Whatsapp icon Whatsapp

Plano Marshall

Plano Marshal foi uma ajuda financeira dos Estados Unidos para a reconstrução da Europa após a Segunda Guerra Mundial, evitando o avanço soviético no Ocidente.
George Marshall, idealizador do plano de recuperação europeia pós-guerra. [1]
George Marshall, idealizador do plano de recuperação europeia pós-guerra. [1]

O Plano Marshall foi uma ajuda financeira dos Estados Unidos para reconstruir a Europa após o final da Segunda Guerra Mundial. Os principais objetivos desse plano eram garantir o apoio dos países da Europa Ocidental ao lado norte-americano e evitar o avanço da União Soviética sobre o Ocidente. Dessa forma, os Estados Unidos garantiam a presença capitalista na Europa, contrapondo-se ao comunismo liderado pelos soviéticos.

Leia também: Batalha de Berlim e a queda do nazismo

Resumo sobre o Plano Marshall

  • O Plano Marshall foi uma ajuda financeira dos Estados Unidos para a reconstrução da Europa Ocidental logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945.

  • Os objetivos desse plano eram: manter o domínio dos Estados Unidos sobre a Europa obtendo o apoio dos países beneficiados; e evitar o avanço da influência soviética sobre o Ocidente.

  • A implantação do plano ocorreu entre os anos de 1948 e 1951, durante o governo Truman, seguindo as orientações do seu idealizador, o general George Marshal, secretário de Estado.

  • As consequências do plano foram a aproximação dos países europeus ocidentais dos Estados Unidos bem como a sua abertura econômica para os produtos norte-americanos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que foi o Plano Marshall?

A Segunda Guerra Mundial terminou, em 1945, com a Europa devastada pelos confrontos e traumatizada pelos horrores do nazifascismo. Desde o final da Primeira Grande Guerra que as nações europeias perderam o poder de influência perante o mundo. Logo após a Segunda Guerra, duas superpotências emergiram: Estados Unidos e União Soviética. A primeira representava o capitalismo e a segunda, o comunismo.

Norte-americanos e soviéticos deram início, em 1947, à Guerra Fria, um confronto ideológico entre as duas superpotências. Cada uma buscava conquistar zonas de influência. A Europa se tornou alvo dessa disputa.

Contudo, era necessária a reconstrução humanitária e financeira do Velho Mundo, tendo em vista que os países atingidos pela guerra não tinham mais condições financeiras para se reerguerem por conta própria. A União Soviética fez o Plano Comecon, que buscava auxiliar financeiramente a Europa após a guerra, esperando o apoio dos países europeus a Moscou.

Como reação ao plano soviético, o general George Marshall, secretário do Estado do governo Henry Truman, idealizou um plano norte-americano que levasse ajuda humanitária e financeira para os países europeus, colaborando para a reconstrução após a Segunda Guerra Mundial.

Surgia assim o Plano Marshall, que, além de auxiliar a Europa, pretendia aproximar seus países dos Estados Unidos, afastando a influência soviética no continente. A princípio, a ideia de Marshal era abranger todos os países europeus, inclusive aqueles que foram ocupados por Moscou, mas o líder soviético Josef Stalin negou-se a aderir à proposta norte-americana.

Veja também: Stalinismo – período em que Stalin esteve no poder na União Soviética

Quais os objetivos do Plano Marshall?

Os objetivos do Plano Marshall foram:

  • Conceder auxílio humanitário e financeiro para a Europa logo após o final da Segunda Guerra Mundial.

  • Aproximar os Estados Unidos dos países europeus ocidentais, agregando-os ao lado capitalista dentro do contexto da Guerra Fria.

  • Evitar que a União Soviética avançasse sua zona de influência pelo Ocidente.

  • Garantir a abertura do mercado europeu para os produtos norte-americanos.

Foto de desfile militar com tanques e faixa escrita em inglês e grego: “Plano Marshall: Milhões de toneladas para Grécia”.
Os gregos também receberam auxílio do Plano Marshall, em 1947. (Tradução: Plano Marshall – Milhões de toneladas para Grécia)

Quais as características do Plano Marshall?

O Plano Marshall tinha como característica a concessão de empréstimos a juros baixos para países europeus desde que aceitassem as imposições econômicas dos Estados Unidos, como a compra de produtos fabricados pelos norte-americanos e a adesão à sua zona de influência, evitando assim qualquer interferência da União Soviética na Europa.

Implantação do Plano Marshall

Entre os anos de 1948 até 1951, a Europa recebeu, via Plano Marshall, aproximadamente 18 bilhões de dólares. Os Estados Unidos criaram a Administração da Cooperação Econômica para concretizar o plano e distribuir os recursos. Além do dinheiro, a Europa também recebeu:

  • assistência tecnológica

  • alimentos

  • combustíveis

  • veículos

  • maquinários para as indústrias

Os países que receberam a maior quantidade de empréstimos foram (em dólares):

Consequências do Plano Marshall

Ao contrário do final da Primeira Guerra Mundial, em 1918, quando os Estados Unidos adotaram uma política isolacionista, logo após a Segunda Guerra Mundial, em 1945, os norte-americanos seguiram um caminho diferente e se aproximaram da Europa.

