Whatsapp icon Whatsapp

Verb tenses (tempos verbais em inglês)

Verb tenses (tempos verbais) no idioma inglês são as formas como verbos são flexionados, cumprindo diferentes relações de temporalidade.
Mulher de óculos segura livro em frente a quadro-negro com os tempos verbais em inglês.
Verb tenses em inglês indicam acontecimentos, aspectos, ocorrências, ações.

Os tempos verbais em inglês (verb tenses) são recursos comunicacionais que usam verbos para indicar aspectos verbais em relação aos tempos: presente, passado, futuro. Temos os aspectos simples (simple), contínuo (continuous) e perfeito (perfect). Podem sinalizar momento de indeterminação com o simples; continuidade, com o contínuo; ou finitude de uma ação, com o perfeito. Em alguns casos, temos estruturas básicas que se mantêm idênticas para todas as pessoas gramaticais; em outros, há variações.

Os tempos verbais em inglês que aqui serão trabalhados:

  • simple present;
  • simple past;
  • simple future;
  • future going to;
  • present perfect;
  • past perfect;
  • future perfect;
  • past perfect continuous;
  • future perfect cotinuous;
  • present perfect continuous;
  • present continuous;
  • past continuous;
  • future continuous.

Leia também: Regras para o plural em inglês

Tempos verbais em inglês e o aspecto

Existe uma categorização de tempos verbais de acordo com aspects (aspectos). Estes fazem referência à natureza da ação descrita pelo verbo. Temos três aspectos:

  • Simple: usado quando o início da ação não importa ou é desconhecido. Pode também indicar ação regular.
  • Perfect: enfatiza o fato de a ação já estar finalizada, tendo seu fim conhecido, ainda que venha a ser no futuro.
  • Continuous: indica que uma ação está em curso no passado, presente ou futuro. A ação estava, está ou estará em progresso, podendo também vir a ser interrompida.

Atenção: Os aspectos indicam as diferentes ênfases que os verbos podem tomar. Entendê-los facilita o entendimento de cada tempo verbal que será apresentado a seguir.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tempos verbais em inglês (verb tenses)

Primeiramente é importante conhecer a forma base dos verbos em inglês, também conhecida como infinitivo — é o verbo em sua forma simples, com a presença da partícula to.

to play – jogar
to go – ir
to be – ser/estar
to drive – dirigir

Para construir os tempos verbais, nos baseamos nessas formas, retirando o to.

  • Simple present

O simple present equivale ao tempo presente. É indicativo, na língua inglesa, de ações que acontecem com regularidade. É formado a partir do verbo na forma base, mas com uma importante variação: para he/she/it, normalmente, adicionamos o “s” ou “es” ou “ies”. Isso vale para a maioria dos verbos, com exceções importantes: to be e to have.

Veja a conjugação de to study e to be no simple present:

I

study

am

He

studies

is

She

studies

is

It

studies

is

We

study

are

You

study

are

They

study

are

Observe como os verbos terminados em “s” são os mesmos que equivalem a “is” nas posições. Assim fica mais fácil lembrar. Nossa base toda, para verbos, fica muito mais fácil ao sabermos bem o verb to be.

Alguns exemplos:

She studies every day.
Ela estuda todos os dias.

They are very sad.
Elas/eles estão muito tristes.

Para negativas e interrogativas, usamos do e does, mas, antes, veremos a conjugação do verbo to do no simple present:

I do
He does
She does
It does
We do
They do
You do

Agora tudo fica mais fácil. Sabemos quando usar do e does de acordo com os pronomes. Esses verbos são auxiliares e atuam na construção do simple present nas formas interrogativas afirmativa e negativa, no início das frases.

Do you like pizza?
Você gosta de pizza?

Don’t you like pizza?
Do you not like pizza?

Você não gosta de pizza?

Does he talk a lot?
Ele fala muito?

Doesn’t he talk a lot?
Does he not talk a lot?

Ele não fala muito?

Atenção: Note que, na tradução, do ou does atuam apenas como auxiliares, deixam de significar “fazer”.

Por fim, a forma negativa simples do simple present. A posição do do ou do does será regular, mas seguindo o que vimos acima: don’t ou doesn’t.

He doesn’t talk a lot.
Ele não fala muito.

You don’t like pizza.
Você não gosta de pizza.

  • Present continuous

O present continuous equivale ao que chamamos de gerúndio em português. Sua formação se dá com o verb to be na forma base (am/is/are), seguido do verbo na forma base + ing. Vamos entender melhor?

Verb to go (ir) – present continuous

I am going

She is going

He is going

It is going

We are going

They are going

You are going

Exemplos:

I am going home.
I’m going home. (forma abreviada)
Estou indo para casa.

