Whatsapp icon Whatsapp

Enchentes

Enchentes são um fenômeno natural e comumente potencializado pela intervenção antrópica no meio. O transbordamento dos rios provoca perdas humanas e econômicas.
As enchentes são um fenômeno recorrente em nível mundial.[1]
As enchentes são um fenômeno recorrente em nível mundial.[1]

As enchentes são um fenômeno de origem natural e potencializado pelas intervenções antrópicas no meio. Portanto, elas têm origem prioritariamente natural, sendo diretamente influenciadas por aspectos ligados à ocupação e transformação do espaço pelo homem.

As enchentes provocam diversos prejuízos humanos e econômicos. Um exemplo é o espaço geográfico brasileiro, que convive anualmente com diversos prejuízos gerados por elas. Esse fenômeno é minimizado pelas ações de controle do uso e ocupação do solo.

Leia também: Seis doenças típicas de enchentes

Resumo sobre enchentes

  • As enchentes são fenômenos naturais e influenciados pela ação antrópica no espaço geográfico.
  • As enchentes estão atreladas a causas naturais, como as chuvas, e antrópicas, como a ocupação indevida das margens dos rios.
  • A prevenção das enchentes passa pela conservação da vegetação e das planícies de inundação.
  • As enchentes causam enormes prejuízos econômicos para a sociedade. O fenômeno também causa um número considerável de mortes.
  • Os termos enchente, alagamento e inundação envolvem o aumento e/ou acúmulo do volume de água e têm, cada um, suas particularidades.
  • O Brasil é atingindo todos os anos por diversas enchentes. As questões sociais do país potencializam esse fenômeno.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas das enchentes

As enchentes são fenômenos prioritariamente naturais. Elas são provocadas especialmente por grandes eventos chuvosos, em termos de quantidade e/ou constância. Assim, o acúmulo de água da chuva provoca o transbordamento dos cursos de água. Esse extravasamento é um processo natural nas zonas de inundação dos rios, chamadas de vales fluviais ou planícies de inundação. As enchentes ocorrem de forma periódica, com destaque para as épocas mais chuvosas do ano.

Não obstante, a ação do homem no espaço natural potencializa esse fenômeno. Nesse contexto, a ocupação do espaço natural e a sua transformação pela ação antrópica provocam o aumento da intensidade das enchentes. Sendo assim, com base no contexto humano, as enchentes são provocadas, entre outros, pela ocupação desordenada do espaço, pela impermeabilização do solo, pela eliminação da vegetação nativa e pela deposição irregular de resíduos sólidos.

Leia também: Problemas ambientais urbanos — as mazelas que atingem o espaço das cidades

Prevenção de enchentes

As enchentes, enquanto processo natural e cíclico, ocorrem de forma periódica. Portanto, são fenômenos que acontecem de maneira recorrente; porém, seus desdobramentos, como os prejuízos humanos e econômicos, podem e devem ser evitados. Nesse sentido, a prevenção das enchentes passa prioritariamente pelo controle do processo de ocupação do meio natural, com destaque para a transformação antrópica dos leitos dos rios.

Os desdobramentos das enchentes são evitados mediante políticas de planejamento de uso e ocupação do solo, principalmente das margens e planícies de inundação, evitando a construção de equipamentos urbanos nessas zonas.

Outras medidas que buscam prevenir as enchentes são:

  • a preservação das matas ciliares;
  • a destinação correta para os resíduos sólidos;
  • a limpeza, o monitoramento e a conservação dos cursos de água;
  • o combate aos processos de assoreamento, erosão e sedimentação nos rios; 
  • a criação de parques e reservas nas margens e planícies dos rios.

Consequências das enchentes

As enchentes geram diversas consequências, principalmente altos prejuízos humanos e econômicos. O transbordamento dos rios atinge anualmente diversas zonas urbanas. Dessa forma, devido à inundação de casas e comércios, há um alto prejuízo em termos econômicos, como a perda de diversos objetos, máquinas e equipamentos.

Ademais, as enchentes provocam a perda de residências, gerando um alto número de desabrigados e/ou desalojados. Esse fenômeno também é responsável por um número considerável de mortes durante o regime chuvoso, principalmente por afogamentos.

