Whatsapp icon Whatsapp

Reino Plantae

O Reino Plantae ou Reino Vegetal é o grupo em que estão todas as plantas. Plantas são organismos eucariontes e multicelulares e, geralmente, fotossintetizantes. Apesar de muitas pessoas acreditarem que todas as plantas possuem a capacidade de realizar fotossíntese, isso não é verdade, uma vez que podemos encontrar plantas parasitas

Na maioria das plantas, observamos a presença de três órgãos vegetais básicos: raiz, caule e folha.  As plantas podem ser classificadas em quatro grupos: briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. As flores e frutos são exclusividade das plantas conhecidas como angiospermas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leia também: Plantas medicinais – possuem ação farmacológica

Características gerais das plantas

As plantas são organismos multicelulares e eucariontes. Suas células diferem-se da célula animal por apresentar organelas denominadas plastídios e vacúolos (também chamados de vacúolo de suco celular ou vacúolo central). Além disso, apresentam parede celular, sendo a celulose o principal componente dessa estrutura.

As plantas são classificadas como organismos autotróficos, uma vez que a grande maioria é capaz de realizar fotossíntese. A exceção são as plantas parasitas, sendo observadas algumas espécies aclorofiladas, portanto, não fotossintetizantes, e que retiram os carboidratos dos quais necessitam de plantas hospedeiras.

Observe os principais órgãos de um vegetal.
Observe os principais órgãos de um vegetal.

De maneira geral, as plantas apresentam três órgãos vegetais básicos: raiz, caule e folha.  A raiz, na maioria das planta, é subterrânea e apresenta como funções principais a fixação da planta ao substrato e a absorção de água e sais minerais.

O caule, por sua vez, atua ligando as raízes às folhas, promovendo a sustentação do vegetal e permitindo que as folhas estejam dispostas de forma a conseguirem maior contato com a luz solar. Vale destacar, no entanto, que tanto as raízes quanto os caules podem assumir outras funções, a depender da planta estudada.

No que diz respeito às folhas, elas apresentam como função principal a realização de fotossíntese, sendo elas os órgãos em que está concentrada a maior quantidade de clorofila.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ciclo de vida dos vegetais

O ciclo de vida de todas as plantas apresenta alternância de gerações, sendo observadas uma geração multicelular haploide e outra multicelular diploide. A geração multicelular haploide é a fase do gametófito, que produz gametas por mitose. Esses gametas fundem-se (fase sexuada do ciclo) e dão origem à fase de esporófito. A geração produtora de esporos é diploide e produz esporos por meiose (fase assexuada do ciclo).

Nas briófitas e pteridófitas, a fecundação só é possível devido à presença de água, que garante que o gameta flagelado masculino nade até o gameta feminino. Nas gimnospermas e angiospermas, o surgimento de grão de pólen proporciona a independência de água para a reprodução, sendo esse grão levado, por exemplo, pelo vento ou por animais polinizadores. Nas briófitas, os gametófitos são o estágio dominante do ciclo de vida, diferentemente dos outros grupos de plantas que possuem como estágio dominante o esporófito.

Todas as plantas apresentam ciclo de vida com alternância de gerações.
Todas as plantas apresentam ciclo de vida com alternância de gerações.

As plantas podem também fazer a reprodução vegetativa (reprodução assexuada), sendo esse processo comum em várias espécies delas. Dentre os modos de reprodução vegetativa, podemos citar a reprodução por meio de estolhos ou estolões, caules subterrâneos e folhas.

Leia mais: Reprodução assexuada nas angiospermas

Classificação das plantas

As plantas podem ser classificadas em quatro grupos básicos: briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. Esses grupos podem ser divididos ainda em plantas vasculares e plantas avasculares. Plantas avasculares são aquelas que não possuem vasos condutores de seiva (xilema e floema), sendo esse o caso das briófitas. As chamadas plantas vasculares, por sua vez, possuem vasos condutores e apresentam como representantes as pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

As pteridófitas são também chamadas de plantas vasculares sem sementes, uma vez que possuem vasos condutores e são incapazes de produzir sementes. Gimnospermas e angiospermas, por sua vez, são plantas vasculares com sementes. A diferença entre esses dois últimos grupos está no fato de que as gimnospermas apresentam sementes nuas, que não estão envolvidas por frutos, enquanto, nas angiospermas, observamos a presença de flores e frutos.

