Whatsapp icon Whatsapp

Maranhão

O Maranhão é um estado brasileiro integrante da região Nordeste. Possui mais de sete milhões de habitantes distribuídos em uma superfície de 330 mil km2. Seu litoral é intensamente recortado e abriga uma das paisagens mais conhecidas do estado: os Lençóis Maranhenses. O estado é coberto ainda por três biomas:

Na economia destacam-se a indústria de transformação e a agricultura, liderada pelo agronegócio desenvolvido no Cerrado. O Maranhão dispõe ainda de um importante sistema logístico composto por rodovias que conectam o estado com todas as regiões do país bem como por ferrovias e portos responsáveis pelo escoamento de mercadorias para o exterior.

Leia também: O que é importação e exportação?

Dados gerais do Maranhão

  • Região: Nordeste.
  • Capital: São Luís.
  • Governo: Flávio Dino (2019-2022).
  • Área territorial: 329.642,182 km2.
  • População: 7.114.598 habitantes (IBGE, 2020).
  • Densidade demográfica: 19,81 hab./km² (IBGE, 2010).
  • Fuso: GMT -3 horas (Horário Padrão de Brasília).
  • Clima: predominantemente tropical, com ocorrência de clima equatorial.
Bandeira do estado do Maranhão.
Bandeira do estado do Maranhão.

História do Maranhão

A história do Maranhão é marcada por uma série de interferências externas durante todo o período colonial brasileiro. Inicialmente, o território que hoje conhecemos como sendo do estado estava sob domínio espanhol, assim definido pelo Tratado de Tordesilhas.

Os franceses obtiveram êxito em estabelecer-se no Maranhão em 1612, ocupando áreas no litoral. Foi construído nesse mesmo ano o Forte São Luís, de onde se originou o nome da capital. Em 1615 os portugueses promoveram a expulsão dos franceses e conseguiram o domínio da região. Seis anos mais tarde, como estratégia de defesa territorial, criaram o estado do Grão-Pará e Maranhão, que se desmembra na segunda metade do século XVIII.

Considerando a ocupação do interior do estado e sua maior integração com o território nacional por vias terrestres, destacam-se os projetos desenvolvidos nos anos de 1950 e 1960, no governo Juscelino Kubitschek, que promoveu a abertura de rodovias e programas migratórios. Na década de 1970, teve início a ocupação da fronteira agrícola nos cerrados maranhenses.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia do Maranhão

O Maranhão é um dos nove estados brasileiros que formam a região Nordeste. Faz divisa:

Ao norte, situa-se o litoral maranhense, com saída para o oceano Atlântico. Com área de 329.642,182 km2, é a oitava maior unidade da federação em extensão territorial.

A seguir, descrevemos os principais aspectos da geografia do Maranhão.

  • Clima do Maranhão

O clima Tropical é predominante no estado, com ocorrência de clima Equatorial na porção oeste e de uma pequena faixa de clima Semiárido no sudeste.

No oeste do Maranhão, há a ocorrência de clima Equatorial, de temperaturas elevadas e alta pluviosidade na maior parte do ano, podendo chegar a 2000 mm anuais.

A maior parcela do território encontra-se sob domínio do clima Tropical, com temperaturas médias elevadas ao longo do ano e altos índices pluviométricos entre novembro e abril principalmente, apresentando invernos secos.

Em áreas do sudeste, as temperaturais anuais permanecem elevadas, mas há redução da pluviosidade anual se comparada às outras regiões, variando entre 1000 mm e 1700 mm anuais.

Veja também: Qual a relação entre latitude e clima?

  • Vegetação do Maranhão

Seguindo a distribuição climática, identificam-se três domínios vegetais predominantes no Maranhão:

    • Floresta Amazônica: localizada na porção oeste do território, representando 35% de sua área. Possui apenas 20% de sua cobertura vegetal original, o que se deve ao avanço das atividades extrativistas e da pecuária.
    • Cerrado: principal domínio vegetal do Maranhão, cobrindo uma área de 64% de todo o seu território. Assim como a Amazônia, os cerrados maranhenses são alvo de desmatamento em função do avanço do agronegócio.
    • Caatinga: estende-se por apenas 1% da área do estado, estando em manchas na porção leste.

Considerada uma formação de transição entre os três domínios mencionados, a Mata dos Cocais é um tipo de cobertura vegetal típica do estado do Maranhão. Na sua flora encontram-se árvores como o babaçu, de cujas sementes extrai-se o óleo, e a carnaúba, que possui folhas das quais se extrai cera.

Exemplar de uma palmeira de babaçu.
Exemplar de uma palmeira de babaçu.
  • Relevo do Maranhão

O terreno onde se situa o estado do Maranhão é pouco acidentado e relativamente plano, com elevações que não ultrapassam os 800 metros, estando a maior parte do seu território abaixo dos 200 metros de altitude. Pode ser dividido em dois compartimentos:

No primeiro as altitudes variam de 0 m a 20 m, e o mar atua como um dos principais agentes erosivos. É comum a presença de planícies alagadas, tabuleiros e campos de dunas, como os Lençóis Maranhenses.

