Colônia

A colônia é uma relação ecológica em que organismos de uma mesma espécie estão unidos fisicamente, formando uma unidade estrutural e funcional. Os indivíduos de uma colônia não podem ser separados, uma vez que essa separação pode desencadear a morte de toda a colônia.

Podemos citar diversos exemplos de colônias, sendo algumas fixas e outras móveis. Como exemplo de uma colônia com capacidade de movimentação, podemos citar a caravela-portuguesa, enquanto os corais são exemplos de colônias fixas. Utilizando como critério a semelhança entre os indivíduos que formam uma colônia, podemos classificá-la em isomorfa ou heteromorfa.

Leia também: Inquilinismo – relação ecológica interespecífica e harmônica

Relações ecológicas

Para entendermos o que é uma colônia, precisamos compreender o que é uma relação ecológica. Denominamos de relação ecológica as diferentes interações que os seres vivos estabelecem entre si. Essas interações podem ocorrer entre indivíduos de uma mesma espécie (intraespecífica) ou entre indivíduos de espécies diferentes (interespecífica).

Algumas interações são benéficas para os envolvidos, outras, no entanto, podem causar prejuízos. As relações em que todos são beneficiados ou apenas um é beneficiado e o outro não sofre prejuízo com a interação são chamadas de harmônicas. Aquelas em que um dos envolvidos sofre algum tipo de desvantagem são denominadas de desarmônicas. Como exemplos de relações ecológicas, podemos citar:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é uma colônia?

Dá-se o nome de colônia à relação ecológica em que indivíduos de uma mesma espécie estão ligados anatomicamente e cooperando entre si, sendo cada um desses indivíduos fundamental para a sobrevivência de todos. Os indivíduos que formam uma colônia são incapazes de viver isoladamente, podendo ocorrer a morte de toda colônia caso a unidade seja dividida. Nas colônias, pode-se observar a divisão ou não de trabalho.

Os corais são exemplos de organismos cnidários que formam colônias.
Os corais são exemplos de organismos cnidários que formam colônias.

Por ser uma relação ecológica que ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie, dizemos que a colônia é uma relação ecológica intraespecífica. Como essa relação ecológica é benéfica para todos os indivíduos envolvidos, dizemos que se trata de uma relação ecológica harmônica.

Leia também: Qual a diferença entre população e comunidade na ecologia?

Tipos de colônias

As colônias podem ser classificadas em:

  • heteromorfas,
  • isomorfas.

As colônias isomorfas são aquelas que apresentam indivíduos semelhantes morfológica e fisiologicamente, como as colônias de corais e também de bactérias.

Nas colônias heteromorfas, por sua vez, observa-se que os indivíduos são morfológica e fisiologicamente diferentes, sendo cada um responsável por desempenhar uma função distinta. As caravelas-portuguesas são um exemplo clássico de colônia heteromorfa, sendo observados indivíduos realizando diferentes funções.

Nessa colônia, observa-se, por exemplo, a presença de um indivíduo que forma uma vesícula cheia de ar, que ajuda na flutuação, outros indivíduos formando os tentáculos, indivíduos que atuam formando uma espécie de estômago na colônia e aqueles responsáveis pela reprodução.

A caravela-portuguesa é um exemplo de colônia heteromorfa.
A caravela-portuguesa é um exemplo de colônia heteromorfa.

Diferença entre colônia e sociedade

Assim como a colônia, a sociedade é uma relação ecológica intraespecífica e harmônica, ou seja, ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie, sendo todos beneficiados nessa interação. Na sociedade, no entanto, observamos que os indivíduos envolvidos reúnem-se em grupos em que há uma divisão de trabalho e também um grau de hierarquia, porém não estão unidos fisicamente.

Um exemplo clássico de sociedade é aquela formada pelas abelhas, em que é possível identificar três castas:

  • rainha,
  • operárias,
  • zangões.

A rainha é a única fêmea que se reproduz na colmeia, sendo os machos, chamados de zangões, os responsáveis pela fecundação. As operárias, por sua vez, apresentam uma série de funções, como limpar a colmeia, produzir cera e coletar pólen. Percebe-se, portanto, que na sociedade, apesar de os indivíduos trabalharem de maneira cooperativa, assim como na colônia, esses são individualizados e sua separação do grupo não provoca a morte de toda a sociedade.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
O canibalismo sexual é observado, por exemplo, nos louva-a-deus
Canibalismo
Conheça mais sobre o canibalismo, uma interessante relação ecológica que ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie.
Na imagem, podemos observar uma relação de comensalismo entre as rêmoras e o tubarão
Comensalismo, uma relação ecológica interespecífica
Veja qual é a relação ecológica que ocorre entre tubarões e rêmoras.
Inquilinismo
Você conhece a relação ecológica chamada de inquilinismo? Clique aqui, compreenda melhor essa interação, e conheça alguns importantes exemplos dela.
Mutualismo
Veja o que é mutualismo e como essa relação harmônica funciona através de exemplos.
A cadeia alimentar é uma sequência linear em que um serve de alimento para o outro
O que é cadeia alimentar?
Clique aqui e veja o que é e como funciona uma cadeia alimentar.
Parasitismo
Aprenda mais sobre o parasitismo, aqui! Neste texto abordaremos o que é essa relação ecológica, conheceremos exemplos, e aprenderemos o que é parasitoide.
Consumidor primário sendo predado por um consumidor carnívoro, topo de cadeia alimentar, e sua prole.
Predatismo
Uma relação ecológica interespecífica desarmônica, manifesta pela ação predatória.
Relações ecológicas
Você sabe o que são as relações ecológicas? Descubra o que são e os tipos existentes, além de conferir uma lista com exemplos e exercícios resolvidos sobre o tema.
Na imagem, podemos ver um exemplo de protocooperação entre uma ave e um animal
Relações ecológicas interespecíficas
As relações ecológicas interespecíficas são classificadas em harmônicas e desarmônicas dependendo do tipo de relação que as espécies estabelecem entre si.
As abelhas são insetos que vivem em sociedade, um exemplo de relação ecológica intraespecífica
Relações ecológicas intraespecíficas
Saiba quais são os tipos de relações ecológicas intraespecíficas existentes e compreenda a diferença com as relações ecológicas interespecíficas.
A população de uma colméia: rainha, operárias e zangões.
Sociedade das abelhas
A população de uma colméia: rainha, operárias e zangões.
Sociedade dos cupins
Saiba mais sobre os cupins, insetos sociais que vivem no interior do solo e da madeira.