Whatsapp icon Whatsapp

Obesidade

Obesidade é uma doença crônica, a qual se caracteriza pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. É considerada fator de risco para uma série de outros problemas, como doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo câncer. Uma dieta desbalanceada e o sedentarismo estão relacionados com o desenvolvimento dessa doença.

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o Brasil apresenta cerca de 18 milhões de pessoas obesas, e, somando-se o total de indivíduos acima do peso, o montante chega a 70 milhões, sendo esse valor o dobro do que foi observado há três décadas.

Leia também: 5 problemas de saúde que mais matam no mundo

O que é obesidade?

A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo, sendo fator de risco para desenvolvimento de outros problemas, como hipertensão e diabetes tipo 2. A obesidade trata-se, portanto, de uma doença, mas também é um fator de risco para outras. Na maioria dos casos, ela ocorre pelo desbalanço energético, ou seja, uma pessoa consome mais energia do que ela gasta em seu dia a dia. Esse desbalanço promove o ganho de peso.

Causas da obesidade

A obesidade está relacionada, entre outros fatores, com o estilo de vida sedentário da sociedade moderna.
A obesidade está relacionada, entre outros fatores, com o estilo de vida sedentário da sociedade moderna.

A obesidade é uma doença crônica bastante complexa, desencadeada por uma série de fatores, sendo, portanto, multifatorial. Entre suas causas, estão os fatores genéticos, disfunções endócrinas e o estilo de vida, o qual inclui a alimentação desbalanceada e a falta de atividades físicas.

Esses últimos fatores estão relacionados diretamente com o modo de vida da sociedade moderna, o qual nos submete a uma rotina pesada, que faz com que muitas famílias optem por refeições rápidas, muitas vezes ricas em calorias e pobres em outros nutrientes. Além disso, nossa sociedade se tornou mais sedentária, sendo comum, por exemplo, as crianças passarem horas em frente a computadores, videogames e televisão, praticando pouca ou nenhuma atividade física.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Obesidade e IMC

O IMC (índice de massa corporal) é um dos métodos conhecidos para determinar o peso ideal de um indivíduo, sendo o parâmetro mais utilizado para diagnosticar a obesidade em adultos. Sua ampla utilização está relacionada com o fato de que se trata de um cálculo simples, não é um método invasivo e possui baixo custo.

O IMC é obtido por meio da relação entre peso corporal (kg) e estatura (m) elevada ao quadrado. O índice é considerado normal quando o resultado está entre 18,5 kg/m2 e 24,9 kg/m2. São considerados obesos os indivíduos que possuem o IMC num valor igual ou superior a 30 kg/m2.

Veja, a seguir, os valores de referência para o IMC:

Valores de referência

IMC

Diagnóstico

menor que 18,5

baixo peso

entre 18,5 e 24,9

intervalo normal

entre 25 e 29,9

sobrepeso

entre 30 e 34,9

obesidade classe I

entre 35 e 39,9

obesidade classe II

maior que 40

obesidade classe III

 

Podemos dividir a obesidade em três graus, utilizando como critério o IMC:

  • Obesidade leve (classe 1 - IMC 30-34,9 kg/m2)
  • Obesidade moderada (classe 2 - IMC 35-39,9 kg/m2)
  • Obesidade grave ou mórbida (classe 3 - IMC ≥ 40 kg/m2)

Apesar de o IMC apresentar-se como uma das principais formas de determinar a obesidade, esse índice não deve ser analisado isoladamente. Uma pessoa com músculos desenvolvidos, por exemplo, pode apresentar um IMC muito alto, entretanto, isso não indica a obesidade e tampouco que essa pessoa tem problemas de saúde. Sendo assim, o médico, para a confirmação do diagnóstico, avaliará também outros fatores.

Você sabia que, no Brasil, celebra-se o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade? A Lei nº 11.721, de 23 de junho de 2008, instituiu a data e determinou que ela deve ser celebrada anualmente no dia 11 de outubro. O objetivo desse dia é conscientizar a população a respeito da prevenção dessa doença crônica, a qual pode, até mesmo, levar à morte.

Riscos da obesidade

A obesidade é fator de risco para o desenvolvimento de uma série de problemas graves. A pessoa obesa apresenta chances maiores de desenvolver, por exemplo, hipertensão, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, artrose, artrite, refluxo esofágico e câncer de intestino. Não podemos deixar de citar também os problemas psicológicos acarretados pela doença, sendo comuns o desenvolvimento de depressão e uma queda acentuada na autoestima.

