Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Doença de Kawasaki

Doença de Kawasaki

A doença de Kawasaki é um tipo de vasculite, ou seja, uma enfermidade que provoca a inflamação da parede dos vasos sanguíneos. Ocorre principalmente em crianças, porém também há relatos de adultos acometidos. Pode afetar diferentes órgãos, sendo preocupante quando atinge o coração. O diagnóstico é feito basicamente pela análise dos sintomas do paciente e, após o diagnóstico, deve-se iniciar imediatamente o tratamento, a fim de se evitar sequelas graves.

Leia também: Diferenças entre artérias, veias e capilares

O que é a doença de Kawasaki?

A doença de Kawasaki é um tipo de vasculite que se caracteriza por ser aguda e multissistêmica. Denominamos de vasculite as doenças que provocam inflamação na parede dos vasos sanguíneos. Na doença de Kawasaki, os vasos acometidos são os de médio e pequeno calibre. Diferentes órgãos podem ser afetados nesse processo, sendo o comprometimento cardíaco o mais preocupante, por poder desencadear aneurismas coronarianos, que podem evoluir para infarto e morte súbita.

A doença de Kawasaki é um tipo de vasculite que pode afetar várias partes do corpo e provocar diferentes sintomas.
A doença de Kawasaki é um tipo de vasculite que pode afetar várias partes do corpo e provocar diferentes sintomas.

A doença, que foi descrita por Tomisaku Kawasaki em 1967, afeta principalmente crianças com idade inferior a 5 anos, sendo esse grupo responsável por 85% dos casos. Vale destacar que ela é pouco frequente em pacientes com menos de 6 meses de idade. Além disso, é observada uma maior prevalência em japoneses e em descendentes de japoneses, bem como há um discreto predomínio no sexo masculino.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que causa a doença de Kawasaki?

A causa da doença de Kawasaki é, até o momento, pouco conhecida. Atualmente, considera-se que ela é desencadeada por uma resposta imunológica a um processo infeccioso ou a agentes ambientais em indivíduos suscetíveis geneticamente. Uma teoria de 2005 sugeria que a doença poderia estar relacionada com a infecção por um tipo de coronavírus. Essa teoria surgiu após a avaliação de 11 pacientes em que 8 apresentavam o vírus em secreções respiratórias.

Estudos posteriores, no entanto, analisaram mais casos e observaram que não havia significância estatística com relação à infecção pelo coronavírus. Apesar de existir vários registros da doença em associação com diferentes agentes, até o momento não se tem nenhum agente causal identificado.

Recentemente algumas crianças que contraíram o novo coronavírus (SARS-CoV-2) desenvolveram sintomas similares aos da doença de Kawasaki semanas após a infecção. Essas crianças apresentam sintomas inflamatórios, que são considerados uma resposta tardia do sistema imune.

Leia também: COVID-19 – a doença que causou uma das maiores crise de saúde da história recente

Quais são os sintomas da doença de Kawasaki?

Veja no quadro a seguir alguns sintomas que podem surgir em pacientes com doença de Kawasaki:

Sintomas da doença de Kawasaki

  • Febre alta (acima de 39ºC) que persiste por cinco dias ou mais;

  • Conjuntivite não purulenta;

  • Eritema (rubor da pele) e edema (inchaço causado pelo acúmulo de líquidos) nas mãos e pés;

  • Descamação periungueal (ao redor da unha);

  • Lábios eritematosos e fissurados;

  • Língua em framboesa (papilas ficam aumentadas e avermelhadas);

  • Linfonodomegalia (aumento dos gânglios linfáticos) cervical;

  • Erupções cutâneas avermelhadas.

 

É importante salientar que a doença de Kawasaki pode desencadear algumas complicações, principalmente cardíacas. Essa doença se destaca como a causa mais comum de cardiopatias adquiridas na infância.

Leia também: O que é um aneurisma?

Como é feito o diagnóstico da doença de Kawasaki?

A descamação periungueal é um dos sintomas observados na doença de Kawasaki.
A descamação periungueal é um dos sintomas observados na doença de Kawasaki.

A doença de Kawasaki é diagnosticada principalmente por meio da análise dos sintomas do paciente, como febre abrupta que não cessa facilmente com medicamentos e que permanece por vários dias, erupções na pele etc. Exames complementares podem ser realizados a fim de se confirmar o diagnóstico, entretanto é importante destacar que não existem marcadores laboratoriais específicos para diagnosticar a doença de Kawasaki.

Quais são os tratamentos disponíveis para a doença de Kawasaki?

O tratamento da doença de Kawasaki tem como objetivo reduzir a inflamação na parede das artérias e prevenir complicações, como o aneurisma e a trombose. O principal tratamento é a imunoglobulina intravenosa, que deve ser usada preferencialmente no início da doença. Além da imunoglobulina, anti-inflamatórios podem ser administrados.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado
Descubra as principais diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado clicando aqui! Neste texto abordaremos os principais sintomas de cada uma dessas doenças.
COVID-19
Amplie seus conhecimentos a respeito da COVID-19 conhecendo mais a respeito dos seus sintomas, formas de transmissão, tratamento e prevenção.
Coronavírus
Entenda o que são os coronavírus, conheça quais sintomas eles provocam e saiba mais sobre as síndromes respiratórias graves desencadeadas por eles.
Artérias
Clique aqui para saber mais sobre as artérias. Veja suas características, algumas das principais artérias do corpo e sua diferença em relação às veias.
Observe o esquema dos vasos sanguíneos presentes no corpo
Diferenças entre artérias, veias e capilares
Compreenda as diferenças entre artérias, veias e capilares, vasos sanguíneos encontrados em nosso corpo que garantem o transporte do sangue.
Aneurisma
Aprenda mais sobre aneurisma, aqui! Neste texto abordaremos o que são aneurismas e seus sintomas, e conheceremos os aneurismas cerebral e da aorta abdominal.