Whatsapp icon Whatsapp

Constante de ionização de ácidos e bases

A constante de ionização de ácidos e bases é uma relação que pode determinar a capacidade de ionização ou dissociação desses compostos em água.
Sigla utilizada na representação da constante de ionização de ácidos e bases
Sigla utilizada na representação da constante de ionização de ácidos e bases

Define-se constante de ionização de ácidos e bases a relação entre o produto das concentrações dos íons e a concentração do ácido ou da base que formou esses íons quando estabelecem um equilíbrio iônico com a água.

Sempre que um ácido é adicionado à água, passa pelo processo de ionização (formação de íons), enquanto a base passa pelo processo da dissociação (liberação de íons). Ambos os processos (ionização e dissociação) estabelecem um equilíbrio Iônico com a água, ou seja, ao mesmo tempo que o ácido produz íons, os íons voltam a se unir e formar o ácido, e o mesmo ocorre com as bases.

As equações a seguir mostram o equilíbrio iônico estabelecido entre ácido ou base com a água:

Ionização de um ácido e dissociação de uma base
Ionização de um ácido e dissociação de uma base

Vale ressaltar que nem todo ácido produz a mesma quantidade de íons e nem toda base libera a mesma quantidade de íons. A quantidade de íons produzidos ou liberados depende da força do ácido ou da força da base, fatores que podem ser determinados a partir do conhecimento das suas constantes de ionização.

Siglas utilizadas para a constante de ionização de ácidos e bases

As siglas que podem ser utilizadas para representar a constante de ionização de ácidos e bases são:

  • Ki = sigla que pode ser utilizada para um ácido ou uma base em equilíbrio;

  • Ka = sigla utilizada quando um ácido estiver sendo utilizado no equilíbrio;

  • Kb = sigla utilizada quando uma base estiver sendo utilizada no equilíbrio;

  • Kd = sigla que pode ser utilizada para um ácido ou uma base em equilíbrio;

Constante de ionização de ácidos

Quando um ácido (HX) é adicionado à água, sofre o chamado fenômeno da ionização, no qual o ácido forma um cátion hidrônio (H+ ou H3O+) e um ânion qualquer (X-, que deve ser diferente de OH-), como observado na equação a seguir:

Equação de ionização de um ácido qualquer
Equação de ionização de um ácido qualquer

Para montar a constante de ionização desse equilíbrio, basta multiplicar as concentrações molares dos íons do produto e dividir pela concentração molar do ácido, como na expressão a seguir:

Ki = [H+].[X-
       [HX]

OBS.: a água não participa da expressão do Ki porque, para que a ionização aconteça, ela deve estar presente, ou seja, é uma constante.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo: constante de ionização do ácido sulfúrico (H2SO4)

Equação de ionização do ácido sulfúrico
Equação de ionização do ácido sulfúrico

A partir da equação de ionização do ácido sulfúrico, podemos montar a expressão que representa a sua constante de ionização:

Ki = [H3O+]2.[SO4-2]
        [H2SO4]

OBS.: a concentração do H3O+ está elevada ao quadrado porque na equação temos 2 mol desse cátion.

Constante de ionização de bases

Quando uma base (YOH) é adicionada à água, sofre o chamado fenômeno da dissociação, liberando um cátion qualquer (Y+, diferente de H+ ou H3O+) e um ânion hidróxido (OH-), como observado na equação abaixo:

Equação de dissociação de uma base qualquer
Equação de dissociação de uma base qualquer

Para montar a constante de dissociação desse equilíbrio, basta multiplicar as concentrações molares dos íons do produto e dividir pela concentração molar da base, como na expressão abaixo:

Ki = [Y+].[OH-
       [YOH]

OBS.: a água não participa da expressão de Ki porque para que, a dissociação aconteça, ela deve estar presente, ou seja, é uma constante.

Exemplo: constante de ionização do hidróxido de alumínio [Al(OH)3]

Equação de dissociação do hidróxido de alumínio
Equação de dissociação do hidróxido de alumínio

A partir da equação de dissociação do hidróxido de alumínio, podemos montar a expressão que representa a sua constante de ionização:

Ki = [Al3+].[OH-]3
      [Al(OH)3]

OBS.: a concentração do OH- está elevada ao cubo porque na equação temos 3 mol desse ânion.

Interpretação do valor da constante de ionização de ácidos e bases

A partir do valor da constante de ionização de ácidos ou bases, podemos ter uma noção se foram produzidos ou liberados muitos íons em um meio. Para isso, a Química adota 10-5 como valor referencial para a constante de ionização de ácidos e bases.

  • Ácido que produz muitos íons é denominado de ácido forte (Ki >10-5 ). Já o ácido que produz poucos íons é denominado de ácido fraco (Ki <10-5);

  • Base que libera muitos íons é denominada de base forte (Ki >10-5). Já a base que libera poucos íons é denominada de fraca (Ki <10-5).

Publicado por Diogo Lopes Dias
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Bases
Conheça quais são as principais bases e como elas são classificadas. Aprenda como nomeiam-se os compostos alcalinos e quais são suas aplicações mais comuns.
Classificação das Bases
Como a solubilidade se relaciona com o grau de dissociação de bases.
Classificação dos ácidos
Descubra quais são os quatro critérios de classificação dos ácidos e como determinar a sua força.
Constante de Equilíbrio
Aprenda a determinar a constante do equilíbrio químico em reações químicas reversíveis.
Cálculo da constante de equilíbrio Kc
Veja como é fácil fazer o cálculo da constante de equilíbrio e determinar o valor de Kc para as reações.
Equação de ionização dos ácidos
Veja como deve ser realizada a montagem da equação de ionização de um ácido inorgânico.
Equações de dissociação das bases
Aprenda a interpretar e a construir equações de dissociação de bases!
Ácidos
Clique e descubra a definição de ácido, suas características, classificações e utilizações. Confira também exercícios resolvidos sobre o tema!
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!