Whatsapp icon Whatsapp

Ciclone extratropical

O ciclone extratropical é um evento meteorológico caracterizado pelas intensas precipitações e pelos fortes ventos. Ele está associado à ocorrência das frentes frias.
Formação de um ciclone extratropical nos Estados Unidos, em 26 de outubro de 2010.
Formação de um ciclone extratropical. [1]

O ciclone extratropical é um evento meteorológico causado pela atuação de uma massa de ar de núcleo frio que gera fortes chuvas e ventos intensos. Esse fenômeno ocorre fora da zona tropical do globo em zonas de médias e altas latitudes. O ciclone extratropical está diretamente associado à ocorrência de frentes frias. Esse evento meteorológico é muito comum no Hemisfério Norte, mas também acontece no Hemisfério Sul, inclusive no Brasil. O ciclone extratropical tem o potencial de gerar inundações, deslizamentos e prejuízos à infraestrutura local.

Leia também: Afinal, por que é tão difícil um furacão atingir o Brasil?

Resumo sobre ciclone extratropical

  • Os ciclones extratropicais são um evento meteorológico que ocorre em zonas fora da faixa tropical do globo, gerando fortes chuvas e ventos.

  • Eles são causados pela diferença de temperaturas entre massas de ar quentes e frias e estão associados à ocorrência de frentes frias.

  • Sua formação e funcionamento ocorre em zonas geográficas específicas de média e alta latitudes, como nas proximidades dos polos.

  • Seus principais efeitos estão ligados aos aspectos climáticos locais, como as volumosas precipitações.

  • Eles são oriundos especialmente de regiões próximas aos polos e atuam de forma muito intensa no Hemisfério Norte.

  • Geram consequências como os alagamentos de áreas urbanas, os deslizamentos de encostas e os prejuízos à infraestrutura.

  • Sua ocorrência é bastante comum no Brasil, especialmente na porção mais meridional do território do país.

O que é um ciclone extratropical?

O ciclone extratropical é um evento meteorológico que ocorre em regiões de média e alta latitudes e é caracterizado pela formação de precipitações intensas com fortes ventos. Esse sistema de baixa pressão está associado à ocorrência de frentes frias, logo, contribui também para a diminuição das temperaturas localmente. O nome ciclone extratropical remete à localização desse fenômeno em zonas geográficas que não estão situadas na faixa tropical do globo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as causas do ciclone extratropical?

A causa de um ciclone extratropical está ligada à ocorrência de eventos meteorológicos específicos, notadamente ligados a frentes frias, que alteram as características climáticas locais. No caso específico dos ciclones extratropicais, eles são causados pela diferença de temperaturas entre massas de ar quentes e frias, que geram perturbações atmosféricas ligadas à formação de chuvas intensas e ventos fortes. Esse cenário climático específico ocasionado por um ciclone extratropical ocorre em zonas de média e alta latitudes, logo, fora da faixa tropical do globo.

Funcionamento do ciclone extratropical

A formação e o funcionamento de um ciclone extratropical dão-se por meio da formação de uma zona de baixa pressão atmosférica comumente associada à ocorrência de frentes frias. Esse fenômeno meteorológico é formado em razão da diferença de temperaturas, em especial, entre massas de ar quentes e frias.

No caso específico dos ciclones extratropicais, a sua formação ocorre em zonas geográficas específicas de média e alta latitudes. O funcionamento de um ciclone extratropical gera ventos fortes e chuvas intensas, com tempo de duração variável, mas que possuem grande potencial de causar desastres naturais diversos em razão de danos às estruturas urbanas e rurais.

Quais são os efeitos e as consequências causadas pelo ciclone extratropical?

Danos causados por um ciclone extratropical nos Países Baixos.
Os ciclones extratropicais causam vários impactos nas estruturas urbanas. [2]

Os principais efeitos de um ciclone extratropical estão ligados aos aspectos climáticos locais, como ocorrência de elevados volumes de precipitações; registro de velocidades acentuadas dos ventos; e verificação de uma diminuição considerável das temperaturas.

No entanto, destaca-se que esses efeitos são variáveis conforme a intensidade do fenômeno, que pode ocorrer de forma menos intensa, gerando apenas chuvas fracas e baixa de temperaturas. Esse cenário variável é fruto de diferentes condicionantes atmosféricos e climáticos e, ainda, de fatores como a duração e a área de ocorrência dos ciclones extratropicais.

As consequências mais comuns dos eventos gerados por um ciclone extratropical estão ligadas ao registro de desastres naturais. Nesse tipo de fenômeno, conforme a variação de intensidade da perturbação atmosférica, ocorre comumente o registro de inundações e deslizamentos. As chuvas e os ventos fortes provocam o aumento do nível dos rios e o encharcamento dos solos.

Portanto, os ciclones extratropicais geram consequências como o alagamento de áreas urbanas, o destelhamento de casas, a destruição de estruturas urbanas, o aumento dos processos erosivos, a destruição de plantações, e, ainda, podem resultar em perdas de vidas humanas.

Diferenças entre o ciclone extratropical e o ciclone tropical

As diferenças entre o ciclone extratropical e o ciclone tropical ocorrem em razão da sua zona geográfica de atuação e das suas características climáticas. Dessa forma:

  • Ciclone extratropical: um tipo de ciclone que ocorre em zonas de média e alta latitudes, ou seja, fora da faixa tropical do globo. Esse tipo está associado à ocorrência de frentes frias, portanto, é comum o registro de baixas temperaturas na sua zona de atuação.

