Whatsapp icon Whatsapp

Mercantilismo

O mercantilismo foi uma prática econômica, vigente na Europa entre os séculos XV e XVIII, que ajudou na consolidação da burguesia como classe social dominante. Sua origem está na transição do feudalismo para o capitalismo, durante a crise da Idade Média e a formação dos Estados nacionais. Os monarcas absolutistas intervinham na economia em busca de riquezas, como metais preciosos.

Os tipos de mercantilismo são:

  • mercantilismo comercial;

  • mercantilismo industrial; e

  • metalismo.

Na Europa, essas práticas econômicas foram idealizadas por economistas como Adam Smith e Jean-Baptiste Colbert. O mercantilismo se fez presente no Brasil por meio do exclusivismo comercial, no início da colonização portuguesa.

Leia também: Como foi o Período Pré-Colonial do Brasil?

O que é mercantilismo?

O mercantilismo foi um conjunto de práticas e ideias econômicas que esteve em vigência, na Europa, entre os séculos XV e XVIII, período de transição do feudalismo para o capitalismo. As expansões marítimas promoveram a colonização da América por parte de Portugal e Espanha, onde o mercantilismo foi aplicado. Essas práticas e ideias estavam baseadas:

  • na intervenção do Estado na economia;

  • no metalismo (busca por metais preciosos);

  • na balança comercial favorável;

  • no incentivo à manufatura;

  • no protecionismo econômico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Origens do mercantilismo

As origens do mercantilismo remontam à transição da Idade Média para a Idade Moderna, entre os séculos XIV e XV. A Europa vivia a crise do sistema feudal e o surgimento do capitalismo. A burguesia se tornava uma classe social em ascensão, graças ao fortalecimento do comércio. Os reis ganharam destaque ao exercerem suas lideranças nas guerras, no combate às revoltas servis e na formação dos Estados nacionais. Burgueses e monarcas absolutistas se uniram para fortalecer um ao outro, bem como expandir o comércio, que se consolidava como principal atividade econômica da Europa.

Esse período foi marcado pela expansão marítima, liderada por Portugal e Espanha. A busca por novas rotas até as Índias, em busca de especiarias para serem comercializadas no continente europeu, promoveu o reconhecimento de um novo continente, a América. Iniciava a colonização dessa nova terra, o que levou para o outro lado do Atlântico as práticas e ideias mercantilistas. O colonialismo europeu contou com o apoio dos reis e o financiamento da burguesia.

A aliança entre reis e burgueses enfraqueceu a nobreza feudal. Durante a Idade Média, os nobres eram a classe social dominante e possuidores de grandes quantidades de terra, fonte de riqueza no período feudal. Como a agricultura era a principal atividade econômica da Europa feudalista, os nobres eram os mais ricos e, consequentemente, os mais poderosos. A crise do sistema feudal e as ascensões dos monarcas absolutistas e da burguesia colocaram um ponto-final no domínio nobre na Europa.

Características do mercantilismo

Mapa dos domínios da Espanha e de Portugal no século XVI, quando essas duas nações aplicaram as práticas mercantilistas na exploração das colônias.
Mapa dos domínios da Espanha e de Portugal no século XVI, quando essas duas nações aplicaram as práticas mercantilistas na exploração das colônias.

O mercantilismo não foi aplicado da mesma forma na Europa. Sua aplicação esteve condicionada ao contexto de cada nação. Veja a seguir as suas principais características.

  • Metalismo: defesa do acúmulo de metais e pedras preciosas, como ouro, prata e diamante. Essa característica mercantilista foi aplicada por Portugal e Espanha enquanto organizavam a exploração de suas colônias na América. Os espanhóis conseguiram explorar ouro logo no início da colonização, enquanto os portugueses não tiveram a mesma sorte logo após o desembarque no litoral brasileiro. Somente no século XVIII que as primeiras minas de ouro foram encontradas pelos bandeirantes no interior do Brasil.

  • Colbertismo: incentivo ao desenvolvimento manufatureiro para atrair riqueza por meio da vinda de moeda estrangeira. Buscava-se também limitar os gastos internos. Essa característica foi baseada nas ideias do ministro francês Jean-Baptiste Colbert.

