Economia de Mercado

Entende-se por economia de mercado um sistema econômico marcado pelo predomínio da iniciativa privada na economia. Nesse modelo, admite-se a existência de empresas públicas ou estatais na economia, porém essas devem estar em menor número e não devem ditar o ritmo do comércio.

Sabe-se que, no capitalismo, o principal objetivo das atividades é a geração de lucro e do acúmulo de riquezas. Para propiciar esse objetivo, a atividade comercial foi dinamizada com a realização de trocas monetárias, prática iniciada e difundida a partir do século XVI. Dessa forma, a economia de mercado é uma estratégia econômica elaborada com o intuito de intensificar essa lógica.

Esse modelo esteve acompanhado, primeiramente, pelo liberalismo econômico, que preconizava a mínima intervenção do Estado na economia. Posteriormente, após a década de 1970, esse modelo foi retomado em associação ao neoliberalismo, que novamente pregava a mínima intervenção do Estado na economia, salvo em tempos de crise e de instabilidades social e econômica. Atualmente, praticamente todos os países do mundo adotam esse modelo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Portanto, percebe-se que na economia de mercado toda a economia está centrada no setor terciário da economia, ou seja, no comércio. Além disso, é comum nesse modelo a difusão do processo de terceirização da economia, que consiste na ampliação do setor de prestação de serviços. Funciona assim: as empresas não necessariamente cuidam de todo o processo produtivo, sendo parte dele contratado para ser realizado por outra empresa especializada (terceirizada), tais serviços podem incluir a limpeza, a segurança e até a fabricação de peças e produtos.

Esse modelo econômico recebe muitas críticas de setores e militantes de esquerda. Eles argumentam que a predominância do livre comércio proporciona a precarização do trabalho e o aumento das desigualdades sociais e econômicas, pois o objetivo da iniciativa privada é apenas o lucro e não há preocupação com os valores humanos e sociais.

Na economia de mercado, o sistema financeiro é guiado pela iniciativa privada
Na economia de mercado, o sistema financeiro é guiado pela iniciativa privada
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Assuntos relacionados
O que é Globalização?
Globalização é o processo de mundialização do espaço geográfico.
A realização de acordos internacionais é de suma importância em uma economia globalizada
Acordos Internacionais
A atuação dos acordos internacionais numa economia globalizada.
Mecanização na agricultura
A Revolução Verde
A inserção tecnológica nas atividades agrícolas.
O setor de serviços é o que mais cresce no mundo atual
Setor Terciário
Compreenda a importância e as características do setor terciário da economia, bem como o seu crescimento recente.
A crise financeira de 2008 alastrou-se para todo o mundo
Crise financeira do capitalismo
Confira uma síntese explicativa da crise financeira de 2008 e entenda como ocorreu uma das mais graves convulsões do capitalismo mundial.
As commodities envolvem, geralmente, matérias-primas
Commodities
Você já ouviu por aí a expressão “commodities” e não sabe o que isso significa? Aproveita e tire agora todas as suas dúvidas!
A expansão industrial
Industrialização
Clique aqui e conheça pontos importantes do início da industrialização!
Agricultura Orgânica: agricultura em harmonia com a natureza
Agricultura Orgânica
Clique aqui e conheça as características e o objetivo da agricultura orgânica!
A robotização na indústria automobilística
A robotização na produção industrial
As causas e consequências da mecanização nas indústrias.
Consenso de Washington
Descubra o que foi o Consenso de Washington e quais suas implicações para a economia mundial.
A economia planificada objetiva conter as desigualdades e nivelar o padrão econômico de riqueza
Economia planificada
Definição, aspectos e características da economia planificada.
Com a reestruturação produtiva, praticamente não se vê mais trabalhadores nas linhas de montagem automotivas¹
Reestruturação Produtiva
O conceito de reestruturação produtiva e sua relação com o Neoliberalismo e a Terceira Revolução Industrial.