Whatsapp icon Whatsapp

Teresina

A cidade de Teresina é a capital do estado do Piauí. O município está localizado na porção meio-norte nordestina e é a única capital da região que não é banhada pelo oceano.
Bandeira de Teresina
Bandeira de Teresina

Teresina é a capital do Piauí. A cidade foi originalmente fundada pelos bandeirantes paulistas que desbravavam o interior nordestino. A escolha da cidade como capital do Piauí foi dada mediante a sua localização geográfica estratégica. Teresina está situada no limite territorial entre o Piauí e o Maranhão. O seu território é banhado pelos rios Parnaíba e Poti. A geografia local é marcada ainda pelo relevo plano e pela ocorrência de altas temperaturas típicas do clima tropical.

A cidade de Teresina é a maior em população do Piauí e o principal centro econômico e político do estado. O município é governado pela estrutura de Três Poderes e possui uma economia calcada nas atividades terciárias. A infraestrutura de Teresina é a mais desenvolvida do Piauí, principalmente em razão da presença de vários modais de transporte, que são importantes para a centralidade da capital estadual. A cultura de Teresina é caracterizada pelo rico artesanato e pela grande variedade de comidas típicas.

Leia também: Recife — dados gerais da capital de Pernambuco

Resumo sobre Teresina

  • A cidade de Teresina foi oficialmente fundada em 1852, a partir da construção de um novo povoamento nas margens dos rios Parnaíba e Poti.

  • O nome do município é uma homenagem à Teresa Cristina Maria de Bourbon, esposa do imperador Dom Pedro II.

  • O clima teresinense é tipicamente tropical. Há a ocorrência de duas estações bem definidas: uma úmida e outra seca.

  • A vegetação de Teresina é composta por espécies de Cerrado e de Mata de Cocais. O caneleiro é a árvore símbolo da cidade.

  • A população de Teresina é formada por cerca de 868 mil pessoas. É a sétima cidade em população da Região Nordeste.

  • A economia teresinense está ancorada no setor terciário, em especial na administração pública, no comércio e nos serviços.

  • A cidade possui 123 bairros oficiais, divididos administrativamente em cinco zonas: Centro, Leste, Sudeste, Norte e Sul.

  • A cultura teresinense é marcada pelo artesanato em madeira e cerâmica. A cidade conta ainda com uma culinária muito diversificada e tipicamente nordestina.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Teresina

Localização de Teresina

  • País: Brasil.

  • Unidade federativa: Piauí.

  • Região intermediária: Teresina.

  • Região imediata: Teresina.

  • Região metropolitana: Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina.

  • Municípios limítrofes: Altos, Caxias, Curralinhos, Demerval Lobão, José de Freitas, Lagoa do Piauí, Monsenhor Gil, Nazária, Palmeirais, Pau d'Arco do Piauí, Timon e União.

Geografia de Teresina

  • Área total: 1.391,293 quilômetros quadrados.

  • População total: 868.075 habitantes.

  • Densidade demográfica: 584,94 habitantes/quilômetro quadrado.

  • Gentílico: teresinense.

  • Clima: tropical.

  • Altitude: 72 metros.

  • Fuso horário: UTC-3.

Histórico de Teresina

  • Fundação: 16 de agosto de 1852.

História de Teresina

A fundação do povoamento que deu origem à cidade de Teresina está relacionada à incursão de bandeirantes paulistas no interior nordestino. A partir da doação de sesmarias, por parte do governo português, para os bandeirantes que desbravavam o território brasileiro, houve a instalação de um pequeno núcleo urbano nas margens do Rio Poti. A referida ocupação, em razão da sua localização estratégia, próxima ao leito de um dos principais rios do Piauí, cresceu mediante a chegada de pequenos comerciantes que buscavam melhores condições de vida na região. Sendo assim, foi oficialmente fundada, em 1832, a chamada Vila do Poti.

