Whatsapp icon Whatsapp

Fichamento

O fichamento é o gênero textual mais indicado para aprimorar o seu desempenho nos trabalhos acadêmicos.
Há três tipos de fichamento: citação, resumo e bibliográfico
Há três tipos de fichamento: citação, resumo e bibliográfico

O fichamento, com certeza, é o melhor gênero textual para ser o primeiro passo de uma boa produção textual, principalmente no ambiente acadêmico. Quer saber por quê?

Imagine que você tenha alguns textos para ler e resumir ou resenhar. Imaginou? Essa não seria uma tarefa simples e fácil, visto que, para escrever um bom texto, o primordial é a organização no processo de leitura e produção textual. É aí que entra o fichamento! Com ele você poderá organizar melhor o que será selecionado a partir de sua leitura e o que será relevante para constituir o seu resumo ou resenha crítica. Quer saber como isso pode ser feito?

Fichar um texto significa sintetizá-lo, documentá-lo. É dessa característica de documentação que obtemos a organização necessária para a produção de um texto. A identificação e o registro das principais ideias das obras, de forma coerente e objetiva, permitem que o acesso ao material seja otimizado, aprimorando, também, o trabalho do autor.

Agora que já sabemos qual é a função desse gênero textual, vamos aos tipos de fichamento:

Tipos de Fichamento

→ Fichamento de transcrição/citação direta: é o tipo de fichamento que consiste na transcrição fiel dos trechos principais da obra.
 

  • toda citação deve vir entre aspas;

  • deve ser apresentado, após a citação, o número da página de onde foi retirado o trecho;

  • se omitido algum termo do trecho, é necessário indicar os três pontos entre colchetes […];

  • caso seja acrescentado algo ao trecho, é necessário colocar dentro dos colchetes;

  • não deve apresentar a opinião do leitor;

  • se houver erros gramaticais, copiar como está no original e acrescentar (sic).

Exemplo:

Manual de linguística / Mário Eduardo Martelotta, (org.). - 1. ed., 1ª reimpressão. - São Paulo: Contexto, 2008. p. 25-28.

“Os linguistas, portanto, estão interessados no que é dito, e não no que alguns acham que deveria ser dito. Eles descrevem a língua em todos os seus aspectos, mas não prescrevem regras de correção. É um equívoco comum achar que há um padrão absoluto de correção que é dever de linguistas, professores, gramáticos e dicionaristas manter. A noção de correção absoluta e imutável é alheia aos linguistas.” (p. 25)

“Em sua origem, a linguística aplicada tem sua atuação voltada para o ensino de línguas, especialmente de línguas estrangeiras, buscando, para isso, subsídios de teorias referentes à linguagem, sejam elas provenientes da linguística, da filosofia da linguagem ou de qualquer outra área afim.” (p. 27)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

“A relação linguística aplicada é, pois, simbiótica.” (p. 28)


→ Fichamento bibliográfico: consiste em fazer um comentário crítico sobre o assunto do texto ou obra selecionada, incluindo, claro, os detalhes mais relevantes.

- deve apresentar a indicação completa da fonte: título da obra, edição, local de publicação, editora, ano da publicação, número do volume e de páginas, caso a quantidade seja superior a um(a).

Exemplo:

Ilari, Rodolfo. Introdução à semântica – brincando com a gramática / Rodolfo Ilari. 7. ed. - São Paulo: Contexto, 2007.

O livro apresenta o conteúdo-base para os estudos da Semântica de forma bem-humorada e repleta de exercícios. Ilari procura ampliar o conhecimento em relação às estruturas sintáticas relevantes para significação do português brasileiro. Sabemos que pouco é explorado nas universidades e colégios o estudo dos sentidos. O professor Rodolfo, portanto, mostra aos alunos e colegas de profissão os inúmeros caminhos possíveis com os recursos linguísticos disponíveis em nosso cotidiano. Essa obra, apesar de ser introdutória, não conduz o leitor a uma reflexão ingênua e superficial sobre a língua portuguesa, muito pelo contrário, Ilari faz com que o leitor perceba que a multiplicidade dos significados linguísticos nunca será neutra à subjetividade do falante, logo, o estudo da semântica é, também, estudo e conhecimento sobre a mente humana.


→ Fichamento de resumo: esse tipo de fichamento consiste na exposição das principais ideias do autor. Ele é breve e escrito com as próprias palavras do leitor da obra (em contraste com o fichamento de citação, lembram?)

Exemplo:

Ilari, Rodolfo. Introdução à semântica – brincando com a gramática / Rodolfo Ilari. 7.ed. - São Paulo: Contexto, 2007.

O estudo dos sentidos, a semântica, não acontece como o estudo da gramática: não há exercícios específicos para sala de aula da escola de ensino médio. Esse equívoco faz com que os professores cometam um grave deslize didático: acreditar que não há atividades interessantes para que o ensino da multiplicidade dos significados seja ministrado. A partir disso, Ilari propõe:

a) desfazer essa crença;

b) seleção de 25 temas de semântica;

c) atividades diferenciadas para cada tema.


Perceberam o porquê de o fichamento ser o gênero mais indicado para ser o primeiro passo no processo de produção de um texto? Não importa o tipo de fichamento que você escolherá, qualquer um lhe auxiliará na organização e otimizará o seu tempo de leitura e produção textual.

Publicado por Mariana do Carmo Pacheco
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Evitar a voz passiva e o rebuscamento linguístico são dicas para uma redação nota 10
A redação nota 10!
Confira nossas dicas para você alcançar uma redação nota 10 em concursos e vestibulares.
A estrutura sintática do período deve ser breve e objetiva. Períodos longos podem comprometer a construção de sentidos do texto
Dicas de redação: Como construir o período?
Como construir o período? Confira nossas dicas de redação e fique por dentro do tema!
Na síntese, separamos as ideias mais importantes das demais.
Síntese
Você sabe o que é síntese? Clique aqui para entender sua estrutura e características. Saiba também qual é a diferença entre síntese e resumo.
Para escrever uma boa redação, é preciso ter bastante atenção com a estrutura do parágrafo
Técnicas de redação: construindo o período
Técnicas de redação: Clique e conheça dicas simples e rápidas para construir períodos curtos e objetivos.
video icon
Sociologia
Negacionismo
Muito atual, o conceito de negacionismo permeia a história da humanidade desde que temos a capacidade de perceber o mundo de maneira racional. Veja este vídeo para saber mais sobre o assunto!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas