Whatsapp icon Whatsapp

Emprego das letras G e J

O emprego das letras G e J antes de “e” e “i” nem sempre é feito de forma adequada por quem escreve, pois, diante dessas vogais, G e J têm o mesmo som. Portanto, é necessário saber que o G é usado em palavras terminadas em “-agem”, “-igem”, “-ugem”, “-ágio”, “-égio”, “-ígio”, “-ógio” e “-úgio”, ou começadas por “a” seguido de “-ge” ou “-gi”.

Já palavras de origem indígena ou africana, ou derivadas de vocábulos terminados em “-ja”, ou resultantes da conjugação de verbos terminados em “-jar” ou “-jear” são escritas com J. Vale dizer que o uso de G ou J pode também depender da etimologia da palavra, isto é, de sua origem. Assim, palavras como “apogeu” e “injeção” usam, respectivamente, G e J porque derivam do latim “apogaeum” e “injectio”.

Leia também: Jeito ou geito?

O emprego de J e G antecedendo as vogais “e” e “i” gera muitas dúvidas, pois os sons são iguais.
O emprego de J e G antecedendo as vogais “e” e “i” gera muitas dúvidas, pois os sons são iguais.

Uso da letra G

A letra G é usada nas palavras:

  • terminadas em “-agem”, “-igemou “-ugem”: aragem, vertigem, ferrugem etc. Exceções: pajem, lambujem.
  • acabadas em “-ágio”, “-égio”, “-ígio”, “-ógio” ou “-úgio”: pedágio, régio, prestígio, relógio, refúgio etc.
  • começadas por “a” seguido de “-ge” ou “-gi”: agenda, agiota etc.

Exceção: ajeitar e seus derivados.

  • derivadas de outras escritas com G: selvageria (de “selvagem”), mensageiro (de “mensagem”) etc.

No mais, existem muitos substantivos que são escritos com G por causa de sua etimologia (origem), como, por exemplo, o termo “tigela”, originário do latim “tegula”; ou “argila”, do latim “argilla”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uso da letra J

A letra J é usada nas palavras:

  • de origem indígena ou africana: canjica, jerimum etc.

Exceção: Sergipe.

  • derivadas de vocábulos terminados em “-ja”: laranjeira (de “laranja”), lisonjeiro (de “lisonja”) etc.
  • resultantes da conjugação dos verbos terminados em “-jar” ou “-jear”: arranjar (arranje, arranjes, arranje, arranjemos, arranjeis, arranjem); pajear (pajeava, pajeavas, pajeava, pajeávamos, pajeáveis, pajeavam) etc.
  • derivadas de outras escritas com J: nojento (de “nojo”), desajeitado (de “jeito”) etc.

E também naquelas que são escritas com J devido à sua etimologia, tais como “majestade”, do latim “majestas”; ou “jejum”, do latim “jejunus”.

Leia também: Veem, vem ou vêm?

Palavras com a letra G

Terminadas em “-agem”, “-igem” ou “-ugem”

Aterrissagem, bagagem, beberagem, viagem, carruagem, coragem, massagem, miragem, fuligem, origem, lanugem, babugem, penugem etc.

Acabadas em “-ágio”, “-égio”, “-ígio”, “-ógio” ou “-úgio”

Adágio, apanágio, contágio, naufrágio, estágio, colégio, privilégio, sacrilégio, egrégio, prodígio, litígio, necrológio, subterfúgio etc.

Começadas por “a” seguido de “-ge” ou “-gi”

Agente, ágil, agitar, agir etc.

Derivadas de outras escritas com G

Originário (de “origem”), estagiário (de “estágio”), colegial (de “colégio”), privilegiado (de “privilégio”), prodigioso (de “prodígio), litigioso (de “litígio”) etc.

Outras palavras escritas com G

Algema, angico, apogeu, auge, bege, bugiganga, esfinge, estrangeiro, gengibre, gengiva, gibi, gilete, ginete, gíria, giz, hegemonia, herege, megera, monge, mugir, sugestão, tangerina etc.