O povoamento foi crescendo ao longo dos anos, apesar das recorrentes inundações que provocavam inúmeros prejuízos para a população local. O rio Poti e o rio Parnaíba, no período das chuvas, extravasavam os seus leitos com frequência. Portanto, como alternativa para a situação, o governo local transferiu o povoado para uma região mais elevada por meio da construção de uma nova cidade. No mesmo período, em razão do isolamento geográfico da antiga capital do Piauí, Oeiras, resolveu-se ainda transferir a capital piauense para o novo núcleo urbano que se consolidava no estado. Portanto, em 1852, foi fundada oficialmente a cidade de Vila Nova do Poti, capital do estado do Piauí.

Vista aérea do encontro entre os rios Parnaíba e Poti em Teresina, Piauí.
O encontro entre os rios Parnaíba e Poti é um dos pontos turísticos de Teresina. Esses rios foram fundamentais para o crescimento da cidade.

A mudança do nome da cidade para Teresina ocorreu logo após a sua fundação, como uma homenagem à Teresa Cristina Maria de Bourbon, esposa do imperador Dom Pedro II, que era favorável à construção de uma nova capital para o Piauí. A consolidação da cidade de Teresina atraiu muitos imigrantes para a região, em especial dos estados do meio-norte brasileiro. A cidade cresceu em termos econômicos e demográficos, ao longo dos anos, principalmente em razão das atividades de comércio e serviços. Ademais, a sua localização geográfica, nas margens de dois dos principais rios piuenses, permitiu uma maior conexão da capital com os demais municípios do estado.

Leia também: Complexo Regional do Nordeste — umas das três regiões geoeconômicas do Brasil

Geografia de Teresina

A cidade de Teresina, capital do estado do Piauí, está localizada na porção meio-norte da Região Nordeste do Brasil. O município está situado no oeste do território piauiense, no limite do Piauí com o Maranhão, sendo separada desse estado pelo Rio Parnaíba. O núcleo urbano de Teresina encontra-se na margem direita do Rio Parnaíba. Ademais, a cidade é banhada ainda pelo Rio Poti. Esses dois rios são os mais importantes do município e correm por uma região de relevo predominantemente plana. Em termos geomorfológicos, a cidade de Teresina está situada em uma zona de depressão, justamente marcada pela superfície plana e por pequenas elevações de altitude.

O clima de Teresina é tipicamente tropical, ou seja, caracterizado por duas estações bem definidas. O período de chuvas na cidade ocorre principalmente entre os meses de dezembro a junho. Nessa época, há o registro dos maiores volumes de pluviosidade e umidade. Além disso, na cidade ocorre ainda uma grande incidência de raios durante a estação chuvosa. Já o período seco acontece entre julho e novembro. Entre esses meses estão concentrados os menores índices de umidade, havendo rara ocorrência de chuvas. Ademais, a baixa umidade do ar típica desses meses mais secos resulta na intensificação da ocorrência de queimadas.

Já a vegetação de Teresina é bastante diversificada, uma vez que a cidade encontra-se em uma zona de transição entre biomas. Portanto, a vegetação local é composta por espécies típicas do Cerrado, assim como palmáceas, que compõem a formação vegetal da Mata de Cocais. Logo, são espécies de porte médio e grande, que indicam zonas de grande biodiversidade. O município possui vários fragmentos vegetais, apesar do intenso crescimento urbano, além de áreas de preservação ambiental. Há ainda uma intensa arborização das ruas e avenidas da cidade. A árvore caneleiro é considerada um símbolo de Teresina.

Mapa de Teresina

Mapa do Piauí, com destaque para a localização de Teresina.

Demografia de Teresina

A população de Teresina é formada por cerca de 868 mil pessoas. O município é o maior em número de habitantes do Piauí e concentra a maior parte da população do estado. Em comparação ao cenário demográfico do Nordeste do Brasil, Teresina é a sétima capital mais populosa da região, dentre as nove capitais nordestinas. A concentração demográfica de Teresina no Piauí resultou na centralidade política e econômica da cidade em todo o estado e também no Meio-Norte nordestino.