O interior do estado é composto majoritariamente pelos planaltos, com a presença de formações como chapadas e depressões em algumas partes do terreno.

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A água que se acumula por entre as dunas tem origem pluvial.
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A água que se acumula por entre as dunas tem origem pluvial.
  • Hidrografia do Maranhão

O Maranhão é composto por 12 bacias hidrográficas, das quais três estendem-se por outros territórios estaduais: bacia do Parnaíba, em toda a faixa leste e sudeste do estado; bacia do Tocantins, no sudoeste; e bacia do Gurupi, na divisa com o Pará.

Os principais rios do estado são Itapecuru e Mearim. O primeiro cruza o Maranhão de norte a sul, possuindo 1450 km de extensão, e sua bacia hidrográfica engloba 57 cidades. A bacia do rio Mearim é a maior do Maranhão, com mais 99 mil km2 de área e abrangendo 83 municípios.|1|

Mapa do Maranhão

Mapa do estado do Maranhão. Fonte: IBGE.
Mapa do estado do Maranhão. Fonte: IBGE.

Acesse também: Quais são os elementos que compõem um mapa?

Demografia do Maranhão

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima uma população de mais de sete  milhões de habitantes para o estado do Maranhão no ano de 2020, colocando-o na 10ª posição em número de população entre todas as unidades da federação.

A densidade demográfica do estado é de 19,81 hab./km2, ficando abaixo do valor calculado para o território nacional, que é de 22,43 hab./km2, conforme as informações do último censo.

A população do Maranhão é essencialmente jovem, o que se expressa na pirâmide etária de base larga, com maior concentração de indivíduos abaixo dos 34 anos de idade. A expectativa de vida ao nascer é a menor do país: 71,1 anos.

A maior parcela dos indivíduos encontra-se nas cidades, o que correspondia a 63,07% da população estadual no censo do IBGE de 2010. Os municípios que concentram maior número de habitantes são a capital, São Luís (1.108.975), e Imperatriz (259.337).

Ressalta-se, ainda, que o Maranhão possui o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. No último censo do IBGE (2010), seu valor era de 0,639.

Divisão geográfica do Maranhão

O Maranhão é composto por 217 municípios, os quais, até 2017, eram agrupados pelo IBGE em cinco macrorregiões, conforme ilustrado no mapa seguinte, e 21 microrregiões.

Mesorregiões maranhenses, de acordo com o IBGE.
Mesorregiões maranhenses, de acordo com o IBGE.

A partir de 2017, uma nova regionalização foi proposta pelo instituto, dessa vez de acordo com as redes urbanas e a hierarquia das cidades, agregando os municípios em Região Geográfica Intermediária e Região Geográfica Imediata.

O Maranhão possui cinco regiões geográficas intermediárias:

  • São Luís (73 municípios)
  • Santa InêsBacabal (59 municípios)
  • Caxias (14 municípios)
  • Presidente Dutra (28 municípios)
  • Imperatriz (43 municípios)

Inseridas nas regiões descritas, estão 22 regiões geográficas imediatas.

Economia do Maranhão

O Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão foi de R$ 89,524 bi em 2017, de acordo com o IBGE. Esse valor colocou o estado em 17º entre os registros para as demais unidades da federação. O PIB per capita, por sua vez, foi o menor do país: R$ 12.788,75.|2|

A maior parcela do PIB corresponde ao setor de serviços, seguido da administração pública e do comércio. Na produção industrial do Maranhão, destacam-se a metalurgia, a indústria de papel e celulose e a indústria de bebidas e alimentos. A parcela da indústria no PIB do estado, entretanto, é relativamente menor do que a da agropecuária.

As áreas de Cerrado do Maranhão integram a região agrícola do Matopiba, que agrega também áreas do Tocantins, Piauí e Bahia. Nelas é praticada a agricultura moderna e voltada à exportação, sendo a soja e o milho os principais cultivos. O Maranhão se destaca também na pecuária, no cultivo de cana-de-açúcar, para a produção sucroalcooleira, bem como no de algodão e arroz.

Governo do Maranhão

A estrutura de governo do estado do Maranhão é composta pelos três poderes:

  • Executivo: exercido pelo governador e seu vice-governador, respectivamente Flávio Dino e Carlos Brandão, eleitos no ano de 2018 para mandato de quatro anos.
  • Legislativo: exercido por três senadores, 18 deputados federais e 42 deputados estaduais.
  • Judiciário: exercido pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

Infraestrutura do Maranhão

O setor de infraestrutura do estado do Maranhão destaca-se em diversas áreas, notadamente na composição da sua matriz energética e nos modais logísticos.

O estado possui elevada capacidade produtiva no setor energético, o que é atribuído à sua localização geográfica.|3| A matriz energética do Maranhão é composta da seguinte forma:

  • Gás natural (quatro usinas): maior capacidade produtiva de todas as fontes, com um total de 1.428 MW
  • Hidrelétrica (uma usina): segunda maior capacidade produtiva: 1.092 MW
  • Óleo combustível (duas usinas)
  • Carvão mineral (uma usina)
  • Biomassa (uma usina)
  • Eólica (15 parques)

O potencial energético do Maranhão estende-se ainda para a zona costeira, onde há possibilidade de produção de eletricidade pelo movimento das marés (energia maremotriz).

