Whatsapp icon Whatsapp

Período composto por subordinação

Um período é composto por subordinação quando as orações existentes nele dependem sintaticamente uma da outra para terem sentido, havendo uma principal e outra subordinada.
Homem de óculos olha para cima, onde se lê, em fundo amarelo: “Período composto por subordinação”.
O período composto por subordinação apresenta orações dependentes uma da outra para ter sentido completo.

 O período composto por subordinação é um período cujas orações que aparecem juntas dependem uma da outra para fazer sentido, geralmente havendo uma oração principal e outra subordinada à principal.

Leia também: Oração sem sujeito — como identificá-la?

Resumo sobre período composto por subordinação

  • O período composto por subordinação tem orações dependentes uma da outra para terem sentido.

  • Nesse período, costuma-se haver uma oração principal e outra subordinada a essa principal.

  • Além desse período, há períodos compostos por coordenação e períodos compostos por coordenação e subordinação.

  • Há três principais tipos de oração subordinada: a substantiva, a adjetiva e a adverbial.

O que é um período?

Um período é um enunciado que tem uma ou mais orações com sentido completo. Quando o período tem apenas uma oração, trata-se de um período simples. Quando o período tem mais de uma oração dentro dele, é chamado de período composto.

Veja a diferença:

  • Período simples: Nós sairemos amanhã.

  • Período composto: Nós sairemos amanhã, se não chover.

No período composto do exemplo, há duas orações aparecendo uma ao lado da outra: “Nós sairemos amanhã” e “se não chover”. O período pode ser composto por subordinação, por coordenação e, até mesmo, tanto por subordinação quanto por coordenação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como identificar um período composto por subordinação?

Um período composto por subordinação geralmente apresenta uma oração principal e uma oração subordinada.

A oração principal tem sentido completo mesmo estando sozinha no enunciado. Já a oração subordinada depende sintaticamente de outra oração que ajuda a subordinada a fazer sentido.

Observe esses exemplos:

Oração principal + oração subordinada

Nós sairemos amanhã, se não chover.

Antes de estudar, ela dormiu.

No primeiro caso, a oração “Nós sairemos amanhã” é a principal, tendo sentido completo mesmo se lida isoladamente. A oração “se não chover” não tem sentido completo sozinha, só sendo bem interpretada quando acompanhada da oração principal.

Enquanto isso, no segundo caso, “Antes de estudar” aparece primeiro, mas é a oração subordinada, dependendo da oração principal, “ela dormiu”, que aparece em seguida.

Quais são os tipos de orações subordinadas?

três tipos principais de orações subordinadas: as substantivas, as adjetivas e as adverbiais. Cada uma delas é subclassificada em mais tipos.

  • Orações subordinadas substantivas

São aquelas têm papel de substantivo no enunciado. São subclassificadas de acordo com a função que exercem nele:

  • Subjetiva: exerce função de sujeito. Ex.:

É importante que você se organize.

  • Objetiva direta: exerce função de objeto direto. Ex.:

Eu espero que tudo fique bem.

  • Objetiva indireta: exerce função de objeto indireto. Ex.:

Ela nos convenceu de que chegaria logo.

  • Predicativa: exerce função de predicativo do sujeito. Ex.:

O problema foi que não terminamos a tempo.

  • Completiva nominal: exerce função de complemento nominal. Ex.:

Eles têm certeza de que se formarão no ano que vem.

  • Apositiva: exerce função de aposto. Ex.:

    Só faltou uma correção: que você alinhe as figuras na página.

Para saber mais sobre as orações subordinadas substantivas, clique aqui.

  • Orações subordinadas adjetivas

São aquelas que têm papel de adjetivo no enunciado. São subclassificadas de acordo com a forma como qualificam a oração principal:

  • Explicativa: explica um elemento da oração principal. Aparece entre vírgulas. Ex.: Estou acabando de ler aquele livro, que é bem pesado.

  • Restritiva: delimita um elemento da oração principal. Não aparece entre vírgulas, ligando-se diretamente ao elemento que restringe. Ex.: A bola que acabou de furar era dela.

Para saber mais sobre as orações subordinadas adjetivas, clique aqui.

  • Orações subordinadas adverbiais

São aquelas têm papel de advérbio no enunciado. São subclassificadas de acordo com a relação que estabelecem com a oração principal:

  • Causal: tem relação de causa. Ex.: Suas postagens fazem muito sucesso por ela saber escrever bem.

  • Comparativa: tem relação de comparação. Ex.: Nós nos beijamos como se fosse a primeira vez...

  • Concessiva: tem relação de concessão. Ex.: Apesar de não ser o mais bonito, conquistava todo mundo.

  • Condicional: tem relação de condição. Ex.: Nosso time perderia o concurso, a não ser que nos uníssemos.

  • Conformativa: tem relação de conformidade. Ex.: Conforme explicado anteriormente, esse resultado já era esperado.

  • Consecutiva: tem relação de consequência. Ex.: Esperou tanto que até cansou.

