Whatsapp icon Whatsapp

Avestruz

Avestruz é uma ave originária da África que se destaca como a maior ave do planeta. Dotada de pernas fortes, é capaz de correr a 70 km/h.
A avestruz é uma ave que apresenta alta velocidade, atingindo cerca de 70 km/h.
A avestruz é uma ave que apresenta alta velocidade, atingindo cerca de 70 km/h.

A avestruz é uma ave terrestre que se destaca por seu grande porte, sendo considerada a maior ave do planeta. Podendo atingir três metros de altura e pesar cerca de 150 kg, ela é incapaz de voar. Apesar disso, trata-se de uma ave muito eficiente em sua locomoção no solo, podendo atingir cerca de 70 km/h.

As avestruzes são animais onívoros e popularmente conhecidos como capazes de comerem praticamente tudo o que veem pela frente. São animais gregários e que podem ser vistos na savana africana junto a animais que pastam, tais como as zebras.

Leia também: Por que nem toda ave é um pássaro?

Resumo sobre avestruz

  • A avestruz é a maior ave viva na atualidade.
  • Não possui capacidade de voo.
  • Apresenta pernas com musculatura desenvolvida, o que faz com que seja uma excelente corredora.
  • É uma ave típica das savanas africanas.
  • Machos e fêmeas apresentam dismorfismo sexual.
  • Pode viver até 70 anos em cativeiro.

Classificação taxonômica da avestruz

A avestruz é uma ave do grupo das aves ratitas, assim como a ema, o kiwi e o casuar. Essas aves apresentam em comum o fato de serem incapazes de voar. Veja, a seguir, a classificação taxonômica completa da avestruz:

Filo: Chordata

Classe: Aves

Ordem: Struthioniformes

Família: Struthionidae

Gênero: Struthio

Espécie: Struthio camelus

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características da avestruz

A avestruz é uma ave terrestre que se destaca como a maior ave do planeta. É originária da África e pode atingir três metros de altura e pesar cerca de 150 kg. De maneira geral, os machos são maiores que as fêmeas, diferenciando-se também pela coloração das penas. Os machos são pretos com as pontas das asas brancas, enquanto as fêmeas apresentam penas castanho acinzentadas.

Avestruzes são aves que não têm quilha sobre o esterno e têm musculatura peitoral pouco desenvolvida, características que as fazem não serem adaptadas ao voo. Além disso, suas asas são rudimentares e as penas não apresentam a mesma estrutura que as das aves voadoras. Apesar de não voarem, isso não significa que elas não se locomovem de maneira eficiente. Dotadas de pernas longas e músculos potentes, as avestruzes são capazes de correr a velocidades de até 70 km/h.

As avestruzes, para fugir dos predadores, correm velozmente e, durante a corrida, mudam sua direção bruscamente, sendo essa mudança uma forma de confundi-los. Além disso, caso se sintam ameaçadas, usam suas poderosas pernas para deferirem golpes. Suas patadas têm grande força e podem até mesmo matar um animal.

É importante destacar que, apesar de bastante difundida, a história de que a avestruz enterra sua cabeça quando se sente ameaçada não passa de um mito. Provavelmente, a história surgiu da observação de avestruzes se alimentando. Quando abaixam a cabeça para se alimentar na vegetação rasteira da savana, um observador desatento pode ter a impressão de que elas colocaram suas cabeças dentro do solo.

As avestruzes contam com um esterno com cerca de quatro centímetros de espessura. Esse esterno espesso protege os órgãos internos de patadas de outras avestruzes; além disso, permite que a ave seja capaz de se deitar na areia quente do deserto.

As avestruzes se destacam como animais gregários, vivendo em grupos de cinco a 50 indivíduos. Comumente as avestruzes são avistadas na companhia de animais como zebras e antílopes. Grupos menores podem ser observados fora do período reprodutivo.

