Grau de hidratação dos ácidos

O grau de hidratação é uma forma de classificar um pequeno grupo de oxiácidos por meio da quantidade de moléculas de água que podem ser extraídas de suas moléculas.

Grau de hidratação é uma classificação dada aos ácidos, exclusivamente para alguns oxiácidos (ácidos que apresentam oxigênio em sua composição), que indica a quantidade de moléculas de água que podem ser retiradas da molécula do ácido.

Como as moléculas de água são formadas por dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio, o grau de hidratação não é utilizado para hidrácidos (por não apresentarem átomos de oxigênio na sua composição).

Quanto ao grau de hidratação, os ácidos podem ser denominados de orto, piro ou meta, de acordo com a quantidade de moléculas de água extraídas de cada um desses grupos de ácidos.

Veja as caraterísticas de cada uma das classificações dos ácidos segundo o grau de hidratação:

a) Ácido orto

O prefixo orto está relacionado com o maior grau de hidratação que um ácido pode apresentar, ou seja, trata-se da maior quantidade de moléculas de água que podem ser extraídas de um ácido.

Conheça os únicos oxiácidos considerados orto:

  • H3PO4 (ácido fosfórico)

  • H2CrO4 (ácido crômico)

  • H3BO3 (ácido bórico)

  • H3AsO4 (ácido arsênico)

  • H3SbO4 (ácido antimônico)

  • H4SiO4 (ácido silícico)

b) Ácido meta

O prefixo meta está relacionado com o menor grau de hidratação que um ácido pode apresentar, ou seja, trata-se da menor quantidade de moléculas de água que podem ser extraídas de um ácido.

Para determinar a fórmula química de um ácido meta, basta considerar um ácido orto e extrair uma molécula de água dele, como nos exemplos abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo 1: Ácido fosfórico (H3PO4)

Retirando uma molécula de água do ácido fosfórico, teremos o ácido metafosfórico, cuja fórmula é HPO3.

H3PO4

  -H2O

HPO3

Exemplo 2: Ácido silícico (H4SiO4)

Retirando uma molécula de água do ácido silícico, teremos o ácido metassilícico, cuja fórmula é H2SiO2.

H4SiO4

  - H2O

H2SiO2

c) Ácido piro

O prefixo piro está relacionado com o grau de hidratação intermediário que um ácido pode apresentar, ou seja, é um ácido do qual podemos extrair mais moléculas de água do que um ácido meta e menos moléculas de água do que um ácido orto.

Para determinar a fórmula química de um ácido piro, basta considerar um ácido orto, multiplicar por 2 e extrair uma molécula de água dele, como nos exemplos a seguir:

Exemplo 1: Ácido fosfórico (H3PO4)

Inicialmente multiplicamos a fórmula do ácido orto por 2:

H3PO4 x 2 = H6P2O8

Em seguida, retiramos uma molécula de água da fórmula após a multiplicação, o que resulta no ácido pirofosfórico, cuja fórmula é H4P2O6

H6P2O8

   - H2O

H4P2O6

Exemplo 2: Ácido silícico (H8SiO8)

Inicialmente multiplicamos a fórmula do ácido orto por 2:

H4SiO4 x 2 = H8Si2O8

Retirando uma molécula de água do ácido silícico, teremos o ácido pirossilícico, cuja fórmula é H2SiO2.

H8Si2O8

    - H2O

H6Si2O6

O ácido fosfórico é um exemplo de oxiácido classificado quanto ao grau de hidratação
O ácido fosfórico é um exemplo de oxiácido classificado quanto ao grau de hidratação
Publicado por: Diogo Lopes Dias
Assuntos relacionados
O hidróxido (OH) é o ânion liberado em toda dissociação de bases
Dissociação das bases
Entenda a dissociação das bases, fenômeno físico que ocorre com essas substâncias quando submetidas à dissolução ou à fusão. Esse processo está diretamente relacionado com a capacidade de liberar íons (cátions e ânions) no meio. Nesse caso, o ânion sempre será o mesmo, ou seja, o hidróxido. Clique e saiba mais!
A água é o principal reagente de uma reação de hidrólise.
Hidrólise
Clique aqui e acesse este texto sobre hidrólise, fenômeno que está relacionado com a quebra de macromoléculas, como proteínas e carboidratos, e com a formação de ácidos e bases fracas. A hidrólise possui um importante papel na produção de energia no organismo de um ser vivo.
O ácido cítrico encontrado em algumas frutas é um dos exemplos de ácidos presentes no nosso dia a dia.
Ácidos
Clique e descubra a definição de ácido, suas características, classificações e utilizações. Confira também exercícios resolvidos sobre o tema!
O sabor do limão caracteriza os ácidos
Propriedades e classificação dos ácidos
Propriedades dos ácidos, classificação dos ácidos, ácidos altamente corrosivos, monoácidos, triácidos, diácidos, tetrácidos, hidrogênios ionizáveis, ácido cianídrico, ácido fluorídrico, ácido clorídrico, ácido bromídrico, ácido iodídrico, ácido forte, ácido fraco, ácido semiforte, reação de neutralização, força ácida.
Nomenclatura dos Ácidos
Clique aqui e aprenda como é feita a nomenclatura dos ácidos!
Exemplos de alimentos com ácidos
Aplicações dos ácidos mais comuns
Você conhece as aplicações dos ácidos mais comuns? Clique e descubra as diversas utilizações de alguns ácidos, empregados principalmente na indústria, participando da produção de produtos fundamentais como fertilizantes, ou na rotina laboratorial, em que são usados na síntese de outras funções inorgânicas.
Arrhenius realizou experimentos sobre ionização e dissociação iônica
Conceito de ácido, base e sal pela teoria de Arrhenius
Segundo o conceito de Arrhenius, em solução aquosa os ácidos produzem como cátion somente o hidrogênio, as bases produzem como ânion somente a hidroxila e os sais geram íons diferentes destes.
É importante classificar os reagentes ácidos usados em laboratórios químicos, entre outros fatores, por questão de segurança e para manuseá-los melhor
Classificação dos ácidos
Descubra quais são os quatro critérios de classificação dos ácidos e como determinar a sua força.