E a forma interrogativa? Necessita de uma inversão:

Am I going home?
Estou indo para casa?

A seguir, as formas negativa e negativa interrogativa. O marcador negativo fica próximo ao verbo auxiliar to be, podendo vir na forma contraída (ou reduzida) ou na forma extensa. Contudo, para perguntas, o marcador not vem após o sujeito, seja um pronome, seja um substantivo. As formas contraídas são muito mais comuns. As formas extensas são mais formais.

It is not eating well.
It isn’t eating well.
(forma abreviada)
Ela/ele (um animal) não está comendo bem.

Is Joanna not working today?
Joanna não está trabalhando hoje?

Are they not singing today?
Aren’t they singing today?
(forma abreviada)
Elas/eles não estão cantando hoje?

Atenção: Há uma ambiguidade na sentença acima. Ela pode significar uma pergunta sobre o futuro ao mesmo tempo que pode se referir ao momento presente. Como saber qual o caso? Pelo contexto.

  • Simple past

O simple past indica uma ação terminada no passado, equivalendo geralmente ao pretérito perfeito e ao pretérito imperfeito em português.

Quando o verbo é regular, sua formação, na forma afirmativa, é feita na forma base + terminação “ed”. Exemplos:

to love – loved (amou/amava)
to cry – cried (chorou/chorava)
to wash – washed (lavou/lavava)

Não importando a pessoa gramatical, todos os verbos se repetem.

Verb to paint (pintar) – simple past

I painted

He painted

She painted

It painted

We painted

You painted

They painted

Alguns verbos são irregulares. Isso significa, entre outras coisas, que não seguirão a mesma regra de terminações. Abaixo, alguns exemplos de formas irregulares verbais:

to go (ir) – went
to be (ser/estar) – was/were
to run (correr) – ran
to write (escrever) – wrote

Um verbo irregular tem relação com a forma do particípio. Guarde essa informação mentalmente, pois será importante no perfect tense, mas fique tranquila(o), pois te relembraremos disso.

Temos alguns exemplos também que, mesmo não sendo irregulares, são diferentes, seguindo, contudo, uma lógica parecida com a do “ed”:

to say (dizer) – said
to have (ter) – had

Suas formas do particípio se mantêm constantes, portanto, são regulares.

Seguimos agora com exemplos de sentenças no simple past.

I talked to myself at that moment.
Eu falei comigo mesma/o naquele momento.

“She said: ‘you don’t understand what I said’.” (Beatles)
Ela disse: você não entende o que eu disse.

Para perguntas: usamos o did. Observe que, na forma negativa, podemos fazer de forma contraída (ou reduzida) ou extensa. Neste caso, o not fica após o sujeito (seja um pronome, seja um substantivo cumprindo essa função).

Além disso, o verbo fica na forma base, sem ser flexionado, ou seja: para perguntas no simple past, o marcador é o did.

Did you go to her?
Você foi até ela?

Did you not hate her?
Didn’t you hate her?
(forma abreviada)
Você não a odiava?

  • Past continuous

O past continuous indica ação iniciada no passado, sendo então normalmente interrompida. É o gerúndio no passado, em português. Sua formação se dá com o verb to be flexionado no passado (was/were) e o verbo na forma base + ing. É paralela à construção do present continuous. Vamos ver o exemplo?

Verb to love (amar) – past continuous

I was loving

She was loving

He was loving

It was loving

We were loving

They were loving

You were loving

Não faz a menor diferença se o verbo é irregular ou regular neste momento. Para todos os casos, será da mesma forma.

He was being unreasonable.
Ele estava sendo desarrazoado.
(A forma base do verbo to be: be + ing: being)

We were going home when the car stopped working.
Estávamos indo para casa quando o carro parou de funcionar.
(A forma base do verbo to go: go + ing: going)

Para perguntas: fazemos uma inversão, colocando o verbo auxiliar to be no início da sentença.

Was he being unreasonable?
Ele estava sendo desarrazoado?

Were we going home?
Estávamos indo para casa?

Para sentenças negativas: o marcador negativo fica próximo ao verbo auxiliar to be, podendo vir na forma contraída (ou reduzida) ou na forma extensa.

He was not being unreasonable.
He wasn’t being unreasonable.
(forma abreviada)
Ele não estava sendo desarrazoado.

We were not going home.
We weren’t going home.
(forma abreviada)
Não estávamos indo para casa.

Para sentenças negativas interrogativas, o not pode ficar contraído ou ficar logo após o sujeito.

Was Paul not being unreasonable?
Was he not being unreasonable?

Wasn’t he being unreasonable? (forma abreviada)
Ele [Paul] não estava sendo desarrazoado?

Were we not going home?
Weren’t we going home?
(forma abreviada)
Não estávamos indo para casa?

  • Present perfect + present perfect continuous

Mesmo com present no nome, esse tempo verbal indica uma ação passada e terminada. Sua construção se dá com o verbo have flexionado no simple present + participle (verbo no particípio). A forma abreviada será: ’ve ou ’s. Vamos conferir?

To say (dizer) – present perfect

I have said

She has said

He has said

It has said

We have said

They have said

You have said

Observem que podemos usar as formas abreviadas:

I’ve said

She’s said

He’s said

It’s said

We’ve said

They’ve said

You’ve said

O verbo say é regular. Isso significa que as formas do simple past e do past participle (particípio) coincidem entre si. Para entender melhor, será importante fazer uma comparação com o simple present. Vamos conferir um caso em que não há coincidência entre as duas formas?

- Verb to be (ser/estar):

I was home. (simple past)
Eu estava em casa.
Eu estive em casa.

I have been home. (present perfect)
I’ve been home. (forma abreviada)
Eu estive em casa.

Observem que a tradução coincide. O que significa que, apesar de lermos o have ou o has, nenhum deve ser levado em consideração como um termo a ser traduzido: apenas indicam que o tempo verbal é passado, tratando-se de uma ação terminada.

Alguns outros exemplos de irregulares:

- To write (escrever):

She wrote her a letter. (simple past)
Ela escreveu uma carta para ela.

She has written her a letter. (present perfect)
She’s written her a letter. (forma abreviada)
Ela escreveu uma carta para ela.

- To fly (voar):

It flew for days. (simple past)
Ele/ela voou por dias.

It has flown for days. (present perfect)
It’s flown for days. (forma abreviada)
Ele/ela voou por dias.

Atenção: Para o uso correto do perfect, é importante saber os verbos irregulares e seus particípios.

Para a forma afirmativa, é isso; para a negativa, podemos ter:

I haven’t loved it. (forma abreviada)
I have not loved it.
Eu não amei isso.

Lembrete: have é utilizado com: I/we/you/they; has é utilizado com he/she/it.

He hasn’t passed the test. (forma abreviada)
He has not passed the test.
Ele não passou no teste.

Para as formas interrogativas, segue-se a mesma lógica de uso de have e had:

Have they loved her?
Elas/eles amaram ela?

Have they not loved us?
Haven’t they loved us?
(forma abreviada)
Elas/eles não nos amaram?

Hasn’t she spoke to you? (forma abreviada)
Has she not spoke to you?
Ela não falou com você?

Temos também o tempo contínuo do present perfect, o present perfect continuous. Ele é mais simples, sendo formado com have ou has (do mesmo modo que acima) + been + verbo no ing.

Alguns exemplos:

I’ve been memorizing this room. (forma abreviada)
Estive memorizando este quarto.

She hasn’t been feeling well. (forma abreviada)
Ela não esteve se sentindo bem.

  • Past perfect + past perfect continuous

O past perfect traz ações realizadas e concluídas no passado. É como o passado do passado, equivalendo geralmente ao nosso pretérito mais-que-perfeito em português. Sua construção é similar à do present perfect, mas mais simples: usamos had + verbo no particípio (participle). Para a forma abreviada no presente, basta acrescentar ’d após o pronome.

To sing (cantar) – past perfect

I had sung

She had sung

He had sung

It had sung

We had sung

They had sung

You had sung

Sing é um verbo irregular. Mais um para sua lista! Vamos fazer a comparação com o simple past e o present perfect para entender as diferenças?

She sang yesterday. (simple present)
Ela cantou ontem.

She has sung yesterday. (present perfect)
She’s sung yesterday. (forma abreviada)
Ela cantou ontem.

She had sung in the past. (past perfect)
She’d sung in the past. (forma abreviada)
Ela havia/tinha cantado no passado.

Vamos verificar o negativo? Agora apenas com o past perfect:

She hadn’t sung in the past. (forma abreviada)
Ela não havia/tinha cantado no passado.

E como fazemos o interrogativo? De forma similar ao que foi visto, ou seja, com inversão:

Had she sung in the past?
Ela havia/tinha cantado no passado?

Hadn’t she sung in the past? (forma abreviada)
Had she not sung the past?
Ela não havia/tinha cantado no passado?

Mais alguns exemplos:

- To have (ter), regular

We had had problems last month.
We’d had problems last month. (forma abreviada)
Nós tínhamos tido problemas mês passado.
(Aqui, temos had como auxiliar, marcando o past perfect, e had como verbo principal.)