  • Videoaula sobre as aves

Habitat da avestruz

Avestruzes são aves que, na natureza, podem ser encontradas na África, sendo observadas nas regiões mais secas e arenosas da África Central e Austral. Devido à domesticação e criação da espécie, a avestruz pode ser vista hoje em diferentes partes do planeta. Vale salientar ainda que, devido à capacidade de sua plumagem aprisionar ar e formar uma espécie de camada isolante, a avestruz é capaz de suportar intensas variações de temperatura, resistindo bem a temperaturas acima de 40 ºC e abaixo de 0 ºC, adaptando-se, portanto, a diferentes climas.

Alimentação da avestruz

A avestruz é bastante conhecida por ser um animal que come praticamente tudo que é capaz de passar pelo seu bico. Trata-se de um animal onívoro, que, portanto, ingere produtos de origem animal e origem vegetal. Dentre os alimentos que fazem parte de sua dieta, podemos citar raízes, flores, talos, sementes, gramíneas, arbustos e animais pequenos, como lagartixas e insetos.

Ao se alimentar de gramíneas, por exemplo, a avestruz acaba arrancando toda a planta, o que faz com que ingira também grande quantidade de areia. A avestruz também se alimenta de pedras, o que ajuda em sua digestão, e de fezes, que promovem a formação da flora bacteriana no trato digestivo. Vale destacar que esses animais podem ficar longos períodos sem ingerir água.

Leia mais: Animais herbívoros — apresentam dieta que inclui vegetais ou algas

Reprodução da avestruz

Avestruz macho e avestruz fêmea na natureza
Machos e fêmeas apresentam dismorfismo sexual.

Machos e fêmeas de avestruz são polígamos, o que significa que apresentam mais de um par durante o período reprodutivo. Durante a época de acasalamento, observa-se comportamento agressivo por parte dessas aves. As fêmeas podem botar cerca de 60 ovos por ano, os quais serão responsáveis por gerar cerca de 20 filhotes viáveis. O ovo da avestruz se destaca pelo seu tamanho, correspondendo a aproximadamente 20 ovos de galinha.

O período de incubação dos ovos é de 42 dias. Durante a incubação, observa-se o revezamento entre machos e fêmeas, com machos incubando os ovos à noite e as fêmeas, durante o dia. As aves tornam-se adultas após um ano e meio de idade. A fêmea produz ovos a partir dos 20 meses de idade e pode se reproduzir até os 35 anos. Em cativeiro, a avestruz pode viver até 70 anos.

Leia mais: Reprodução sexuada — tipo de reprodução que envolve a fusão de gametas

Criação de avestruzes

No passado, as avestruzes foram muito caçadas com o objetivo de obtenção de pele e penas. Atualmente, no entanto, essa caça reduziu-se consideravelmente, uma vez que a espécie foi domesticada e há criação desse animal em várias partes do planeta, inclusive no Brasil. Entre as características que favoreceram a criação desse animal, estão seu alto potencial reprodutivo, sua resistência a doenças e sua pouca exigência de espaço e alimento. A criação de avestruz rende carne, plumas e couro e é conhecida como estrutiocultura.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

As aves possuem várias adaptações adquiridas ao longo de sua evolução
Adaptações das aves para o voo
Saiba mais sobre as adaptações adquiridas pelas aves para o voo.
Animais
Vamos conhecer mais sobre os animais? Clique aqui e conheça as características principais desse grupo e sua classificação.
Animais onívoros
Que tal conhecer mais sobre os animais onívoros? Clique aqui e descubra exemplos desses animais. Aprenda as adaptações presentes nesses animais de dieta mista.
A origem das aves e características adaptadas ao vôo.
Classe aves
Aves, Organismos vertebrados, Espécies identificadas, Vôo, Conformação aerodinâmica, Locomoção, Penas, Queratinização, Temperatura corporal, Homeotérmicos, Sistema orgânico, Ancestral biológico, Registro fossilífero.
O tiziu é um exemplo de ave que também é considerada um pássaro.
Por que nem toda ave é um pássaro?
Descubra por que nem toda ave é um pássaro e aprenda também algumas das principais características das aves e conheça importantes exemplos de pássaros.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas