Anfíbios

Os anfíbios recebem esse nome pelo fato da maioria de suas espécies passarem uma fase da vida na água e outra fase na terra (anfo=duas; bio=vida). Esses animais, embora com particularidades típicas de cada grupo, possuem em comum a pele permeável e úmida, sem pêlos ou escamas externas. Esta, além de ser o principal local de troca de gases respiratórios, possui algumas glândulas que podem ser úteis à reprodução, outras, que mantém a pele úmida e, ainda, há aquelas que auxiliam na defesa contra predadores.

Água e gases atravessam a pele destes animais de forma facilitada devido às suas características que permitem, também, o transporte de sódio e eliminação de uréia por esta via.

Todos os anfíbios atuais são carnívoros e o tamanho da cabeça é fator determinante e limitante quanto ao tamanho da presa.

Os Lissamphibia - como também são chamados - são representados pelas linhagens Anura (sapos, rãs e pererecas), Urodela (salamandras) e Gymnophiona (cecílias). Quatro patas bem desenvolvidas é uma característica pertencente à maioria dos indivíduos, embora as cecílias sejam ápodas, com cauda curta. Quanto a isso, as salamandras apresentam longas caudas e os anuros não as possuem.

A variedade de modos de reprodução e cuidado parental são, também, características notáveis nestes indivíduos cuja maioria põe ovos, que podem ser depositados no solo ou n’água e dão origem a indivíduos que podem ter desenvolvimento direto ou indireto. Neste, o estágio larval aquático é denominado girino.

Ovos também podem ser carregados no dorso, em sacos vocais ou até mesmo no estômago. O canto de anúncio, utilizado em rituais pré-nupciais, é característica peculiar dos anfíbios anuros.
 
Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Anfíbios anuros da família Bufonidae. Fotografia: Fabrício H. Oda.
Anfíbios anuros da família Bufonidae. Fotografia: Fabrício H. Oda.
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Sabemos que o nome anfíbio é derivado do grego e significa duas vidas. Marque a alternativa que indica corretamente o motivo pelo qual receberam esse nome.

a) Os anfíbios apresentam esse nome em virtude da presença de uma fase larval e uma fase adulta.

b) Os anfíbios apresentam esse nome porque apresentam uma fase larval aquática e uma forma adulta terrestre.

c) Os anfíbios possuem esse nome pelo fato de serem capazes de se reproduzirem apenas duas vezes.

d) Os anfíbios recebem esse nome em razão da capacidade de alguns mudarem de sexo quando não há o sexo oposto para a reprodução.

Questão 2

Os anfíbios podem ser divididos em anuros, urodelos e gimnofionos. Os anuros são aqueles que possuem patas, entretanto não apresentam cauda. Entre seus representantes, podemos citar:

a) Sapos, rãs e salamandras.

b) Salamandras, tritões e cecílias.

c) Cobras-cegas, sapos e pererecas.

d) Salamandra, cobras-cegas e tritões.

e) Sapos, pererecas e rãs.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Durante o desenvolvimento do anuro, parte do ciclo de vida ocorre na água
Metamorfose em anfíbios
Compreenda como ocorre a metamorfose em anfíbios e aprenda as diferenças entre a fase larval e a fase adulta desse grupo.
Os corações dos animais apresentam diversas diferenças, como o número de câmeras.
Coração dos vertebrados
Aprenda as principais diferenças existentes em relação ao coração dos vertebrados de cada grupo.
A salamandra é um animal do grupo dos anfíbios.
Salamandra
Descubra mais sobre a salamandra, um animal encontrado principalmente no hemisfério Norte, mas que também possui representantes no Sul, inclusive no Brasil.
Esquema da circulação dupla e completa nas aves
Sistema circulatório das aves
As aves são animais que apresentam circulação dupla e completa, veja aqui como ocorre o sistema circulatório das aves.
A piramboia é um peixe pulmonado encontrado na Amazônia e Mato Grosso
Peixes pulmonados
Saiba mais sobre as particularidades únicas que envolvem os peixes pulmonados.