Whatsapp icon Whatsapp

Nuvens

As nuvens são formadas por agrupamentos de água e/ou gelo que estão em suspensão na atmosfera terrestre. Elas são classificadas conforme sua altitude e sua aparência.
Vista inferior de nuvens no céu.
A presença de nuvens é indicativa de diversos fenômenos atmosféricos.

As nuvens são grandes corpos formados por água e/ou gelo suspensos na atmosfera terrestre. Sua formação ocorre em razão do processo de resfriamento do ar. Elas geram, entre outros fenômenos atmosféricos, as precipitações, tanto de água quanto de granizo e neve.

Leia também: Por que o céu é azul?

Resumo sobre as nuvens

  • As nuvens são corpos de água e/ou gelo que estão suspensos na atmosfera, sendo passíveis de diversas modificações físicas.

  • Elas são oriundas da transformação do vapor presente na atmosfera, notadamente do estado gasoso para o líquido, processo conhecido como condensação.

  • A classificação das nuvens envolve aspectos das suas características físicas e da sua posição de altitude.

  • Os dez principais tipos de nuvens são: cirrus, cirrocumulus, cirrostratus, altocumulus, altostratus, stratus, stratocumulus, nimbostratus, cumulus e cumulonimbus.

Composição das nuvens

As nuvens são compostas por partículas de água e/ou de gelo que ficam suspensas na atmosfera terrestre, sendo visíveis a olho nu. A composição desses aglomerados também pode envolver partículas de gases, poeira e fuligem, além de resíduos industriais diversos. As nuvens são elementos que geram, por exemplo, as chuvas, além de outros fenômenos naturais, como neve e granizo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Formação das nuvens

A formação das nuvens dá-se por meio do resfriamento do ar, que constituem as partículas suspensas na atmosfera, especialmente por meio de pequenas formações de água e/ou de gelo.

Essas formações são oriundas da transformação do vapor presente na atmosfera, notadamente do estado gasoso para o líquido, conhecida como condensação. Esse mesmo processo é responsável pela formação de outros fenômenos atmosféricos, como a neblina.

Tipos de nuvens

 Ilustração indicando os dez principais tipos de nuvens que existem.
Esquema ilustrativo apresentando os dez principais tipos de nuvens.

Tradicionalmente, os critérios utilizados para a classificação das nuvens envolvem as suas características físicas e a sua posição de altitude. Há diferentes modelos de classificação de nuvens que são empregados nos mais diversos estudos meteorológicos. Os principais tipos de nuvem são:

  • Cirrus: são formações bastante comuns na atmosfera, tendo um formato tradicionalmente alongado e uma coloração branca, sendo consideradas de elevada altitude.

  • Cirrocumulus: são formações muito extensas e de coloração variada que estão dispostas em grandes altitudes da atmosfera.

  • Cirrostratus: são formações que normalmente cobrem grande parte ou todo o céu e são indicativas do aumento da nebulosidade na atmosfera.

  • Altocumulus: possuem o tradicional formato arredondado das nuvens e apresentam cristais de gelo na sua composição.

  • Altostratus: assim como as cirrostratus, são formações que cobrem a maior parte do céu, dificultando a visibilidade dos elementos celestes.

  • Stratus: são aquelas que cobrem todo o ceú, geralmente em uma camada uniforme, sendo indicativas da inocorrência de precipitações.

  • Stratocumulus: assim como as stratus, não são indicativas de precipitações, sendo compostas por corpos uniformes que permitem a passagem da radiação.

  • Nimbostratus: são as grandes camadas de nebulosidade que cobrem todo o céu, normalmente de cor acinzentada, que são indicativas de precipitações.

  • Cumulus: são o formato mais tradicional de nuvem, normalmente disposta de forma espaçada no céu, nas cores branca e/ou acinzentada.

  • Cumulonimbus: são típicas de indicativo de fenômenos atmosféricos diversos, como precipitações volumosas, descargas elétricas e granizo.

Saiba também: Quais são os tipos de chuva?

Curiosidades sobre as nuvens

  • A mudança do formato das nuvens ocorre devido aos processos de condensação e evaporação que ocorrem na atmosfera.

  • As nuvens, no geral, são percebidas pelo olho humano como brancas em razão dos comprimentos de onda espalhados pela água e gelo que compõem essas formações.

  • As nuvens, apesar de flutuarem na atmosfera, apresentam um peso bastante expressivo conforme o acúmulo de água e gelo local.

  • A existência de uma nuvem, mesmo as mais carregadas como as cumulonimbus, não é por si só capaz de gerar a queda de um avião.

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Classificação dos climas do Brasil
Confira a classificação dos climas do Brasil e amplie os seus conhecimentos sobre a natureza atmosférica do território nacional!
Climogramas
Descubra o que são os climogramas e como interpretá-los corretamente para obter informações precisas sobre as variações climáticas.
Crátons
Compreenda a definição, as características e as especificações dos Crátons, uma importante estrutura geológica da Terra.
Elementos climáticos
Conheça as variações e os efeitos dos elementos climáticos sobre o clima e sobre o meio em que vivemos.
Fatores climáticos
Saiba quais são os fatores climáticos que determinam o clima de uma região.
Massas de ar
Leia sobre as características das massas de ar presentes no espaço global. Saiba também quais são as principais massas de ar que atuam no Brasil.
Oceano Pacífico
Saiba mais sobre o Oceano Pacífico, o maior e mais profundo oceano do planeta. Confira suas características, ilhas, curiosidades e mais!
Tipos de clima do mundo
Conheça os principais tipos de clima do mundo, onde ocorrem e qual a vegetação predominante em cada um deles. Veja também qual é o clima do Brasil.
Umidade do ar
Saiba quais são os fatores que influenciam na umidade do ar. Veja as diferenças entre as umidades absoluta e relativa de uma região.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!