Whatsapp icon Whatsapp

Conferência de Teerã

A Conferência de Teerã reuniu os líderes dos Aliados (Stalin, Churchill e Roosevelt) para definir estratégias e ações conjuntas sobre a Segunda Guerra Mundial.
Stalin, Roosevelt e Churchill na Conferência de Teerã.
A Conferência de Teerã reuniu os três grandes líderes da Segunda Guerra Mundial: Stalin, Roosevelt e Churchill.

A Conferência de Teerã ocorreu no final de 1943 e foi a primeira a reunir os chamados Três Grandes: Stalin, Roosevelt e Churchill. Desde 1941 lideranças dos Aliados realizavam diversas reuniões e conferências para discutir os rumos do bloco na Segunda Guerra Mundial. Na conferência de Teerã, os Três Grandes discutiram a abertura de uma nova frente de batalha na Europa.

Também debateram sobre o que aconteceria com a Alemanha após a guerra, como seria o novo território da Polônia, a influência soviética no Leste Europeu, a fundação da Organização das Nações Unidas, entre outros temas. Apesar das divergências entre os líderes, muitas decisões importantes foram tomadas na conferência.

Leia também: Fases da Segunda Guerra Mundial — da ofensiva alemã à virada dos Aliados

Resumo sobre a Conferência de Teerã

  • A Conferência de Teerã ocorreu entre 28 de novembro e 1º de dezembro de 1943.
  • Churchill, Roosevelt e Stalin foram os representantes da Inglaterra, dos Estados Unidos e da União Soviética, respectivamente.
  • Os três líderes tinham propostas diferentes para as ações que deveriam ser tomadas pelos Aliados na luta contra a Alemanha e sobre o mundo pós-guerra.
  • As principais decisões tomadas na conferência se relacionaram diretamente ao campo de batalha europeu. Inglaterra e Estados Unidos se comprometeram a iniciar em 1944 a Operação Overlord, que previa a abertura de uma nova frente de batalha na França.
  • Stalin se comprometeu a iniciar uma grande ofensiva na frente oriental no instante em que a Operação Overlord se iniciasse.
  • Os Três Grandes também iniciaram discussões sobre a divisão do território da Alemanha depois da guerra, sobre a punição aos nazistas, sobre o novo território da Polônia e sobre a guerra contra o Japão. Essas discussões foram aprofundadas nas conferências posteriores.

Quando ocorreu a Conferência de Teerã?

Quando a Conferência de Teerã ocorreu, entre 28 de novembro e 1º de dezembro de 1943, a Segunda Guerra Mundial já estava no seu quarto ano. No início de 1943, a Alemanha sofreu sua primeira derrota significativa na guerra, perdendo a Batalha de Stalingrado para os soviéticos.

Ainda em 1943, uma nova frente de batalha foi aberta na Itália, por ingleses e norte-americanos. Pouco antes de a conferência se realizar, a Itália se rendeu, mas os alemães ocuparam o país, sobretudo o centro e o norte, oferecendo resistências às tropas aliadas na Península Itálica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais eram os objetivos da Conferência de Teerã?

As principais discussões realizadas na Conferência de Teerã se relacionaram diretamente à guerra e a estratégias e ações conjuntas dos Aliados. Stalin chegou à conferência com o objetivo de que Inglaterra e Estados Unidos abrissem uma nova frente de batalha, no norte da França. Isso obrigaria a Alemanha a remanejar tropas da frente oriental, facilitando o avanço soviético nessa frente.

Stalin também desejava parte do território polonês e de algumas regiões que estavam sobre controle japonês. Já Roosevelt pretendia que Stalin se comprometesse a entrar na guerra contra o Japão, auxiliando os Estados Unidos nas batalhas do Pacífico. Churchill se preocupava com o poder soviético no Leste Europeu e tinha como proposta uma abertura de uma nova frente de batalha nos Balcãs, levando Estados Unidos e Inglaterra para o Leste Europeu.

