Whatsapp icon Whatsapp

Semaglutida

Semaglutida é uma substância que, segundo a Anvisa, tem homologia de 94% com GLP-1 humano. É utilizada no tratamento de diabetes tipo 2, sobrepeso e obesidade.
Homem aplicando injeção de semaglutida na região da barriga.
A semaglutida pode ser usada no tratamento da obesidade.

Semaglutida é um princípio ativo encontrado em alguns medicamentos para o tratamento do diabetes tipo 2 e o controle de peso. Trata-se de uma substância agonista do receptor de GLP-1 (AR de GLP1) e que tem homologia de 94% com GLP-1 humano.

 Anteriormente, era aprovada no país apenas para o tratamento do diabetes tipo 2, entretanto, devido ao conhecimento sobre seus benefícios no combate à obesidade, já era utilizada para este fim mesmo sem que os medicamentos com esse princípio apresentassem tal informação em bula. Recentemente, no entanto, um medicamento com base em semaglutida foi aprovado pela Anvisa com a exclusiva finalidade de tratar sobrepeso e obesidade. 

Leia também: Sedentarismo — comportamento que favorece o desenvolvimento de muitas doenças

Resumo sobre semaglutida

  • Semaglutida é o princípio ativo encontrado nos medicamentos Rybelsus®, Ozempic® e Wegovy.

  • Trata-se de uma substância que, de acordo com a Anvisa, é classificada como agonista do receptor de GLP-1 (AR de GLP1) e tem homologia de 94% com GLP-1 humano.

  • O GLP-1 humano, entre outras funções, estimula a secreção de insulina, suprime a secreção de glucagon e diminui o consumo de alimentos.

  • Os medicamentos Rybelsus® e Ozempic® são aprovados no Brasil para uso no tratamento da diabetes tipo 2, entretanto, benefícios no controle do peso já eram conhecidos.

  • Recentemente a Anvisa liberou o medicamento Wegovy para ser vendido no Brasil, o qual apresenta a semaglutida como princípio ativo e é direcionado para o tratamento da obesidade.

O que é semaglutida?

Semaglutida é uma substância utilizada no tratamento do diabetes tipo 2, sobrepeso e obesidade. Trata-se da substância ativa presente nos medicamentos Rybelsus®, Ozempic® e Wegovy, o mais novo medicamento aprovado pela Anvisa.

A semaglutida é, de acordo com a Anvisa, classificada como agonista do receptor de GLP-1 (AR de GLP1) e tem homologia de 94% com GLP-1 humano. O GLP-1 humano é um hormônio que:

  • estimula a secreção da insulina;

  • suprime a secreção de glucagon;

  • melhora a sensibilidade à insulina;

  • desacelera o esvaziamento gástrico;

  • diminui o consumo de alimentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Semaglutida e diabetes tipo 2

A semaglutida é aprovada no Brasil para o tratamento da diabetes tipo 2. O medicamento chamado Ozempic®, que contém essa substância como princípio ativo, trata-se de uma solução injetável de semaglutida que pode ser utilizada por pacientes com diabetes tipo 2 não satisfatoriamente controlada, sendo que esse uso deve ser feito em conjunto com dieta e exercícios.

O medicamento Ozempic® pode ser usado sozinho ou com outros medicamentos para diabetes e atua na redução do açúcar no sangue por meio da estimulação da secreção de insulina e redução da secreção de glucagon. Não se trata de insulina e não deve ser usado por pacientes com diabetes tipo 1 e se o indivíduo apresenta cetoacidose diabética. Vale salientar também que o medicamento não deve ser usado por pessoas alérgicas à semaglutida ou outro componente do medicamento.

Dentre os efeitos colaterais de Ozempic®, podemos citar náusea, vômito, diarreia, hipoglicemia, indigestão, gastrite, refluxo ou azia, dor no abdome, inchaço do abdome, constipação, arrotos, cálculo biliar, sensação de tontura, sensação de cansaço, perda de peso, perda de apetite, gases e aumento de enzimas pancreáticas.

Pode causar, ainda, apesar de serem reações incomuns, alteração no gosto de alimentos e bebidas, pulso rápido e reações no local da injeção. No que diz respeito aos efeitos colaterais graves, podemos citar complicações da doença do olho diabético, pancreatite aguda e reações anafiláticas.

Caixa do medicamento Ozempic® em cima de uma mesa.
Ozempic® é um medicamento usado no tratamento de diabetes tipo 2 e que também apresenta benefícios no controle da obesidade.

Outro medicamento utilizado no tratamento de diabetes tipo 2 e que apresenta como substância ativa a semaglutida é o Rybelsus®. Esse medicamento tem forma de comprimido e é administrado por via oral.

Veja também: Índice de Massa Corpórea — padrão usado para calcular a obesidade de um indivíduo

Semaglutida e obesidade

Ozempic® e Rybelsus®, como mencionado, são medicamentos com o mesmo princípio ativo, a chamada semaglutida. Ambos são utilizados no tratamento de diabetes tipo 2, entretanto, também apresentam potencial para serem usados no tratamento de sobrepeso e obesidade. Alguns médicos reconhecem esse benefício e, mesmo que não previsto em bula, fazem uso desse medicamento para tal fim. Nesses casos, dizemos que o uso desses medicamentos no controle de peso é off label.

Recentemente, em janeiro de 2023, a Anvisa, aprovou um medicamento injetável com o objetivo exclusivo de tratar o sobrepeso e a obesidade, o Wegovy. O medicamento também tem como princípio ativo a semaglutida, e, segundo a Anvisa,

[…] é indicado como um adjuvante a uma dieta hipocalórica e exercício físico aumentado para controle de peso, incluindo perda e manutenção de peso, em adultos com Índice de Massa Corporal (IMC) inicial de: • ≥ 30 kg/m2 (obesidade), ou • ≥ 27 kg/m2 a < 30 kg/m2 (sobrepeso) na presença de, pelo menos, uma comorbidade relacionada ao peso, por exemplo, disglicemia (pré-diabetes ou diabetes mellitus tipo 2), hipertensão, dislipidemia, apneia obstrutiva do sono ou doença cardiovascular.   

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Diabetes do tipo 1
Clique aqui e saiba mais sobre as causas, sintomas e tratamento do diabetes do tipo 1.
Diabetes tipo 2
Saiba mais sobre as causas, os sintomas e o tratamento da diabetes tipo 2.
Insulina
Amplie seus conhecimentos sobre a insulina, hormônio produzido em nosso corpo. Neste texto explicaremos o que é a insulina, onde ela é produzida, sua função e sua diferença em relação ao glucagon. Abordaremos ainda um pouco a respeito do diabetes mellitus e os tipos de insulina utilizados no tratamento dessa doença.
Obesidade
A obesidade atinge cerca de 18 milhões de pessoas no Brasil. Clique aqui e aprenda mais sobre as causas e consequências desse problema de saúde.
Tipos de diabetes
Existem três tipos de diabetes: a diabetes tipo 1, diabetes tipo 2 e a diabetes gestacional, clique aqui e conheça mais sobre elas.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!