Whatsapp icon Whatsapp

Maranhão

O Maranhão é um estado brasileiro integrante da região Nordeste. Possui mais de sete milhões de habitantes distribuídos em uma superfície de 330 mil km2. Seu litoral é intensamente recortado e abriga uma das paisagens mais conhecidas do estado: os Lençóis Maranhenses. O estado é coberto ainda por três biomas:

Na economia destacam-se a indústria de transformação e a agricultura, liderada pelo agronegócio desenvolvido no Cerrado. O Maranhão dispõe ainda de um importante sistema logístico composto por rodovias que conectam o estado com todas as regiões do país bem como por ferrovias e portos responsáveis pelo escoamento de mercadorias para o exterior.

Leia também: O que é importação e exportação?

Dados gerais do Maranhão

  • Região: Nordeste.
  • Capital: São Luís.
  • Governo: Flávio Dino (2019-2022).
  • Área territorial: 329.642,182 km2.
  • População: 7.114.598 habitantes (IBGE, 2020).
  • Densidade demográfica: 19,81 hab./km² (IBGE, 2010).
  • Fuso: GMT -3 horas (Horário Padrão de Brasília).
  • Clima: predominantemente tropical, com ocorrência de clima equatorial.
Bandeira do estado do Maranhão.
Bandeira do estado do Maranhão.

História do Maranhão

A história do Maranhão é marcada por uma série de interferências externas durante todo o período colonial brasileiro. Inicialmente, o território que hoje conhecemos como sendo do estado estava sob domínio espanhol, assim definido pelo Tratado de Tordesilhas.

Os franceses obtiveram êxito em estabelecer-se no Maranhão em 1612, ocupando áreas no litoral. Foi construído nesse mesmo ano o Forte São Luís, de onde se originou o nome da capital. Em 1615 os portugueses promoveram a expulsão dos franceses e conseguiram o domínio da região. Seis anos mais tarde, como estratégia de defesa territorial, criaram o estado do Grão-Pará e Maranhão, que se desmembra na segunda metade do século XVIII.

Considerando a ocupação do interior do estado e sua maior integração com o território nacional por vias terrestres, destacam-se os projetos desenvolvidos nos anos de 1950 e 1960, no governo Juscelino Kubitschek, que promoveu a abertura de rodovias e programas migratórios. Na década de 1970, teve início a ocupação da fronteira agrícola nos cerrados maranhenses.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia do Maranhão

O Maranhão é um dos nove estados brasileiros que formam a região Nordeste. Faz divisa:

Ao norte, situa-se o litoral maranhense, com saída para o oceano Atlântico. Com área de 329.642,182 km2, é a oitava maior unidade da federação em extensão territorial.

A seguir, descrevemos os principais aspectos da geografia do Maranhão.

  • Clima do Maranhão

O clima Tropical é predominante no estado, com ocorrência de clima Equatorial na porção oeste e de uma pequena faixa de clima Semiárido no sudeste.

No oeste do Maranhão, há a ocorrência de clima Equatorial, de temperaturas elevadas e alta pluviosidade na maior parte do ano, podendo chegar a 2000 mm anuais.

A maior parcela do território encontra-se sob domínio do clima Tropical, com temperaturas médias elevadas ao longo do ano e altos índices pluviométricos entre novembro e abril principalmente, apresentando invernos secos.

Em áreas do sudeste, as temperaturais anuais permanecem elevadas, mas há redução da pluviosidade anual se comparada às outras regiões, variando entre 1000 mm e 1700 mm anuais.

Veja também: Qual a relação entre latitude e clima?

  • Vegetação do Maranhão

Seguindo a distribuição climática, identificam-se três domínios vegetais predominantes no Maranhão:

    • Floresta Amazônica: localizada na porção oeste do território, representando 35% de sua área. Possui apenas 20% de sua cobertura vegetal original, o que se deve ao avanço das atividades extrativistas e da pecuária.
    • Cerrado: principal domínio vegetal do Maranhão, cobrindo uma área de 64% de todo o seu território. Assim como a Amazônia, os cerrados maranhenses são alvo de desmatamento em função do avanço do agronegócio.
    • Caatinga: estende-se por apenas 1% da área do estado, estando em manchas na porção leste.

Considerada uma formação de transição entre os três domínios mencionados, a Mata dos Cocais é um tipo de cobertura vegetal típica do estado do Maranhão. Na sua flora encontram-se árvores como o babaçu, de cujas sementes extrai-se o óleo, e a carnaúba, que possui folhas das quais se extrai cera.

Exemplar de uma palmeira de babaçu.
Exemplar de uma palmeira de babaçu.
  • Relevo do Maranhão

O terreno onde se situa o estado do Maranhão é pouco acidentado e relativamente plano, com elevações que não ultrapassam os 800 metros, estando a maior parte do seu território abaixo dos 200 metros de altitude. Pode ser dividido em dois compartimentos:

No primeiro as altitudes variam de 0 m a 20 m, e o mar atua como um dos principais agentes erosivos. É comum a presença de planícies alagadas, tabuleiros e campos de dunas, como os Lençóis Maranhenses.