Stalin era contra essa proposta e preferia a nova frente na França. Além das estratégias militares, os Aliados começaram a discutir em Teerã o que aconteceria com a Alemanha após a sua derrota na guerra, como seria o novo território da Polônia e como os países libertados do domínio das forças do Eixo seriam governados.

Veja também: Invasão da Polônia — ofensiva alemã que deu início à II Guerra Mundial

Os Três Grandes na Conferência de Teerã

A Conferência de Teerã foi a primeira a reunir os chamados Três Grandes: Stalin, líder da União Soviética; Roosevelt, presidente dos Estados Unidos; e Churchill, primeiro-ministro da Inglaterra. As reuniões da conferência ocorreram na embaixada soviética de Teerã.

Os Três Grandes se encontraram pela primeira vez no final da tarde de 28 de novembro, conversando brevemente e posando para fotógrafos. No dia 29, Churchill presenteou Stalin com a “Espada de Stalingrado”. A espada foi um presente do Rei George VI em homenagem à vitória soviética em Stalingrado. Na espada estava cravado em inglês e russo: “Aos cidadãos de Stalingrado, fortes como o aço, do Rei George VI, em sinal de homenagem do povo inglês”.

Roosevelt, Stalin e Churchill observam a Espada de Stalingrado, entregue na Conferência de Teerã.
Churchill homenageou Stalin pela vitória soviética na Batalha de Stalingrado.

Durante as reuniões, diversos pontos de atrito surgiram entre os Três Grandes. O primeiro deles foi sobre a abertura de uma nova frente de batalha na Europa ocidental por ingleses e norte-americanos. Desde 1941 Stalin pressionava os outros líderes aliados para isso e acreditava que seus aliados ocidentais postergavam a abertura da nova frente para enfraquecer o Exército Vermelho.

Churchill era a favor de que a nova frente de batalha fosse nos Balcãs, mas Stalin pressionou para que ela fosse aberta na França, na região próxima do Canal da Mancha. Outra discussão feita em Teerã foi sobre o futuro território da Polônia. Stalin exigia os territórios orientais do país, mas Churchill e Roosevelt eram contrários a perdas territoriais da Polônia.

O que foi decidido na Conferência de Teerã?

Apesar de todas as diferenças, os Três Grandes tomaram importantes decisões militares em Teerã. A primeira delas era de que, em maio de 1944, ingleses e norte-americanos abririam uma nova frente de batalha na França, em uma operação chamada Overlord. No mesmo momento, ficou acordado que os soviéticos iniciariam uma grande ofensiva na frente oriental. E isso realmente aconteceu: a invasão aliada na França ocorreu em 6 de junho de 1944, conhecido como o Dia D.

A abertura dessa frente de batalha aliviou as tropas soviéticas que lutavam no oriente graças ao remanejamento de tropas do Eixo para a França. Stalin conseguiu barganhar e ter autorização de Churchill e Roosevelt para integrar ao território soviético a parte oriental do território polonês. Os Três Grandes decidiram que, para compensar as perdas, a Polônia receberia parte do território alemão. Essa decisão só foi divulgada na Conferência de Potsdam, realizada após a rendição alemã e o fim da guerra na Europa.

Stalin também se comprometeu a entrar em guerra contra o Japão depois da derrota da Alemanha. Em troca, Churchill e Roosevelt concordaram em ceder à União Soviética territórios, ferrovias e portos no leste asiático que estavam nas mãos do Império do Japão. Ainda na Conferência de Teerã, os Três Grandes avançaram nas negociações para a fundação da Organização das Nações Unidas, sobre a entrada da Turquia na guerra, sobre o apoio à resistência na Iugoslávia e sobre a luta contra o Japão no Pacífico.