  • Final: tem relação de finalidade. Ex.: Aprendo gramática para melhorar minha comunicação.

  • Proporcional: tem relação de proporção. Ex.: À medida que o silêncio se estendia, eu ficava mais angustiado!

  • Temporal: tem relação de tempo. Ex.: Só começo a comer quando todos estiverem à mesa.

Para saber mais sobre as orações subordinadas adverbiais, clique aqui.

Diferenças entre o período composto por subordinação e o período composto por coordenação

Se as orações do período composto por subordinação dependem uma da outra para terem sentido completo, isso não ocorre no período composto por coordenação. Nele, as orações são independentes entre si, podendo ambas serem lidas isoladamente sem que a interpretação seja prejudicada. Veja:

Ela dormiu e estudou.

Tanto a oração “Ela dormiu” quanto a oração “e estudou” têm sentido completo quando lidas isoladamente, o que faz com que ambas sejam classificadas como orações coordenadas. Portanto, é um período composto por coordenação.

Período composto por coordenação e subordinação

Há alguns casos de períodos muito longos, com várias orações, em que se notam os dois tipos de relação: tanto a coordenação quanto a subordinação. Observe o seguinte caso:

Orações coordenadas + oração principal + oração subordinada

Minha família economizou muito dinheiro e sempre se planejou muito para comprar esta casa.

Podemos notar três orações nesse período:

  • Minha família economizou muito dinheiro

  • e sempre se planejou muito e

  • para comprar esta casa.

Nesse caso, as orações “Minha família economizou muito dinheiro” e “e sempre se planejou muito” são coordenadas, isto é, são independentes entre si, tendo sentido completo mesmo se lidas isoladamente.

No entanto, a oração “e sempre se planejou muito” também é uma oração principal, já que a terceira oração, “para comprar esta casa”, é uma oração subordinada a essa oração principal. Assim, esse é um período composto por coordenação e subordinação.

Leia também: Conjunções subordinativas — os termos que ligam orações em períodos compostos por subordinação

Exercícios resolvidos

Questão 1

(Cesgrario)

Texto de questão da Cesgranrio sobre período composto por subordinação

Ao contrário do período composto por coordenação, o período composto por subordinação apresenta ao menos uma oração sintaticamente dependente de outra.

O seguinte período configura-se como composto por subordinação:

A) “Como o aquecimento global está atrapalhando a aviação” (Título do texto)

B) “No mês passado, dezenas de voos foram cancelados nos EUA por causa do calor.” (Subtítulo do texto)

C) “Por lá, as temperaturas altas não impactam só as contas de luz.” (ℓ. 8-9)

D) “A sustentação que as asas do avião garantem depende da densidade do ar.” (ℓ.31-32)

E) “Os efeitos dessa restrição de peso podem pesar no bolso das companhias aéreas e mudar operações pelo mundo todo.” (ℓ. 46-48)

Resposta

Alternativa D. Há duas orações: “A sustentação [...] depende da densidade do ar” e “que as asas do avião garantem”, sendo esta última subordinada à primeira, que é a oração principal do período, configurando, portanto, um período composto por subordinação.

Questão 2

(Fundatec)

Sobre períodos compostos, avalie as assertivas abaixo:

I. No período composto por coordenação, as orações se sucedem igualitariamente, sem que umas dependam das outras.

II. Na subordinação, há orações que dependem sintaticamente de outras, isto é, são termos de outras, podendo representar sujeito, objetos — direto e indireto, complementos nominais, predicativos, apostos, adjuntos adnominais e adverbiais.

III. É possível haver a formação de períodos mistos — períodos compostos por coordenação e subordinação —, em que se tenha orações coordenadas independentes, orações principais e orações subordinadas.

Quais estão corretas?

A) Apenas I.

B) Apenas II.

C) Apenas I e II.

D) Apenas II e III.

E) I, II e III.

Resposta

Alternativa E. As três afirmativas estão corretas, cada uma a respeito de um tipo de período composto. 

Publicado por Guilherme Viana

Artigos Relacionados

Conjunções subordinativas
Conheça as conjunções subordinativas, palavras responsáveis pela construção do período composto por subordinação.
Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas
Orações coordenadas assindéticas? Orações coordenadas sindéticas? Simples, para conhecê-las um clique somente basta!
Orações subordinadas adjetivas
Entenda o que são as orações subordinadas adjetivas. Saiba suas classificações e veja exemplos de seu uso. Conheça também outros tipos de orações subordinadas.
Orações subordinadas adverbiais
Aprenda sobre as orações subordinadas adverbiais e saiba como classificá-las de acordo com o sentido estabelecido por elas.
Orações subordinadas substantivas
Descubra o que são as orações subordinadas substantivas. Saiba como elas são classificadas. E veja também quais são os outros tipos de orações subordinadas.
Período composto por coordenação
Aprenda mais sobre o período composto por coordenação, entendendo como as orações existentes nele se relacionam. Veja exemplos e conheça as orações coordenadas.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!