Piauí

O Piauí é um estado brasileiro localizado na região Nordeste. É o terceiro maior da região em área territorial, embora seja uma das unidades com menor densidade demográfica do país. Além disso, possui o menor litoral do território nacional, com extensão de 66 km. Dois tipos climáticos predominam no estado, sendo eles o tropical e o semiárido. Três domínios vegetais cobrem o território piauiense: Mata dos Cocais, Caatinga e Cerrado.

A ocupação do estado guiou-se pela pecuária, até hoje uma das suas principais atividades econômicas. Destaca-se também na agricultura e na indústria química, têxtil e de bebidas. A cajuína, uma de suas bebidas típicas, é considerada Patrimônio Cultural do Brasil.

Leia também: Rio Grande do Sul – um dos estados da menor região do Brasil

História do Piauí

A história do Piauí mostra que a sua ocupação está intrinsecamente relacionada com a atividade pecuária e com o avanço da produção pelo interior do Nordeste brasileiro.

O estado era ocupado majoritariamente pelas populações indígenas antes da chegada dos colonizadores portugueses, na primeira década do século XVII. A entrada dos colonos fez-se com o objetivo de expandir a criação de gado, e por essa razão seguiu as margens dos rios, iniciando na porção leste e seguindo para oeste. Domingos Afonso Mafrense é destacado na literatura como um dos primeiros proprietários de terra na região, já na segunda metade do século XVII.

A baixa densidade demográfica do estado era uma das principais características do território piauiense de então, e assim permanece. Foi usada, já mais recentemente, na década de 1970, como uma das justificativas para o avanço das fronteiras agrícolas para os cerrados da região Nordeste, o que inclui a porção sul do Piauí.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Piauí

  • Região: Nordeste

  • Capital: Teresina

  • Governo: Wellington Dias (2018-2022)

  • Área territorial: 251.756,515 km² (IBGE, 2019)

  • População: 3.281.480 habitantes (IBGE, 2020)

  • Densidade demográfica: 12,4 hab./km² (IBGE, 2010)

  • Fuso: GMT – 3 horas (Horário Padrão de Brasília)

  • Clima: Tropical e Semiárido

Bandeira do Piauí.
Bandeira do Piauí.

Geografia do Piauí

O Piauí está localizado na região Nordeste do Brasil. Possui estreito litoral de aproximadamente 66 quilômetros, constituindo a menor faixa litorânea do território nacional. A oeste o Piauí limita-se com o Maranhão e, a sudoeste, com o Tocantins. Ao sul e sudeste, faz fronteira com a Bahia, e a leste, estão os estados do Ceará e Pernambuco.

Com área territorial de pouco mais de 251 mil km², é o terceiro maior estado da região, ficando atrás apenas da Bahia e do Maranhão.

O território piauiense está situado em uma faixa de transição entre áreas que apresentam características morfoclimáticas distintas, e, por isso, dispõe de paisagens bastante diversas. Sua porção oeste está inserida na sub-região do Meio-Norte, ao passo que a porção leste está na sub-região do Sertão nordestino.

  • Clima do Piauí

No Piauí predominam dois tipos climáticos. O primeiro é o Tropical ou Tropical Úmido, no oeste do estado. As temperaturas anuais são elevadas, variando entre os 23 ºC e 35 ºC. A pluviosidade concentra-se nos primeiros meses do ano, quando a umidade relativa do ar é maior. Os maiores índices pluviométricos estão no norte do estado, onde podem ultrapassar os 1200 mm.

A porção leste caracteriza-se pela ocorrência do clima Semiárido, marcado por elevadas temperaturas, que podem superar os 38 ºC nos meses mais quentes do ano. Além disso, as médias pluviométricas são baixas e as chuvas, que se concentram de janeiro a abril, são mal distribuídas no território. Os índices variam de 0 mm a 150 mm nos meses secos, e podem chegar a 250 mm nos meses chuvosos.

Veja também: Qual a influência da vegetação sobre o clima?

  • Vetetação do Piauí

Uma porção do território piauiense é coberta pela Mata dos Cocaisum domínio transitório entre a Caatinga, a Floresta Amazônica e o Cerrado. É composta predominantemente por árvores como o babaçu e a carnaúba.

O Cerrado estende-se pelo sudoeste do Piauí e por parcelas do norte do estado. Sua vegetação é predominantemente composta por arbustos e gramíneas, sendo utilizado também pela atividade agropecuária, com destaque para os cultivos de soja, milho e algodão.

Dois outros domínios contrastantes são ainda encontrados no estado: a Caatinga, que predomina na região oeste, caracterizada pela vegetação esparsa e adaptada ao clima seco, e as florestas, encontradas principalmente no noroeste do território. No litoral, há presença de mangues.