Veja, a seguir, algumas das características básicas de cada um desses grupos:

Os musgos são exemplos de briófitas.
Os musgos são exemplos de briófitas.
  • Briófitas: são plantas avasculares e que não possuem caule, folhas ou raízes verdadeiras. A presença de flores, sementes e frutos também não é observada. Dependem da água para a reprodução. A fase dominante do seu ciclo de vida é o gametófito. São exemplos de briófitas: musgos, antóceros e hepáticas.
Samambaias são exemplos de pteridófitas.
Samambaias são exemplos de pteridófitas.
  • Pteridófitas (plantas vasculares sem sementes): são plantas vasculares que não produzem flores, sementes ou frutos. Possuem raízes, caule e folhas verdadeiras. Dependem da água para a reprodução. A fase dominante do seu ciclo de vida é o esporófito. Como exemplo, temos as samambaias e avencas.
Araucárias são exemplos de gimnospermas.
Araucárias são exemplos de gimnospermas.
  • Gimnospermas:  são plantas vasculares que apresentam raízes, caule, folhas e sementes. As sementes são nuas, pois não possuem frutos envolvendo-as. Nessas plantas também não são encontradas flores, sendo a estrutura reprodutiva desse grupo chamada de estróbilo. Devido ao surgimento do tubo polínico, não necessitam de água para a reprodução. A fase dominante do seu ciclo de vida é o esporófito. Como representantes, podemos citar os pinheiros e as araucárias.
Orquídeas são exemplos de angiospermas.
Orquídeas são exemplos de angiospermas.
  • Angiospermas: são plantas vasculares que possuem raízes, caule, folhas, sementes, flores e frutos. Não necessitam de água para a reprodução, e a fase dominante do seu ciclo de vida é o esporófito. Nesse grupo temos cerca de 90% de todas as espécies de plantas do planeta. Como representantes, podemos citar as orquídeas, a mangueira, o abacateiro e o ipê.

Leia  mais: Plantas tóxicas – confira as cinco principais espécies encontradas no Brasil

Resumo

  • As plantas são organismos multicelulares, eucariontes e, na maioria dos casos, fotossintetizantes.
  • A maioria das plantas apresenta três órgãos principais: raiz, caule e folha.
  • As plantas apresentam ciclo de vida com alternância de geração.
  • Podemos dividir as plantas em quatro grupos: briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.
  • As briófitas são plantas avasculares.
  • As pteridófitas são plantas vasculares sem sementes.
  • As gimnospermas são plantas que apresentam sementes nuas.
  • As angiospermas são o único grupo de plantas que apresentam flor e fruto.

Exercício sobre o Reino Plantae

Enem 2019 - Durante sua evolução, as plantas apresentaram grande diversidade de características, as quais permitiram sua sobrevivência em diferentes ambientes. Na imagem, cinco dessas características estão indicadas por números.

A aquisição evolutiva que permitiu a conquista definitiva do ambiente terrestre pelas plantas está indicada pelo número

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

Resolução: Letra c. Nas briófitas e pteridófitas, o gameta masculino precisava nadar até a oosfera, necessitando, desse modo, da água para a fecundação. O surgimento do grão de pólen e, consequentemente, do tubo polínico, permitiu que gimnospermas e angiospermas atingissem a independência do ambiente aquático para a reprodução, uma vez que o tubo polínico é responsável por transportar o gameta masculino até o gameta feminino nessas plantas.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos de Reino Plantae

A berinjela se adapta bem em climas mais quentes
Berinjela
Classificação, características e propriedades da berinjela.
O confrei é uma planta herbácea
Confrei
Planta com poder anti-inflamatório, cicatrizante e renovador celular cujo uso só pode ser feito externamente.
Copaibeira: a “farmácia natural”
Copaíba
Saiba mais sobre esta árvore da família das leguminosas e sua utilização.
O copo-de-leite é uma planta tóxica muito utilizada como ornamental
Copo-de-leite
Você sabia que o copo-de-leite é uma planta tóxica? Clique aqui para informar-se sobre as características dessa planta!
Doze girassóis numa jarra. Tela de Vincent Van Gogh.
Girassol
Origem, classificação, características e curiosidades sobre o girassol.
As angiospermas são plantas que possuem flores
Nova classificação das angiospermas
Entenda a nova classificação das angiospermas e conheça as principais características do grado ANITA, magnolídeas, monocotiledôneas e eudicotiledôneas.
<i>Mentha spicata</i>
O que é menta? E hortelã?
Descubra se realmente hortelã e menta são plantas distintas.
Alguns exemplares de plantas carnívoras
Plantas carnívoras
Conheça mais sobre estas dicotiledôneas que também se utilizam da fotossíntese como fonte nutricional!
Conhecer as plantas que possuem toxinas é fundamental para evitar acidentes
Plantas tóxicas
Clique para conferir tudo o que você precisa saber sobre as plantas tóxicas, espécies que causam danos à saúde.
video icon
Guia de Profissões
Guia de Profissões | A vida na Medicina, com Dr. @Jairo Bouer
Quer ter mais informações sobre o curso de Medicina e a profissão? Confira uma entrevista com o médico psiquiatra Jairo Bouer, que fala tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.