Leia também: Setembro Amarelo e a prevenção do suicídio

Tratamento da obesidade

A prática de atividade física traz grande melhora na qualidade de vida, ajudando a prevenir e também a tratar a obesidade.
A prática de atividade física traz grande melhora na qualidade de vida, ajudando a prevenir e também a tratar a obesidade.

O tratamento da obesidade é individualizado e só pode ser estabelecido por um médico. Ele pode envolver medicamentos, cirurgia e adoção de hábitos de vida mais saudáveis, com uma melhoria na dieta e a prática de atividades físicas. Apesar dos benefícios da atividade física serem bastante conhecidos, antes de iniciar qualquer prática, o indivíduo deve consultar um médico para que este avalie qual a melhor atividade a ser praticada.

O mesmo vale para a alimentação. Dietas restritivas podem ser prejudiciais, portanto, é importante que um nutricionista seja consultado antes de iniciá-las. Além de o nutricionista indicar uma dieta que garantirá que o indivíduo receba todos os nutrientes necessários para o funcionamento do corpo, esse profissional é capaz de criar uma rotina de alimentação mais fácil de ser aderida pelo paciente.

Leia mais: Riscos do excesso de sal nos alimentos

Prevenção da obesidade

A obesidade, apesar de ter diversas causas, pode ser prevenida com uma alimentação adequada e a realização de atividades físicas. No que diz respeito à alimentação, o indivíduo deve ter em mente a necessidade de ingerir vegetais, como frutas e legumes. Além disso, é importante reduzir o consumo de gorduras e açúcares. A prática de atividades físicas também deve ser adotada, sendo importante conversar com um médico para que ele avalie a melhor atividade a ser praticada.

É importante também que as pessoas adotem um hábito de vida mais ativo, como procurar percorrer pequenas distâncias a pé, em vez de utilizar o carro, e dar preferência às escadas no lugar do elevador. Medidas simples adotadas no dia a dia podem prevenir doenças e melhorar nossa a qualidade de vida. Comece hoje mesmo a mudar os seus hábitos.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Alimentação
Entenda o que é alimentação e como ter uma alimentação saudável. Conheça ainda a alimentação vegetariana e vegana, além de ver alguns transtornos alimentares.
Alimentação saudável
Você sabe como ter uma alimentação saudável? Neste texto, traremos algumas dicas sobre alimentação saudável e citaremos alguns erros quando o assunto é alimentação.
Artrite
Artrite, o que é artrite, as artrites que mais se manifestam, a artrite reumatóide, a ossteoartrite, o tratamento para a artrite, tipos de artrite.
Artrose
Clique e confira o que é artrose e qual é o seu tratamento.
Cirurgia da Obesidade
Cirurgia da Obesidade, obesidade mórbida, quando é necessária a cirurgia da obesidade, como é feita a cirurgia da obesidade, riscos da cirurgia da obesidade, Gastroplastia redutora para perda de peso.
Diabetes mellitus
Aprenda um pouco sobre o diabetes mellitus, uma doença que pode ser bastante grave e gerar complicações se não tiver o acompanhamento adequado.
Diabetes tipo 2
Saiba mais sobre as causas, os sintomas e o tratamento da diabetes tipo 2.
Dor de cabeça do sorvete
Saiba o motivo da dor de cabeça que sentimos quando ingerimos sorvetes ou líquidos gelados.
Hipertensão (pressão alta)
Você sabe o que é hipertensão? Clique aqui e compreenda melhor esse problema de saúde que pode levar até mesmo à morte.
Infecção, infestação e inflamação
Saiba no que consiste e as diferenças entre infecção, infestação e inflamação.
Obesidade infantil
Você sabia que a obesidade infantil pode ter consequências graves? Clique aqui e entenda o que é esse problema que tem afetado várias crianças no mundo.
Varicocele
A varicocele é um quadro caracterizado pela dilatação excessiva das veias que fazem parte do cordão testicular e que drenam o sangue dessa região. A varicocele é tratável.
video icon
Escrito"A representação indígena na literatura brasileira" próximo à imagem de um índigena com cocar virado de costas.
Português
A representação indígena na literatura brasileira
A figura do indígena sempre esteve presente na literatura brasileira. Mas de que forma essa cultura foi representada? Quais são as implicações dessas imagens na construção do imaginário e da identidade cultural do povo brasileiro?