O Plano Marshal concretizou essa aproximação e a comercialização dos seus produtos com o mercado europeu. O plano conseguiu reerguer os países devastados pela guerra e garantiu maiores dividendos à economia norte-americana. Além disso, a Europa Ocidental se manteve alinhada com a política dos Estados Unidos e se afastou da influência soviética.

O auxílio humanitário e financeiro dos Estados Unidos, em 1947, foi a primeira medida do governo norte-americano contrária às medidas semelhantes adotadas pela União Soviética, desencadeando a Guerra Fria. Outra medida adotada pela Casa Branca foi a criação da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que garantiu a proteção militar aos países europeus contra qualquer ação armada vinda de Moscou.

  • Videoaula sobre a Otan

Veja também: Como foi o fim da União Soviética?

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (Fatec) “É lógico que os EUA devem fazer o que lhes for possível para ajudar a promover o retorno ao poder econômico normal do mundo, sem o que não pode haver estabilidade política nem garantia de Paz.” (Plano Marshall – 5.VI.1947)

O Plano Marshall constituiu:

A) na principal meta da política externa norte-americana, que era pacificar o Extremo Oriente.

B) num projeto de ajuda industrial aos países da América Latina.

C) num importante instrumento de expansão do comunismo na Europa.

D) na definição da política externa isolacionista dos EUA, paralela à montagem do complexo industrial militar.

E) num dos meios de penetração dos capitais norte-americanos nas economias europeias.

Resolução

Alternativa E. Os Estados Unidos idealizaram o Plano Marshall para reconstruir financeiramente a Europa logo após a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de atrair os países europeus para a zona de influência norte-americana, evitando o avanço soviético sobre o Ocidente.

Questão 2 - (FGV) Em junho de 1947, o governo dos EUA passou a implementar um projeto de reconstrução da Europa denominado Plano Marshall. Qual dos tópicos a seguir NÃO é uma causa desse plano:

A) o temor trazido pela criação do Mercado Comum Europeu (MCE).

B) o deslocamento do controle do capitalismo da Europa para os EUA e sua crescente influência sobre os países europeus.

C) a necessidade que a Europa tinha de reunir recursos para pagar o seu principal credor, os EUA, que lhe forneceram desde alimentos até materiais bélicos durante a II Guerra Mundial.

D) a necessidade de se reconstruírem as cidades e de se recuperarem a indústria e a agropecuária devastadas durante a II Grande Guerra.

E) o interesse que os Estados Unidos tinham em fortalecer a ordem capitalista na Europa Ocidental e, assim, impedir a expansão do socialismo no continente.

Resolução

Alternativa A. O Mercado Comum Europeu foi uma consequência do Plano Marshall e não a sua causa.

Crédito da imagem

[1] Commons

Publicado por Carlos César Higa
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

No eurocentrismo a Europa é o centro do mundo.
A divisão do mundo de acordo com a visão eurocentrista
Pensamento que julga como principal civilização a Européia.
Agricultura intensiva.
Agropecuária extensiva e intensiva
Agricultura e Agropecuária extensiva e intensiva, O que é Agropecuária extensiva, O que é Agropecuária intensiva, Quais são as diferenças entre a Agropecuária extensiva e intensiva, Os níveis tecnológicos da Agropecuária extensiva e intensiva.
Selo russo celebrando, em 1995, os 50 anos da vitória sobre os alemães na Batalha de Berlim*
Batalha de Berlim e a queda do Nazismo
Entenda os fatos relacionados à Batalha de Berlim, como a subsequente queda do Nazismo entre os últimos eventos da Segunda Guerra Mundial.
Comunismo
Conheça um pouco sobre a história do comunismo. Aprenda quais são as suas características e a sua simbologia. Descubra quais países são considerados comunistas.
Cúpula Sobre Mudanças Climáticas - COP 15
Cúpula Sobre Mudanças Climáticas
A reunião internacional que visa minimizar o aquecimento global.
Estados Unidos são a nação mais influente do mundo na política, economia, gastronomia e na cultura.
Estados Unidos
Descubra mais sobre os Estados Unidos. Conheça sua história, população e cultura. Saiba qual é a sua capital e quais as cidades mais conhecidas no país.
A Guerra Fria teve os Estados Unidos e a União Soviética como seus grandes protagonistas.
Guerra Fria
Veja mais detalhes sobre a Guerra Fria, conflito político-ideológico de grande relevância que ocorreu ao longo da segunda metade do século XX.
Muro de Berlim
Clique e acesse para conhecer a história do Muro de Berlim. Entenda o contexto da Alemanha, por que o muro foi construído e por que caiu.
Alterações que ocorreram entre 1989 e os primeiros anos do século XXI.
O Mar de Aral está diminuindo
Um lago de água salgada que gradativamente está encolhendo.
Exemplo de Pirâmide Etária ¹
Pirâmide Etária
Descubra o que é uma pirâmide etária e qual a sua importância e os seus tipos.
População Mundial
Entenda mais sobre alguns aspectos da população mundial, como o seu crescimento e distribuição. Leia ainda a respeito das populações do Brasil e da China.
União Soviética
Clique e acesse para ler sobre a história da União Soviética. Entenda como ela se formou e como acabou, em 1991. Confira seus principais acontecimentos!
video icon
Português
Bons dias, de Machado de Assis
Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco mais sobre o livro de crônicas Bons dias, do escritor Machado de Assis. Confira nossa análise!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!