Whatsapp icon Whatsapp

Quimiossíntese

Nitrobacter, exemplo de bactérias quimiossíntetizantes.
Nitrobacter, exemplo de bactérias quimiossíntetizantes.

Dentro de seu processo de metabolismo energético, algumas bactérias realizam processos bastante diferentes entre si. Esse fenômeno se deve a enorme diversidade de espécies e às mais variadas adaptações ao ambiente de cada linhagem.

Quanto à forma de nutrição, além da tradicional divisão dos seres vivos em autótrofos e heterótrofos, tem-se uma nova forma de referência: a utilização da energia luminosa ou não.

Têm-se, ainda, bactérias que utilizam o oxigênio em seu processo metabólico, chamadas de respiradoras aeróbicas, e outras que não toleram o oxigênio, classificadas como as anaeróbicas.

Dentro dessas inúmeras possibilidades, existe um processo conhecido como quimiossíntese que, semelhante à fotossíntese, também é um evento autótrofo, ou seja, que predispõe da produção de nutrientes orgânicos.

Ao contrário da fotossíntese, a quimiossintese é realizada sem a necessidade da captação da energia luminosa, podendo então ser realizada em lugares inóspitos, como fundo de pântanos, por exemplo. O carbono utilizado no processo também é retirado do gás carbônico, entretanto, a energia para realização das reações de síntese provém da oxidação de compostos inorgânicos como amônia, ferro, nitrito e enxofre.

Exemplo desse processo são as bactérias dos gêneros Nitrossomas e Nitrobacter que habitam o solo e desempenham o importante papel na reciclagem do nutriente nitrogênio.

Outro exemplo são as bactérias dos gêneros Beggiatoa e Thiobacillus, que realizam seu metabolismo através das reações de oxidação de compostos de enxofre.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As bactérias quimiossintetizantes necessitam, para sua sobrevivência, apenas de um agente oxidante, de gás carbônico e de água, através dos quais conseguem produzir glicídios, por exemplo. As substâncias orgânicas produzidas serão utilizadas para a formação de novos compostos ou utilizadas no metabolismo, sendo degradadas para liberação de energia.

No processo de quimiossíntese podemos destacar duas fases distintas:

1. Produção de moléculas de ATP e NADPH

Durante o processo de oxidação de compostos inorgânicos, temos a liberação de prótons e elétrons que são transportados ao longo da cadeia energética, fosforilando o ADP em ATP e a modificação reducional do NADP+ em NADPH.

Assim, diferente da fotossíntese, na qual os elétrons e os prótons provêm da quebra da molécula de água, na quimiossíntese, eles têm origem na oxidação dos compostos inorgânicos.

2. Redução do Gás Carbônico

Comparando com a fotossíntese, novamente, esta fase seria uma análoga ao ciclo de Calvin, no qual as substâncias produzidas na etapa anterior, ATP e NADPH, ocasionam a redução do gás carbônico, através de sua fixação e posterior produção de substâncias orgânicas.

Fabrício Alves Ferreira
Graduado em Biologia
Equipe Mundo Educação

Publicado por Fabricio Alves Ferreira

Artigos Relacionados

Bactérias do gênero Rhizobium nas raízes de uma leguminosa.
A importância das bactérias
Conheça “o lado bom” das bactérias.
Clostridium botulinum: bactéria cuja toxina causa os sintomas do botulismo.
Acne, antraz e Botulismo: doenças bacterianas
Breves informações sobre três doenças bacterianas: acne, antraz e botulismo.
Dente acometido pela cárie.
Brucelose, cancro mole, cárie e cistite: doenças bacterianas
Breves informações sobre quatro doenças bacterianas: brucelose, cancro mole, cárie e cistite.
Em um ecossistema, ocorrem diversas relações de alimentação, como a exemplificada acima
Cadeia e teia alimentar
Aprenda a diferença entre cadeia e teia alimentar e entenda por que conhecer as relações de alimentação de um ambiente é importante para preservá-lo.
Indivíduo acometido pela difteria. Observe a membrana localizada em sua garganta.
Cólera, coqueluche, difteria, shigelose e gastrite: doenças bacterianas
Breves informações sobre cinco doenças bacterianas: cólera, coqueluche, crupe, shigelose e gastrite.
Erisipela: infecção bacteriana.
Erisipela, escarlatina e febres maculosa, reumática e tifoide: doenças bacterianas
Breves informações sobre cinco doenças bacterianas: erisipela, escarlatina e febres maculosa, reumática e tifoide.
Hipótese autotrófica
Você já ouviu falar em hipótese autotrófica? Clique aqui e aprenda sobre essa teoria que tenta explicar como era a nutrição dos primeiros seres vivos.
Reprodução das Bactérias
A reprodução das bactérias ocorre de forma muita rápida. Em apenas 24 horas, aproximadamente milhares de bactérias podem ser originadas.
Os elefantes precisam de matéria orgânica de outros organismos
Seres autotróficos e heterotróficos
Aprenda a diferença entre seres autotróficos e heterotróficos e conheça o nível trófico ocupado por esses organismos na cadeia alimentar.
video icon
Matemática
Função crescente e decrescente
Nesta aula veremos a definição matemática de função crescente, decrescente e constante. Também resolveremos um exercício-modelo sobre esse assunto.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!