O interior do estado é composto majoritariamente pelos planaltos, com a presença de formações como chapadas e depressões em algumas partes do terreno.

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A água que se acumula por entre as dunas tem origem pluvial.
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A água que se acumula por entre as dunas tem origem pluvial.
  • Hidrografia do Maranhão

O Maranhão é composto por 12 bacias hidrográficas, das quais três estendem-se por outros territórios estaduais: bacia do Parnaíba, em toda a faixa leste e sudeste do estado; bacia do Tocantins, no sudoeste; e bacia do Gurupi, na divisa com o Pará.

Os principais rios do estado são Itapecuru e Mearim. O primeiro cruza o Maranhão de norte a sul, possuindo 1450 km de extensão, e sua bacia hidrográfica engloba 57 cidades. A bacia do rio Mearim é a maior do Maranhão, com mais 99 mil km2 de área e abrangendo 83 municípios.|1|

Mapa do Maranhão

Mapa do estado do Maranhão. Fonte: IBGE.
Mapa do estado do Maranhão. Fonte: IBGE.

Acesse também: Quais são os elementos que compõem um mapa?

Demografia do Maranhão

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima uma população de mais de sete  milhões de habitantes para o estado do Maranhão no ano de 2020, colocando-o na 10ª posição em número de população entre todas as unidades da federação.

A densidade demográfica do estado é de 19,81 hab./km2, ficando abaixo do valor calculado para o território nacional, que é de 22,43 hab./km2, conforme as informações do último censo.

A população do Maranhão é essencialmente jovem, o que se expressa na pirâmide etária de base larga, com maior concentração de indivíduos abaixo dos 34 anos de idade. A expectativa de vida ao nascer é a menor do país: 71,1 anos.

A maior parcela dos indivíduos encontra-se nas cidades, o que correspondia a 63,07% da população estadual no censo do IBGE de 2010. Os municípios que concentram maior número de habitantes são a capital, São Luís (1.108.975), e Imperatriz (259.337).

Ressalta-se, ainda, que o Maranhão possui o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. No último censo do IBGE (2010), seu valor era de 0,639.

Divisão geográfica do Maranhão

O Maranhão é composto por 217 municípios, os quais, até 2017, eram agrupados pelo IBGE em cinco macrorregiões, conforme ilustrado no mapa seguinte, e 21 microrregiões.

Mesorregiões maranhenses, de acordo com o IBGE.
Mesorregiões maranhenses, de acordo com o IBGE.

A partir de 2017, uma nova regionalização foi proposta pelo instituto, dessa vez de acordo com as redes urbanas e a hierarquia das cidades, agregando os municípios em Região Geográfica Intermediária e Região Geográfica Imediata.

O Maranhão possui cinco regiões geográficas intermediárias:

  • São Luís (73 municípios)
  • Santa InêsBacabal (59 municípios)
  • Caxias (14 municípios)
  • Presidente Dutra (28 municípios)
  • Imperatriz (43 municípios)

Inseridas nas regiões descritas, estão 22 regiões geográficas imediatas.

Economia do Maranhão

O Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão foi de R$ 89,524 bi em 2017, de acordo com o IBGE. Esse valor colocou o estado em 17º entre os registros para as demais unidades da federação. O PIB per capita, por sua vez, foi o menor do país: R$ 12.788,75.|2|

A maior parcela do PIB corresponde ao setor de serviços, seguido da administração pública e do comércio. Na produção industrial do Maranhão, destacam-se a metalurgia, a indústria de papel e celulose e a indústria de bebidas e alimentos. A parcela da indústria no PIB do estado, entretanto, é relativamente menor do que a da agropecuária.

As áreas de Cerrado do Maranhão integram a região agrícola do Matopiba, que agrega também áreas do Tocantins, Piauí e Bahia. Nelas é praticada a agricultura moderna e voltada à exportação, sendo a soja e o milho os principais cultivos. O Maranhão se destaca também na pecuária, no cultivo de cana-de-açúcar, para a produção sucroalcooleira, bem como no de algodão e arroz.

Governo do Maranhão

A estrutura de governo do estado do Maranhão é composta pelos três poderes:

  • Executivo: exercido pelo governador e seu vice-governador, respectivamente Flávio Dino e Carlos Brandão, eleitos no ano de 2018 para mandato de quatro anos.
  • Legislativo: exercido por três senadores, 18 deputados federais e 42 deputados estaduais.
  • Judiciário: exercido pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

Infraestrutura do Maranhão

O setor de infraestrutura do estado do Maranhão destaca-se em diversas áreas, notadamente na composição da sua matriz energética e nos modais logísticos.

O estado possui elevada capacidade produtiva no setor energético, o que é atribuído à sua localização geográfica.|3| A matriz energética do Maranhão é composta da seguinte forma:

  • Gás natural (quatro usinas): maior capacidade produtiva de todas as fontes, com um total de 1.428 MW
  • Hidrelétrica (uma usina): segunda maior capacidade produtiva: 1.092 MW
  • Óleo combustível (duas usinas)
  • Carvão mineral (uma usina)
  • Biomassa (uma usina)
  • Eólica (15 parques)

O potencial energético do Maranhão estende-se ainda para a zona costeira, onde há possibilidade de produção de eletricidade pelo movimento das marés (energia maremotriz).