Vegetação de Caatinga na Serra da Capivara, Piauí.
Vegetação de Caatinga na Serra da Capivara, Piauí.
  • Relevo do Piauí

O terreno onde se encontra o Piauí é composto majoritariamente por formações como chapadas e áreas aplainadas que não ultrapassam dos 300 metros de altitude nas porções centrais do território. O estado dispõe-se sobre o domínio conhecido como planaltos e chapadas da bacia do Parnaíba, conforme a classificação de Jurandyr Ross.

Na faixa litorânea, há ocorrência de planícies, enquanto, no leste, encontra-se a Depressão Sertaneja. Nesse domínio estão as maiores altitudes do Piauí, como as chapadas de Ibiapaba e Araripe, onde as elevações podem superar os 800 metros.

Mapa do Piauí

Fonte: IBGE.
Fonte: IBGE.

Demografia do Piauí

O IBGE contabilizou uma população de 3.118.360 pessoas para o estado do Piauí no último Censo, realizado em 2010. O estado é um dos menores do Brasil em termos populacionais, ficando na posição de número 18. A densidade demográfica também é baixa, 12,4 hab./km².

A estimativa mais recente do IBGE mostra que a população piauiense cresceu pouco mais de 5% na última década, contando hoje com 3.281.480 habitantes. A maior parte habita os centros urbanos, sendo a taxa de urbanização de 65,77% (IBGE, 2010). Ao todo, são 224 municípios, sendo o maior deles a capital, Teresina, com 868.075 habitantes.

O último Censo mostra, ainda, que o estado possui população relativamente jovem, sendo a expectativa de vida ao nascer de 71,8 anos em 2018, a segunda mais baixa do país. A taxa de natalidade oscilou nos últimos anos, apresentando queda no cenário geral, havendo também queda da fecundidade. Esses são alguns dos motivos que levaram à redução do crescimento populacional, o menor da região Nordeste no período recente.

Acesse também: Quais são os tipos de crescimento populacional?

Divisão geográfica do Piauí

Os municípios do Piauí são agrupados, pelo IBGE, em quatro mesorregiões, as quais são divididas em microrregiões, descritas a seguir:

Norte piauiense:

  • Baixo Parnaíba Piauiense (18 municípios)
  • Litoral Piauiense (14 municípios)

Centro-norte piauiense:

  • Campo Maior (19 municípios)
  • Médio Parnaíba Piauiense (17 municípios)
  • Teresina (14 municípios)
  • Valença do Piauí (14 municípios)

Sudoeste piauiense:

  • Alto Médio Gurgueia (11 municípios)
  • Alto Parnaíba Piauiense (4 municípios)
  • Bertolínia (9 municípios)
  • Chapadas do Extremo Sul Piauiense (9 municípios)
  • Floriano (12 municípios)
  • São Raimundo Nonato (17 municípios)

Sudeste piauiense

  • Alto Médio Canindé (39 municípios)
  • Picos (20 municípios)
  • Pio IX (7 municípios)

Economia do Piauí

O Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí foi de R$ 50.378 milhões no ano de 2018, representando uma parcela de 0,7% do PIB brasileiro. Segundo o IBGE, o estado foi o 21º do país com relação ao valor. O crescimento no PIB piauiense que aconteceu entre 2017 e 2018 deveu-se principalmente ao setor agrícola e de geração de energia|1|.

Ainda assim, o setor de serviços compõe a principal parcela do PIB do Piauí, com o comércio e a administração pública. A agropecuária e a construção civil vem logo na sequência, sendo a menor fatia correspondente à indústria de transformação.

O Piauí integra a região agrícola do MATOPIBA, com os estados do Maranhão, Tocantins e Bahia. Isso se deve à pecuária e à produção agrícola desenvolvidas nas áreas de Cerrado, que se fazem com base nos modelos da agricultura moderna, com forte presença de grandes empresas do agronegócio. Boa parte da produção destina-se à exportação.

Entre as principais lavouras, estão as commodities agrícolas como oleaginosas, principalmente soja, milho e algodão. O Piauí produz, ainda, cana-de-açúcar; frutas, como caju (e derivados), manga, laranja; ceras vegetais; mel; e celulose. Na criação de animais, destaca-se a de caprinos e bovinos.

O caju é um dos produtos de destaque da agricultura do Piauí.
O caju é um dos produtos de destaque da agricultura do Piauí.

No setor industrial, as principais produções são de químicos, bebidas e tecidos. A extração mineral tem ganhado cada vez mais espaço na economia piauiense, sendo ferro, níquel, opala nobre e diamante algumas das reservas mais importantes do estado.

O turismo desempenha papel igualmente importante no desenvolvimento econômico do estado. Entre as atividades procuradas, está a visitação aos parques, como o Parque da Serra da Capivara, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, em 1991, por abrigar alguns dos mais importantes sítios arqueológicos do mundo.

