Whatsapp icon Whatsapp

Histerese magnética

Histerese magnética é o nome dado à desmagnetização de um material que foi imantado após ser submetido a um campo magnético variável.
Na histerese magnética, um material imantado mantém sua imantação mesmo sem a presença de campos magnéticos externos
Na histerese magnética, um material imantado mantém sua imantação mesmo sem a presença de campos magnéticos externos

Histerese é a propriedade de um material ou sistema físico de manter suas propriedades mesmo sem haver continuidade dos estímulos que as provocaram. A palavra histerese deriva de um termo grego que significa retardo.

Histerese magnética

Os materiais ferromagnéticos apresentam facilidade para serem imantados, processo pelo qual são expostos a um campo magnético e tornam-se ímãs. Imagine um material ferromagnético colocado dentro de um solenoide, por onde será conduzida corrente elétrica. O fluxo de cargas pelo solenoide gera um campo magnético, que imanta o núcleo ferromagnético. A histerese magnética é percebida no comportamento dos campos magnéticos gerados pelo solenoide e pelo núcleo ferromagnético quando há diminuição na intensidade da corrente elétrica que flui pelo enrolamento de fios.

O gráfico a seguir, conhecido como laço de histerese, possui a intensidade do campo magnético gerado pelo solenoide (BS) e do campo criado pela magnetização do núcleo ferromagnético (BM).

Laço de histerese

Trecho O-a: a curva estabelecida nesse trecho indica um crescimento quase linear da magnetização do núcleo ferromagnético em comparação com o campo criado pelo solenoide. O aumento da corrente elétrica que flui pelo enrolamento de fios do solenoide cria campos magnéticos cada vez maiores, que, por sua vez, magnetizam o núcleo ferromagnético, que passa a gerar campos magnéticos também cada vez maiores.

Trecho a-b: ao diminuir a intensidade da corrente elétrica que flui pelo solenoide, o campo magnético desse elemento torna-se cada vez menor. Ao gerar tal diminuição, a intensidade do campo magnético gerada pelo núcleo ferromagnético diminui, mas o retardamento desse campo não ocorre pelo caminho inicial.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Trecho b-c: a fim de zerar o campo magnético gerado pelo núcleo ferromagnético, uma corrente de sentido oposto ao da inicial é aplicada sobre o solenoide com o objetivo de criar um campo magnético oposto ao do material ferromagnético, eliminando sua imantação.

Trecho c-d: após a anulação do campo gerado pelo núcleo ferromagnético, a corrente de sentido oposto ao da inicial continua a percorrer o solenoide. Isso magnetiza o material ferromagnético, levando ao ponto d, onde o valor do campo magnético BM é oposto ao valor antes existente no ponto a.

Trecho d-e-f-a: caso ocorra uma nova inversão no sentido da corrente do solenoide e ela seja gradativamente aumentada, o campo magnético gerado pelo enrolamento de fios fará com que o material ferromagnético retorne ao ponto inicial de magnetização.

Aplicações

A alta ou baixa histerese dos materiais determina seu uso em diferentes tecnologias. O aço temperado é utilizado na fabricação de ímãs artificiais permanentes por apresentar histerese muito alta, ou seja, o material não pode ser desmagnetizado facilmente após ser imantado. O chamado ferro doce apresenta histerese baixa, portanto, sua desmagnetização é fácil. Esse material é utilizado na composição de eletroímãs, que devem apresentar-se totalmente desmagnetizados quando são desligados.

Publicado por Joab Silas da Silva Júnior

Artigos Relacionados

Ímã em forma de ferradura
Campo magnético
Acesse e aprenda a definição de campo magnético. Descubra quais são as diferentes fontes de campo magnético, e confira exercícios resolvidos sobre o tema.
A limalha de ferro, quando colocada próxima a um ímã, é atraída por ele e se concentra em seus polos
Características dos ímãs
Os ímãs possuem a propriedade de atrair ou repelir outros ímãs. Confira!
A agulha magnética sofre deflexão quando há corrente elétrica no fio condutor
Fontes de campo magnético
Veja aqui mais sobre as principais fontes de um campo magnético: bobina chata, solenoide, condutor retilíneo e espira.
Ferro, um material ferromagnético
Por que o ímã atrai o ferro?
Por que o ímã atrai o ferro? Clique aqui e descubra a resposta!
Figura de um ímã em forma de “ferradura”.
Propriedade dos ímãs
Clique aqui e conheça quais são as principais propriedades dos ímãs!
Os imãs são constituídos por materiais ferromagnéticos
Propriedades magnéticas dos materiais
Conheça as propriedades magnéticas dos materiais.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!