Entre as rodovias que perpassam o estado, temos a Transamazônica (BR-230), que corta o estado no sentido leste–oeste, e a BR-135, que liga a capital ao município de Belo Horizonte (MG).

As ferrovias e a infraestrutura portuária do Maranhão são de extrema importância para a sua dinâmica econômica, sendo responsáveis pelo escoamento de mercadorias, como minérios e grãos. A Estrada de Ferro Carajás (EFC) e a Ferrovia Norte–Sul (EF-151) são as duas principais do modal.

Na estrutura portuária, temos o Porto de Itaqui, o Terminal Privado de Ponta da Madeira, o Porto da Alumar, e o Porto São Luís, ainda em fase de construção.

Leia também: Transportes na era da globalização

Cultura do Maranhão

Muitas expressões culturais maranhenses refletem símbolos que misturam a tradição dos africanos e aspectos introduzidos na cultura local pelos colonizadores, notadamente nas manifestações e festas de cunho religioso e na gastronomia.

O Bumba-meu-boi é a principal delas, e foi considerado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pela Unesco. É um espetáculo de cores, ritmos e danças que tem lugar nos meses de junho e julho, mas cuja preparação pode ter início até um ano antes. A Festa do Divino, de raízes portuguesas, é outra importante manifestação de cunho religioso que acontece anualmente no estado.

As danças típicas do estado também incluem o Tambor de Crioula, também Patrimônio Cultural Imaterial do país, e o Tambor de Mina.

Bumba-meu-boi é a principal manifestação cultural do Maranhão.
Bumba-meu-boi é a principal manifestação cultural do Maranhão.

Em se tratando de gastronomia, muitos pratos que levam frutos do mar em seu preparo são carro-chefe da culinária maranhense, como o arroz de cuxá e a caldeirada. Entre os doces característicos do Maranhão, estão aqueles produzidos com base nas frutas típicas da região, como buriti e caju, e aqueles cujas origens remetem à Europa, como os doces de espécie, com receita portuguesa.

Notas

|1| Núcleo Geoambiental – UEMA. Bacias Hidrográficas do Maranhão. Disponível em: <https://www.nugeo.uema.br/?page_id=255>.

|2| Maranhão continua sendo o estado com menor PIB per capita do Brasil, segundo dados do IBGE. Maranhão Hoje, 14 nov. 2019. (Clique aqui e acesse)

|3| Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão (SEINC-MA). Energia Renovável. Disponível em: <http://www.seinc.ma.gov.br/areas-de-atuacao/energia-renovavel/>.

Publicado por Paloma Guitarrara

Artigos Relacionados

Acre
Saiba mais sobre o Acre. Leia sobre a sua história e veja de que forma é composta a cultura da região. Conheça os principais aspectos geográficos do estado.
Bahia
Saiba mais sobre a história do povoamento do território da Bahia. Veja também as principais características geográficas do estado, como demografia e economia.
Ceará
Saiba mais sobre as características geográficas do Ceará. Veja as principais informações sobre o território cearense, sua economia, seu governo e sua cultura.
Mapa de localização do complexo regional do Nordeste ¹
Complexo Regional do Nordeste
As características físicas, hidrográficas e humanas do Complexo Regional do Nordeste.
As sub-regiões do Nordeste
O Nordeste e as Sub-Regiões
As características físicas das sub-regiões do Nordeste brasileiro.
Paraíba
Conheça as características do território paraibano. Veja mais sobre os aspectos históricos e geográficos da Paraíba, assim como sobre as suas tradições culturais.
Pará
Conheça as principais características do estado do Pará. Saiba mais sobre o povoamento histórico do estado, seus aspectos demográficos e sua dinâmica econômica.
Pernambuco
Conheça as principais características geográficas de Pernambuco. Veja quais são as principais atividades econômicas, sociais e culturais presentes no estado.
Piauí
Conheça o Piauí, estado brasileiro que abriga um dos mais importantes sítios arqueológicos do mundo. Saiba mais sobre sua geografia, economia, história e cultura.
Região Nordeste
Clique aqui e veja detalhes da geografia do Nordeste, seus aspectos econômicos, produção, agricultura, pecuária e turismo. Saiba também a história do Nordeste.
Rio Grande do Norte
Conheça características da geografia e da cultura do Rio Grande do Norte. Saiba mais sobre a história da ocupação e do desenvolvimento do território potiguar.
Sergipe
Conheças as características geográficas de Sergipe. Saiba mais sobre o menor estado em extensão territorial do Brasil. Aprenda um pouco de sua história e cultura.
Bandeira de São Luís
São Luís
Saiba mais sobre a cidade de São Luís, conhecida como a “Jamaica Brasileira”. Veja dados dos aspectos físicos, demográficos e econômicos da capital do Maranhão.
Tocantins
Clique e veja todos os aspectos gerais do estado do Tocantins. Conheça sua história, política, economia e sociedade, além de sua diversidade ambiental e natural.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.