Governo do Piauí

O governo do Piauí é atualmente liderado por Wellinton Dias e pela vice-governadora Regina Sousa, eleitos em 2018 para um mandato de quatro anos. O poder executivo do Piauí conta ainda com 30 deputados estaduais, 10 deputados federais e dois senadores.

Infraestrutura do Piauí

O Piauí é um dos principais produtores de energia eólica do Brasil, posição essa garantida por sua localização geográfica e a grande incidência de ventos na região. Um total de 60 parques eólicos encontram-se instalados e em funcionamento no território piauiense, com 19 outros em fase de construção|2|.

Vista de parque eólico no Piauí.
Vista de parque eólico no Piauí.

O estado dispõe ainda de uma usina produtora de energia solar no município de Ribeira do Piauí, além da Usina Hidrelétrica de Boa Esperança, que produz eletricidade por meio das águas do rio Parnaíba.

Sua rede de transportes adquire caráter estratégico não somente na conexão do território estadual com as demais regiões do Brasil, mas também no escoamento da produção agrícola, sobretudo de commodities. Nesse sentido, além das estradas federais e estaduais que cortam o estado, destaca-se a rodovia Transcerrados, parcialmente em funcionamento. No setor ferroviário, temos o projeto da Transnordestina bem como a ferrovia São Luís–Teresina.

O Piauí conta com uma Zona de Processamento de Exportações (ZPE), no município de Parnaíba. Em Teresina, na capital, discute-se a instalação de um porto seco. No setor de transportes aéreos, o estado dispõe de dois aeroportos internacionais, além de terminais municipais e privados.

Leia também: Transportes na era da globalização

Cultura do Piauí

A diversidade cultural do Piauí expressa-se em uma série de manifestações, como danças típicas, na gastronomia, nas festividades que ocorrem em todo o território, na música e na literatura.

Uma das festividades religiosas mais famosas do país tem lugar na cidade de Floriano, no oeste do Piauí. Trata-se da encenação da Paixão de Cristo, durante a Semana Santa. Entre outras manifestações religiosas, estão a Festa do Divino e o Reisado.

O Samba de Cumbuca é uma tradição centenária que se originou nos quilombos, e hoje é mantida pela população do Quilombo de Salinas, na cidade de Campinas do Piauí.

Na gastronomia, destacam-se pratos como a paçoca feita com carne de sol, o capote, o baião de dois, doces, como o doce de caju, e a cajuína, bebida feita com base na fruta e considerada Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Iphan.

Notas

|1| Agricultura e energia impulsionam crescimento do PIB piauiense. SEPLAN – PI, 14 nov. 2019.(Clique aqui e acesse). 

Publicado por: Paloma Guitarrara
Assuntos relacionados
Alagoas
Clique e veja as características físicas e geográficas de Alagoas e entenda também os fatores históricos, políticos, territoriais e econômicos desse estado.
Ceará
Saiba mais sobre as características geográficas do Ceará. Veja as principais informações sobre o território cearense, sua economia, seu governo e sua cultura.
Espírito Santo
Conheça os aspectos geográficos do Espírito Santo. Saiba mais sobre o processo de ocupação histórica e de desenvolvimento econômico desse pequeno estado sudestino.
Produção de soja na Floresta Amazônica
Fronteira Agrícola no Brasil
Compreenda a questão da expansão da Fronteira Agrícola no Brasil e as questões a ela relacionadas.
Maranhão
Clique aqui e conheça a geografia do Maranhão, localizado no Nordeste brasileiro. Descubra mais também sobre a história, economia e cultura do estado.
As sub-regiões do Nordeste
O Nordeste e as Sub-Regiões
As características físicas das sub-regiões do Nordeste brasileiro.
Paraíba
Conheça as características do território paraibano. Veja mais sobre os aspectos históricos e geográficos da Paraíba, assim como sobre as suas tradições culturais.
Pernambuco
Conheça as principais características geográficas de Pernambuco. Veja quais são as principais atividades econômicas, sociais e culturais presentes no estado.
Região Nordeste
Clique aqui e veja detalhes da geografia do Nordeste, seus aspectos econômicos, produção, agricultura, pecuária e turismo. Saiba também a história do Nordeste.
Rio Grande do Norte
Conheça características da geografia e da cultura do Rio Grande do Norte. Saiba mais sobre a história da ocupação e do desenvolvimento do território potiguar.
Sergipe
Conheças as características geográficas de Sergipe. Saiba mais sobre o menor estado em extensão territorial do Brasil. Aprenda um pouco de sua história e cultura.
Parque Nacional da Serra da Capivara.
Sítio arqueológico no Brasil
Confira aqui mais sobre as características de um sítio arqueológico.
Tocantins
Clique e veja todos os aspectos gerais do estado do Tocantins. Conheça sua história, política, economia e sociedade, além de sua diversidade ambiental e natural.