Mercosul

O Mercado Comum do Sul (Mercosul) é um bloco econômico sul-americano criado em 1991. São membros fundadores do bloco Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Esse bloco conta também com países associados, que são Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Suriname.

Essa integração entre países sul-americanos busca favorecer o desenvolvimento econômico, social e político de seus membros e associados. Para isso, tem como objetivo central promover a livre circulação de bens, serviços, capital e pessoas, com redução parcial ou total de tarifas, barreiras alfandegárias e impostos.

Leia também: OCDE – organização voltada ao desenvolvimento econômico e bem-estar social

Origem do Mercosul

O Mercosul foi criado em 1991 pelo Tratado de Assunção, tendo como membros fundadores Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Esse tratado estabeleceu um modelo de integração entre os países com a lógica de mercado comum, isto é, livre circulação de bens, serviços, pessoas, informações e mercadorias.

A Venezuela aderiu ao bloco no ano de 2012, porém, desde dezembro de 2016, está suspensa por descumprir o Protocolo de Adesão, pois violou a Cláusula Democrática do bloco. A Bolívia entrou como país associado em 1996, mas, atualmente, encontra-se como Estado Associado em processo de adesão. Os demais países da América do Sul possuem status de países associados.

Um bloco econômico do tipo mercado comum tem como finalidade não só desenvolver aspectos econômicos, mas também promover a livre circulação de produtos, pessoas, bens, capital e trabalho, tornando as fronteiras entre os seus membros quase inexistentes em termos gerais.

A bandeira do Mercosul possui quatro estrelas, que representam seus membros fundadores: Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai.
A bandeira do Mercosul possui quatro estrelas, que representam seus membros fundadores: Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai.

Objetivos do Mercosul

Os objetivos do Mercosul implicam que os países possam estabelecer a livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos, com eliminação de impostos, tarifas e direitos alfandegários. Para tal, houve o estabelecimento de uma Tarifa Externa Comum (TEC) no comércio com outros países e a adoção de uma política comercial comum entre os membros.

O bloco também visa a coordenar e direcionar a criação e adequação de políticas econômicas na tentativa de assegurar aos membros condições de concorrência no cenário capitalista mundial. No campo político, os Estados, ao entrarem no bloco, têm obrigação de adequar seus sistemas de governo a algumas exigências impostas, como a democracia, Direitos Humanos, políticas de desenvolvimento social etc. Essas adequações permitem uma maior harmonização entre as políticas internas dos países e, automaticamente, maior integração enquanto bloco, do ponto de vista social, político e, claro, econômico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A integração inicial do Mercosul teve um saldo positivo, pois, além de ter pautas voltadas para a economia, também se voltou a aspectos políticos, Direitos Humanos, cidadania e sociedade.

Veja também: USMCA – bloco que atualiza o Nafta, conhecido como Nafta 2.0

Participantes do Mercosul

Países que fazem parte do Mercosul.
Países que fazem parte do Mercosul.

Os participantes do Mercosul na atualidade são todos os países da América do Sul, que atuam no bloco como membros ou países associados. Os países-membros consistem nos países fundacionais (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) e a Venezuela, país-membro desde 2012, mas que se encontra suspenso por infringir regras do bloco.

os demais países da América do Sul (Chile, Bolívia, Equador, Colômbia, Guiana, Peru e Suriname) são os associados, por participarem do bloco de maneira regular, mas não possuem as mesmas vantagens dos membros, como a Tarifa Externa Comum (TEC).

Características do Mercosul

Os cinco países do Mercosul, juntos, somam em território o equivalente a 72% de toda a extensão territorial da América do Sul, um tamanho equivalente a três vezes à área da União Europeia (total de 12,8 milhões de km²). São 288,5 milhões de habitantes, quase 70% do total de pessoas sul-americanas, e um PIB de US$ 2,79 trilhões, 76% do total de US$ 3,66 trilhões da América do Sul inteira. O bloco, em dados reais, representa a 5ª maior economia do mundo.