- To go (ir), irregular

They had gone a long time ago.
They’d gone a long time ago.
(forma abreviada)
Eles haviam ido há muito tempo.

Temos também o tempo contínuo do past perfect (past perfect continuous). Ele é mais simples: é formado com had (do mesmo modo que acima) + been + verbo no ing.

Alguns exemplos:

I’d been studying so much. (forma abreviada)
Eu tinha estado (estivera) estudando tanto.

Had she been searching for something?
Ela tinha estado (estivera) procurando algo?

  • Simple future + future continuous

Agora, o futuro! Utilizado para indicar certeza sobre ações que ainda ocorrerão. A construção é simples. Usamos will + verbo na forma base. Para a forma abreviada afirmativa, colocamos ’ll após o pronome. Vamos lá?

To listen (ouvir)

I will listen

She will listen

He will listen

It will listen

They will listen

We will listen

You will listen

Mais alguns exemplos:

You will be better.
You’ll be better.
(forma abreviada)
Você melhorará.
Você estará melhor.
(Duas traduções possíveis)

They will not type today.
They won’t type today.
(forma abreviada)
Eles/elas não digitarão hoje.

As interrogativas, como de hábito, vêm com as inversões:

Will we smile for them?
Nós sorriremos para elas/eles?

Won’t we smile for them? (forma abreviada)
Will we not smile for them?
Nós não sorriremos para elas/eles?

Atenção: O will pode ser associado ao verb to be + ing. Assim, formamos o future continuous. Entenda a seguir.

I will be writing to you.
Eu estarei escrevendo para você.
Eu escreverei para você.

É importante notar que esse hábito do idioma inglês tem influenciado nosso idioma. A primeira frase acima pode ser traduzida da mesma forma que a de baixo no português. A gradação não é necessária. Essa problemática ocorre, pois temos o hábito de traduzir ao pé da letra, o que geralmente não dá certo.

  • Future perfect + future perfect continuous

Outra forma verbal menos utilizada é o future perfect. Associamos will + have + verbo no particípio. Estamos falando de algo com término pré-definido.

I will have talked to her by six.
Terei falado com ela até as seis.

Will they have looked into it by next month?
Elas/eles terão investigado o assunto até o mês próximo?

E finalizamos com o future perfect continuous: will + have + been + verbo no ing. Observe que aqui seguimos lógicas de construção similares às dos modos perfect continuous anteriores. A seguir, uma situação que já começou e continua no futuro:

She will have been painting for hours.
Ela terá estado pintando por horas.

Won’t we have been discussing in this room for too long by the end of the day?
Nós não teremos estado discutindo neste quarto por tempo demais até o fim do dia?

  • Future + going to

Essa forma de futuro é uma das mais utilizadas do idioma. Dá uma ideia menos definitiva e, simultaneamente, de tempo mais imediato. É construída utilizando o verb to be flexionado (de acordo com cada pronome) + going to + verbo na forma base. A forma do verbo to be também pode vir abreviada, como já vimos no simple present. Confira a tabela:

To watch (assistir)

I am going to watch

She is going to watch

He is going to watch

It is going to watch

We are going to watch

They are going to watch

You are going to watch

Mais alguns exemplos:

I’m going to play today.
Eu vou jogar hoje.

It’s going to run tomorrow.
Ele/ela vai correr amanhã.

You’re going to be surprised.
Você/s ficará/ficarão surpresa/o/as/os.
(Lembrando que you pode ser singular ou plural, e que o adjetivo pode se referir a um grupo de diferentes gêneros.)

Atenção: Em linguagem coloquial, é comum encontrarmos gonna em vez de going to. Exemplo:

You’re gonna laugh!
Você vai rir!

Na forma negativa, nossa base é a forma do simple present negativa do verb to be.

You are not going to be sad.
You aren’t going to be sad.

Você não vai ficar triste.

He isn’t going to cry.
He is not going to cry.

Ele não vai chorar.

I’m not going to paint today.
I am not going to paint today.

Eu não vou pintar hoje.

 

Na interrogativa, ocorre inversão:

Are you not going to be sad?
Aren’t you going to be sad?

Você não vai ficar triste?

Isn’t he going to cry?
Is he not going to cry?

Ele não vai chorar?

Am I not going to paint today?
Eu não vou pintar hoje?

Am I going to type?
Eu vou digitar?

Is it going to be thrilled?
Ela/ele vai ficar animada/o?

Are we going to go home?*
Nós vamos ir para casa?

*Observe que temos going como auxiliar, formador do tempo verbal, e temos to go como verbo principal.