Casas inundadas por água da chuva em Salvador, Bahia.
As enchentes provocam muitos prejuízos econômicos e humanos.[2]

Diferenças entre enchente, alagamento e inundação

Os termos enchente, alagamento e inundação são comumente utilizados como sinônimos, porém cada um tem a sua particularidade, em especial, relacionada ao processo de presença de água em determinado local. Podem ser conceitualizados assim:

  • Enchente: é um processo natural ou potencializado pela ação antrópica que acontece por meio do aumento do volume de água nos rios e córregos. Portanto, é o transbordamento dos cursos de água. As enchentes são fenômenos naturais recorrentes, principalmente, nos períodos mais chuvosos do ano.
  • Alagamento: é o acúmulo momentâneo de água, especialmente água da chuva, em diversas localidades, com destaque para as zonas urbanas. Os alagamentos são derivados de diversos fatores, que vão desde o grande acumulado de chuvas até deficiências dos sistemas de drenagem.
  • Inundação: é o transbordamento de água em determinado local, ou seja, é um processo que tem uma espacialidade definida. As inundações são geradas por meio de córregos, rios, lagos, mares e oceanos. Há ainda a inundação de origem antrópica, ou seja, decorrente de processos oriundos da ação humana, como o rompimento de uma represa.

Enchentes no Brasil

Carro em área urbana afetada por enchente.
O Brasil é atingido por diversas enchentes ao longo do ano.[3]

As enchentes são fenômenos naturais ligados ao transbordamento dos rios, o que ocorre mais nas estações chuvosas do ano. O Brasil, país de dimensões continentais que envolvem diversos tipos climáticos, apresenta muitas singularidades em relação ao processo de transbordamento dos rios. Em sentido amplo, as enchentes no território brasileiro ocorrem prioritariamente no verão, estação que reúne aspectos naturais que favorecem a sua ocorrência, com destaque para o grande volume de precipitações.

Mesmo sendo um fenômeno natural, as enchentes são condicionadas e potencializadas por fatores antrópicos. O Brasil, país marcado pela grande desigualdade social, apresenta elementos sociais que interferem diretamente na ocorrência de enchentes. Nesse contexto, destaca-se a ocupação humana desordenada dos vales fluviais, o descarte incorreto de lixo em zonas naturais, a canalização de diversos cursos de água, além da ausência de políticas públicas de monitoramento ambiental e planejamento urbano.

Ademais, há a questão ambiental em contexto macro. Com base nas mudanças climáticas vivenciadas em escala global, espera-se que o fenômeno das enchentes seja cada vez mais potencializado em nível regional.

O território brasileiro, em comunhão com seus aspectos naturais e sociais, é extremamente vulnerável à ocorrência de enchentes, que devem tornar-se cada vez mais recorrentes e fortes nos próximos anos. Sendo assim, tal fenômeno no país deve gerar prejuízos humanos e econômicos cada vez maiores.

Leia também: Por que devemos nos preocupar com as mudanças climáticas?

Exercícios resolvidos sobre enchentes

Questão 1

(Enem) As modificações naturais e artificiais na cobertura vegetal das bacias hidrográficas influenciam o seu comportamento hidrológico. A alteração da superfície da bacia tem impactos significativos sobre o escoamento. Esse impacto normalmente é caracterizado quanto ao efeito que provoca no comportamento das enchentes, nas vazões mínimas e na vazão média.

TUCCI, C.E.M.; CLARKE, R.T Impacto das mudanças da cobertura vegetal no escoamento: erosão. Revista Brasileira de Recursos Hídricos. V. 2, n°. 1 jan./jun. 1997 (fragmento).

Ao analisar três rios com coberturas vegetais distintas — agrícola, floresta regenerada e floresta natural — de uma mesma bacia hidrográfica, após uma mesma precipitação, conclui-se que a vegetação é fundamental no comportamento da vazão dos rios, uma vez que a

a) cobertura mais densa no ambiente agrícola proporciona o menor pico de vazão.

b) cobertura mais espaçada na floresta natural ocasiona o maior pico de vazão.

c) floresta regenerada, por possuir mais densidade de biomassa, possui o menor pico de vazão.

d) vegetação agrícola proporciona o mais demorado e o segundo maior pico de vazão.

e) vegetação de floresta natural possui o menor pico de vazão.

Resolução: Alternativa E. A presença da vegetação nativa facilita a infiltração da água da chuva no solo, portanto, há um menor escoamento superficial diretamente para o curso de água. Sendo assim, o pico de vazão em regiões vegetadas é muito menor.