  • Balança comercial favorável: nas trocas comerciais, uma nação deveria vender mais mercadorias e comprar menos, ou seja, exportar mais e importar menos. Dessa forma, sua balança comercial estaria positiva.

  • Protecionismo alfandegário: cobranças de impostos sobre produtos estrangeiros para proteger o mercado interno.

Leia também: Liberalismo conjunto de ideias que visam à não intervenção estatal

Tipos de mercantilismo

  • Mercantilismo comercial

As ideias mercantilistas incentivaram a expansão comercial, fortalecendo o capitalismo nascente. As nações europeias buscavam produtos que poderiam ser comercializados no mercado europeu e, dessa forma, acumular riquezas. Portugal e Espanha iniciaram a colonização na América em busca de metais preciosos ou de outros produtos valiosos para o mercado.

Os espanhóis encontraram ouro nos primeiros anos de colonização e obtiveram grandes lucros. Já Portugal, sem encontrar metal precioso no litoral brasileiro, primeiramente investiu no comércio do pau-brasil e, logo em seguida, na produção açucareira, que, de fato, começou a gerar lucro para os portugueses.

  • Mercantilismo industrial

Esse tipo de mercantilismo se baseava na produção manufatureira. A França adotou esse tipo por meio do ministro Colbert. Ele incentivou a produção de artigos de luxo, que seriam comercializados no mercado externo. Em busca de matéria-prima para essa produção, os franceses decidiram invadir a América portuguesa, mas foram expulsos.

Mercantilismo na Europa

As nações europeias adotaram as práticas e as ideias mercantilistas para desenvolver suas economias. Os reis absolutistas se aliaram aos burgueses comerciantes em busca de lucros e acúmulo de metais precisos. Os recém-formados Estados nacionais europeus intervinham na economia, regulando o mercado, cobrando impostos e unificando as moedas. O comércio a cada dia se desenvolvia mais, enriquecendo as nações, bem como seus governantes e aliados.

Mercantilismo no Brasil

O mercantilismo chegou ao Brasil por meio dos portugueses. Desde a chegada de Pedro Álvares Cabral, em 1500, os colonizadores buscavam encontrar ouro no litoral brasileiro. A notícia de que os espanhóis encontraram metais precisos fizeram com que os portugueses aumentassem a procura no Brasil. Como não encontraram de imediato esses metais, eles resolveram explorar outras mercadorias que também tinham valor no mercado externo.

Com o êxito da produção de açúcar no Nordeste brasileiro, os portugueses implantaram o Pacto Colonial ou o exclusivismo colonial. Com isso, o Brasil Colônia só poderia comercializar com a metrópole portuguesa. Dessa forma, Portugal obteve o controle de toda a riqueza extraída de sua colônia brasileira.

Olinda, em Pernambuco, uma das regiões onde mais se produziu cana-de-açúcar, que era revendida para a Europa por meio do controle português.
Olinda, em Pernambuco, uma das regiões onde mais se produziu cana-de-açúcar, que era revendida para a Europa por meio do controle português.

Resumo sobre o mercantilismo

  • O mercantilismo foi um conjunto de práticas e ideias econômicas que vigorou na Europa, durante os séculos XV a XVII, ao longo da crise do sistema feudal e na formação do capitalismo.

  • Suas principais características são: acúmulo de metais preciosos, incentivo à manufatura, intervenção do Estado na economia, balança comercial favorável e protecionismo.

  • Os tipos de mercantilismo são o comercial e o industrial.

  • No Brasil, o mercantilismo se materializou no comércio de mercadorias e no Pacto Colonial.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - O mercantilismo foi um conjunto de práticas e ideias econômicas em vigor, na Europa, entre os séculos XV e XVIII. Leia os itens abaixo e assinale uma das características do mercantilismo.

A) Livre comércio sem a participação do Estado.

B) Expansão da agricultura.

C) Acúmulo de metais preciosos.

D) Aumento de impostos sobre os lucros burgueses.

