Whatsapp icon Whatsapp

Neutrinos

Os neutrinos são partículas surgidas a partir do decaimento beta e, depois dos fótons, são o tipo de elemento mais abundante em todo o universo.
A cada segundo, o Sol emite bilhões de neutrinos que atingem toda a superfície da Terra
A cada segundo, o Sol emite bilhões de neutrinos que atingem toda a superfície da Terra

Os neutrinos são partículas subatômicas sem carga elétrica e com massa muito menor que a de um elétron. Indicados pela letra grega ν (nu), esses elementos não podem ser confundidas com os nêutrons, tipo de partícula sem carga elétrica que compõe o núcleo dos átomos.

Como os neutrinos foram descobertos?

A descoberta dos neutrinos foi possível por meio da observação e compreensão do fenômeno do decaimento beta. Esse evento ocorre quando o núcleo de um elemento radioativo emite uma partícula beta, o que gera o rompimento de um nêutron e provoca a alteração no número de prótons do elemento. A mudança no número de prótons faz com que o elemento transforme-se em outro tipo de substância.

O decaimento beta é um fenômeno que possibilitou a comprovação da existência dos neutrinos
O decaimento beta é um fenômeno que possibilitou a comprovação da existência dos neutrinos

Ao observar o elétron emitido durante o decaimento beta, pode-se perceber que ele não possui toda a energia perdida pelo núcleo do elemento radioativo. Como se sabe que a energia não pode simplesmente ser destruída ou perdida, algum elemento desconhecido deve carregar a energia faltante.

Em 1930, o físico austríaco Wolfgang Pauli propôs que a energia sobressalente deveria pertencer a uma partícula sem carga elétrica. Entretanto, a suposição do cientista não foi levada a sério. Tempos mais tarde, o italiano Enrico Fermi, que acreditava na hipótese de Pauli, chamou essas partículas de neutrinos, que em italiano significa “pequenos nêutrons”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 1955, Fred Reines e Clyde Cowan, por meio de um processo denominado de decaimento beta inverso, conseguiram detectar os neutrinos e, assim, comprovaram a existência dessas partículas.

Por que essas partículas são importantes para a Ciência?

Depois dos fótons, os neutrinos são as partículas mais abundantes em todo o universo. A cada segundo, o Sol produz cerca de 60 bilhões de neutrinos por centímetro quadrado. A todo o instante, bilhões dessas partículas atravessam uma área correspondente a uma unha humana.

A Terra é atingida constantemente por neutrinos provenientes de inúmeras fontes intra e extragalácticas. Detectá-los para entender sua formação e desenvolvimento pode levar-nos à compreensão das origens do universo e esclarecer, por exemplo, questões fundamentais a respeito da formação da matéria e da antimatéria no início de tudo.

Tipos de neutrinos

A classificação das partículas está relacionada com as suas interações. A interação forte é responsável por manter o núcleo atômico coeso. Já a chamada interação fraca está envolvida no decaimento beta. Cada tipo de interação atua sobre um determinado grupo de partículas. Os léptons, por exemplo, são as partículas que estão sob a atuação da interação fraca, e os hádrons sofrem a atuação da interação forte.

Elétrons, múons e taus são os tipos existentes de léptons. Para cada tipo de múon, existe um neutrino correspondente.

Publicado por Joab Silas da Silva Júnior

Artigos Relacionados

Modelo Atômico
A descoberta do núcleo e os atuais ramos de estudo
História da Física Nuclear
As Forças Fundamentais da Natureza
Clique aqui e conheça quais são as forças que integram as forças fundamentais da natureza!
Big Bang, a explosão que teoricamente deu origem ao Universo.
Big Bang de Laboratório
Clique e entenda em que consiste o maior acelerador de partículas do mundo!
Ilustração de átomo – corresponde apenas a um modelo, e não à realidade
Estrutura do átomo
Conheça a estrutura básica do átomo e quais são as suas principais partículas constituintes.
Novas partículas elementares descobertas a partir de 1932
Física de Partículas
A descoberta de novas partículas elementares!
O clímax da produção de neutrinos (tipos de léptons) ocorre quando as estrelas morrem, como na explosão da supernova acima
Os léptons
Conheça a classe de partículas subatômicas dos léptons, que envolve o elétron, o muon, o tau e os neutrinos de cada um deles.
video icon
História
Comuna de Paris (1871)
Assista a nossa videoaula para conhecer a história da Comuna de Paris (1871). Confira também no nosso canal outras informações sobre a Idade Contemporânea.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas