Whatsapp icon Whatsapp

Relações métricas no quadrado inscrito

As relações métricas no quadrado inscrito são fórmulas usadas para calcular o lado e o apótema dessa figura utilizando apenas a medida do raio da circunferência.
As relações métricas possibilitam calcular lado e apótema do quadrado inscrito usando o raio da circunferência
As relações métricas possibilitam calcular lado e apótema do quadrado inscrito usando o raio da circunferência

Relações métricas em um quadrado inscrito são aquelas encontradas entre as medidas de seus lados, ângulos e outros elementos. Dizemos que um polígono está inscrito quando existe uma circunferência que contém todos os seus vértices. A imagem a seguir mostra um quadrado ABCD de lado l inscrito em uma circunferência de raio r.

Nesse caso, o centro da circunferência e seu raio são chamados, respectivamente, de centro do polígono e raio do polígono.

Assim, as relações métricas do quadrado inscrito podem depender da circunferência que contém seus lados.

1ª Relação: Os vértices consecutivos do quadrado inscrito determinam ângulos centrais retos.

Existe uma propriedade que garante que as diagonais de um quadrado são congruentes e encontram-se em seus pontos médios. Sendo assim, a distância entre o ponto de encontro das diagonais O e a circunferência é a mesma. Logo, podemos presumir que o centro do quadrado também é o centro da circunferência, como mostra a figura a seguir:

Além disso, existe outra propriedade que garante que as diagonais do quadrado são perpendiculares. Assim, o ângulo entre elas é reto. Logo, ângulos centrais no quadrado inscrito são retos.

2ª Relação: É possível calcular o lado do quadrado inscrito usando a fórmula:

l = r√2

Para mostrar isso, usaremos o triângulo APO, cujos lados são o apótema OP relativo ao lado AD, o raio OA e o lado PA, formado a partir da construção do apótema. A imagem a seguir destaca esse triângulo a fim de facilitar a compreensão do problema.

Observe que o triângulo AOP é retângulo em P e que a medida de PA é metade do lado do quadrado. Isso acontece porque o apótema é altura do triângulo AOD, que, por sua vez, é isósceles. A altura de um triângulo isósceles também é mediana de sua base.

Além disso, note também que o apótema OP e o segmento PA têm o mesmo comprimento. Isso faz com que o triângulo AOP também seja isósceles, fazendo com que os ângulos de sua base sejam iguais. Como o ângulo P é reto, os outros dois ângulos medem 45° cada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com isso, temos todas as medidas necessárias para calcular o lado do quadrado. Para facilitar a compreensão, a figura a seguir destaca o triângulo AOP com todas as medidas descritas acima.

Para encontrar a medida l do lado do quadrado, podemos usar o cosseno:

cos45° = l/2
              r

Substituindo o valor do cosseno e realizando a divisão de frações do segundo membro, temos:

√2 =  l  ·
 2     2    r 

√2 = 
       r

l = r√2

Então, o lado do quadrado inscrito na circunferência de raio r é obtido multiplicando r pela raiz de 2.

3ª Relação: É possível encontrar a medida do apótema do quadrado inscrito usando a fórmula:

x = r2
     2

Para mostrar isso, podemos usar quase todo o desenvolvimento da relação anterior. Apenas modificando cosseno de 45° para o seno de 45°. Toda a construção do triângulo AOP (na imagem abaixo) será exatamente igual à construção do triângulo AOP na relação métrica anterior.

Sabendo disso, calcule:

sen45° = x
              r

√2 = x
 2     r

r√2 = x
2      

x = r√2
     2

Exemplo:

Calcule o apótema e o lado de um quadrado inscrito em uma circunferência de raio 10 cm.

Solução: Para calcular o lado, basta usar a primeira fórmula, substituindo r por 10:

l = r√2

l = 10√2

l = 10·1,41

O lado do quadrado mede aproximadamente 14,1 cm.

Já o apótema é obtido por meio da expressão a seguir, na qual é suficiente substituir a medida do raio:

x = r√2
      2

x = 10√2
      2

x = 5√2

x = 7,05 aproximadamente

Publicado por Luiz Paulo Moreira Silva

Artigos Relacionados

Círculo e circunferência
Entenda a diferença entre círculo e circunferência, além de algumas propriedades e definições básicas que envolvem essas figuras geométricas!
Distância entre dois pontos
Entenda qual é o segmento que representa a distância entre dois pontos no plano cartesiano e conheça sua fórmula para calcular essa distância.
Multiplicação de frações
Clique aqui, aprenda como fazer a multiplicação de frações e entenda como funciona o jogo de sinal nesse cálculo.
Polígonos Inscritos e Circunscritos
Relação entre Polígonos e Circunferências.
Propriedades do triângulo isósceles
Veja propriedades que podem ser usadas para diferenciar triângulos isósceles de triângulos escalenos.
Quadrado
Clique aqui e descubra o que é um quadrado. Conheça seus elementos e propriedades e aprenda como calcular seu perímetro e sua área.
Relações no triângulo retângulo
Triângulo, Triângulo retângulo, Elementos do triângulo retângulo, Características do triângulo retângulo, Teoremas de Pitágoras, Relação métrica do triângulo retângulo.
Seno, cosseno e tangente
Clique e aprenda o que é seno, cosseno e tangente, além de conferir alguns exemplos dessas razões trigonométricas!
video icon
Texto"Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos
Nessa aula veremos a condição de existência de um triângulo utilizando um raciocínio lógico e em seguida formalizando esse conhecimento.