Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Sexualidade
  3. Ciclo menstrual

Ciclo menstrual

Ciclo menstrual diz respeito às mudanças mensais que ocorrem no útero. Ele é chamado também de ciclo uterino e apresenta relação direta com o ciclo ovariano, que ocorre nos ovários. A seguir compreenderemos menor o que são os ciclos menstruais, como eles acontecem e suas diferentes fases.

Saiba mais: Coletor menstrual – produto reutilizável e que substitui o absorvente

O que é ciclo menstrual?

O ciclo menstrual é um conjunto de modificações que ocorrem no endométrio e que apresentam uma duração média de 28 dias.

Esse ciclo é consequência de eventos importantes que ocorrem no ovário, e, portanto, quando a mulher deixa de apresentá-lo, significa que ela não é mais fértil, uma vez que o ciclo ovariano também foi interrompido.

Em média as mulheres apresentam o início dos seus ciclos menstruais por volta dos 12 anos de idade, sendo eles interrompidos, normalmente, após os 45 anos.

O ciclo menstrual apresenta uma duração média de 28 dias, porém esse período pode variar.
O ciclo menstrual apresenta uma duração média de 28 dias, porém esse período pode variar.

O primeiro dia de um ciclo menstrual é o dia da menstruação. No primeiro ciclo menstrual, temos a menarca, que é a primeira menstruação da mulher.

O ciclo menstrual estende-se até o dia anterior à próxima menstruação, sendo observada, nesse período, uma série de modificações na parede do útero.

A menstruação pode ser definida, de maneira simplificada, como o descamamento do endométrio (parede interna do útero) e a liberação de sangue contendo pequenos fragmentos dessa parede.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fases do ciclo menstrual

O ciclo menstrual, como vimos, apresenta, em média, 28 dias, sendo possível observar uma variação que vai de 20 dias a 40 dias. Várias modificações ocorrem nesse período em consequência da ação de vários hormônios, e é comum a divisão do ciclo menstrual em fases.

A seguir falaremos sobre as três fases do ciclo menstrual e suas principais características.

  • Fase proliferativa, folicular ou estrogênica

Logo após a menstruação, que nada mais é do que o descamamento do endométrio, a mucosa uterina apresenta-se bastante fina. Na fase proliferativa, como o nome sugere, observa-se a proliferação celular e a reconstituição do endométrio perdido. No inicio dessa etapa, o endométrio apresenta cerca de 0,5 mm de espessura e, ao final, de 2 mm a 3 mm.

Essa proliferação é estimulada pela ação do estrogênio, que começa a ser produzido por folículos ovarianos que estão se desenvolvendo no ovário da mulher. Como salientamos no inicio deste texto, o ciclo menstrual apresenta relação direta com o ciclo ovariano, e, nesse momento, o útero está sendo preparado para um importante evento: a ovulação.

Observe que o ciclo menstrual apresenta relação direta com o ciclo ovariano.
Observe que o ciclo menstrual apresenta relação direta com o ciclo ovariano.
  • Fase secretória ou lútea

Inicia-se após a ovulação, ou seja, após a liberação do ovócito pelo ovário. É quando ocorre a formação do chamado corpo lúteo — responsável pela produção de estrogênio e, principalmente, de progesterona.

Esses hormônios garatem a manutenção do endométrio, além do desenvolvimento dessa camada, promovendo o alargamento das artérias e crescimento das glândulas ali presentes. Estas estão relacionadas com a liberação de uma importante secreção que garante a sobrevivência do embrião antes mesmo de sua implantação.

A espessura máxima do endométrio é alcançada nessa fase. Essa espessura é atingida, entre outros fatores, devido ao crescimento da mucosa e ao acumulo de secreção. É na fase secretora que o embrião, caso tenha ocorrido fecundação, adere-se ao útero.

Leia também: TPM (Tensão Pré-Menstrual) – cheque aqui dúvidas mais comuns sobre o assunto!

  • Fase menstrual

Quando a fecundação e a nidação (implantação do embrião no útero) não ocorrem, verificamos o início da fase menstrual. Essa fase ocorre devido ao fim do funcionamento do corpo lúteo pela sua desintegração, levando a uma redução dos níveis dos hormônios no corpo da mulher, em especial a progesterona.

Na fase menstrual do ciclo, verifica-se a constrição das artérias do endométrio, provocando um bloqueio do fluxo de sangue. Essa redução do fluxo sanguíneo leva a uma consequente morte das paredes da artéria e das áreas do endométrio por elas irrigadas.

As artérias rompem-se e há sangramento, o qual é acompanhado pela camada funcional do endométrio, que se separa da mucosa e irá compor o fluído menstrual. Esse evento ocorre cerca de 14 dias após a ovulação e geralmente dura poucos dias.

Acesse também: Cólica menstrual – como é, classificação e tratamento

A menopausa

Ocorre, normalmente, após os 45 anos de idade e caracteriza-se pelo fim da ovulação e da menstruação. Isso significa que a mulher, nesse momento, não é mais capaz de gerar filhos, sendo o fim de sua fase reprodutiva.

De acordo com o Ministério da Saúde, a menopausa corresponde ao último ciclo menstrual, o qual será reconhecido apenas passados 12 meses de sua ocorrência.

Antes desse evento, é comum a ocorrência de uma série de sintomas pouco agradáveis, uma fase conhecida como climatério. Dentre os principais sintomas dessa última fase, podemos citar as ondas de calor e menor lubrificação vaginal.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados