Whatsapp icon Whatsapp

Vertebrados

Vertebrados são animais que apresentam coluna vertebral e crânio. Peixes-bruxa, lampreias, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos são alguns grupos de vertebrados.
A preguiça é um vertebrado do grupo dos mamíferos.
A preguiça é um vertebrado do grupo dos mamíferos.

Vertebrados são animais que possuem coluna vertebral e crânio. São seres extremamente diversificados, variando em tamanho, forma de alimentação, habitat e tipo de reprodução. Apesar de os invertebrados serem mais numerosos que os vertebrados, estes são, sem dúvida, os mais lembrados quando falamos em animais.

Todos os animais vertebrados podem ser classificados em três grupos: Myxiniformes, Petromyzontiformes e Gnathostomata. No primeiro grupo, há os chamados peixes-bruxa ou feiticeiras. Já no grupo Petromyzontiformes, há os animais popularmente conhecidos como lampreias. Por fim, no grupo dos Gnathostomata, há peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

Saiba mais: Animais onívoros — os animais que podem se alimentar de plantas e de outros animais

Resumo sobre os vertebrados

  • Vertebrados são animais cordados que apresentam coluna vertebral e crânio.

  • Os cordados compartilham quatro características básicas: a presença de notocorda, cordão nervoso dorsal oco, fendas faringianas e cauda muscular pós-anal.

  • Todos os vertebrados podem ser classificados em três grupos:

    • peixes-bruxa fazem parte do grupo Myxiniformes;

    • lampreias fazem parte do grupo Petromyzontiformes;

    • peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos fazem parte do grupo Gnathostomata.

  • Os animais invertebrados diferem-se dos vertebrados por não possuírem coluna vertebral e crânio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cordados e a relação com os vertebrados

Para compreendermos melhor o que são animais vertebrados, primeiramente devemos conhecer o filo dos cordados. Os cordados (filo Chordata) são animais que possuem simetria bilateral e compartilham quatro características básicas, as quais apesar de serem observadas em todos os cordados, em algumas espécies estão presentes apenas durante o desenvolvimento embrionário.

  • Notocorda

A notocorda é uma das características mais marcantes quando falamos sobre um cordado. Ela se caracteriza por ser uma haste flexível localizada entre o tubo digestório e o cordão nervoso. Em vertebrados, o esqueleto se desenvolve ao redor da notocorda, e o adulto retém apenas vestígios dessa estrutura embrionária.

  • Cordão nervoso dorsal oco

O cordão nervoso dorsal oco, outra característica presente em um cordado, se desenvolve e dá origem ao sistema nervoso central desses animais.

  • Fendas faringianas

Em todos os cordados, ao longo da superfície externa da faringe, observam-se arcos separados por sulcos. Na maioria dos cordados, os sulcos se desenvolvem em fendas, chamadas de fendas faringianas. As fendas garantem que a água entre na boca e saia do corpo sem passar pelo trato digestório.

Nos vertebrados, com exceção dos tetrápodes (vertebrados com quatro membros), fendas e arcos faringianos formam as brânquias. Nos tetrápodes, os arcos faringianos que circundam os sulcos formam partes da orelha e outras estruturas presentes na região do pescoço e cabeça.

  • Cauda muscular pós-anal

Por fim, há a cauda muscular pós-anal, uma cauda que se estende após o ânus. Em muitas espécies, ela é bastante reduzida durante o desenvolvimento embrionário.

→ Videoaula sobre os cordados

O que são os vertebrados?

Os vertebrados são animais que fazem parte do grupo dos cordados, podendo ser definidos como animais cordados que apresentam coluna vertebral e crânio. Tanto o crânio quanto a coluna vertebral são estruturas importantes para a proteção do sistema nervoso dos vertebrados, o qual é muito complexo quando comparado ao de outros grupos animais.

Todos os vertebrados podem ser classificados em três categorias:

  • No grupo dos Myxiniformes estão os animais conhecidos como feiticeiras, ou peixes-bruxa, vertebrados sem mandíbulas que têm crânio formado por cartilagem e vértebras altamente reduzidas.

  • No grupo dos Petromyzontiformes estão os animais conhecidos como lampreias. Assim como peixes-bruxa, destacam-se por serem vertebrados sem mandíbulas.

  • No grupo dos Gnathostomata está o maior número de vertebrados, que se destacam por apresentarem mandíbulas. Peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos fazem parte desse grupo.

Leia também: Baleia-azul — o maior animal vertebrado do mundo

Grupos de vertebrados

Vamos conhecer, a seguir, algumas características das principais categorias de vertebrados.

  • Agnatha

Agnatha são os vertebrados que não possuem mandíbula.

 ▝ Peixes-bruxa

Uma pessoa segurando um peixe-bruxa.
Os peixes-bruxa não possuem mandíbula.

Peixes-bruxa são vertebrados sem mandíbula que fazem parte do grupo Myxiniformes. Junto das lampreias, formam o grupo dos Agnatha. Eles possuem crânio formado por cartilagem e vértebras reduzidas.

São animais marinhos e nadam de forma similar a uma serpente. A maioria das espécies é necrófaga e se alimenta de peixes mortos ou doentes e vermes. A boca desses animais apresenta formações semelhantes a dentes que são feitas de queratina.

 ▝ Lampreias

Parasita lampreia em um aquário.
A maioria das lampreias é parasita.

Assim como os peixes-bruxa, as lampreias são animais que não possuem mandíbula. O esqueleto desses animais é formado por cartilagem. A maioria das espécies de lampreias é parasita e se alimenta aderindo sua boca e língua à superfície de peixes, retirando sangue e tecidos de seus hospedeiros. Podem ser encontradas em ambientes de água doce e também de água salgada.

Aprenda também: Como é o coração dos vertebrados?

  • Gnathostomata

Gnathostomata são os vertebrados que possuem mandíbula.

 ▝ Peixes

Vários peixes em um aquário.
Peixes são animais adaptados a viver em ambiente aquático.

Peixes são animais que vivem em ambiente aquático e se destacam por serem extremamente diversificados e adaptados à vida na água. Algumas características observadas nesse grupo são a respiração branquial, presença de nadadeiras e corpo hidrodinâmico. São animais ectotérmicos, ou seja, não apresentam a capacidade de manter a temperatura do corpo constante utilizando mecanismos fisiológicos.

Podem ser classificados em dois grandes grupos: condrictes e osteíctes. Os condrictes são os chamados peixes cartilaginosos, que possuem esqueleto composto predominantemente de cartilagem. Raias e tubarões são peixes cartilaginosos. Os osteíctes, também conhecidos como peixes ósseos, têm endoesqueleto ossificado. Bagre e carpa são exemplos de peixes ósseos.

 ▝ Anfíbios

Rã apoiada em um caule.
Anfíbios são altamente dependentes do ambiente aquático.

Os anfíbios são animais que apresentam como característica mais marcante o fato de algumas espécies apresentarem vida dupla, isto é, um estágio de vida aquático e outro estágio terrestre. São ectotérmicos, e a maioria deles vive em hábitats úmidos. Esses animais, de maneira geral, precisam manter sua pele úmida, de modo a garantir a troca gasosa com o ambiente (respiração cutânea).

Podemos classificar os anfíbios em três grupos básicos: Anura, Urodela e Gymnophiona. Sapos, rãs e pererecas são anfíbios anuros. As salamandras são urodelos. Já as cecílias são do grupo Gymnophiona, também conhecido como Apoda.

 ▝ Répteis

 Tartaruga-marinha nadando no oceano em Maui, Havaí.
As tartarugas são répteis que apresentam uma carapaça.

Répteis são vertebrados que conquistaram de forma definitiva o ambiente terrestre evolutivamente. São animais que apresentam epiderme grossa com escamas e/ou osteodermas (depósitos ósseos) que ajudam a evitar a desidratação. Além disso, grande parte dos répteis bota ovos, os quais têm uma casca grossa que impede o dessecamento do embrião.

Assim como anfíbios e peixes, os répteis são ectotérmicos. Eles podem ser classificados em quatro grupos: Testudines (tartarugas, cágados e jabutis), Crocodylia (crocodilos e jacarés), Squamata (lagartos e serpentes) e Rhynchocephalia (tuatara).

 ▝ Aves

Tucano-de-bico-vermelho em um galho.
Aves são animais que apresentam o corpo repleto de penas. Algumas delas têm plumagem colorida, que chama a atenção de traficantes de animais.

As aves são vertebrados que têm o corpo recoberto por penas. Esses animais apresentam adaptações ao voo, como a presença de asas, penas, grandes músculos peitorais e ausência de bexiga urinária e dentes.

Apesar de bastante conhecidas pela sua capacidade de voo, nem todas as aves são capazes de voar, sendo esse o caso da avestruz e do pinguim. São animais endotérmicos, ou seja, regulam a temperatura de seu corpo utilizando seu próprio metabolismo.

 ▝ Mamíferos

 Ornitorrinco em lago da Austrália.
Os ornitorrincos são mamíferos que botam ovos.

Os mamíferos são animais com pelos e glândulas mamárias em seu corpo. As glândulas mamárias produzem leite, o qual é fornecido para o filhote no início de seu desenvolvimento. Os pelos, por sua vez, estão relacionados com a manutenção da temperatura. Mamíferos, assim como as aves, são animais endotérmicos.

Podem ser classificados em três grupos: monotremados (equidnas e ornitorrincos), marsupiais (cangurus, coalas e gambás) e placentários (cachorros, gatos, cavalos, bois, macacos e seres humanos).

Veja também: Elefante — o mamífero que possui o período de gestação mais longo do mundo

Diferença entre vertebrados e invertebrados

Diferentemente dos animais vertebrados, animais invertebrados não possuem coluna vertebral nem crânio. Devido a essa característica, muitos de seus representantes apresentam corpo mole, como é o caso de nematódeos, cnidários e moluscos. Assim como os vertebrados, os invertebrados apresentam grande variação no que diz respeito à sua alimentação, habitat, formato, tamanho e reprodução.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

As aves possuem várias adaptações adquiridas ao longo de sua evolução
Adaptações das aves para o voo
Saiba mais sobre as adaptações adquiridas pelas aves para o voo.
Para viver no ambiente aquático, os peixes contam com várias importantes adaptações
Adaptações dos peixes à vida aquática
Conheça as principais adaptações dos peixes à vida aquática e entenda por que esses animais sobrevivem tão bem nesse ambiente.
Lampreia: um vertebrado que não possui vértebra
Agnatos
Sobre estes vertebrados que não possuem vértebras (nem mandíbula) e são dotados de endoesqueleto cartilaginoso, que preenche seus corpos cilíndricos. Habitam ambientes aquáticos.
Sapos, rãs, pererecas e salamandras são exemplos de anfíbios.
Anfíbios
Vamos aprofundar os nossos conhecimentos sobre os anfíbios? Clique aqui e saiba mais sobre esse importante grupo de vertebrados.
A origem das aves e características adaptadas ao vôo.
Classe aves
Aves, Organismos vertebrados, Espécies identificadas, Vôo, Conformação aerodinâmica, Locomoção, Penas, Queratinização, Temperatura corporal, Homeotérmicos, Sistema orgânico, Ancestral biológico, Registro fossilífero.
Dragão-de-komodo com sua língua bifurcada para fora em um ambiente de vegetação.
Dragão-de-komodo
Você conhece o dragão-de-komodo? Neste texto, exploraremos as características e o comportamento desse animal observado apenas na Indonésia.
O filo dos cordados é bastante diversificado.
Filo Chordata
Grupo de animais cuja maioria possui endoesqueleto e sistema circulatófico com coração ventral.
Lampreias utilizam sua boca áspera e língua repleta de dentes de queratina para penetrar no epitélio superficial da presa.
Lampreia
Você sabe o que é uma lampreia? Neste texto exploraremos melhor as características desse animal bem como sua alimentação e reprodução.
Os mamíferos têm capacidade de inteligência, memória e aprendizado maior que a dos outros vertebrados
Mamíferos
Clique aqui e veja quais são as principais características dos mamíferos.
Ordem Squamata
Conheça mais sobre a ordem Squamata, a ordem que abrange a maioria dos répteis.
Os peixes são animais exclusivamente aquáticos que apresentam respiração branquial
Peixes
Aprenda mais sobre as características gerais dos peixes, um grupo de vertebrados exclusivamente aquático.
Medusa.
Reino Animalia
Como é formado o Reino Animalia e como surgiu os animais.
Tuatara: representante da Ordem Rhyncocephalia, encontrado somente na Nova Zelândia.
Répteis
Grupo que abriga animais de origens evolutivas diferenciadas.
Esquema da circulação dupla e completa nas aves
Sistema circulatório das aves
As aves são animais que apresentam circulação dupla e completa, veja aqui como ocorre o sistema circulatório das aves.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas