Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Animais
  4. Gafanhotos

Gafanhotos

Gafanhotos são artrópodes muito conhecidos pelos estragos que fazem nas lavouras. Esses animais caracterizam-se por ter o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome e possuir três pares de patas e um par de antenas. Durante seu desenvolvimento, passam por metamorfose, entretanto, diferentemente da borboleta, por exemplo, ela é incompleta.

Os gafanhotos são um grupo de animais pertencente ao filo dos artrópodes, classe dos insetos e ordem Orthoptera. Essa ordem engloba representantes que nos são conhecidos, como os grilos e esperanças, que fazem parte da subordem Ensifera, e os famosos gafanhotos, que fazem parte da subordem Caelifera.

Leia também: Principais diferenças entre os grupos de artrópodes

Características gerais dos gafanhotos

Os gafanhotos são animais que apresentam coloração variada, existindo espécies, por exemplo, de coloração verde, marrom-escuro e preto. Algumas espécies exibem uma cor uniforme, outras, no entanto, apresentam padrões de manchas.

Algumas espécies de gafanhoto são pequenas, porém outras apresentam grande tamanho. A espécie Tropidacris collaris, por exemplo, pode chegar a 10 cm de comprimento, sendo considerada uma das maiores espécies de gafanhoto do planeta.

Gafanhoto é o nome dado a um grupo de insetos que pode apresentar cores e tamanhos variados.
Gafanhoto é o nome dado a um grupo de insetos que pode apresentar cores e tamanhos variados.

Os gafanhotos são artrópodes e, portanto, apresentam o corpo revestido por um exoesqueleto. Essa estrutura, que atua na proteção do animal, impede seu crescimento, portanto, deve ser trocada de tempos em tempos. Assim como todos os insetos, os gafanhotos destacam-se pelo corpo dividido em cabeça, tórax e abdome, e pela presença de três pares de pernas e um par de antenas.

No que diz respeito às pernas, no grupo dos gafanhotos, observamos uma característica marcante, que é a presença do último par alongado e adaptado para saltos. As longas pernas traseiras são também importantes na emissão de sons. Algumas espécies conseguem esse feito atritando a superfície interna da perna com a margem inferior da asa. O bater de asas durante o voo também pode produzir sons.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os gafanhotos possuem, geralmente, dois pares de asas, o anterior, denominado de tégmina, apresenta consistência coriácea e atua protegendo o par posterior, que é membranoso. Algumas espécies, no entanto, não apresentam asas ou possuem asas rudimentares. Além disso, os gafanhotos apresentam antenas curtas e tímpanos localizados no primeiro segmento abdominal, características que favorecem a diferenciação do grupo dos demais Orthoptera.

O aparelho bucal dos gafanhotos é do tipo mastigador, o qual eles utilizam para alimentarem-se, principalmente, de vegetais. Eles são capazes de comer uma grande quantidade de alimento, ingerindo o equivalente a seu próprio peso corporal em um único dia.

Os gafanhotos apresentam hábito de vida diurno, mas podem ser observados processos como muda, acasalamento e alimentação sendo realizados durante a noite em algumas espécies.

Gafanhotos podem comer o equivalente ao seu peso corporal em um dia.
Gafanhotos podem comer o equivalente ao seu peso corporal em um dia.

Ciclo de vida dos gafanhotos

Os gafanhotos apresentam três estágios de desenvolvimento: ovo, ninfa e adulto. Caracterizam-se por apresentarem metamorfose incompleta, sendo o jovem (ninfa) muito similar ao adulto, porém menor e sem asas.

O acasalamento ocorre, normalmente, no verão, e a fêmea pode colocar cerca de 100 ovos de uma única vez. Os ovos são colocados, geralmente, dentro do solo, e uma série de mudanças ocorre até a sua eclosão. Do ovo nasce uma ninfa, que se desenvolve acima do solo.

Até chegar à fase adulta, a ninfa sofrerá uma série de mudas, sendo esse número diferente a depender da espécie que está sendo estudada. A ninfa caracteriza-se, principalmente, pela ausência de asas, e, devido a essa característica, ela se movimenta por meio de marcha e saltos no solo. Quando atinge a fase adulta, o animal apresenta asas desenvolvidas e está sexualmente maduro.

Leia também: Por que devemos preocupar-nos com as mudanças climáticas?

Importância dos gafanhotos

Os gafanhotos apresentam grande importância ecológica, uma vez que são animais herbívoros que servem de alimento para uma série de outras espécies, sendo fundamentais, portanto, para o equilíbrio da cadeia alimentar de uma região. Os gafanhotos servem de alimento, por exemplo, para sapos e lagartos.

No que diz respeito à importância econômica, os gafanhotos são conhecidos por serem capazes de causar danos à plantações, tornando-se verdadeiras pragas agrícolas. Algumas espécies apresentam um comportamento gregário e migratório, formando extensas “nuvens de gafanhotos”, que podem, em poucas horas, devastar plantações inteiras.

 O aumento da ocorrência de nuvens de gafanhotos está relacionado, entre outros fatores, com o desmatamento e as mudanças climáticas.
O aumento da ocorrência de nuvens de gafanhotos está relacionado, entre outros fatores, com o desmatamento e as mudanças climáticas.

O aumento do relato de nuvens de gafanhotos apresenta, segundo especialistas, relação direta com a ação humana. Grandes plantações, por exemplo, fornecem uma grande quantidade de alimento para esses animais, favorecendo, desse modo, sua sobrevivência e aumento de sua população. O deslocamento dos gafanhotos também é facilitado nessas áreas, pois as lavouras não fornecem barreiras naturais.

Além disso, o desmatamento promove uma redução do número de predadores naturais nessas regiões, permitindo, desse modo, o aumento de indivíduos. Não podemos esquecer-nos também das mudanças climáticas, que provocam um aumento de temperatura que favorece a reprodução de insetos.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
A lagosta é um tipo de artrópode do grupo dos crustáceos
Principais diferenças entre os grupos de artrópodes
Conheça as principais diferenças entre os grupos de artrópodes e aprenda a identificar melhor os animais pertencentes a esse filo.
A diversidade dos animais artrópodes.
Artrópodes
Os artrópodes, Apêndices articulados, Membros locomotores, Exoesqueleto quitinoso, Subfilo Crustácea, Subfilo Chelicerata, Subfilo Uniramia, Diplópodes, Quilópodes, Metamerizados, Triblásticos, Celomados, Simetria bilateral.
Insetos: louva-a-deus predando uma borboleta. Fotografia: Fabrício Oda.
Inseto é artrópode?
Todo inseto é artrópode? Todo artrópode é inseto? O que é artópode? O que é inseto? Descubra aqui!
Aparelho bucal das borboletas (probóscide).
Aparelho bucal dos insetos
De acordo com a formação e posição do aparelho bucal dos insetos, eles podem ser subdivididos. Saiba mais!
Etapas da metamorfose (pupa ou crisálida → inseto adulto).
Desenvolvimento dos insetos
A metamorfose dos insetos.
Os besouros são artrópodes classificados no grupo dos insetos
Insetos
Saiba mais sobre as características gerais dos insetos, um grupo de animais do filo dos artrópodes e que apresenta representantes com asas.