Na prática, o Mercosul é mais que uma aliança em que se busca o funcionamento e desenvolvimento pleno do comércio por meio de importação e exportação. Há uma bandeira maior defendida entre os membros e políticas que transcendem a Organização Mundial do Comércio ou outras organizações do desenvolvimento econômico mundial capitalista.

Trata-se de uma integração para a busca pela prosperidade econômica, democracia, estabilidade política e respeito aos Direitos Humanos e liberdades fundamentais. Essas bandeiras defendidas por um acordo econômico, social e político buscam e priorizam o pleno desenvolvimento dos países e das pessoas, no campo social e também individual.

Esse bloco também funciona de forma prática na vida do cidadão por meio de algumas políticas, a saber:

  • Acordo sobre documentos de viagens: não há necessidade de visto ou passaporte para o trânsito de pessoas dentro do Mercosul.
  • Acordo de Residência: concede o direito à residência e ao trabalho para os cidadãos sem outro requisito que não a nacionalidade.
  • Acordo Multilateral de Seguridade Social: permite que trabalhadores migrantes tenham acesso aos benefícios da seguridade social.
  • Integração Educacional: prevê a revalidação de diplomas, certificados, títulos e o reconhecimento de estudos nos níveis fundamental e médio, técnico e não técnico. Os protocolos abrangem, ainda, estudos de pós-graduação.

Acesse também: Nafta – acordo de livre-comércio da América do Norte

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (Ufop) O Mercosul é um processo de integração econômica regional que objetiva a construção de um mercado comum na América do Sul. Sobre o Mercosul, assinale a alternativa incorreta.

A) É um acordo que regula o livre-comércio entre os países-membros e entrou em vigor em 1º de janeiro de 1995.

B) É um movimento de resistência ao processo de globalização econômica e cultural e tem como objetivo difundir a ideologia bolivariana apregoada por Hugo Chávez.

C) É um processo de integração econômica regional que objetiva a construção de um mercado comum na América do Sul.

D) Propõe a eliminação das barreiras tarifárias e não tarifárias no comércio entre os países-membros e a livre circulação de mão de obra e de capitais.

E) É um bloco econômico fundado na década de 1990 por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Resolução

Alternativa B. Essa alternativa faz referência às políticas e movimentos sociais bolivianos, portanto não diz respeito às características do Mercosul, como pede o enunciado.

Questão 2 - (FEI) Um dos fatos que mais chamam a atenção no mundo contemporâneo é a formação dos chamados blocos econômicos. O Brasil vem aprofundando os entendimentos com os seus parceiros do Mercosul para melhor operacionalizar essa união. São parceiros do Brasil no Mercosul:

A) Argentina, Uruguai e Chile

B) Argentina, Bolívia e Paraguai

C) Uruguai, Argentina e Peru

D) Argentina, Paraguai e Uruguai

E) Chile, Paraguai e Argentina

Resolução

Alternativa D. São países-membros do Mercosul: Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Atualmente a Venezuela encontra-se suspensa do bloco, portanto vale saber que os países-membros ainda são os fundadores.   

Publicado por: Gustavo Henrique Mendonça
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

Com a criação do Mercosul, as parcerias econômicas brasileiras passaram por transformações. Assinale a alternativa que expressa corretamente tais transformações.

a) Ampliação da parceria com os países sul-americanos, notadamente a Argentina, em detrimento da antiga proximidade econômica com os Estados Unidos.

b) Diminuição das importações para os países da América Latina e ampliação das exportações para eles.

c) Redução brusca das dívidas externas dos países-membros do Mercosul, em função da nova política brasileira de concessão de empréstimos a juros baixos.

d) Início da industrialização do Brasil a partir da integração com os países-membros do Mercosul graças ao recebimento de novos tipos de matérias-primas.

Questão 2

Mercosul formaliza fim de disputa por entrada de Venezuela no bloco

O governo brasileiro e o venezuelano comemoraram nesta terça-feira (14/01) em Assunção o fim da disputa pela entrada da Venezuela no Mercosul após a cerimônia de ratificação de ingresso deste país no bloco, que foi presidida pelo chanceler do Paraguai, Eladio Loizaga.

