Whatsapp icon Whatsapp

Ligação peptídica

A ligação peptídica é aquela que ocorre entre um carbono e um nitrogênio, resultantes da desidratação entre dois aminoácidos quaisquer.
A insulina é formada pela ligação peptídica entre vários aminoácidos
A insulina é formada pela ligação peptídica entre vários aminoácidos

Ligação peptídica é o nome dado para a interação entre duas ou mais moléculas menores (monômeros) de aminoácidos, formando, dessa maneira, uma macromolécula denominada proteína.

Para compreender a ligação peptídica, é fundamental conhecer a estrutura de um aminoácido. Nela, há a presença de um grupo amino (NH2), referente à função orgânica amina, e de um grupo carboxila, referente ao grupo que identifica a função orgânica dos ácidos carboxílicos, como podemos observar na representação seguir:

Fórmula estrutural de um aminoácido
Fórmula estrutural de um aminoácido

Na formação da ligação peptídica, ocorre uma reação de condensação (união) entre o carbono do grupo carboxílico e o nitrogênio do grupo amino. Porém, para que isso aconteça, é necessário que ocorra uma desidratação, ou seja, a retirada de uma molécula de água.

A desidratação que precede a ligação peptídica dá-se pela quebra da ligação entre o carbono e a hidroxila, na carboxila, e pela quebra de uma ligação entre o nitrogênio e um hidrogênio.

Quebras que ocorrem no aminoácido
Quebras que ocorrem no aminoácido

Com isso, ficam livres no meio reacional um hidrônio (H+) e um hidróxido (OH-), os quais, ao unirem-se, formam uma molécula de água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Equação representando a formação da água
Equação representando a formação da água

Após a desidratação, haverá, no aminoácido, o carbono da carboxila com uma valência livre (ligação a ser feita) e o nitrogênio do grupo amino, também com uma valência livre.

Representação as valências livres em dois aminoácidos
Representação as valências livres em dois aminoácidos

A ligação peptídica ocorre exatamente quando a valência livre no carbono de um aminoácido encontra a valência livre no nitrogênio de outro aminoácido, resultando em uma única ligação covalente entre eles.

Representação de ligação peptídica entre dois aminoácidos
Representação de ligação peptídica entre dois aminoácidos

Assim, a partir da ligação peptídica entre vários aminoácidos, é que há a formação das proteínas, como podemos analisar na imagem abaixo:

A estrutura de uma proteína é formada pela ligação peptídica entre aminoácidos
A estrutura de uma proteína é formada pela ligação peptídica entre aminoácidos

Vale ressaltar que a ligação peptídica é uma ligação covalente de grande estabilidade, maior até mesmo que uma ligação dupla.

Publicado por Diogo Lopes Dias

Artigos Relacionados

Demanda Bioquímica de Oxigênio
Oxidação da matéria orgânica, biodegradável, condições aeróbicas, oxigênio dissolvido, compostos nitrogenados, nitratos, nitritos, demanda carbonácea, demanda nitrogenada, carga orgânica dos efluentes e dos recursos hídricos, Estações de Tratamento de Esgotos.
Mecanismos de reações orgânicas
Acompanhe as etapas de reação em compostos orgânicos.
Peptídeos
Entenda o que são peptídeos, como são formados e compreenda a sua classificação.
Ruptura de ligações
Produtos da quebra homolítica e heterolítica de ligações químicas.
Síntese proteica
Entenda o processo de síntese proteica, os tipos de RNA necessários para que ela ocorra e conheça as fases de iniciação, alongamento e finalização.
Tipos de Reações Orgânicas
Reações Orgânicas, determinação das estruturas dos compostos, reações de adição, Reações de substituição, Reações de eliminação, hidrocarbonetos insaturados.
video icon
Geografia
Desertos
Assista à nossa videoaula e entenda o conceito de bioma. Conheça as características marcantes do bioma Deserto em seus aspectos climático, vegetacional e sua fauna.