Entre as rodovias que perpassam o estado, temos a Transamazônica (BR-230), que corta o estado no sentido leste–oeste, e a BR-135, que liga a capital ao município de Belo Horizonte (MG).

As ferrovias e a infraestrutura portuária do Maranhão são de extrema importância para a sua dinâmica econômica, sendo responsáveis pelo escoamento de mercadorias, como minérios e grãos. A Estrada de Ferro Carajás (EFC) e a Ferrovia Norte–Sul (EF-151) são as duas principais do modal.

Na estrutura portuária, temos o Porto de Itaqui, o Terminal Privado de Ponta da Madeira, o Porto da Alumar, e o Porto São Luís, ainda em fase de construção.

Leia também: Transportes na era da globalização

Cultura do Maranhão

Muitas expressões culturais maranhenses refletem símbolos que misturam a tradição dos africanos e aspectos introduzidos na cultura local pelos colonizadores, notadamente nas manifestações e festas de cunho religioso e na gastronomia.

O Bumba-meu-boi é a principal delas, e foi considerado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pela Unesco. É um espetáculo de cores, ritmos e danças que tem lugar nos meses de junho e julho, mas cuja preparação pode ter início até um ano antes. A Festa do Divino, de raízes portuguesas, é outra importante manifestação de cunho religioso que acontece anualmente no estado.

As danças típicas do estado também incluem o Tambor de Crioula, também Patrimônio Cultural Imaterial do país, e o Tambor de Mina.

Bumba-meu-boi é a principal manifestação cultural do Maranhão.
Bumba-meu-boi é a principal manifestação cultural do Maranhão.

Em se tratando de gastronomia, muitos pratos que levam frutos do mar em seu preparo são carro-chefe da culinária maranhense, como o arroz de cuxá e a caldeirada. Entre os doces característicos do Maranhão, estão aqueles produzidos com base nas frutas típicas da região, como buriti e caju, e aqueles cujas origens remetem à Europa, como os doces de espécie, com receita portuguesa.

Notas

|1| Núcleo Geoambiental – UEMA. Bacias Hidrográficas do Maranhão. Disponível em: <https://www.nugeo.uema.br/?page_id=255>.

|2| Maranhão continua sendo o estado com menor PIB per capita do Brasil, segundo dados do IBGE. Maranhão Hoje, 14 nov. 2019. (Clique aqui e acesse)

|3| Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão (SEINC-MA). Energia Renovável. Disponível em: <http://www.seinc.ma.gov.br/areas-de-atuacao/energia-renovavel/>.

Publicado por Paloma Guitarrara

Artigos Relacionados

Acre
Saiba mais sobre o Acre. Leia sobre a sua história e veja de que forma é composta a cultura da região. Conheça os principais aspectos geográficos do estado.
Bahia
Saiba mais sobre a história do povoamento do território da Bahia. Veja também as principais características geográficas do estado, como demografia e economia.
Ceará
Saiba mais sobre as características geográficas do Ceará. Veja as principais informações sobre o território cearense, sua economia, seu governo e sua cultura.
Mapa de localização do complexo regional do Nordeste ¹
Complexo Regional do Nordeste
As características físicas, hidrográficas e humanas do Complexo Regional do Nordeste.
As sub-regiões do Nordeste
O Nordeste e as Sub-Regiões
As características físicas das sub-regiões do Nordeste brasileiro.
Paraíba
Conheça as características do território paraibano. Veja mais sobre os aspectos históricos e geográficos da Paraíba, assim como sobre as suas tradições culturais.
Pará
Conheça as principais características do estado do Pará. Saiba mais sobre o povoamento histórico do estado, seus aspectos demográficos e sua dinâmica econômica.
Pernambuco
Conheça as principais características geográficas de Pernambuco. Veja quais são as principais atividades econômicas, sociais e culturais presentes no estado.
Piauí
Conheça o Piauí, estado brasileiro que abriga um dos mais importantes sítios arqueológicos do mundo. Saiba mais sobre sua geografia, economia, história e cultura.
Região Nordeste
Clique aqui e veja detalhes da geografia do Nordeste, seus aspectos econômicos, produção, agricultura, pecuária e turismo. Saiba também a história do Nordeste.
Rio Grande do Norte
Conheça características da geografia e da cultura do Rio Grande do Norte. Saiba mais sobre a história da ocupação e do desenvolvimento do território potiguar.
Sergipe
Conheças as características geográficas de Sergipe. Saiba mais sobre o menor estado em extensão territorial do Brasil. Aprenda um pouco de sua história e cultura.
Bandeira de São Luís
São Luís
Saiba mais sobre a cidade de São Luís, conhecida como a “Jamaica Brasileira”. Veja dados dos aspectos físicos, demográficos e econômicos da capital do Maranhão.
Tocantins
Clique e veja todos os aspectos gerais do estado do Tocantins. Conheça sua história, política, economia e sociedade, além de sua diversidade ambiental e natural.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.