Whatsapp icon Whatsapp

Sistema reprodutor masculino

O sistema reprodutor masculino é responsável por garantir a produção dos gametas masculinos e também sua deposição no interior do sistema reprodutor feminino.
Órgãos do sistema reprodutor masculino.
Observe os órgãos que compõem o sistema reprodutor masculino.

O sistema reprodutor masculino, também chamado de aparelho reprodutor masculino ou sistema genital masculino, é o sistema que garante a produção dos gametas masculinos, bem como a introdução desses gametas no corpo da mulher. Também é responsável pela síntese de testosterona, que possibilita, entre outras funções, o desenvolvimento de características sexuais secundárias. Esse sistema é formado por órgãos externos (saco escrotal e pênis) e diversos órgãos internos, os quais garantem a produção do sêmen (líquido que contém os espermatozoides) e seu transporte para fora do corpo.

Leia também: Fecundação humana – a fusão do gameta masculino e feminino

Órgãos do sistema reprodutor masculino

Podemos dividir os órgãos do sistema reprodutor masculino em dois grupos para facilitar nosso estudo: órgãos externos e órgãos internos. A seguir explicaremos melhor a função de cada um dos órgãos que fazem parte desses grupos.

→ Órgãos externos do sistema reprodutor masculino

Os órgãos externos do sistema reprodutor masculino são o pênis e o saco escrotal. Veja a seguir algumas de suas características.

  • Pênis: O pênis humano é o órgão utilizado na cópula e destaca-se pela presença de um tecido erétil, o qual se enche de sangue durante a excitação sexual. Apresenta formato cilíndrico e cerca de 12 cm a 16 cm de comprimento. Possui três corpos de tecido erétil: duas colunas longitudinais localizadas dorsalmente (corpos cavernosos do pênis) e uma coluna situada ventralmente (corpo esponjoso). No interior do corpo esponjoso, encontra-se a uretra, por isso o corpo esponjoso é também chamado de corpo cavernoso da uretra. Em sua parte terminal, o corpo esponjoso dilata-se e forma a chamada glande. O pênis é envolvido por uma pele fina e, na região da glande, observa-se uma dobra de pele conhecida como prepúcio.

  • Saco escrotal: Também chamado de escroto e bolsa escrotal, é uma estrutura de forma sacular que fica localizada na região logo abaixo do pênis. Essa bolsa apresenta um septo, que a divide em duas cavidades, ficando um testículo de cada lado. Na adolescência, o saco escrotal apresenta-se mais pigmentado, e pelos esparsos surgem no local. Possui importante papel no controle da temperatura ao redor dos testículos. Quanto mais afastada do corpo, menor a temperatura; quanto mais próxima, maior a temperatura. Em ambientes frios, a pele enruga-se e eleva o saco escrotal e o testículo para mais perto do corpo. A temperatura do saco escrotal é inferior à temperatura intra-abdominal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Órgãos internos do sistema reprodutor masculino

Os órgãos internos do sistema reprodutor masculino são as gônadas, uma série de ductos e as glândulas acessórias. Veja a função e características de cada um deles a seguir.

  • Testículo: O homem apresenta dois testículos, que são as gônadas masculinas, ou seja, o local onde os espermatozoides são formados. Essas células reprodutoras são produzidas, mais precisamente, em túbulos enrolados chamados de túbulos seminíferos. Cada testículo possui entre 250 e 1000 túbulos seminíferos. Além de produzir gametas, o testículo apresenta também papel na produção da testosterona. Esses órgãos estão localizados no interior do saco escrotal, entretanto vale salientar que eles são formados na cavidade abdominal, só ocupando o saco escrotal no final da gestação.

Leia também: Espermatogênese – o processo de formação dos espermatozoides

  • Epidídimo: O homem possui dois epidídimos, que se localizam, cada um, lateralmente na margem posterior dos testículos. Nesse local os espermatozoides adquirem maturidade e também desenvolvem sua capacidade de movimentação. O epidídimo apresenta-se como um grande tubo enovelado, podendo chegar a 6 metros de comprimento. Podemos distinguir três porções do epidídimo: a cabeça (porção mais dilatada e em contato com a extremidade superior do testículo), o corpo e a cauda (região localizada mais inferiormente e que se liga ao ducto deferente).

Órgãos do sistema reprodutor masculino.
Em vista frontal, é possível observar a presença dos testículos, epidídimos, ductos deferentes e vesículas seminais.
  • Ducto deferente: O corpo do homem possui dois ductos deferentes, os quais são uma continuação do epidídimo. Cada ducto, que possui cerca de 30 cm de comprimento, passa ao redor e atrás da bexiga urinária. Eles encontram os ductos das vesículas seminais e formam os ductos ejaculatórios.

  • Ducto ejaculatório: Os ductos ejaculatórios possuem cerca de 2 cm de comprimento e são formados a partir da união do ducto deferente com o ducto da vesícula seminal.

  • Uretra: Os ductos ejaculatórios abrem-se na uretra, que garante a saída do sêmen e também da urina. A uretra é, portanto, um órgão comum ao sistema reprodutor e ao urinário. A uretra masculina passa pelo interior da próstata, pelo assoalho da pelve e no interior do pênis, apresentando um tamanho total de cerca de 20 cm.

  • Vesículas seminais: O homem possui duas vesículas seminais, as quais secretam um fluido que corresponde a cerca de 60% do volume do sêmen (líquido viscoso e esbranquiçado contendo espermatozoides e fluídos das glândulas acessórias que é eliminado no momento da ejaculação). O fluído produzido pela vesícula seminal é espesso e alcalino e apresenta diversas substâncias, como enzimas e frutose (essa é importante para garantir a energia necessária para o espermatozoide).

  • Próstata: O homem apresenta apenas uma próstata, que é uma glândula que produz a secreção que forma o sêmen. A secreção produzida pela próstata apresenta enzimas e citrato, que também é um nutriente para os espermatozoides. A próstata possui o tamanho aproximado de uma noz, porém, com o avanço da idade, é comum que haja um aumento benigno dessa estrutura, o que pode causar uma compressão da uretra, que passa em seu interior, e interferir na passagem da urina. Nesses casos pode ser necessária uma interferência cirúrgica.

  • Glândulas bulbouretrais: As glândulas bulbouretrais são um par de glândulas que liberam, antes da ejaculação, uma secreção na uretra que lubrifica o pênis e ajuda a neutralizar resíduos de urina presentes no canal da uretra.

Leia também: Câncer de próstata – um dos tumores mais frequentes em homens

Função do sistema reprodutor masculino

O sistema reprodutor masculino, em ação conjunta com o sistema reprodutor feminino, é responsável por garantir a reprodução da nossa espécie. O seu papel é possibilitar a produção dos gametas masculinos e promover a sua deposição no interior do sistema reprodutor feminino, onde ocorre a fecundação e o desenvolvimento do novo ser. Vale destacar que é no sistema reprodutor masculino, mais precisamente nos testículos, que é produzida a testosterona, um hormônio relacionado com o desenvolvimento das características sexuais secundárias, aumento da massa muscular, produção do espermatozoide, entre outras funções.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Espermatogênese
Saiba mais sobre a espermatogênese, o processo responsável pela formação das células reprodutivas masculinas.
Hipotálamo
Quer conhecer mais sobre o hipotálamo? Clique aqui e conheça as principais funções atribuídas a essa região do encéfalo.
Hérnia de disco
Clique aqui e saiba o que é a hérnia de disco. Descubra quais são suas principais causas e sintomas. Conheça os tratamentos disponíveis atualmente.
Língua
Conheça aspectos anatômicos e histológicos da língua.
Pênis
Aprenda um pouco mais sobre o pênis humano, sua função e anatomia. Entenda também o que é fimose, circuncisão e as causas do câncer de pênis.
Sistema reprodutor feminino
Aprenda mais a respeito do sistema reprodutor feminino aqui! Neste texto falaremos a respeito dos principais órgãos desse sistema e suas funções.
Sistema respiratório
Aprenda um pouco mais a respeito do sistema respiratório clicando aqui. Neste texto conheceremos os órgãos desse sistema e os movimentos respiratórios.
video icon
Escrito"Requeriu, requereu ou requis?" em fundo roxo e amarelo.
Português
Requeriu, requereu ou requis?
Requeriu, requereu ou requis? Qual é a forma mais adequada de se conjugar o verbo requerer?