solução química
Conheça o conceito de molalidade, uma concentração em quantidade de matéria por massa muito usada quando há variação da temperatura das soluções.
Água em seus três estados físicos (vapor, líquida e gelo)
Variação da Entalpia nas Mudanças de Estado Físico
Descubra qual é o valor da variação da entalpia nas mudanças de estado físico da água, incluindo as entalpias de fusão, vaporização, solidificação e condensação.
Cada solução-tampão atua num determinado pH
pH e pOH de solução-tampão
Veja como é feito o cálculo do pH e do pOH de uma solução-tampão.
A temperatura de ebulição da água depende da pressão atmosférica exercida sobre a superfície do líquido
Variação da pressão atmosférica e ponto de ebulição
Entenda por que em lugares onde a altitude é menor, o ponto de ebulição da água também é menor.
A fração molar relaciona o número em mol de substâncias presentes nas soluções químicas
Fração Molar (x)
Conheça mais uma grandeza usada para verificar a concentração em quantidade de matéria das soluções químicas, a fração molar.