Saiba mais: Guerra Fria — conflito que polarizou o mundo em dois grandes blocos

Outras conferências importantes

→ Conferência de Yalta

Ocorreu na cidade de Yalta, na Crimeia, em fevereiro de 1945. Novamente os Três Grandes participaram da conferência. Dessa vez a Alemanha e a Europa pós-guerra fizeram parte das principais discussões dessa conferência. Os Três Grandes fizeram um esboço das quatro zonas de ocupação da Alemanha após o fim da guerra. Também foram discutidos em Yalta a criação de um tribunal para julgar os criminosos de guerra e o apoio da União Soviética na luta contra o Japão.

→ Conferência de Potsdam

Ocorreu em julho de 1945 e foi a primeira conferência realizada após a rendição da Alemanha. Nessa conferência foram entregues aos líderes da Inglaterra, Estados Unidos e União Soviética os relatórios elaborados pelas comissões que foram criadas após a Conferência de Yalta. Esses relatórios continham dados sobre a Alemanha e a Polônia.

Os três países definiram os limites das zonas de ocupação na Alemanha, além de definirem que a Alemanha seria desmilitarizada e desnazificada. Também definiram o formato do novo território polonês, que perderia terras para a União Soviética, mas ganharia terras da Alemanha. As discussões sobre a realização do Tribunal Militar Internacional, que julgaria os criminosos de guerra, também avançaram nessa conferência.

→ Conferência de São Francisco

A conferência aprovou em seu último dia a Carta das Nações Unidas, considerada por alguns a carta de fundação da ONU, que foi assinada por diversos países participantes da conferência e que ficou aberta para que outros países se tornarem signatários no futuro.

A Carta das Nações Unidas passou realmente a entrar em vigor em 24 de outubro de 1945, quando os Estados Unidos, União Soviética, China, França e Reino Unido assinaram o documento. A ONU comemora sua fundação nessa data. Os cinco países se tornaram membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, com direito de veto sobre as decisões tomadas pela Assembleia Geral.

Fontes

BEEVOR, Antony. A Segunda Guerra Mundial. Editora Record, São Paulo, 2015.

FERRAZ, Francisco Cesar. A Segunda Guerra Mundial. Editora Contexto, São Paulo, 2022.

JUDT, Tony. Pós-guerra: uma história da Europa desde 1945. Editora Objetiva, São Paulo, 2008.

MASSON, Phillippe. A Segunda Guerra Mundial: História e estratégias. Editora Contexto, São Paulo, 2010.

Publicado por Jair Messias Ferreira Junior

Artigos Relacionados

Assembleia Geral da ONU
Entenda o que é a Assembleia Geral das Nações Unidas, quando é realizada e qual é a função cumprida por esse órgão.
Batalha de Berlim e a queda do Nazismo
Entenda os fatos relacionados à Batalha de Berlim, como a subsequente queda do Nazismo entre os últimos eventos da Segunda Guerra Mundial.
Causas da Segunda Guerra Mundial
Saiba quais foram as principais causas que favoreceram a ascensão do nazismo e do fascismo, antecedentes da Segunda Guerra Mundial.
Fases da Segunda Guerra Mundial
Conheça a trajetória da Segunda Guerra Mundial no continente europeu em suas duas fases.
ONU (Organização das Nações Unidas)
Clique aqui e entenda o que é a ONU (Organização das Nações Unidas). Conheça sua função e seus principais objetivos.
Segunda Guerra Mundial
Acesse o site e veja os motivos da Segunda Guerra Mundial. Acompanhe as fases do conflito e seus combatentes. Veja as consequências da guerra para o mundo pós-1945.
Tratados da Segunda Guerra Mundial
Tratados da Segunda Guerra Mundial, Carta do Atlântico, Conferência de Teerã, Conferência de Yalta, Organização das Nações Unidas, Conferência de Potsdam, Tribunal de Nuremberg.
Tribunal de Haia
Saiba o que é o Tribunal de Haia e entenda qual o seu papel. Veja como aconteceu a fundação desse tribunal e conheça os quatro casos de condenação emitidos em Haia.