Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Físico-Química
  4. Estequiometria
  5. Fórmula Mínima ou Empírica

Fórmula Mínima ou Empírica

A fórmula mínima indica os elementos formadores da substância, bem como a proporção em número de átomos desses elementos expressa em números inteiros e menores possíveis.

Entender a fórmula molecular das substâncias é importante para os cálculos estequiométricos na Química, que é uma parte que relaciona a quantidade de reagentes e/ou produtos em uma reação.

Porém, uma espécie de etapa intermediária para a determinação da fórmula molecular é a descoberta da fórmula mínima, também chamada de fórmula empírica, que pode ser definida da seguinte maneira:

A fórmula mínima ou empírica corresponde à proporção mínima, em números inteiros, entre os átomos dos elementos que compõem a molécula da substância.

Por exemplo, a fórmula molecular da glicose é C6H12O6. Portanto, a proporção entre os átomos dos elementos desse composto é 6 : 12 : 6. Mas poderíamos fazer uma simplificação matemática dessa proporção ao dividir os números pelo menor entre eles, que no caso é 6. Assim, obteríamos a seguinte proporção 1 : 2 : 1. Esses são os índices da fórmula mínima da glicose, sendo que o índice “1” não precisa ser escrito: CH2O.

Nesse exemplo, a fórmula molecular é diferente da fórmula mínima. Entretanto, quando não for possível simplificar os números, então, a fórmula mínima será exatamente igual à fórmula molecular. Isso acontece no caso do ácido sulfúrico, cuja fórmula molecular é H2SO4. Veja que o índice do enxofre é 1 e não tem como simplificá-lo mais para que continue sendo um número inteiro. Então, a fórmula mínima do ácido sulfúrico também é H2SO4.

Mas, conforme já dito, geralmente determinamos a fórmula mínima para chegar à fórmula molecular, e não o contrário, como fizemos nesses dois exemplos. Então, como determinar a fórmula mínima ou empírica quando não sabemos ainda a fórmula molecular da substância pura?

Bem, a forma mais usada é por meio da fórmula percentual* que indica a massa de cada elemento em 100 partes de uma amostra da substância. Os passos para determinação da fórmula mínima por meio da fórmula percentual são basicamente os seguintes:

Passos para determinação da fórmula empírica ou mínima

Veja agora um exemplo de como proceder com os cálculos:

Exemplo: (Vunesp-SP) Ferritas são compostos com propriedades magnéticas utilizados em componentes eletrônicos. A análise química de uma ferrita forneceu os resultados: Mg = 12%, Fe = 56%, O = 32% (massas atômicas Mg = 24, Fe = 56, O = 16). Determine a fórmula mínima da ferrita.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Resolução:

1º Passo: Temos que Mg = 12%, Fe = 56%, O = 32%, o que significa que em 100 g de ferrita temos Mg = 12 g, Fe = 56 g, O = 32 g.

2º Passo: Dividir as massas pelas respectivas massas atômicas:

Mg:12 = 0,5 Fe: 56 = 1 O: 32 = 2
24 56 16

3º passo: Obter os números inteiros por dividir pelo menor dos números obtidos, que, nesse caso, foi o 0,5:

Mg:0,5 = 1 Fe: 1 = 2 O: 2 = 4
0,5 0,5 0,5

Assim, vemos que a proporção em número de átomos na ferrita é de 1 : 2 : 4. Portanto, a fórmula mínima da ferrita é igual a MgFe2O4.

Note que não foi preciso proceder com o passo 4, porque todos os números que encontramos no passo 3 já foram inteiros. No entanto, digamos que depois de dividir todos os números pelo menor deles ainda encontrássemos números decimais, como 0,5 : 1,5 : 3. Então, nesse caso, passaríamos para o passo 4 e multiplicaríamos todos os números por algum número inteiro pequeno, pois isso não interfere na proporção. Poderia ser o número 2. Assim, temos:

0,5 . 2 = 1; 1,5 . 2 = 3; 3 . 2 = 6.

Agora achamos a proporção mínima, que é de : 1 : 3 : 6.

* Para detalhes sobre o que a fórmula percentual indica e como determiná-la, leia o texto “Fórmula percentual ou centesimal”.

A determinação da fórmula mínima pode ser feita por meio da fórmula molecular da substância
A determinação da fórmula mínima pode ser feita por meio da fórmula molecular da substância
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
A fórmula molecular simplifica a representação da estrutura molecular mostrando quantos átomos de cada elemento estão presentes
Fórmula Molecular
Aprenda a determinar a fórmula molecular de qualquer composto, uma informação muito importante principalmente na estequiometria das reações químicas.
 Molécula
Massa Molecular e Massa Fórmula
Massa molecular, Massa Fórmula, composto iônico, Massas atômicas, ligações covalentes, massa atômica do carbono, moléculas, íons, fórmula das substâncias, ligações iônicas.
A massa atômica do átomo de carbono 12 é igual a 12 u
Massa Atômica de um Átomo
Entenda a definição de massa atômica de um átomo, como ela é encontrada e a sua diferença em relação ao número de massa.
As massas atômicas dos elementos que aparecem na Tabela Periódica levam em conta todos os isótopos naturais que os formam
Massa atômica de um elemento
Entenda qual é a diferença entre a massa atômica de um elemento e a massa atômica de um átomo, além de compreender como elas são determinadas.
Equações Químicas
Equações Químicas, ácido clorídrico, Equação Química equilibrada, balanceamento de equações, produtos, reagentes, coeficiente estequiométrico, estado físico do átomo participante, Catalisadores, aquecimento, reação reversível.
Em laboratórios de Química, as unidades em escalas macro e microscópicas (como o número atômico e a massa atômica) são muito importantes.
Diferença entre número de massa e massa atômica
Número de massa é a soma dos prótons e nêutrons. Massa atômica é a média ponderada das massas atômicas dos isótopos naturais do elemento.
É preciso realizar o balanceamento de equações químicas para que elas correspondam às condições experimentais
Balanceamento de Equações Químicas
Aprenda a realizar o balanceamento das equações químicas por meio do método das tentativas.
As fórmulas químicas são importantes para sabermos quais os elementos que compõem a substância e em qual proporção eles se combinam
Tipos de Fórmulas usadas em Estequiometria
Aqui você encontrará as definições e os cálculos para se determinar os principais tipos de fórmulas usadas na estequiometria: as fórmulas percentual, mínima e molecular.
Além do carbonato de cálcio, o calcário contém pequenas quantidades de impurezas, como areia e carvão
Cálculos estequiométricos com reagentes impuros
Aprenda a determinar a quantidade de produtos que serão formados e outros aspectos relacionados à reação que se processa com o uso de reagentes impuros.
Se a proporção estequiométrica entre os reagentes da reação não estiver correta, haverá um que ficará em excesso e outro que será o reagente limitante
Reagente em excesso e reagente limitante
Entenda o que é o reagente limitante e o em excesso, como eles influenciam a formação dos produtos e como você pode determiná-los por meio de cálculos estequiométricos.
A fórmula percentual indica a porcentagem em massa do elemento na composição da substância
Fórmula Percentual ou Centesimal
Aprenda a determinar a fórmula percentual ou centesimal para qualquer substância por meio da fórmula molecular ou por meio da massa dos elementos.