 

Veja também: Sela ou cela?

Palavras com a letra J

Origem indígena ou africana

Pajé, jiboia, jirau, canjerê, jequitibá, jia, jiló, moji, pajeú, acarajé etc.

Derivadas de vocábulos terminados em “-ja”

Cerejeira (de “cereja”), lojista (de “loja”), granjeiro (de “granja”) etc.

Resultantes da conjugação dos verbos terminados em “-jar” ou “-jear”

Vicejem (vicejar), almeje (almejar), despeje (despejar), gorjeia (gorjear), lajearei (lajear) etc.

Derivadas de outras escritas com J

Varejista (de “varejo”), queijeiro (de “queijo”) etc.

Outras palavras escritas com J

Alforje, jegue, manjericão, hoje, berinjela, projétil, injeção, jipe, trajetória, manjedoura, ojeriza, sarjeta etc.

 

Veja também: Tampouco ou tão pouco?

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Analise os enunciados abaixo e marque a alternativa em que se observa o uso INCORRETO de G ou J.

A) Se você continuar a dizer tanta bobajem, ninguém vai respeitar a sua opinião.

B) Nunca comi jenipapo, mas dizem que é uma fruta agridoce e muito suculenta.

C) O bruxo era hábil em realizar sortilégio capaz de enganar até o indivíduo mais cético.

D) Só um gesto bastava para que todos ficassem em silêncio para ouvir suas palavras.

E) Com aquele traje caro e de bom gosto, ninguém podia ficar mais atraente do que ele.

Resolução

Alternativa A. Palavras terminadas em “-agem” são escritas com G. Portanto, a grafia correta é “bobagem”.

Questão 2 – Leia esta estrofe do poema Os acrobatas, de Vinicius de Moraes:

Oh, acima
Mais longe que tudo
Além, mais longe que acima do além!
Como dois acrobatas
Subamos, lentíssimos
Lá onde o infinito
De tão infinito
Nem mais nome tem
Subamos!

No segundo e terceiro versos, a palavra “longe” é:

A) escrita com G, pois termina em “-ge”.

B) escrita com G, pois tem origem indígena.

C) escrita com G, pois é derivada do latim.

D) escrita com J, pois termina em “-je”.

E) escrita com J, pois é derivada de outra.

Resolução

Alternativa “c”. A palavra “longe” não termina em “-agem”, “-igem”, “-ugem”, “-ágio”, “-égio”, “-ígio”, “ógio” ou “-úgio”; nem é começada por “a” seguido de “-ge” ou “-gi”. É, portanto, derivada do latim “longe”. 

Publicado por Warley Souza

Artigos Relacionados

“A” e “há” são palavras que fazem referência a tempos diferentes.
A ou há?
Descubra quando usar “a” e “há”, palavras com som igual que apresentam noções de tempo distintas.
Acerca de, a cerca de, há cerca de?
Você sabe como usar corretamente cada uma dessas expressões? Clique aqui e saiba mais!
Afim ou a fim de?
Com usar? Clique aqui e saiba mais sobre os significados e formas de emprego!
Censo e senso
O IBGE realizou um senso ou um censo este ano? Saiba mais aqui!
Comprimento e cumprimento
O cumprimento ou comprimento da calça? Comprimentar ou cumprimentar? Veja aqui!
Concerto ou conserto
Ela foi fazer um conserto/concerto hoje? Veja a diferença entre esses dois termos!
Mal ou Mau?
Qual a diferença entre estas expressões? Conheça agora!
video icon
Biologia
Biotecnologia no Enem: como esse tema é cobrado?
A biotecnologia está mais presente em nossas vidas do que podemos imaginar. Por meio de várias técnicas de manipulação genética, alguns medicamentos são produzidos, alguns alimentos foram geneticamente modificados para resistir a pragas e não necessitarem de agrotóxicos. Além disso, a resolução de crimes torna-se cada vez mais precisa com a identificação de acusados por análise de DNA. A biotecnologia faz parte do nosso cotidiano e, por isso, é muito recorrente nas avaliações do Enem.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!