Whatsapp icon Whatsapp

Reprodução sexuada

A reprodução sexuada é um tipo de reprodução que envolve a fusão de gametas. Muitas pessoas relacionam-na com a reprodução em que se observa a cópula entre dois indivíduos. Entretanto, essa não é a única forma de defini-la. Alguns organismos que se reproduzem sexuadamente podem fazê-lo sozinhos, sendo esse o caso da tênia, que é hermafrodita. Vale salientar que a reprodução sexuada não ocorre apenas nos animais, sendo observada também em outros organismos, como plantas e fungos.

Leia mais: Reprodução assexuada – nela apenas um inidivíduo está presente, não havendo encontro de gametas

O que é reprodução sexuada?

A reprodução sexuada é aquela em que há o envolvimento de gametas, ou seja, ocorre quando há a presença células reprodutivas especializadas, as quais se juntam e dão origem a um novo ser. Como há a fusão de gametas, esse tipo de reprodução garante um aumento da variabilidade genética em decorrência da combinação dos genes. Essa reprodução é mais lenta e mais complexa que a assexuada, além de promover maior gasto de energia para o ser vivo.

Na reprodução sexuada, observa-se a fusão dos gametas.
Na reprodução sexuada, observa-se a fusão dos gametas.

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, nem sempre há machos e fêmeas na reprodução sexuada. Em alguns casos, organismos apresentam ambos os sexos (hermafroditismo) e são capazes de fazer a autofecundação. Desse modo, não se observa a participação de dois indivíduos, porém há a fusão de gametas e, portanto, trata-se de uma reprodução sexuada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de reprodução sexuada

O tipo mais comum de reprodução sexuada é a singamia, a qual se caracteriza pela união de dois gametas. A reprodução por singamia pode envolver gametas com morfologias semelhantes, recebendo a denominação isogamia, ou os gametas podem ser morfologicamente distintos, sendo nesse caso chamada de anisogamia. A grande maioria dos seres vivos reproduz-se dessa forma, sendo esse o tipo de reprodução observado também no ser humano.

Frequentemente a conjugação é também citada por alguns autores como um tipo comum de reprodução sexuada, entretanto, deve-se tomar cuidado com a utilização desse termo. Na conjugação verifica-se a transferência de material genético entre os organismos por meio de pontes citoplasmáticas. Após essa troca, os organismos dividem-se por meio de reprodução assexuada.

Verifica-se, portanto, que a conjugação em si não gera novos seres vivos, atuando de modo a promover apenas maior variabilidade genética. Esse processo pode ser observado em bactérias, cianobactérias, protozoários e algumas algas filamentosas.

Na conjugação, observa-se a troca de material genético.
Na conjugação, observa-se a troca de material genético.

Que organismos fazem reprodução sexuada?

A reprodução sexuada é observada em diferentes seres vivos, como algas, fungos, plantas e animais. Nos seres humanos, a reprodução necessita do homem e da mulher, sendo o homem responsável pela produção do espermatozoide e a mulher responsável pela produção do ovócito secundário, popularmente chamado de óvulo. O ovócito e o espermatozoide unem-se no processo de fecundação, formam o zigoto, que sofre divisão celular e desenvolve-se em um novo ser.

 Nas angiospermas, o grão de pólen é levado até o estigma da flor, no qual ele germina e leva o gameta masculino até o feminino.
Nas angiospermas, o grão de pólen é levado até o estigma da flor, no qual ele germina e leva o gameta masculino até o feminino.

As plantas apresentam um ciclo de vida com alternância de gerações, sendo observada uma fase produtora de gametas (gametófito) e uma fase produtora de esporos (esporófito). Nas briófitas e pteridófitas, o gameta masculino necessita de água para que possa nadar em direção ao gameta feminino.

No caso das gimnospermas e angiospermas, observa-se o surgimento do grão de pólen, que garante o transporte do gameta masculino até o gameta feminino sem a necessidade de água. Em algas, como algas pardas e vermelhas, observa-se também o ciclo de vida com alternância de gerações. Nos fungos, a reprodução sexuada ocorre por meio da fusão de hifas.

Leia também: Tipos de ciclos de vida - haplobionte haplonte, haplobionte diplonte, e diplobionte

Importância da reprodução sexuada

A reprodução sexuada, por envolver a fusão de gametas, promove maior variabilidade genética, não sendo observada a formação de clones, como na reprodução assexuada. Essa variabilidade genética é importante para que a seleção natural possa atuar. Quando todos os indivíduos de uma população são iguais, eles sofrem da mesma forma com a pressão exercida pelo meio, o que pode levar à sobrevivência ou à eliminação de todo o grupo.

Quando existe variabilidade genética, podemos verificar a seleção natural agindo selecionando os organismos mais aptos. A reprodução sexuada, portanto, ajuda a garantir a permanência da espécie no meio ambiente.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Charles Darwin
Conheça um pouco mais sobre a vida e obra do naturalista Charles Darwin, um pesquisador que mudou completamente a forma como entendemos a evolução.
Seleção natural
Darwinismo
Aprenda mais sobre o darwinismo, aqui! Neste texto entenderemos melhor o que é o darwinismo e os conceitos de ancestralidade comum e seleção natural.
Gregor Mendel
Clique aqui e descubra mais sobre Gregor Mendel! Conheça um pouco da história de vida desse pesquisador e um pouco sobre as leis por ele propostas.
A fecundação garante a transmissão de características aos descendentes
Hereditariedade
Entenda o que é a hereditariedade e conheça um pouco da história do conhecimento a respeito desse importante tema da Genética.
A diferença partenogênica mediante indução nutritiva.
Partenogênese
Um tipo de reprodução assexuada formando organismos haplóides.
Reprodução das Bactérias
A reprodução das bactérias ocorre de forma muita rápida. Em apenas 24 horas, aproximadamente milhares de bactérias podem ser originadas.
As aves são animais dioicos, ou seja, possuem sexos separados
Reprodução das aves
Saiba como é formado o aparelho reprodutor das aves e como ocorre a reprodução das aves.
As plantas possuem um ciclo com alternância de gerações.
Tipos de ciclos de vida
Conheça os três tipos de ciclos de vida existentes entre os seres vivos sexuados e aprenda as diferenças entre cada um deles.
video icon
História
Revolução Cubana
Assista a nossa videoaula  para conhecer um pouco da história da Revolução Cubana (1959), processo revolucionário liderado por Fidel Castro e outros guerrilheiros que visava à derrubada da ditadura de Fulgêncio Batista.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.