O município faz parte ainda da Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina, uma das maiores aglomerações populacionais do Nordeste, com população superior a 1 milhão de habitantes. As regiões integradas de desenvolvimento são uma espécie de região metropolitana, formada por municípios de dois ou mais estados. No caso de Teresina, essa aglomeração urbana é composta por cidades piauenses e maranhenses. A capital do Piauí é, inclusive, conurbada com a cidade de Timon, localizada no Maranhão.

A formação da população teresinense é resultante da descendência de portugueses, indígenas e africanos que ocuparam a região desde a colonização brasileira. A cidade recebeu ainda muitos imigrantes de estados localizados no Meio-Norte brasileiro. A religião mais praticada em Teresina é o cristianismo, com destaque para o catolicismo e o protestantismo. Na atualidade, a população de Teresina desfruta de um elevado desenvolvimento humano, apesar da marcante disparidade social entre os seus habitantes. A cidade de Teresina apresenta um índice de desigualdade de renda muito elevado.

A dinâmica demográfica de Teresina é marcada pelo intenso crescimento populacional da cidade a partir da segunda metade do século XX, puxado por movimentos migratórios, como o êxodo rural, e também, pelo aumento da taxa de natalidade local mediante a melhora das condições de saúde da população. Porém, esse incremento populacional resultou no crescimento desordenado da cidade, especialmente para as zonas periféricas, onde se perpetuaram várias ocupações irregulares, marcadas pelas elevadas taxas de pobreza.

Economia de Teresina

O setor terciário é o principal da economia teresinense. Na cidade, a geração de emprego e renda está centrada nas atividades terciárias, como a administração pública, o comércio e a oferta de serviços. Já o setor secundário, apesar da menor participação da economia local, também possui destaque no município, em especial a construção civil e a indústria. As principais indústrias de Teresina são dos ramos de alimentos, bebidas e confecções. Há ainda plantas fabris de produtos farmacêuticos, químicos, moveleiros e de transportes. A prática do artesanato também é muito forte na cidade, sendo um importante gerador de renda para a população local. Por sua vez, o setor primário, como a agropecuária, está restrito às atividades de subsistência e também para o abastecimento local, como nas tradicionais feiras da cidade.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Infraestrutura de Teresina

A cidade de Teresina está situada em uma zona estratégica do território do Piauí. Desse modo, é o mais importante centro logístico do estado e possui uma infraestrutura voltada para o desenvolvimento de atividades de comércio e logística. A cidade encontra-se na confluência de duas importantes rodovias federais, além de outras vias de administração estadual e municipal. Ademais, está ligada ao litoral nordestino por meio das ferrovias São Luís-Teresina e Teresina-Fortaleza. Já para transportes de longa distância, o município conta com o Aeroporto de Teresina.

Em termos de serviços para a população, em Teresina há uma boa cobertura de abastecimento de energia e acesso às telecomunicações. Porém, o saneamento básico municipal é extremamente precário. O índice de cobertura de acesso à água e esgoto na cidade é considerado muito baixo. Esse cenário é ainda pior nas regiões mais pobres da cidade. Já no que toca à saúde, Teresina conta com os principais equipamentos médicos do território piauense. Ademais, destacam-se ainda os serviços de educação, já que a cidade é sede de centros universitários importantes, como a Universidade Federal do Piauí (UFPI) e a Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

A estrutura intraurbana de Teresina é bastante moderna. Os habitantes da cidade contam com uma ampla oferta de modais de transporte, com destaque para o metrô municipal. Há ainda na cidade o incentivo ao uso de bicicletas por meio da demarcação de ciclofaixas. O município conta também com um ótima arborização urbana e vários parques ambientais. A cidade de Teresina está dividida administrativamente em cinco zonas (Centro, Leste, Sudeste, Norte e Sul). Essas zonas, por sua vez, são compostas por um total de 123 bairros oficiais.