O embaixador da Venezuela em Assunção, Alfredo Murga, disse que o ato tem um grande significado e o governo de Nicolás Maduro agradece ao presidente do Paraguai, Horacio Cartes.

(Opera Mundi, 14/12/2014. Disponível em: Operamundi.uol. Acesso em: 17/01/2014).

Com base na leitura da notícia acima, podemos concluir que o agradecimento oficial direcionado a Horacio Cartes pelo governo da Venezuela justifica-se:

a) porque o governo paraguaio fez constantes disputas a fim de garantir a entrada dos venezuelanos no Mercosul.

b) porque o presidente Nicolás Maduro conseguiu se eleger em seu país em função do apoio incondicional dado pelo Paraguai.

c) porque o Paraguai é o país responsável pela autorização de um novo membro no bloco do Mercosul.

d) porque o Paraguai não vetou a entrada do novo membro, diferentemente do que havia realizado ao longo dos anos anteriores.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Encontro dos líderes do G8
G8
G8, Grupo dos oito, os oito países mais desenvolvidos economicamente e industrialmente, curiosidades sobre o G8.
A Bandeira da União Européia
União Européia
União Européia, O que é a União Européia, Quando surgiu a União Européia, Qual é a finalidade da União Européia, União Européia e as instituições supranacionais, União Européia na busca pela hegemonia mundial, União Européia versus Estados Unidos.
O FMI nem sempre é o que parece.
FMI: ajuda ou prejudica?
FMI: ajuda ou prejudica?, O que significa a sigla FMI, O que é o FMI, Quando foi fundado o FMI, Quais são os objetivos do FMI, Como atua o FMI nas economias internacionais, Quantos países integram o FMI.
No Mercosul, os países: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai são membros plenos do bloco econômico.
Perspectivas para o Mercosul no século XXI
Conheça as principais perspectivas e desafios do Mercosul para o século XXI.
Bandeiras dos membros efetivos do Mercosul
Países-membros do Mercosul
Saiba quais são os países-membros do Mercosul entre efetivos, associados e observadores, bem como a gradual entrada de cada um deles nesse importante bloco.
O TPP é um acordo de livre-comércio entre doze países do Pacífico que pretende favorecer a integração econômica entre os seus países-membros
Acordo de Associação Transpacífico
Clique e saiba mais sobre o Acordo de Associação Transpacífico e a sua influência na política externa brasileira.
A Unasul surgiu como uma alternativa para promover a integração na América do Sul
Unasul - União das Nações Sul-americanas
Clique e conheça a origem e as principais características da Unasul - União das Nações Sul-americanas!
Em dezembro de 2016, a Venezuela foi suspensa de sua participação no bloco econômico do Mercosul
Suspensão da Venezuela do Mercosul (2016)
Você sabe os motivos da suspensão da Venezuela do Mercosul? Então clique aqui entenda os fatores que ocasionaram essa sanção!
USMCA
Conheça mais sobre o USMCA, o novo acordo que substitui o antigo Nafta. Saiba qual o objetivo desse acordo, o que se manteve e quais foram as mudanças propostas.
Bandeira com a logomarca da Otan
Otan
Conheça a Otan, um tratado militar envolvendo as principais potências do mundo capitalista.
Possíveis países que integrarão a ALCA.
Alca
ALCA, ALCA (Área de Livre Comércio das Américas), O que é a ALCA, Quantos países fazem parte da ALCA, Qual é o objetivo da implantação da ALCA, As dificuldades existentes para a implantação da ALCA.
Símbolo da Comunidade Andina
Comunidade Andina
Bloco Econômico composto por Bolívia, Colômbia, Equador e Peru.
Blocos econômicos
Entenda o que é um bloco econômico e conheça os principais blocos econômicos do mundo. Veja também as vantagens e desvantagens de participar desses agrupamentos.