Veja também: Question tags — expressões utilizadas para confirmação

Exercícios resolvidos sobre tempos verbais em inglês

Questão 1

Mulher sorrindo.

Escolha a frase que melhor descreve a situação e o tempo verbal correspondentes à imagem acima.

A) She is sad. (present perfect)

B) She is smiling. (present continuous)

C) She was happy. (past perfect)

D) She had had been happy. (simple future)

Resolução: letra B

A pessoa está sorrindo, está feliz. A letra A afirma que ela está triste, já podemos descartá-la, portanto. A letra C indica que ela estava feliz, o que poderia corresponder à imagem, mas afirma isso no passado, past perfect, o que está incorreto, pois não há nenhum sinal de had. A letra D indica had, mas no futuro, simple future, e isso também não faz sentido, pois deveria haver will para tanto. A letra B afirma que ela está sorrindo, e diz que é present continuous: alternativa correta.

Questão 2

Garoto navegando em bote em meio à floresta.

“The story says he rowed the boat to the future.”

Quais são os dois tempos verbais presentes nessa frase?

A) present continuous, future going to

B) past perfect, future going to

C) simple present, past perfect

D) simple present, simple past

Resolução: letra D

A letra A afirma uma forma contínua, mas não há nenhum “ing” na frase. Podemos descartá-la. A letra B, por trazer going to, também pode ser descartada, pois ele não aparece na frase. Quanto à letra C: a frase de fato começa com simple presente, says, mas a conclusão não possui nenhum had para indicar o past perfect. Ficamos com a alternativa correta D.

Publicado por Beta Maria Xavier Reis
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Adverbs
Saiba tudo sobre os “adverbs” em inglês. Conheça as suas principais subcategorias e as regras de uso para cada contexto, com exemplos.
Expressions using take, do and get
A partir de “get”, “take” e “do” é possível formar diversas expressões em inglês.
Future Continuous
Aprenda a formar o Futuro Contínuo (Future Continuous) em inglês e as três maneiras de aplicação desse tempo verbal.
Future Perfect Continuous
Saiba tudo sobre as características e a formação do “Future Perfect Continuous”!
Going to - Future
Para formar uma sentença no futuro, utiliza-se o verbo to be conjugado precedido do going to mais o infinitivo do verbo.
Imperatives
A forma verbal do imperativo costuma ser bastante empregada em textos publicitários.
Irregular Verbs
Os verbos irregulares, apesar de não serem maioria, são utilizados constantemente.
Make or Do?
Sempre que vai fazer uma prova de inglês nunca sabe se coloca Make ou Do? Clique aqui e acabe com suas dúvidas!
Nouns
Conheça tudo sobre os “nouns” na língua inglesa. Entenda quais são os tipos de “nouns” para usá-los de maneira mais adequada no dia a dia.
Passive Voice
A voz passiva pode ser utilizada quando se pretende enfatizar o objeto da ação e não o seu autor.
Past Perfect Continuous
Aprenda a usar corretamente o Passado Contínuo Perfeito (Past Perfect Continuous) em inglês!
Past continuous
Saiba tudo sobre o uso e o contexto do tempo verbal “past continuous” em inglês. Entenda sua estrutura em frases afirmativas, negativas e interrogativas.
Past perfect
Saiba mais sobre o uso do tempo verbal “past perfect”, pretérito perfeito em inglês. Conheça sua estrutura em frases afirmativas, negativas e interrogativas.
Present Continuous - Gerúndio (interrogativo)
Ele geralmente acompanha advérbios de tempo.
Present Continuous - Gerúndio (negativo)
Quando é utilizado o present Continuous - gerúndio (negativo).
Present Perfect
Saiba tudo sobre o “present perfect”. Entenda suas regras e os principais usos desse tempo verbal. Conheça também a diferença entre o “presente perfect” e o “simple past”
Present Perfect Continuous
Aprenda em quais situações você deve usar o Present Perfect Continuous!
Present continuous
Saiba tudo sobre como usar o “present continuous” em inglês. Entenda a estrutura e as principais de regras do “present continuous”.
Pronouns
Saiba tudo sobre os diferentes “pronouns” em inglês. Conheça a função dos “pronouns”, entendendo o uso mais apropriado de cada um deles
Qual é a diferença entre “Lend” e “Borrow”?
Qual a diferença entre “Lend” e “Borrow”? Não sabe? Clique aqui e veja como usá-los corretamente nas sentenças!
Simple past
Acesse o texto sobre o “simple past” para entender quando usá-lo e como usar. Veja aqui as principais regras do passado simples em inglês!
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.