Questão 2

(Enem 2021) A ampliação das áreas urbanizadas, devido à construção de áreas impermeabilizadas, repercute na capacidade de infiltração das águas no solo, favorecendo o escoamento superficial, a concentração das enxurradas e a ocorrência de ondas de cheia. A urbanização afeta o funcionamento do ciclo hidrológico, pois interfere no rearranjo dos armazenamentos e na trajetória das águas.

CHRISTOFOLETTI, A. Aplicabilidade do conhecimento geomorfológico nos projetos de planejamento. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. (Org.). Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

Considerando esse contexto, que fator contribui para a diminuição das enchentes em áreas urbanas?

a) Pavimentação das vias

b) Criação de espaços verdes

c) Verticalização das moradias

d) Adensamento das construções

e) Assoreamento dos canais de drenagem

Resolução: Alternativa B. A criação de espaços verdes é fundamental para o controle das enchentes, uma vez que a vegetação facilita o processo de infiltração da água da chuva no solo, dificultando o transbordamento dos cursos de água.

Créditos das imagens

[1] Nelson Antoine / Shutterstock

[2] Joa Souza / Shutterstock

[3] Joa Souza / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

A classe pobre tende a ter mais filhos
A Quantidade de Filhos no Brasil
A Quantidade de Filhos no Brasil, O que levam as famílias ter uma grande Quantidade de Filhos no Brasil, A Quantidade de Filhos no Brasil provocam vários problemas, A Quantidade de Filhos no Brasil e questões sociais.
Ribeirinhos da região Norte.
A população da Região Norte
Conheça aspectos culturais e geográficos a respeito da população da região Norte.
Depósito de sedimentos nos rios, a principal causa do assoreamento
Assoreamento
Entenda o que é o assoreamento, as suas causas e os fatores que intensificam esse problema socioambiental.
Instalações da indústria de alumínio (Albrás), localizada na cidade paraense de Barcarena.
Atividade industrial na região Norte
A configuração de um setor indispensável no desenvolvimento de uma região.
Ação antrópica no meio ambiente: impactos positivos e negativos.
Ação antrópica
Saiba mais sobre o que é ação antrópica e quais são seus efeitos no meio ambiente. O texto a seguir irá ajudá-lo na compreensão do impacto (positivo ou negativo) causado pelas alterações provocadas pelo homem no meio ambiente. Saiba também quais são as ações antrópicas que podem favorecer a preservação do meio ambiente.
Economias emergentes no Mundo
Brasil, um país emergente
Veja por que o Brasil é um país emergente e quais são os pontos fortes da economia brasileira.
Os deslizamentos de terra são gerados pelo deslocamento de massa. [1]
Deslizamento de terra
Entenda o que é um deslizamento de terra, bem como suas causas e consequências para as sociedades humanas e para o meio natural.
Enchentes: fator propício para o surgimento de certas doenças.
Doenças típicas de enchentes
Pobreza e enchentes: fator de risco para transmissão de doenças.
As enchentes são fenômenos recorrentes no território brasileiro.[1]
Enchentes no Brasil
Saiba quais são as principais causas e consequências das enchentes que ocorrem no Brasil. Veja também uma lista das maiores enchentes já registradas.
Bactéria responsável pela leptospirose.
Leptospirose
Informações sobre uma doença de grande incidência em regiões onde o saneamento básico deixa a desejar.
O aumento na temperatura média do planeta pode desencadear longos períodos de estiagem no futuro.
Mudanças climáticas
Amplie seus conhecimentos sobre mudanças climáticas conhecendo melhor o que é esse fenômeno, bem como suas principais causas e consequências para o planeta.
A rotina nos lixões
Os Problemas Provocados pelo Lixo
Os problemas provocados pelo Lixo, Quais são os problemas provocados pelo Lixo, As doenças provocadas pelo contato com o Lixo, a poluição das águas são problemas provocados pelo Lixo.
video icon
Guia de Profissões
Guia de Profissões | O que é Cultura Maker?
Você sabe o que é Cultura Maker? Novas tecnologias aparecem o tempo todo, e isso muda a relação das pessoas e do mercado de trabalho. Makers são pessoas que usam suas expertises para mudar o mundo a sua volta e melhorar suas experiências diárias. Nós conversamos com Ricardo Cavallini, fundador da "Makers — Consultoria de Inovação", para saber mais sobre esse mundo.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.