  • Ciclone tropical: um tipo de ciclone que ocorre especificamente na faixa tropical do globo, ou seja, em zonas de baixa e média latitudes nas proximidades dos trópicos. Esse tipo apresenta temperaturas e umidades elevadas, que geram precipitações e ventos fortes.

Ciclone extratropical no mundo

O registro de ciclones extratropicais é muito recorrente em zonas geográficas localizadas nas faixas climáticas intermediárias do globo, logo, entre as zonas tropical e polar. Esse tipo de ciclone está associado à formação de frentes frias, portanto, é oriundo especialmente de regiões próximas aos polos, atuando de forma muito intensa no Hemisfério Norte, na porção setentrional de continentes como América, Europa e Ásia. Contudo, os ciclones extratropicais também ocorrem no Hemisfério Sul, com destaque para a porção meridional da América do Sul.

Esses eventos atmosféricos em nível mundial têm o potencial de causar danos significativos em áreas habitadas, especialmente em razão do registro de desastres naturais, como inundações e deslizamentos.

Veja também: Qual é a diferença entre ciclone, tornado, furacão e tufão?

Ciclone extratropical no Brasil

Ciclone extratropical na costa do Brasil em abril de 2023.
Ciclone extratropical na costa do Brasil em abril de 2023.

A ocorrência de ciclones extratropicais é bastante comum no Brasil. Esse fenômeno meteorológico forma-se ao longo da porção sul do oceano Atlântico, especialmente na costa meridional da América do Sul, em países como Argentina e Uruguai, e, ainda, nos estados da região Sul do Brasil. Em razão da origem da sua localização, ciclones extratropicais têm o potencial de provocar mudanças significativas no tempo, especialmente nos estados brasileiros de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e em parte do território de São Paulo.

São aspectos característicos dos ciclones extratropicais o registro de volumes elevados de precipitações e a ocorrência de ventos com acentuada velocidade. No Brasil, esses eventos causam recorrentemente desastres naturais diversos na porção mais meridional do território do país, como inundações, deslizamentos e danos à infraestrutura local. O grau de impacto ambiental e econômico de um ciclone extratropical varia conforme as suas características físicas, com destaque para a ação das chuvas e dos ventos.

No Brasil, os ciclones extratropicais são motivo de preocupação para a sociedade civil, especialmente em razão dos inúmeros danos causados às estruturas urbanas e rurais. A ausência de um planejamento urbano adequado e a alteração da paisagem natural contribuem para a intensificação dos danos causados pelos ciclones extratropicais. O último grande ciclone extratropical registrado no Brasil ocorreu em 2023. Ele deixou diversos prejuízos, além de mortos e feridos, principalmente no estado do Rio Grande do Sul.

Créditos de imagem

[1] NASA Earth Observatory / Wikimedia Commons (reprodução)

[2] Dutch_Photos / Shutterstock

Fontes

CNN BRASIL. Ciclone extratropical: conheça o fenômeno que provocou destruições no sul do Brasil. CNN Brasil, 2023. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/ciclone-extratropical-conheca-o-fenomeno-que-provocou-destruicoes-no-sul-do-brasil/.

GRANCHI, G. Ciclone extratropical: o que é o fenômeno que causa chuvas e ventania em parte do Brasil. BBC News Brasil, 2023. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/articles/c80d52x27p1o.

NATIONAL GEOGRAPHIC BRASIL. O que é um ciclone extratropical? Fenômeno está provocando fortes tempestades no Sul do Brasil. National Geographic Brasil, 2023. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/meio-ambiente/2023/06/o-que-e-um-ciclone-extratropical-fenomeno-esta-provocando-fortes-tempestades-no-sul-do-brasil.

REBOITA, M. S.; MARRAFON, V. H. Ciclones Extratropicais: o que são, climatologia e impactos no Brasil. Terræ Didatica, v. 17, p. 1-13, 2021. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8666028.

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Ciclone
Aprenda mais sobre o ciclone. Descubra quais as diferenças entre ciclone e anticiclone, os principais tipos de ciclone e a relação entre ciclone, tornado e furacão.
Classificação dos climas do Brasil
Confira a classificação dos climas do Brasil e amplie os seus conhecimentos sobre a natureza atmosférica do território nacional!
Climogramas
Descubra o que são os climogramas e como interpretá-los corretamente para obter informações precisas sobre as variações climáticas.
Diferença entre ciclone, tornado, furacão e tufão
Você sabe diferenciar ciclone, tornado, furacão e tufão? Confira as especificidades de cada um desses fenômenos atmosféricos.
Elementos climáticos
Conheça as variações e os efeitos dos elementos climáticos sobre o clima e sobre o meio em que vivemos.
Fatores climáticos
Saiba quais são os fatores climáticos que determinam o clima de uma região.
Por que é tão difícil um furacão atingir o Brasil?
Descubra por que é tão difícil o Brasil ser atingido por um furacão. Saiba quais são os principais fatores que levam à ocorrência desse fenômeno meteorológico.
Tipos de clima do mundo
Conheça os principais tipos de clima do mundo, onde ocorrem e qual a vegetação predominante em cada um deles. Veja também qual é o clima do Brasil.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos
Nessa aula veremos a condição de existência de um triângulo utilizando um raciocínio lógico e em seguida formalizando esse conhecimento.