Whatsapp icon Whatsapp

Cone

O cone é um importante sólido geométrico, que é estudado na geometria espacial. Ele é classificado como um corpo redondo ou sólido de revolução por ter um círculo como base e por ser construído a partir da rotação de um triângulo.

Ele pode ser classificado como um cone oblíquo ou cone reto, e este poder ser equilátero ou não. Em todos os sólidos geométricos, vale ressaltar a importância do cálculo da área total, ou seja, a soma da área das figuras que fazem parte do sólido que o compõe, e de seu volume, que é o espaço ocupado pelo corpo. Vale ressaltar que, no cone, existem formas específicas para o cálculo da área total e do volume, as quais serão apresentadas no decorrer deste texto.

Os cones são sólidos geométricos formados a partir da rotação de um triângulo.
Os cones são sólidos geométricos formados a partir da rotação de um triângulo.

Elementos de um cone

Bastante presente no nosso cotidiano e considerado um importantíssimo sólido geométrico, o cone é conhecido como um dos corpos redondos ou sólidos de revolução pela característica que ele possui de ter uma base circular e por ser construído a partir da rotação de um triângulo, conhecida também como revolução de um triângulo.

Rotação de um triângulo para a construção de um cone.
Rotação de um triângulo para a construção de um cone.

Por ter uma base circular (C), na geometria plana, devemos considerar o seu raio (r), que é um elemento importantíssimo para os cálculos e estudos do cone. Além do raio da base, a altura (h) também é um elemento importante, pois ela liga o vértice (V) à base de forma perpendicular.

Cone de raio r e altura h
Cone de raio r e altura h

Outro elemento bastante importante no cone são as suas geratrizes (g), que são semirretas que ligam o vértice às extremidades da circunferência. Elas são infinitas. Veja algumas delas:

Geratrizes de um cone
Geratrizes de um cone

Para calcular a geratriz de um cone reto, usamos o teorema de Pitágoras, a partir da altura (h), raio (r) e geratriz (g).

Triângulo retângulo no cone.
Triângulo retângulo no cone.

Analisando o triângulo pelo teorema de Pitágoras, podemos afirmar que g é a hipotenusa do triângulo, h e r são os catetos desse triângulo, logo, temos que:

g2=h2+r2

Veja também: Semelhança de triângulos – teorema e casos

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Classificação de um cone

O reconhecimento do cone é fundamental para a resolução de problemas na matemática. Um cone pode ser classificado como oblíquo ou reto – este, por sua vez, pode ser também equilátero.

  • Cone oblíquo: quando o vértice não está alinhado com o centro da base, logo o segmento que liga o vértice ao centro da circunferência não é mais a altura, como acontece no cone reto.

  • Cone reto: quando o vértice e o centro do círculo formam um ângulo reto, ou seja, a altura desse cone é o segmento que liga o vértice do cone e o centro do círculo da base.

Cone reto
Cone reto
  • Cone equilátero: precisa ser necessariamente reto e é classificado como equilátero porque o diâmetro da base é igual à geratriz. Quando acontece uma secção nesse cone, ela forma um triângulo equilátero (triângulo que possui todos os lados iguais).

Cone equilátero.
Cone equilátero

Note que, na imagem, o triângulo AVB é equilátero.

Área do cone

Para calcular a área total de qualquer sólido geométrico, devemos calcular a área das figuras planas que formam o sólido, logo é importante conhecer a planificação do cone.

Planificação do cone
Planificação do cone

Podemos ver que a área da base (Ab) é a área de um círculo de raio r e que a área lateral (Al) é a área de um arco. Vamos calcular cada uma delas separadamente para chegarmos à área total.

At =Al+Ab

  • Área da base: como a base é um círculo, então é igual a πr²:

Ab = πr²

  • Área lateral: a área de um setor circular, que é dada por:

Al = π . r . g

Conhecendo as fórmulas da área lateral e da área da base, podemos reescrever a área total do cone, que pode ser calculada por:

At= πr (r + g)

Leia também: Volume da esfera – como calcular?

Volume do cone

Cálculo de grande importância, assim como a área total, o volume do cone é calculado a partir de uma fórmula que leva em consideração a área da base e a altura do cone. Vale ressaltar que cones com mesma altura e mesmo raio possuem a mesma área, ou seja, se houver um cone reto de altura h e raio r e um cone oblíquo com mesma altura e raio, o volume deles será o mesmo. O volume é dado pela multiplicação da área da base (como a base é um círculo: ) e a altura dividida por três.

Relação entre o volume do cilindro e do cone

Um problema bastante comum em provas de vestibulares e concursos é a comparação entre o volume do cilindro e o volume do cone. Vale ressaltar que o volume do cone é igual a um terço do volume do cilindro que possui mesma altura e mesmo raio. Para saber mais sobre esse cálculo, acesse nosso texto: Volume do cilindro.

Tronco de cone

A secção do cone forma uma figura conhecida como tronco de cone, que é a base do cone sem o vértice.

Secção do cone.
Secção do cone

Com a secção do cone, teremos a seguinte figura:

O volume do tronco de cone é calculado por:

R: raio maior

r: raio menor

Acesse também: Quais são os critérios para se classificar um triângulo?

Exercícios resolvidos

Questão 1 - Um reservatório foi construído no formato de um cone reto, com raio de 4 m e altura de 3 m. Para a conservação do reservatório, foi contratado um pintor que cobra R$3,00 por m² para pintar a área externa. Diante dessa situação, qual será o valor gasto para pintar o reservatório todo? (Use π = 3,14)

a) R$ 340,98

b) R$500,00

c) R$75,00

d) R$ 113,04

e) R$ 339,12

Resolução:

Para calcular a área a ser pintada, precisamos calcular a área total do cone:

At= πr (r + g)

Porém, não conhecemos a geratriz do cone, que é dada por:

Agora é possível calcular a área total:

At = 3,14 . 4 (4+5)

At = 12,56 . 9 = 113,04 m²

Sabendo que cada metro quadrado tem um custo de R$ 3,00, o valor gasto será de:

113,04 . 3 = 339,12

Resposta: letra e.

Questão 2 - Qual a capacidade de um reservatório que possui raio igual a 10 m e altura igual a 15 m?

a) 500

b) 1500π

c) 500π

d) 150π

e)1500

Resolução:

Para calcular o volume, temos que:

Então:

Resposta: letra C.

Publicado por Raul Rodrigues de Oliveira
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Cálculo Aproximado de Áreas
Áreas de formato irregular.
Relação entre Volumes
Razão entre medidas de volume.
Volume da esfera
A esfera é um dos corpos redondos derivados da revolução de um semicírculo. Conheça as regiões da esfera e saiba como calcular seu volume.