Vista aérea da cidade de Teresina
Teresina possui uma infraestrutura de ruas e avenidas bastante moderna. A arborização das vias públicas é uma característica da cidade.

Governo de Teresina

O governo municipal teresinense é formado pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O Executivo é composto pelo prefeito e sua equipe de gestão. Já o Legislativo é formado pelos 29 vereadores municipais. Por fim, o Judiciário é representado pelas unidades de Justiça locais. Conforme as normas democráticas brasileiras, os representantes dos poderes Executivo e Legislativo são escolhidos pelo voto direto da população para um mandato de quatro anos.

Cultura de Teresina

A formação cultural da população teresinense é marcada pelas influências dos povos que auxiliaram no desenvolvimento da cidade. Portanto, a cultura local é bastante representativa da esfera cultural brasileira e nordestina, marcada pela diversidade. O artesanato é a principal expressão da cultura da cidade, com destaque para a fabricação de itens de cerâmica e produtos em madeira. Já as representações culturais locais são marcadas pela influência dos povos colonizadores, com destaque para as Festas Juninas e o Carnaval.

Em Teresina há vários equipamentos culturais que são utilizados pela população. O Museu do Piauí, por exemplo, foi fundado em 1934 e tem um grande acervo representativo da cultura piauiense. Já o Teatro Quatro de Setembro, prédio histórico da cidade, foi construído em 1894 e sediou vários eventos de música e dança. A cidade conta ainda com um amplo conjunto de bibliotecas públicas, salas de cinema e centros de eventos.

A culinária é outro elemento marcante da cultura de Teresina. A comida local é caracterizada pelo uso de ervas e temperos diversos. São pratos típicos teresinenses a galinha à cabidela, a buchada de bode, o baião de dois e o sarapatel. A bebida típica da cidade é a cajuína, produzida a partir do caju, fruta muito apreciada na cidade. O esporte também é muito valorizado pelos locais, com destaque para as atividades coletivas, como o futebol de campo. Mesmo assim, Teresina não possui equipes esportivas de expressão nacional. 

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Bandeira de Aracaju.
Aracaju
Leia sobre a história da construção da cidade de Aracaju. Entenda o processo de fundação da cidade e sua importância histórica e econômica para os sergipanos.
Capitais do Brasil
Quais são as capitais mais ricas do Brasil? E as mais populosas? Conheça as capitais dos estados e leia a história dos municípios que foram sede do governo federal.
Mapa de localização do complexo regional do Nordeste ¹
Complexo Regional do Nordeste
As características físicas, hidrográficas e humanas do Complexo Regional do Nordeste.
O Meio-norte está localizado na transição entre a sub-região do Sertão e a região Norte
Meio-Norte
Conheça as características gerais do Meio-Norte, sub-região do nordeste brasileiro.
Bandeira de Natal.
Natal
Saiba mais sobre a história de Natal. Entenda o processo de ocupação da cidade por forças portuguesas e holandesas. Veja dados sobre a população natalense.
As sub-regiões do Nordeste
O Nordeste e as Sub-Regiões
As características físicas das sub-regiões do Nordeste brasileiro.
Piauí
Conheça o Piauí, estado brasileiro que abriga um dos mais importantes sítios arqueológicos do mundo. Saiba mais sobre sua geografia, economia, história e cultura.
Região Nordeste
Clique aqui e veja detalhes da geografia do Nordeste, seus aspectos econômicos, produção, agricultura, pecuária e turismo. Saiba também a história do Nordeste.
video icon
Sociologia
Estado para Émile Durkheim
Nesta aula vamos conhecer a ideia de Estado para o sociólogo francês Émile Durkheim. Iremos compreender a importância, fundamentos e objetivos do Estado para a sociologia desse autor.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.