Resolução

Alternativa C. O metalismo, ou seja, o acúmulo de metais preciosos, foi uma das principais características do mercantilismo. Com o surgimento dos Estados nacionais, a riqueza se media por meio do acúmulo de ouro, prata e diamante.

Questão 2 - Ao desembarcar no Brasil, em 1500, os portugueses procuraram no litoral brasileiro metais preciosos, porém não os encontraram. Essa busca por esses metais está ligada a uma prática econômica comum na Europa, entre os séculos XV e XVIII, que se chama:

A) mercantilismo.

B) escravismo.

C) feudalismo.

D) escambo.

Resolução

Alternativa A. O mercantilismo foi um conjunto de práticas e ideias econômicas que dominou a Europa na transição do feudalismo para o capitalismo. A riqueza das nações em formação estava no acúmulo de metais precisos, na intervenção do Estado na economia e no protecionismo.

Publicado por Carlos César Higa
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Vasco da Gama, navegante que concretizou a circunavegação do continente africano.
A expansão marítima portuguesa
Expansão marítima portuguesa, Expansionismo marítimo português, Conquista de Ceuta, Sagres, circunavegação do continente africano, colonização da Costa Africana.
Colombo: o primeiro navegador a estipular as conquistas marítimas da Coroa Espanhola.
Expansão Marítima Espanhola
Clique aqui e entenda como ocorreu a expansão marítima espanhola!
A unificação da Espanha formalizou-se com o casamento entre Fernando de Aragão e Isabel de Castela
Formação da Monarquia Nacional Espanhola
Saiba como ocorreu a formação da Monarquia Nacional Espanhola durante o processo de guerras pela reconquista da Península Ibérica.
Guerra dos Trinta Anos
Clique no link e veja como as disputas religiosas motivaram a Guerra dos Trinta Anos. Acompanhe os períodos da guerra, os principais países em disputa e como acabou.
Selo retrata a Festa do Chá de Boston, episódio em que colonos destruíram caixas de chá no porto dessa cidade*
Independência dos Estados Unidos
Entenda o processo de independência dos Estados Unidos, realizado pela elite colonial insatisfeita com a metrópole.
Os holandeses desenvolveram atividades mercantis de natureza comercial e industrial.
Mercantilismo Holandês
Clique aqui e conheça as características do mercantilismo holandês!
O metalismo foi um dos pilares do sistema mercantilista
Metalismo
Saiba o que foi o Metalismo, ou bulionismo, e a importância que isso tinha para a economia durante a Idade Moderna.
O Reino do Congo teve importante participação no desenvolvimento do tráfico de escravos.
O Reino do Congo
Uma das mais complexas civilizações africanas do período moderno.
O infante Dom Henrique teve grande papel no desenvolvimento marítimo de Portugal.
O pioneirismo português
Os fatores que contribuíram para a inserção de Portugal nas Grandes Navegações.
Gravura de Bartholomaeus Anglicus (Jean Corbechon), de 1482, mostrando o trabalho de tintura em uma manufatura de tecidos *
Origem do capitalismo e fim do feudalismo
A origem do capitalismo é encontrada no processo de desintegração do feudalismo. Clique e saiba mais!
O Pacto colonial foi firmado entre metrópoles europeias e colônias americanas
Pacto Colonial
Saiba o que era e que importância tinha o Pacto Colonial no contexto da política econômica mercantilista.
Reforma Protestante
Acesse este texto para saber mais detalhes sobre a Reforma Protestante. Entenda o contexto e as motivações que levaram ao início dessa reforma.
Detalhe do teto da Capela Sistina, pintado por Michelangelo Buonarroti
Renascimento Cultural
Conheça as principais características do Renascimento Cultural e o que ele significou para a Idade Moderna.
Tratado de Methuen: o acordo que marcou a história econômica portuguesa no século XVIII.
Tratado de Methuen
O acordo comercial que marcou a história econômica lusitana.
video icon
Português
Tempos primitivos
Para estudarmos a formação dos tempos verbais, precisamos entender os mecanismos de conjugação a partir de formas primitivas e derivadas. Então, vamos começar? Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre os tempos primitivos.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.